Alegando manutenção, Prefeitura retira ciclovia em São Paulo

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!
Remoção de ciclovia na rua R. Dr. Fausto de Almeida Prado Penteado, no Morumbi. Foto enviada por Andrea Nathan‎

Remoção de ciclovia na rua R. Dr. Fausto de Almeida Prado Penteado, no Morumbi. Foto enviada por Andrea Nathan‎

Recebemos nessa quarta-feira, 22 de março, diversos relatos e fotos sobre uma aparente retirada de ciclofaixa na região do Morumbi, na rua Dr. Fausto de Almeida Prado Penteado e na Av. Amarílis. A ação, que está sendo justificada como “tapa-buraco”, está colocando em risco a vida de quem se locomove de bicicleta no local.

O pavimento novo, preto, está escondendo totalmente um longo trecho de ciclovia, o que já faz com que carros subam a via ocupando o espaço anteriormente destinado às bicicletas. Isso representa um grave risco a quem desce a ciclovia no contrafluxo, pois a faixa de repente desaparece embaixo do novo asfalto, com carros subindo de frente para os cidadãos desavisados que descem o local em bicicleta.

Atualizado: Placas de sinalização começaram a ser reinstaladas ao longo da ciclovia

Remoção virou “manutenção”

Apesar de se tratar de uma alteração na sinalização viária, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) não participou do processo. Tanto que o órgão nos pediu para entrar em contato com a Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais. A Secretaria respondeu, por meio de nota e em nome da Prefeitura Regional Butantã, que “a rua em questão vem passando por serviços de manutenção do pavimento, como operação tapa-buraco, com a massa asfáltica cobrindo parte da ciclofaixa”. Informou ainda que “ao término do trabalho a pintura da ciclofaixa será refeita” e que “as placas indicativas foram retiradas para limpeza, pois estavam pichadas e também serão reinstaladas”.

Foto disponível no sistema da operação tapa-buraco mostra que na verdade foi feito um recapeamento, que incluiu retirada de tachões e de placas.

Foto disponível no sistema da operação tapa-buraco mostra que na verdade foi feito um recapeamento, que incluiu retirada de tachões e de placas.

Mas por que, então, os tachões foram retirados? Houve uma retirada completa de sinalização, tanto horizontal (pintura, tachões, olhos de gato, balizadores) como vertical (placas). Se a empresa que faz o recapeamento não é a que faz limpeza de placas, qual a chance ou a necessidade disso acontecer simultaneamente? As placas poderiam ser limpas sem ser retiradas, já que isso caracteriza uma alteração de sinalização viária. Cidadãos que passam com frequência pela região afirmam que as placas não estavam pichadas (e, ainda que estivessem, não seriam todas elas), portanto por que retirar todas as placas?

O leitor Pedro Borelli chegou a ligar no setor de obras da regional Butantã na tarde dessa quarta. Segundo ele, um funcionário de nome Jorge, que seria responsável pelo setor, confirmou a retirada neste trecho, contrastando com a declaração oficial, que seria emitida algum tempo depois. “Quando questionei se ela seria interrompida ali então sem recolocação ele disse que sim, da mesma maneira que mais abaixo, onde tem as curvas. Ele disse que estava perigoso um carro de frente pro outro nesta subida, que vão mudar sinalização e que não cabe ciclofaixa lá.” Tentamos contato com o setor no final da tarde, pouco antes das 18h, mas ninguém atendeu.

Foto disponível no sistema da operação tapa-buraco mostra asfalto em processo de fresagem. A máquina que realizou o trabalho pode ser vista ao fundo.

Foto disponível no sistema da operação tapa-buraco mostra asfalto em processo de fresagem. A máquina que realizou o trabalho pode ser vista ao fundo.

Ação desrespeita legislação

A Ciclocidade (Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo) emitiu uma nota no início da noite, onde aponta que a retirada dos tachões e das placas de sinalização requer autorização do órgão de trânsito (CET) e que não está claro se isso ocorreu. “Também não há certeza de que a estrutura voltará a ser pintada”, diz o texto.

“O procedimento para recapeamento de rua e remoção dos tachões requer a ciência e a autorização da CET, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (Lei Federal 9.503/97)”, reforça o texto. “Até o início da tarde, a CET não parecia saber da operação em andamento. Ainda não é de conhecimento público, portanto, quais as datas agendadas para a nova pintura (ou mesmo se ela acontecerá). Um recapeamento na Av. Torres de Oliveira, ao lado da USP, por exemplo, foi realizado há 10 dias e permanece sem nova pintura.”

“O dinheiro público empregado para um serviço de tapa-buraco – em uma via que aparentemente não possui demanda de recapeamento e com uma ciclofaixa em bom estado, segundo ciclistas que a utilizam diariamente – parece ter revelado uma nebulosa tentativa da administração municipal em remover uma parte da malha cicloviária da região, sem diálogo com os setores da sociedade diretamente envolvidos no seu uso e atropelando trâmites legais da administração pública”, conclui o texto, que é finalizado com um convite ao prefeito João Dória e ao secretário de transportes Sergio Avelleda para conversarem “de verdade”. “Chega de falsos diálogos e etéreas promessas”, alerta o comunicado.

Para Rafael Calabria, pesquisador em mobilidade urbana do IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), houve uma violação da Lei 12.587/2012, a Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU). “Retroceder na política cicloviária sem aviso ou comunicação é uma violação grave da PNMU, tanto das diretrizes e principios de prioridade e segurança aos modos ativos, quanto do direito dos usuários dos sistemas de mobilidade à participação no planejamento, fiscalização e avaliação das Políticas públicas implantadas (art 15º). No âmbito municipal, também contraria o PlanMob (Plano de Mobilidade Urbana) e o próprio Plano Diretor, que foram feitos seguindo diretrizes da Política Nacional.”

Foto disponível no sistema da operação tapa-buraco mostra equipe trabalhando no recapeamento.

Foto disponível no sistema da operação tapa-buraco mostra equipe trabalhando no recapeamento.

Operação tapa-ciclovia

A operação tapa-buraco cobriu um “buraco” enorme. Coincidentemente, ele tinha a exata largura da ciclovia e uma área de cerca de 1000 m². É possível ver o registro online do recapeamento, com as fotos do antes e depois, como parte do processo de informação aberta da prefeitura. Mas vejam que curioso: as fotos de antes não mostram um buraco enorme ocupando a ciclovia toda, mas sim um pavimento em processo de fresagem, onde uma camada superficial do asfalto é retirada por maquinário específico, em preparação para recapeamento. Em alguns casos, a foto do antes mostra o pavimento já preparado para receber a nova camada de asfalto.

Onde, então, estaria o buraco gigantesco – e só na ciclovia – que justificou esse recapeamento? E por que a CET não participou do processo, já que houve flagrante alteração de sinalização viária, colocando inclusive em risco as vidas de munícipes?

Veja fotos no sistema da prefeitura

Acessando esta página, clique na aba “Monitoramento Online”. O miolo da página irá mudar, mostrando duas áreas de seleção. A segunda delas tem o título “Operação tapa-buraco no seu bairro”. Selecione a subprefeitura Butantã e a faixa de datas 21/03/2017 a 22/03/2017. Clique no botão “Pesquisar por subprefeitura”.

A página mostrará um mapa com pontos marcados em verde, conforme imagem abaixo. Dando um zoom na área que sinalizamos na imagem, você pode clicar em cada marcador para ver o antes e depois.

mapa tapa-buraco butanta retirada ciclovia

Imagem: Reprodução

Vidas em risco

A impressão que fica é que tentaram tirar a ciclovia às escondidas, confiando na falácia de que ninguém as usa e, por isso, não se perceberia a ausência da estrutura. Como a ação se tornou de conhecimento público, justificaram como uma operação de manutenção, alegando que a ciclofaixa será repintada. E enquanto não for, ciclistas ficam expostos.

É importante que alguma sinalização temporária, como cones ou cavaletes, garanta a segurança de quem circula de bicicleta, pois confiando na área reservada às bicicletas podem ser colhidos de frente por motoristas que acreditem em sua retirada e a invadam por falta de sinalização, o que pode resultar até em óbitos. Carros estacionados também implicarão esse risco, fazendo ciclistas trafegarem no contrafluxo em meio aos carros.

Asfalto novo

Ao final, acabará por ser uma boa notícia se a ciclofaixa for repintada, agora com asfalto novo, consolidando a sinalização que protege quem circula de bicicleta e melhorando a qualidade da estrutura. Mas os tachões e a sinalização vertical precisam ser recolocados com urgência.

A medida poderia muito bem ser expandida para todas as ciclovias da cidade, que já foram muito criticadas pela qualidade do pavimento. João Dória tem em mãos, nesse momento, uma oportunidade única de mostrar que suas ciclovias serão as melhores que a cidade já viu.

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

57 comentários para Alegando manutenção, Prefeitura retira ciclovia em São Paulo

  • Anon Brasil

    Um bando de idiotas alienados que ficam respirando fumaça tóxica cancerígena de combustíveis fósseis dos caminhões, carros e motocicletas, além de correrem o risco de serem atropelados considerando que muitas ciclovias foram instaladas irregularmente em ruas estreitas onde qualquer caminhão é obrigado a transitar na metade da ciclofaixa. Além disso causam transtornos a todos moradores que possuem guia rebaixada para entrada e saída de veículos. Querem pedalar vão para o parque Ibirapuera ou outros parques públicos.

    Thumb up 0 Thumb down 3

    • Robson

      Estacionamento não é direito constitucional previsto por lei em lugar algum. Então, antes de falar um monte de merda, vai se informar antes carrocrata lixo…bike tb é meio de transporte, só para demente carrocrata que é só lazer.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • Devair

    Nao moro em SP.Vou chutar:
    Ate o fim do mandato do sr Joao Doria eu profetizo que ele remove ate a da Av Paulista,como tbm reabra ela pra carros nos fins de semana.
    O povo de SP escolheu,o povo votou.Forao 4 anos de Haddad,e agora 4 ou sei la qtos de Doria.
    Boa sorte ai pra voces,vao precizar.

    A direita extremista ja tomou o cerebro fraco da maioria da populaçao brasileira,eu nen quero profetizar muito,nao so no assunto cicloativismo,mas no país em geral,com medo de acertar.

    Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 1

  • Paulinha

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 18

  • Marcelo

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 14 Thumb down 34

  • Celi, amiga do Tranquilão

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 10 Thumb down 31

  • Maria Isabel

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 13 Thumb down 34

  • marcio

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 16 Thumb down 45

  • Mário

    As instituições que deram prêmios para Haddad por sua gestão, deviam dar o prêmio “Prefeito Abacaxi” para o Dolynho.

    Comentário bem votado! Thumb up 27 Thumb down 10

  • Pe. Carlos Ferreira da Silva

    Isso é o que a elite quer, acabar com tudo que é bom pra todos

    Comentário bem votado! Thumb up 30 Thumb down 9

  • Carlos

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 9 Thumb down 45

  • Ricardo Montera

    Olá, não concordo em hipótese alguma em tirar a ciclovia, uma cidade mais ciclável é sem dúvida alguma mais segura. Está previsto no Plano de Mobilidade Urbana a ampliação do sistema cicloviário e não a retirada de tal. Sou ciclista há 4 anos e só comecei a pedalar por causa das ciclovias e ciclofaixas, que além de nos oferecer segurança, podem ser usadas também por pedestres e por qualquer pessoa que as queira usar. Outro ponto é o fato de quem está começando a pedalar agora, já falei com várias pessoas que se sentem seguras somente andando nas ciclofaixas e ciclovias. Em muitas cidades como Nova Iorque, Chile, Copenhagem, Paris, o sistema cicloviário foi ampliado e as bikes são usadas como meio de transporte sustentável, não poluente, que beneficia a população e principalmente o meio ambiente. Esse que é o ponto, SUSTENTABILIDADE, é o tema do momento. Quanto mais bikes e pessoas pedalando tivermos nas ruas, será melhor para a saúde dos indivíduos, para a prevenção de doenças, para o sistema de saúde, que não precisará ter gastos com tratamentos, para o meio ambiente, e o mais importante que estimulará a sustentabilidade da cidade. Sou Biólogo e Professor, com ênfase em gestão ambiental, e vejo que com a quantidade de carros que está na rua os problemas de saúde e de poluição somente tendem a aumentar.
    Ciclovias não atrapalham o comercio, não atrapalham o meio ambiente e somente trazem benefícios para todos. Um exemplo disso, é a Rua Teodoro Sampaio, lá não tem ciclovia e as lojas estão fechando, por que será? Justificar a retirada delas seria a mesma coisa que falar para retirar uma calçada ou uma rua por não ter movimento. A estrutura está lá para ser utilizada, para quem quiser usar. Não há motivos para tirar, sem falar que tal ato demonstra muito mal caráter por parte da Sub Prefeitura, que aproveitou de um ato, para fazer outro sem autorização e o pior, gastando nosso dinheiro.
    Vamos todos juntos por uma cidade mais ciclável e SUSTENTÁVEL.

