Copy/paste e a usabilidade

Costumo usar Ctrl-Insert para copy, Shift-Insert para paste e Shift-Delete para cut, em vez dos populares CTRL-C, CTRL-V e CTRL-X. Isso porque nas primeiras versões de windows esse era o padrão que a micro$oft tinha estabelecido, depois resolveram mudar. Incrivelmente eles ainda mantém a compatibilidade e isso funciona até hoje (exceto em um ou outro programa que não utilize as rotinas do windows para controlar isso).

Já tentei me acostumar ao Ctrl-C/Ctrl-V mas não consigo, sempre volto a usar a velha forma. Hoje percebi o porquê: geralmente quando estou fazendo copy/paste eu estou usando as setas para ir do lugar do copy ao lugar do paste (é, eu sou da época em que mouse era artigo supérfluo) e é mais fácil usar Ctrl-Insert que Ctrl-C… A mão já tá ali perto, fica mais rápido. E se eu for dar Ctrl-C eu tenho que olhar pro teclado.

Pode parecer bobagem, mas é uma questão de usabilidade. É o mesmo motivo pelo qual as pessoas que digitam muitos números preferem o teclado numérico: usam uma mão só e não precisam movimentá-la tanto entre a digitação de um número e outro. Enquanto to movendo blocos de texto com copy/paste do meu jeito, eu deixo uma mão preparada no ctrl e no shift e a outra fica entre as setas e o ins/del.

O único motivo que vejo para terem mudado de Ctrl-Insert para Ctrl-C é porque fica menor para escrever dentro dos menus, porque apesar da letra C lembrar o copy, o V e X não tem nada a ver (a não ser a proximidade com o C). Se alguém tiver uma opinião melhor, comente.


5 comentários para Copy/paste e a usabilidade

  • Fabricio Zuccherato

    Eu também comecei com o Shift+Ins e Ctrl+Ins, mas hoje em dia, faço muita coisa com cada mão ao mesmo tempo. Talvez vício de usar programas e jogos que usam teclado e mouse de uma só vez.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Chester

    Na verdade, tem quatro comandos que ficam um do lado do outro no teclado: Undo (Ctrl+Z), Cut (Ctrl+X), Copy (Ctrl+C) e Paste (Ctrl+V). Parece-me (posso estar enganado) ter origem no Mac, pois já cheguei a ver teclados de Macs antigos que tinham as palavras “undo”, “cut”, etc., escritas sobre estas teclas (infelizmente não achei nenhuma foto no Google para comprovar).

    O Windows tinha como atalhos “padrão” os baseados em Ins/Del/etc., mas a maioria das aplicações implementava os outros para não espantar muito os usuários de Mac.

    Aliás, a este respeito, li certa vez em um livro sobre o processo de desenvolvimento do Win95 (assim que eu lembrar o nome eu posto) sobre uma discussão interna na MS acerca de repensar a idéia de “recortar e colar” como um todo – já que é uma metáfora que faz todo o sentido para diagramadores, e muito pouco para o resto do mundo. Em resumo, mantiveram como estava, porque já havia uma massa crítica de usuários acostumada com isso, mas a decisão foi praticamente cara-ou-coroa (ok, o Bill decidiu pessoalmente, que é o que acontece quando não se chega a um consenso lá), tamanha era a divisão do departamento de usabilidade quanto ao assunto…

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • David

    Eu também tenho a impressão que a origem foi no Macinthosh, a Juliana deve saber melhor a esse respeito já que ela mexeu muito com Mac. Eu atualmente já me acostumei com CTRL_C + CTRL_V, porém, muitas vezes ainda uso o CTRL_INS + SHIFT_INS. Se tirarem qualquer um dos 2 atualmente vou xingar um bocado.

    Agora, CTRL_C + CTRL_V é bem mais simples de explicar via telefone para pessoas leigas. Já é um trabalhão explicar para o camarada onde fica a tecla CTRL, imagina ter que explicar também a tecla INS (que pode chamar Ins ou Insert) e ter que explicar para apertar os 2 ao mesmo tempo.

    Seria melhor que a tecla CTRL fosse cor de rosa, o alt azul e o shift amarelo, ficava mais fácil de explicar: “segura apertada a tecla amarela e aperta a tecla C”. Claro que sempre ia existir o risco de inventarem um gabinete com a tecla do power amarela só para atrapalhar o suporte!

    {}”s David

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • +crux+

    Tem uma outra coisa que eu tava reparando: os ícones da barra de ferramentas dos programas da microsoft sempre seguem a mesma ordem dessas teclas no teclado. Sempre temos os ícones de undo, cut, copy e paste, nessa ordem. Mas acho que isso veio bem depois da decisão sobre as teclas.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Ernst

    Sempre imaginei que o “V” do CTRL-V tivesse a ver com o cône que voce usa para inserir palavras quando esquece algo: quando voce escreve um texto (a mao) e esqueceu uma palavra, voce faz um cône bem no buraco e escreve a palavra
    esquecida em cima da abertura do cone (que parece um “V”, com alguma imaginacao).

    O “X” é cut pelo fato de ser com um “X” em cima de uma palavra, voce risca ela fora.

    Assim pelo menos sempre expliquei essa pecularidade dos Short-Cuts para iniciantes.

    E o fato do “Z” ser do lado dessa combinacao (Undo), isso nao vale para o teclado alemao, onde o “Z” e o “Y” estao invertidos, entao tenho o “Y” do lado do “X”.

    Agora eu concordo com o David, eu uso um ou outro alternadamente e sem realmente me dar muita conta disso: Alguns programas só permitem a primeira, outros somente a segunda combinacao, entao os dois precisam ser usados.

    Cores nos teclados ia ser uma boa mesmo, da mesma forma como padronizaram já cores nas tomadas das motherboards para som, etc.

    Thumb up 0 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>