Permalink

Escolhendo uma sapatilha de ciclismo

Existem dois “tipos” de solado para as sapatilhas: o mais rígido e o mais maleável.

O mais maleável é comum nas sapatilhas do tipo tênis. Elas têm um visual mais tradicional, semelhante a calçados comuns, e por isso acabam sendo a opção de muita gente. O solado maleável dessas sapatilhas tem vantagens e desvantagens. Uma vantagem é que se você vai descer da bike e ficar andando de um lado pro outro o resto do dia, esse tipo de solado não vai te incomodar nem machucar. A desvantagem é que o solado macio “absorve” um pouco da energia do movimento da pedalada, o que resulta em perda de performance (quando comparado a um solado rígido) e às vezes dores no pé, dependendo da pessoa, da sapatilha e do estilo de pedalada.

As sapatilhas de solado rígido em sua maioria têm um visual diferenciado, que atrai alguns e incomoda outros. Uma vantagem do solado rígido é transmitir toda a força que você fizer com os pés, principalmente se você usar a “pedalada redonda”; outra, é manter seu pé na posição ideal, com a ponta ligeiramente levantada, para maior conforto e para evitar dores. A desvantagem é que se você for andar com ela à pé depois, não vai conseguir andar muito sem sentir dores, porque para andar precisamos dobrar e desdobrar o pé e o solado rígido impede isso. Também há o risco de escorregar em pisos lisos.

Eu tenho uma sapatilha de solado rígido e por isso deixo um par de tênis aqui no trabalho. Quando chego e troco de roupa, calço o tênis e deixo a sapatilha tomando um ar.

Eu uso uma Specialized de um modelo que não fabrica mais, mas que deve ser similar ao atual modelo “comp” (a minha tem dois velcros e a possibilidade de amarrar com cadarço, que eu nunca usei). Ela está durando MUITO. Já tenho ela há quatro anos e fiz de tudo: tomo chuva com ela quase uma vez por semana, já enfiei o pé inteiro no barro, atravessei riacho com a bike nas costas, coloquei na secadora de roupas várias vezes e tá inteira. O único problema é que de uns tempos pra cá ela tem soltado tinta do tecido quando molha muito, então quando eu chego da chuva às vezes ficam umas pegadas azuis pelo caminho, mas nada que um pano não resolva depois. 🙂 Apesar disso, não está ficando desbotada (ainda). Acredito que ela ainda vá durar bastante.

A sapatilha tem que vestir bem justa no pé, se ela ficar folgada não adianta nada. Seu pé não deve se mover dentro dela quando você pedala. Por outro lado, não pode ser tão justa a ponto de apertar seus dedos ou de machucar nas laterais ou no calcanhar. Ao usar na pedalada, se sentir seu pé dançando dentro dela aperte mais; se sentir formigamento solte um pouco, porque o sangue não está fluindo direito de tão apertada (isso é quando você aperta MUITO).

Procure uma sapatilha dois números maior que o sapato ou tênis que você costuma usar, porque a numeração delas é a européia, maior que a nossa.

Boa sorte na escolha!

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>