    Comentário bem votado! Thumb up 31 Thumb down 7

    • Tarantino

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 6

      • Tiago

        Estacionamento NÃO é direito constitucional garantido por lei em nenhum país do mundo. Logo, o orgão de transito tem como convicção a CIRCULAÇÃO de todos os veiculos.

        Rua não é lugar de estacionar carros. Por isso, não se pode confundir PRIVILÉGIOS com direitos.

        Thumb up 2 Thumb down 0

  • Rodrigo

    Se vocês olharem a mesma rua no street view, vendo as fotos da mesma rua em 2011 e 2015 dá para ver que a parte do asfalto onde ficava a ciclofaixa era diferente do asfalto da rua, indicando que já houveram manutenções anteriores naquele pedaço do asfalto. O que provavelmente indica que deve haver algo, como uma linha de gás por exemplo que tem a necessidade de manutenção de 10 em 10 anos.
    https://www.google.com.br/maps/@-23.5969993,-46.7043253,3a,75y,128.09h,76.74t/data=!3m7!1e1!3m5!1s3AWrhmsZ-5KMYmUfjKYtRQ!2e0!5s20110101T000000!7i13312!8i6656!6m1!1e1

    Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 6

  • Wilber Antonio

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 14 Thumb down 39

    • Renato

      mimimi…

      Fale também sobre os pedestres que atravessam fora da faixa, entre os carros, no sinal vermelho e etc…..

      Comentário bem votado! Thumb up 26 Thumb down 12

      • Tarantino

        No transito ninguém respeita ninguém, com raras exceções. Agora, ver ciclistas na Faria Lima andando no meio dos carros, sendo que há uma ciclovia bem legal é de doer…Dias atrás um ciclista quase atropelou uma senhora idosa ao furar o sinal vermelho. Na Rebouças, presenciei uma cena hilária: o sinal fechou, mas uma turma enorme de ciclistas continuou passando, nisto, uma viatura da Rota que atravessava o cruzamento parou e abordou os ciclistas, e passou tamanho sermão que acho que tão cedo tais elementos não farão essa besteira de novo.

        Thumb up 1 Thumb down 2

    • Alex

      Que tal lembrar os caros que ultrapassam os ciclistas a menos de 1,5 metros? Depois ciclista usa muitas vezes a calçada para se proteger…

      Comentário bem votado! Thumb up 20 Thumb down 2

  • William Biker

    COMO ALGUÉM CONSEGUE DEFINIR SE UMA CICLOFAIXA FAZ SENTIDO? Fico aqui a achar que só tem aproveitador nesse mundo. Como é mais seguro andar no meio dos carros do que na ciclofaixa? Ah, (uns falaram) o asfalto é melhor lá. Pára né, recapear só a ciclofaixa? Não entendo esses inocentes lógicos da cidade de São Paulo. A Subprefeitura do Butantã também não sabe responder? Se não fizer pressão esse Doriana Sabão de coco vai tirar onda de todo mundo.

    Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 5

  • Gordalhas Saudabilis Das Bicicletas

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 20

  • Samuel

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 20 Thumb down 35

    • Fabio

      Relato típico de quem não pedala. É simplesmente uma imensa mentira que é mais seguro sem ciclovia, mentira e das grandes!

      Comentário bem votado! Thumb up 34 Thumb down 10

    • mauricio

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 3 Thumb down 15

    • Renato

      Se pedalasse de verdade, saberia bem que é mais seguro na ciclofaixa do que no meio dos carros.

      Contra outra história

      Comentário bem votado! Thumb up 24 Thumb down 4

    • Cícero Soares

      Parabéns, Samuel, você é 100% ciclista só pra você mesmo, você só exige o que é 100% melhor pra você, você só pensa 100% em seu trajeto e você parece não compreender o espírito do compartilhamento do viário, na verdade, sua relação com o asfalto motorizado é 100% parasita.

      Agora, para os demais ciclistas, 0%, para os demais trajetos, 0%, para o acalmamento do tráfego, 0%, para conforto e segurança do pedestre, pelos quais você também deve responsabilizar-se, 0%, e para exigir da administração pública melhorias necessárias às ciclovias, 0%.

