Seria mais bonito dizer “não sei”

(publicado em 18 de outubro de 2002)

Hoje uma amiga minha me ligou para perguntar como resolver o problema de acentuação no teclado, porque tinham reinstalado o Windows no notebook dela e os acentos vinham errado.

Ela estava numa reunião que era uma zona, com um monte de gente dando palpite nas instruções que eu tava dando pra ela e perguntando o que ela estava fazendo. Ela quase não conseguia prestar atenção no que eu falava. Mas no fim deu tudo certo, eu consegui explicar pra ela onde entrar e ela mudou o tipo de teclado.

Uma hora depois ela me ligou para desabafar e explicou a situação. Tinha 4 “caras técnicos” na reunião e nenhum deles sabia como resolver. Um deles disse pra ela que era “problema no micro” (claro, jogue o notebook fora e compre outro, é barato mesmo…). Ela ficou p. da vida e falou “quer ver que eu ligo pra uma pessoa que resolve na hora e por telefone?”  Os “técnicos” fizeram aquela cara de “ah, tá bom”…

Enquanto ela ia entrando nos lugares que eu ia dizendo, os bananas falavam “ah, é mesmo, tem essa opção…” Quando o Windows pediu o CD de instalação, um deles deu aquela risadinha vitoriosa e falou “Aí, tá vendo? Pediu o CD do Windows. Não tem como resolver.”

Nessa hora, do outro lado do telefone e sem ouvir os comentários inteligentes, eu pedi para ela trocar o D: que a janela oferecia como localização do CD por C:\WINDOWS\SYSTEM. Às vezes o Windows pede algo que ele já tem e aceita o que está no disco mesmo, quando você força ele a pegar de lá. Quando ela escreveu C:, apareceu C:\WIN98 e eu falei “ok, tenta isso”. Bingo, o CD do Windows tinha sido copiado no HD dela e a instalação terminou sem problemas…

Os caras ficaram com uma bela cara de bunda, hehe. Um deles se saiu com essa: “é, eu não to acostumado a resolver problemas tão simples assim, estou acostumado a mexer com flash”. Primeiro que um cara que se diz “técnico” já deve ter pelo menos ouvido falar nesse tipo de problema, ou deduziria que, por existirem diferentes tipos de teclados com os acentos em outras posições, o Windows deveria estar pensando que o teclado instalado era outro. E segundo que se o melhor exemplo que esse cidadão pode dar de um problema complicado é “mexer com flash”, ele realmente é um banana.


1 comentário para Seria mais bonito dizer “não sei”

  • Capitu

    Ai, nem quero falar das vezes q eu tive q falar “não adianta passar o Norton ou fazer defrag ou fazer scandisk, eu já fiz tudo isso e não resolveu. Se vc vai me fazer parar de trabalhar pra fazer isso nem venha aqui!”. A desculpa é sempre “vc deve ter muitos mp3 na máquina” ou “a culpa é do seu papel de parede”. Sem falar dos inaceditáveis “nossa, mas esse e-mail é pra receber mensagens de fora da empresa?!?!?!”. Uai, pra falar dentro da empresa eu uso telefone, ICQ ou escadas! Q coisa! ;-)
    []“s

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>