Atropelamento coletivo de skatistas lembra caso com ciclistas em Porto Alegre – compare os vídeos

atropelamento coletivo de skatistas 2017

Quem acompanha nosso trabalho sabe que somos a favor de skates e também patins como formas de deslocamento ativo nas cidades. Por isso, deixamos aqui nossa manifestação de solidariedade aos skatistas frente ao atropelamento coletivo ocorrido nesse domingo, 25 de junho – que não pode, em hipótese alguma, ser chamado de “acidente”. Foi apenas por muita sorte (e também pela agilidade dos skatistas) que ninguém morreu.

O atropelamento de ciclistas em Porto Alegre, em 2011. Imagem: Reprodução

O atropelamento de ciclistas em Porto Alegre, em 2011. Imagem: Reprodução

O caso nos lembra o atropelamento coletivo de ciclistas em Porto Alegre, em 2011, quando Ricardo Neis passou em alta velocidade por centenas de pessoas que estavam em bicicletas, entre elas idosos e crianças. Passados 5 anos, Neis foi condenado a quase 13 anos de prisão em regime fechado, por 11 tentativas de homicídio triplamente qualificadas e 5 lesões corporais dolosas. Mas, apesar de ter tido o direito de dirigir suspenso, apela da sentença ainda em liberdade.

Não foi acidente, foi crime

No início da noite do mesmo domingo em que José Iriovaldo Ferreira, de 55 anos, passou em meio a milhares de pessoas com seu carro, ciclistas e skatistas se uniram em protesto na Avenida Paulista.

O atropelador alega não ter percebido as vias fechadas e diz que “se assustou” quando atropelou uma pessoa, por isso fugiu em alta velocidade atropelando tantas outras. Um vídeo recém divulgado sustenta a versão de que a disparada do motorista teria ocorrido após agressão de skatistas, mas não esclarece por que teriam atacado aquele veículo – e apenas ele – em meio a vários outros.

José Iriovaldo será indiciado por lesão corporal dolosa, fuga de local de crime e periclitação de vida. Se vir a ser acusado de tentativa de homicídio, caberão as qualificadoras “motivo torpe”, “meio que dificulta defesa das vítimas” e “perigo comum” (pois poderia ter causado ainda mais dano), como ocorreu com Ricardo Neis. De qualquer forma, esse crime não pode cair no esquecimento.

O motorista se entregou a polícia na segunda-feira 26, mas foi liberado porque se escondeu por tempo suficiente para escapar do flagrante. Ao menos por enquanto, continuará dirigindo.

Vídeos

Segue um dos vídeos do atropelamento de skatistas, seguido de outro que mostra o atropelamento de ciclistas em Porto Alegre, em 2011. Compare.

Clique aqui para assistir o vídeo

 


16 comentários para Atropelamento coletivo de skatistas lembra caso com ciclistas em Porto Alegre – compare os vídeos

  • willian

    Eu estava no SKATE DAY e presenciei a tentativa de homicidio , primeiro não era um ou dois skatistas q estava descendo a algusta, portanto ele alega que não viu , mentira, pois no momento tinha muita gente , segundo o motorista não estava desviando das vitimas pelo contrario ele estava usando o carro como arma, eu mesmo segurei varias pessoas na esquina em que o veiculo empreendeu fuga para evitar mais atropelamentos , ele simplesmente ignorou a multidão e assumiu o risco , terceiro como ja citado aqui ele poderia ter saido em qualquer rua que cruza a algusta mas preferiu , brutalmente , tentar passar no meio da multidão, agora eu te pergunto, qual é parte q essas pessoas não intende ?
    Ainda tem gente falando q ele agiu por medo , mentira , foi maldade mesmo intencional , eu vi os olhos dele na hora parecia um monstro, e se não acredita é por que vc nunca passou por uma situação dessas.
    BIKE, SKATE, CORREDORES DE RUA, E PRATICANTES DE ESPORTES URBANOS, PODEM SER TACHADOS COMO VAGABUNDOS POR MUITA GENTE MALDOSA , E SE APROVEITA DA “JUSTIÇA” PRA SAIR IMPUNE , SÓ NÓS SKATISTAS SABEMOS OQ ACONTECEU AQUELE DIA , SÓ QUEM ESTAVA LA VIU , SÓ PRA DEIXAR CLARO A MAIORIA DOS PARTICIPANTES DO EVENTO ERA JOVEM E ADOLESCENTE , E MUITAS CRIANÇAS , AGRADEÇO MA DEUS POR NADA DE RUIM TER ACONTECIDO COMIGO .