      Parabéns, Samuel, você é 100% fera no ciclismo, mas num ciclismo puramente egoísta. Portanto, como cidadão… você é 0% firmeza.

      Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 6

  • Daniela

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 15 Thumb down 32

  • Sandra Alkmin La Rosa

    Entendo a preocupação, mas há um problema sério na rua Fausto de Almeida Prado Penteado. A av.Amarilis é larga, meio plana sem problemas, mas quando colocaram a ciclovia nela, resolveram continuar pela Rua Fausto de Almeida Prado Penteado até a Av Dr Alberto Penteado. A Fausto é uma ladeira, em curva, um pouco estreita e com estacionamento permitido. Como esta rua tem duas mãos eles mudaram a faixa central para colocar a ciclovia, mas continuaram permitindo estacionamento num dos lados, resultado: não sobra espaço para passar dois carros quando tem outro parado. Voce tem que, ou invadir a ciclovia para passar, ou voltar até o recuo de uma garagem. É um perigo! Precisa ser avaliado.

    Comentário bem votado! Thumb up 15 Thumb down 11

    • David

      concordo com seu relato sandra passo pela região, porém vc está pensando apenas no bem estar dos carros, nao existe uma rota segura para os ciclistas dessa regiao, concordo que provavel que a ciclovia seria melhor instalada e melhor utilizada na Av Alberto Penteado que é o caminho natural para chegar a ponte cidade jardim e tranquilo para subir até a praça do palácio vinicius de moraes e chegar na ciclovia da joao saad. da forma que está, ela fica invisível, começa do nada e termina do nada, o ciclista vai preferir se arriscar continuando na Oscar Americano ou na Alberto Penteado que nao tem ciclovias mas é o caminho direto, ja que nao tem uma unica sinalizacao de ciclovia para quem vem da Oscar Americano ou da ciclovia da Lineu de Paula, concordo que precisa ser avaliado, mas entao avaliem antes de qualquer ajuste ou remover sem diálogo e sem estudos, pq reclamavam que as ciclovias foram feitas sem estudos, mas a remoçao também será da mesma forma, é o sujo falando do mal lavado, parece mais uma birra política, poderiam entao readequa-la para a Av Alberto Penteado, da praça vinicius de moraes até a ponte cidade jardim, a alberto penteado seria uma via perfeita já que a mao subida sentido bairro é pouco utilizada por carros o dia todo

      Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 4

    • Marcos Fonseca

      Acho que se proibissem o estacionamento nesse local estaria resolvido o problema para os carros que circulam na via, ademais de ser mais barata essa solução, não causaria tanta polêmica, mas, com o histórico desse prefeitinho…

      Thumb up 3 Thumb down 4

  • Eu

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 14 Thumb down 33

  • Claudio Bassi

    Agora não adianta chorar o leite derramado. O sujeito foi eleito em primeiro Turno. São Paulo merece.

    Comentário bem votado! Thumb up 18 Thumb down 14

    • Cícero Soares

      Como assim, Cláudio? Exercer cidadania é só na hora do voto, é? E depois a gente deve abaixar a cabeça pra toda arbitrariedade, até que se dê novo pleito? De jeito nenhum, ser cidadão é não dar trégua, não. Derramado o leite, nem é pra chorar, é pra exigir conserto e/ou reparação.

      Comentário bem votado! Thumb up 11 Thumb down 3

  • Steven

    Muito ruim isso.

    Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 6

  • alberto caldas

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 21 Thumb down 31

  • ismael de jesus

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 10 Thumb down 18

  • Renata

    Fizeram o mesmo na Av. Torres de Oliveira, na ciclovia que ligava as ciclovias da Av. Jaguaré e da Av. Escola Politécnica. Enviei uma solicitação no site de atendimento da prefeitura, que “sumiu”… Negligência absurda com ciclistas.

    Comentário bem votado! Thumb up 19 Thumb down 6

  • Renato

    Isso precisa ser levado para a Imprensa, MP, enfim expor a “malandragem”.

    Se for apenas para recapiar e melhorar a qualidade da ciclofaixa, ponto para o Dória. Senão, pra cima deles

    Comentário bem votado! Thumb up 23 Thumb down 8

  • arnaldo

    isso é grave!
    estamos de olho.

    Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 6

Enviar resposta para Samuel Cancelar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>