Aprender a pedalar é mais um passo para a liberdade

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Oficina Aprendendo a Pedalar lotada! Foto: Aline Cavalcante

Aconteceu no dia 26/02 a Oficina Aprendendo a Pedalar, organizada em parceria pelos coletivos Bike Anjo e Pedalinas. A ação, que ajuda adultos e crianças que querem aprender a andar de bicicleta, agora acontece todo último domingo de cada mês.

O número de participantes da oficina realizada nesse final de semana impressionou até os instrutores, que ao chegar na Praça dos Arcos (ou Praça Vegana) encontraram nada menos que 32 pessoas dispostas a aprender a pedalar. Gente de todas as idades, que nunca tinha subido numa magrela antes ou que tinha algum tipo de trauma que dificultava o aprendizado.

Exercício de persistência! Foto: Aline Cavalcante

“Equilibrar-se na bicicleta e dar umas voltinhas na praça são só os primeiros passos”, explica JP Amaral, do projeto Bike Anjo. “Depois, no tempo livre, a pessoa vai conseguir praticar por conta própria e no mês seguinte retornar para conversar sobre outras coisas, como troca de marchas e dicas de segurança no trânsito”.

Apesar do número recorde de participantes nesta edição, os instrutores não se intimidaram e botaram a mão na massa! O desafio era levar a possibilidade de se equilibrar em cima da magrela para o maior número de pessoas.

O ciclista Marcelo Mig conta que utiliza técnicas baseadas no site Escola de Bicicleta. Toda sua experiência e paciência com os novatos fizeram dele o instrutor mais concorrido da tarde, com os iniciantes fazendo fila para ouvir suas dicas.

Eu também participei da Oficina, tentando compartilhar um pouco da minha experiência sobre duas rodas. O sorriso no rosto das pessoas é a nossa maior motivação e isso não tem preço! Cada giro no pedal era comemorado com muitos aplausos por todos. Não tem dinheiro que pague isso.

Ensinando

Leia esse depoimento lindo da Olívia Brenga sobre sua experiência com a bicicleta, como instrutora da oficina e como ser humano:

Olívia e toda sua calma. Foto: Aline Cavalcante

“Da lista das coisas da vida que mais gosto, pedalar está no topo. Infelizmente, minha memória é meio falha e não lembro como, nem onde aprendi a pedalar, mas foi na infância, época onde os aprendizados são tão cotidianos e simples. Nunca tinha parado pra pensar em como é ou como seria aprender a pedalar depois de adulto, até que as Pedalinas começaram com as oficinas.A princípio fui movida pela curiosidade: como é esse momento na vida de uma pessoa adulta? Como é dominar o corpo, a insegurança, os medos e aquela sensação de não ser capaz de algo? E eu, sou capaz de ensinar alguém? Seria capaz de propiciar a alguém esse momento tão simples e mágico, quando vc e a bicicleta se entendem e se deixam levar uma pela outra?

A primeira oficina foi apaixonante, divertida, emocionante, cheia de momentinhos marcantes. Ali ensinei duas pessoas, mas também aprendi muito e sai de lá com aquela sensação de dever cumprido, de ser mais e maior, de estar preenchida e realizada, a partir do momento em que você solta a bicicleta e vê a pessoa pedalando, sozinha, feliz e realizada. Realiza quem aprende e realiza quem ensina.

No domingo que passou, novamente estava lá, e dessa vez tudo fez tanto sentido: me senti mais segura e capaz de ensinar, de explicar, de refletir e organizar o pensamento sobre um ato tão instintivo e automático como pedalar e se equilibrar em movimento. Mas o grande sentido de tudo estava ali, ao meu lado, em cima de uma bicicleta, um pouco cambaleante, a princípio, persistindo, suando, se observando e brigando consigo mesmo.

Acredito que o mais valoroso disso tudo é esse momento em que as pessoas passam a acreditar em si mesmas: sim, eu posso.  Dali pra frente elas vão poder enxergar o mundo a partir do selim de uma bicicleta e eu sei que isso muda tudo. E é com isso que eu quero presenteá-las”.