    Thumb up 2 Thumb down 5

  • Tarantino

    Este vídeo tira qualquer dúvida:

    https://www.youtube.com/watch?v=QQzYFK4Nrz8

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Newton

    A confusão começou porque um skatista que estava descendo PELA CONTRAMÃO esbarrou no retrovisor do veículo. A descida da Rua Augusta era para ter sido feita exclusivamente pela pista sentido Centro a partir das 10:30H, mas desde as 09:30 já haviam pessoas descendo a rua. O CET perdeu totalmente o controle da multidão.

    Eis o vídeo:

    https://www.youtube.com/watch?v=QQzYFK4Nrz8

    Thumb up 3 Thumb down 1

  • Vinicius Mundim Zucheratto e Figueiredo

    O motorista disse que atingiu um ciclista “por engano” ao entrar na Rua Augusta. Digamos que ali mesmo ele já tivesse começado a tomar pedrada no carro. Ele subiu vários quarteirões atropelando outras pessoas, quando poderia ter virado em qualquer rua. O cara cometeu vários erros e agora vem pagar de vítima?
    – Atropelou uma pessoa
    -(supõe-se) não parou para o socorro para preservar a própria segurança
    – em vez de virar em qualquer rua, colocou dezenas de pessoas e seus familiares em risco.
    Cometeu um crime, e infelizmente será agraciado com a liberdade, assim como seu companheiro Ricardo Neis de Porto Alegre.

    Thumb up 3 Thumb down 4

  • Reginaldo

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 2 Thumb down 8

  • Rafael

    Diversos carros cruzaram pela mesma rua, mas somente um foi atacado porque será?

    O motorista mesmo assumiu que atropelou um primeiro skatista no inicio do evento, dai vem os argumentos de que seria linchado, pelo amor de deus, obviamente que o atropelado ou amigos não ficaram contentes, mas sera que ele tentou descer para conversar? Para socorrer? Ou sua atitude foi tentar fugir?

    E se sua atitude foi tentar fugir isso não desencadearia mais raiva e revolta entre a multidão, ainda por cima tocando por cima dos outros?

    Cara eu DU-VI-DO, se seja qualquer equivoco que ele tenha cometido, se ele tivesse descido, se preocupado com a pessoa atropelada, procurado socorrer e conversar ele seria tratado desta maneira…

    Polêmico. O que acha? Thumb up 7 Thumb down 7

    • Guilherme Santos

      “Diversos carros cruzaram pela mesma rua, mas somente um foi atacado porque será?”

      Isso é argumento? diversos skatistas já tinha passado por esse mesmo carro mas só precisou um começar a vandalizar o veículo para criar a confusão, por que será?

      Claro, pelo vídeo vc vê vários skatistas ao redor do carro dele batendo com os skates nos vidros e na lataria, mas se ele descesse todo mundo ia conversar com ele numa boa.

      Ele para o carro atrás de outro e com o carro parado é atacado por várias pessoas, só depois disso que ele resolve fugir e repare que tem um sujeito em cima do capô chutando o para-brisa, essa hora é que é o momento ideal para ele descer e conversar com os skatistas na sua opinião?

      Tenho duas filhas pequenas e dirijo uma Pajero, se eu estivesse na situação dele eu reagiria da mesma forma só que com resultados piores.

      Ninguém critica os skatistas que estavam vandalizando o carro com gente dentro, inclusive uma senhora de 80 anos?
      Ninguém critica os skatistas que não cumpriram com os horários por eles mesmos estabelecidos?

      Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 4

      • Reginaldo

        [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

        Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 5 Thumb down 11

        • Guilherme Santos

          Calma… Vc está muito nervoso.

          Bike é amor, pedalar deixa as pessoas mais alto astral, mais de bem com a vida.
          Da onde vem tanta agressividade? Problemas na depilação? Engordou e a bermuda justinha está entrando um pouco? Já experimentou um selim mais confortável?

          PAZ!

          Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 4

      • Marcio Saviano

        Qual foi o fator inicial anterior que fez os skatistas vandalizarem o carro dele? Do nada você tem seu carro atacado por um monte de pessoas? Por que os outros carros e o ônibus não foram atacados? O que aconteceu antes do vídeo que você viu? Se estou num carro e vejo um ciclista/skatista/pedestre na minha frente e fora da ciclofaixa/faixa de pedestre isso me dá o direito de passar por cima, dar uma “fina educativa”? Já questionou isso?

        Polêmico. O que acha? Thumb up 6 Thumb down 6

        • Guilherme Santos

          Marcio, só comento o que vi. Todo o resto é suposição.

          Do mesmo jeito que outros carros não foram atacados, vários skatistas passaram por ele também sem problemas, logo não sabemos o que iniciou a confusão.

          O que se sabe é que os skatistas não deveriam estar ali naquele horário e sim no horário que eles mesmos estabeleceram com a prefeitura (Aqui fica mais claro quem estava errado).

          Só não dá para crucificar um cara que estava sendo atacado por uma horda e fugiu dali do jeito que dava. Ninguém, repito ninguém em plenas faculdades mentais desceria do carro para conversar numa boa com uma turma agredindo com skates.

          Polêmico. O que acha? Thumb up 7 Thumb down 6

        • Jose Canteras

          O fator inicial foi o pessoal descer antes de a rua estar fechada!
          Descubra quem fez isso e você encontrará os culpados.
          E tinha que mandar quem organizou essa palhaçada pagar o conserto do carro do cara.

          Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 3

  • Walter Vianna

    O erro do motorista é usar o carro para atropelar pessoas que não agredirão ele, simplesmente porque estavam na frente dele, porque não desviou em uma rua qualquer ou saiu de ré se a intenção era fugir, mas não, é mais fácil acelerar e que se dane quem tiver o azar de ficar na frente e acabar morrendo atropelado.

    Polêmico. O que acha? Thumb up 4 Thumb down 6

  • Guilherme Santos

    A rua ainda não estava fechada, o cara estava sendo agredido por vários skatistas, teve seu carro destruído. Ele seguia por um trecho da rua que não estava fechado, foi atacado e fugiu.

    Peço um pouco de empatia, se imagine com sua família no carro, gente quebrado as vidros, batendo na lataria com skates vc:

    – Desceria e iria conversar e seria linchado;
    – Ficaria dentro do carro parado no trânsito esperando ser massacrado;
    – Fugiria dali do jeito que conseguisse?

    Polêmico. O que acha? Thumb up 10 Thumb down 10

    • Marcio Saviano

      Você só se esqueceu que o agressão dos skatistas ao carro dele foi a consequência de algo anterior e não o motivador do atropelamento.
      Centenas de skatistas descendo fora de hora a rua causariam quantas mortes de motoristas? E um carro a 80, 100km/h mataria quantos skatistas?

      Seu argumento culpa as vitimas.

      Polêmico. O que acha? Thumb up 6 Thumb down 7

      • Guilherme Santos

        E você SUPÕE sem comprovação nenhuma que existiu “algo anterior” vc acha que uma pessoa tem seu carro destruído, tem a sua vida ameaçada junto com a de sua mãe não são vítimas.

        Quando começaram a agressão o motorista não estava a 80 ou 100km/h e antes de fugir os únicos que corriam risco de vida eram o motorista e sua mãe, porque se atropelamento por skate não mata linchamento mata.

        Logo os skatistas atropelados foram consequencia da fuga, justificada pela agressão.

        Se os skatistas estivessem no horário, com a rua fechada só para eles nada disso teria acontecido. Todo o resto é especulação

        Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 3

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>