Márcia Regina de Andrade Prado | 17/11/1968 - 14/01/2009

Homenagem a Márcia Prado, nesse sábado 14 de janeiro

Neste sábado 14, pessoas com e sem bicicletas se encontrarão às 10h para uma homenagem a Márcia Prado. Nessa data, em 2009, Márcia foi vítima de um motorista de ônibus que lhe tirou a vida em plena Paulista, como punição pelo “crime” de andar de bicicleta na faixa direita da avenida.

Márcia Regina de Andrade Prado 17/11/1968 - 14/01/2009

Neste sábado, dia 14, pessoas com e sem bicicletas se encontrarão na Avenida Paulista, às 10h, para uma homenagem a Márcia Regina de Andrade Prado. Nessa data, em 2009, Márcia foi vítima de um motorista de ônibus que lhe tirou a vida em plena Av. Paulista, como punição pelo “crime” de andar de bicicleta na faixa da direita de uma avenida com outras três pistas disponíveis. O processo contra esse motorista continua se arrastando até hoje.

O encontro será em frente ao Memorial Márcia Prado (veja mapa). E estar sem bicicleta não é desculpa: o local fica próximo ao Metrô Trianon.

Contamos com a ajuda de todos. Levem flores, cartazes, faixas, enfeites para colocar na bicicleta branca. Precisaremos de uma pá, para enterrar melhor o balde de concreto que segura a bicicleta no lugar. Vamos manter a memória de Márcia viva.

A importância de homenagear Márcia Prado

A importância maior da homenagem é não permitir que um fato como esse seja visto como algo normal, que simplesmente “acontece” e que deve ser aceito bovinamente como o preço por andar de bicicleta nas ruas de uma grande cidade. Pedalar é um direito, essa morte não foi um acidente e nos recusamos a aceitar que a cidade continue assim.

É preciso relembrar o absurdo do ocorrido e mostrar a todos – motoristas, imprensa, poder público e até mesmo a outros ciclistas – que esse tipo de agressão é intolerável, não será digerido nunca e não pode ocorrer novamente. Não podemos deixar que tamanho desrespeito à vida de uma ciclista se repita por aí. Em lugar nenhum.

Por tudo isso, a homenagem a Márcia Prado é emblemática, significativa e precisa ser realizada. E, além do mais, Márcia era uma pessoa que merece ser lembrada por todos nós.

Quando e onde

Sábado, 14 de janeiro de 2012, às 10h
Av. Paulista, altura do número 1140 (veja mapa)

Se possível, leve flores, cartazes, faixas ou mesmo enfeites para colocar na bicicleta da Márcia.

Não deixe esse absurdo cair no esquecimento. Compareça.

4 comentários em “Homenagem a Márcia Prado, nesse sábado 14 de janeiro

  1. Vocês conclamam os “rigores da lei” porque nenhum de vocês é o réu! Ficam aplicando “sentenças” sem terem preparo para isso! A verdadeira sentença já foi dada: 3 anos e 6 meses, convertidos em prestação de serviços comunitários e suspenção da CNH por igual período! É isso, a medida do JUSTO, se excesso nem falta! Simples assim!

    Thumb up 0 Thumb down 2

    1. NÃO PRECISARIA HAVER REU SE A LEI E O AMOR AO PROXIMO FOSSE RESPEITADO E VIVIDA!!! NENHUMA SENTENÇA VALE OU TRAZ NOVAMENTE A VIDA DE UM SER HUMANO. LEMBRANDO QUE LELE VIVE E A VITIMA NÃOOOOOOO…

      Thumb up 0 Thumb down 0

  2. Fico me perguntando; qual a punição para o motorista que a atropelou? Acho que os únicos punidos somos nós e a Márcia, infelizmente. Triste, muito triste!!!

    Thumb up 2 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *