Permalink
Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Seu computador está infectado

Agora o MSN Messenger está dizendo que meu computador está infectado:

Clicando nesse banner (mesmo no botão “Não”, é claro), você é levado a este site, que supostamente vende um produto anti-spyware.

Digo supostamente porque ele fornece um “serviço” bastante suspeito. Em certa parte da tela lê-se o texto “Faça um checkup grátis em sua máquina!”, pedindo seu endereço de e-mail. Quando você fornece o endereço, é exibida uma imagem animada que faz de conta que está analisando seu computador. Em seguida, o diagnóstico: “seu computador está vulnerável”.

Além de “depoimentos de usuários satisfeitos”, a tela apresenta algumas poucas informações sobre o produto e um formulário para você informar vários dados, inclusive CPF. Não diz preço, forma de pagamento, o que é instalado, requisitos mínimos, contrato de venda, termos e condições, nem ao menos o nome ou endereço da empresa. Tem só um link para atendimento ao cliente, com dois números de telefone e um serviço que parece ser de chat. Mas você não sabe o que é, quanto custa e muito menos de quem está comprando.

Uma busca no Google traz como link patrocinado (uma propaganda que a empresa paga para mostrar em certos resultados de buscas), um link para o site de atendimento ao cliente com o seguinte texto: “Quer devolver o produto? Saiba como”. Isso é praticamente admitir que quem procura na internet pelo produto deles está querendo devolver ou saber se é possível devolver. Estranho, né?

A mesma busca retornou este artigo do site Linha Defensiva, bastante abrangente e esclarecedor, que classifica o Scopio como um rogue, segundo eles um software “picareta”. “Além do preço abusivo (R$195,00) e a ausência de uma versão de testes, o programa não permite a devolução do dinheiro. Se isso não fosse o bastante, um “check-up grátis” na página principal, que pede o seu e-mail, apenas carrega uma animação em GIF que sempre afirma que o seu computador está vulnerável.”

Neste forum tem o depoimento de algumas pessoas que compraram sem querer o produto. Segundo os depoimentos, quando você preenche o formulário e envia, o site considera isso uma compra e usa seus dados para enviar o produto e proceder com a cobrança. Ainda segundo os depoimentos, com o produto vem um aviso dizendo que você tem 7 dias para devolvê-lo caso não abra a embalagem prateada. Detalhe: o aviso está DENTRO da tal embalagem prateada.

Este tópico também tem depoimentos interessantes. Uma pessoa reclamou do produto, com o depoimento nos mesmos moldes dos que aparecem naquele outro link ali em cima. A diferença é que um usuário “atendimentoaocliente” aparece, falando em nome da empresa e esclarecendo o ocorrido. Diz que o preço é plausível, justifica que o mal compreendido método de venda one click buy é utilizado em “todo mundo” (sic – mais adiante diz que são 18 países) e que quem quiser devolver o software basta enviá-lo para uma certa caixa postal. Sem nome da empresa, sem endereço, apenas uma caixa postal anônima no texto de alguém que se identifica como Katya Treiger (seria essa?). Diz ainda que os pedidos realmente são feitos pelos clientes, eles não enviam para quem não pedir, e que esses pedidos ficam armazenados “em banco de dados de cartório virtual”. “A qualquer momento é possível a emissão de uma certidão em cartório comprovando o pedido do cliente”. Dão o telefone do SAC – 13 3219-4252 e a URL de atendimento ao cliente. Encerram ainda deixando claro que “qualquer tipo de calunia contra a empresa sera investigada e os devidos processos e medidas serão tomados”. Um link ao final desse post avisa que o usuário em questão foi banido do fórum por envio de spam.

Há mais depoimentos aqui. Clicando em qualquer dos comentários do final da página, é possível ver mais depoimentos, inclusive a presença da empresa sendo bastante elucidativa, com frases como “Cumpre-nos informar que o referido produto tem eficácia garantida e consagrada em todo mercado brasileiro e em grande parte da América Latina” e “Temos vários casos de clientes que se tornaram defensores da marca e revendedores dos produtos”.

Sejamos justos: hoje, ao clicar em confirmar, há uma mensagem avisando que a pessoa está comprando o produto, dando ainda uma chance para cancelar a compra. O procedimento de venda, sobretudo pela apresentação do produto e da empresa, pode ser questionável, mas parece estar dentro da lei: você compra se quiser, dá seus dados por vontade própria e se não abrir o produto pode devolver…

O que eu não me conformo nessa história toda é virem dizer que meu computador ESTÁ vulnerável sem ter realmente feito uma verificação. Uma vez no banner do Messenger – o que a Microsoft não devia nem permitir, porque pode dar a impressão que é o software dela que está fazendo uma checagem à revelia – e outra na animação do site do produto – que induz a engano, fazendo crer que o computador está infectado com qualquer coisa sem ter feito a devida verificação. É como dizer “você está doente, compre meu remédio” para qualquer um que passar na sua frente, por mais sadio que seja. É muita cara de pau.

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

1 comentário para

  • Luís Fernando

    Pois é,
    Eu vou mais longe: este tipo de propaganda é um crime contra o consumidor e o meio que a veicula, consente e se torna cúmplice das pessoas de má-fé.

    Thumb up 0 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>