Olívia Brenga (com grifos meus, Aline)

Aprendendo

“Obrigada, pois aprendi a andar de bike hoje, com mais de 30 anos!!!! Parece que ainda estou sonhando que consegui, graças à Evelyn das Pedalinas que confiou e acreditou em mim!!!! Obrigada Pedalinas pela paciência, dedicação e a certeza de que podemos transformar as pessoas em algo melhor!”

Sheila Beserra de Souza, via Facebook.

Próxima oficina

Na edição de março vamos precisar de mais voluntários!

A próxima edição da oficina acontece dia 25 de março e precisamos de mais voluntários dispostos a ajudar. Não é necessário já saber ensinar, em pouco tempo acompanhando a dinâmica dá para pegar a prática, pois é simples e intuitivo. Precisamos também de mais bicicletas pequenas, de preferência as dobráveis, pois são uma unanimidade entre os novatos.

“Para nós, Bike Anjos, a oficina é um tipo de encontro dos voluntários do projeto para trocar experiências e atender a grande demanda de pessoas que querem pedalar”, explica JP Amaral. “O desafio agora é justamente atrair o máximo de voluntários, para ajudar nas oficinas e conseguirmos fazer com que as pessoas continuem seguindo o seu sonho de aprender a andar de bicicleta”.

Quem puder ajudar como voluntário, entre em contato com os Bike Anjos através do e-mail bikeanjo@gmail.com

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

9 comentários para Aprender a pedalar é mais um passo para a liberdade

  • Basura Consumiror

    Muito inspirador.
    no soy muy bueno con el portugues pero me encanta este tutorial!
    Gracias!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fábia

    Olá! Fiquei muito feliz em saber da existência desta oficina. Em setembro me juntarei ao grupo para tentar aprender. Vou fazer surpresa para meus amigos e familiares, que sempre ficam me sacaneando por eu não saber pedalar.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Willian Cruz

    Paulo, tem um pessoal do Rio se organizando para fazer uma “oficina”, como a que é feita mensalmente em São Paulo. Avisaremos aqui no site!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Paulo Roberto Barreto

    Tenho 58 anos e não sei pedalar. Só sei é que estou com muita vontade de aprender. Li o seu site e gostei muito dos métodos utilizados por voces: aprender a se equilibra na bicicleta e depois pedalar. Ao meu ver essa é uma maneira muito legal de aprender a pedalar ao contrário de alguns lugares que nos sentam na bicidleta com rodinhas e nos mandam sair pedalando.
    Moro na zona sul do Rio de Janeiro e, gostaria de saber se por aqui existe algum lugar onde se possa aprender e, principalmente, que pratique os mesmos métodos que voces.

    Desde já agradeço pela atenção.
    Como comentário, Só tenho que parabenizá-los pelo que estão e como estão fazendo. Espero que aqui no Rio tenha outros iguais a voces.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Vitor Hugo Moreau

    Muito legal! Muito bom ver a galera aprendendo mesmo depois de “velho”. Ensinei meu filho de 9 anos em outubro, em três meses ele pegou muito o jeito e tá andando muito bem. Me deu muito orgulho. Parabéns pela iniciativa.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Rafael Zart

    Muito bom, excelente iniciativa. Muito inspirador.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Beth

    Adorei a iniativa.Vocês são demais ! Com certeza vou participar e aprenderei a andar de bicicleta, oba! Valeu!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • marcelo

    Parabéns pela iniciativa. Parece “besta” pedalar para quem sempre fez isso. Mas é um desafio, principalmente para pessoas adultas. E sim as dobráveis, e sem marchas são as melhores para isso. De preferência para facilitar o equilibrio deixem os pneus menos calibrados!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Andrea Sacco

    Show de bola … realmente uma experiencia e tanto. Eu me emocionei muito só em assistir … Rsrs, imagina como deve ser ensinar ou APRENDER … Final do mes estarei la de novo … E se puder ajudar em algo, ajudarei com o MAIOR PRAZER …
    Bjs

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>