Até quem fabrica carros sabe que em São Paulo eles não cabem mais

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

O presidente mundial da Renault diz que “o tráfego em São Paulo é muito ruim” e que “existem muitos lugares fora de São Paulo onde as pessoas podem usar automóveis sem qualquer problema” – ou seja, em São Paulo não dá mais.

Além disso, ele diz com todas as letras que “tem de haver um balanço entre o uso de carros privados e o transporte coletivo”. E olha que ele falou isso no ano 2000! Naquela época ele já reconhecia que tem carro demais na rua por aqui…

Lembre-se disso quando estiver dentro do carro às 18:30 aqui em São Paulo, condenado a esperar 15 minutos para conseguir cruzar uma avenida. É capaz uma bicicleta te ultrapassar a fantásticos 20km/h.

E não, eu não estou exagerando! A CET disponibilizou em seu site um balanço da Operação Horário de Pico, o famoso rodízio. Uma das coisas interessantes nesse documento é que as médias de velocidades dos veículos motorizados nos horários de pico parecem médias de passeio de bicicleta: 22 km/h, 17, 21… Uma das médias é de 16 km/h! Ridículo!

Tá com pressa? Vá de bike!

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

5 comentários para Até quem fabrica carros sabe que em São Paulo eles não cabem mais

  • Contra ou a favor? | + Vá de bike! +

    […] de 345 mil viagens por dia, segundo as estatísticas oficiais (Pesquisa Origem/Destino 2007). E até quem fabrica carros sabe que em São Paulo eles não cabem […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Parem tudo, renovem o asfalto, um carro vai passar | + Vá de bike! +

    […] Até quem fabrica carros sabe que em São Paulo eles não cabem mais Considerações sobre uma declaração feita pelo presidente mundial da mesma Renault que vai organizar esse “show”. […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Zohguy_Saiyajin

    Moro numa cidade relativamente pequena, cerca de 250.000 habitantes. Mesmo aqui, é muito mais rápido se locomover de bicicleta do que de carro. Além de ser menos estressante também. E quanto as médias de velocidades, não são muito diferentes das de São Paulo. Há pouco trânsito nas ruas, mas elas não dão condições dos carros andarem muito acima dos 40 km/h.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • luddista

    Detalhe no “sem qualquer problema” do presidente da Renault. O único problema que desaparece é o trânsito (por enquanto). Permanecem a poluição, o barulho, a ocupação desnecessária de espaço, a degradação do patrimônio, o isolamento das pessoas, a desertificação do espaço público e por aí vai…

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>