Europa cria rede com 70 mil kms de rotas para bicicletas

Rotas passam por 44 países. Foto: Reprodução

Rotas passam por 44 países. Foto: Reprodução

Quem gosta de viajar pedalando com infraestrutura e segurança no trajeto vai adorar a EuroVelo, rede de 14 rotas de longa distância que cruzarão 44 países da Europa, perfazendo 70 mil km de rotas sinalizadas. Ainda em desenvolvimento, e sob responsabilidade da Federação Europeia de Ciclistas (European Cyclists’ Federation - ECF), as rotas têm previsão de término para 2020.

No site da EuroVelo é possível saber quais rotas já estão finalizadas em sua infraestrutura e sinalizadas para uso e quais ainda estão em fase de implantação. Três categorias diferentes foram usadas ​​e são mostradas no mapa detalhado:

Realizadas (linha contínua) – seções com mais de 50 km de extensão que têm (pelo menos) sinalização nacional no lugar e descrições detalhadas de rotas disponíveis on-line;

Não realizadas (tracejado) - seções que não estão sinalizadas ainda e/ou não possuem informações detalhadas disponíveis no momento e/ou a rota atualmente contém alguns trechos muito problemáticos (por exemplo, se uma parte da ciclovia se estende por vias públicas com elevados níveis de tráfego);

Planejadas (pontilhado) - rotas que estão nos planos, mas não foram iniciadas.

A cada três anos a ECF aceitará pedidos de novas rotas ou modificações de trajetos para a EuroVelo. O próximo prazo para novas aplicações será em dezembro de 2016.

Mapa dos 70 mil km de rotas da EuroVelo. Imagem: Reprodução

Mapa dos 70 mil km de rotas da EuroVelo. Imagem: Reprodução

Cortina de ferro

A rota mais longa é a EuroVelo 13, com 10.400 km de extensão. Chamada de Cortina de Ferro – divisão entre leste e oeste da Europa que durou quase 50 anos – a via se  estende do Mar de Barents (no norte da Noruega) até o Mar Negro (na Turquia), passando por 20 países.

A rota passa por 20 países diferentes, 14 áreas de proteção da Unesco e 3 diferentes mares. Atravessa vários parques nacionais com fauna e flora interessantes e conecta diversas paisagens únicas que – porque faziam parte das áreas de fronteira – quase não foram tocadas pelo homem por muitas décadas. O caminho também passa por edifícios, monumentos, museus e atrações que nos lembram da história da divisão da Europa e termina por meio da revolução pacífica “de veludo” na parte oriental da Europa.

Rotas

As 14 rotas EuroVelo, juntamente com a sua distância total, quando concluída, são:

Rotas do Sul – Norte:
1 – Rota da Costa Atlântica: Cabo Norte – Sagres – 8.186 km;
3 – Rota dos Peregrinos: Trondheim – Santiago de Compostela – 5.122 km;
5 – Via Romea Francigena: Londres – Roma e Brindisi – 3900 km;
7 – Rota do Sol: Cabo Norte – Malta – 7.409 km;
9 – Rota Mar Báltico – Adriático: Gdansk – Pula – 1.930 km;
11 – Rota do Leste Europeu: North Cape – Atenas – 5.984 km;
13 – Rota Cortina de Ferro: Mar de Barents – Mar Negro – 10.400 km;
15 – Rota do rio Reno: Andermatt – Hoek van Holland – 1.320 km;

Rotas do Leste – Oeste:
2 – Rota das Capitais: Galway – Moscow – 5.500 km;
4 – Rota da Europa Central: Roscoff – Kiev – 4.000 km;
6 – Rota Oceano Atlântico – Mar Negro: Nantes – Constanta – 4.448 km;
8 – Rota do Mediterrâneo: Cádiz – Atenas e Chipre – 5.888 km;

Circuitos:
10 – Ciclovia do Mar Báltico (circuito Hansa): 7.980 km;
12 – Ciclovia do Mar do Norte: 5.932 km.

Total: mais de 70 mil km

O mapa completo com as 14 rotas da EuroVelo pode ser visualizado aqui.

Países que serão incluídos na EuroVelo
Albânia, Alemanha, Áustria, Bielorrúsia, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Croácia, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, República da Macedônia, Malta, Moldávia, Mônaco, Montenegro, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Romênia, Rússia, Sérvia, Suécia, Suíça, Turquia e Ucrânia.

7 comentários para Europa cria rede com 70 mil kms de rotas para bicicletas

  • Paulo

    Pessoal, tenham em mente que a grande maioria desses roteiros existe apenas em papel, quer dizer, esta apenas em fase de planejamento. O projeto Eurovelo eh administrado pela ECF (European Cyclists Federation) mas essa instuicao nao tem conexao alguma com a Uniao Europeia (apesar de receber alguns fundos dela) nem com os diversos governos Europeus por onde estas rotas passam. Em outras palavras, essa instituicao nao tem autoridade para construir nada em lugar algum, mas aje como um grupo de ativismo em prol do ciclismo tentando influenciar os diversos governos europeus a introduzir melhoras em sua malha ciclistica. Ja tive muito contato por email com varias pessoas no projeto e fiz ateh algumas amizades virtuais por la. O trabalho deles eh mais de diplomacia do que de engenharia, e nao eh facil visto que Europa esta (tambem) enfrentado muitos problemas politicos e sociais. Os Ingleses estarao votando em um referendo dia 23 de Junho para decidir se ficam na Uniao ou se saem, e eh bem possivel que o voto para sair ganhe. Ate onde eu sei apenas a rota 15, rota do Reno, esta completamente concluida e as outras estao em diversos estagios de implantacao, mas a maioria nem saiu do papel ainda. Isso nao significa que nao eh legal ou mais facil pedalar aqui. A Europa eh o continente mais seguro e bem estruturado do mundo para receber cicloturistas.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • [...] Veja mais na matéria do Vá de Bike! [...]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • oneill Guedes

    O nosso pais deveria imitar od europeus

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Tive o prazer de conhecer a infraestrutura dos paises da Europa como Belgica e Holanda na minha pesquisa sobre mobilidade urbana ano passado. E vendo esta matéria so reforcou o que prescisamos neste pais é gastar as verbas públicas com este tipo de desenvolvimento sustentável chamado Ciclovias !
    Ainda há tempo e vou seguir na minha missao Bike Spirit.

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Júnior Juninho

      Esse ano farei algumas rotas…vcs tem mais informações… Já fui para alguns lugares, dessa vez irei até dolomitas…vou pela rota 8…quem tiver maiores informações e puder compartilhar…
      Agradeço

      Juninho.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Isso aqui na América Latina seria um sonho, passar pelo Panamá então nem se fala.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Rodrigo Poggian

    Quando a gente tá indo com a farinha, eles tão voltando com a forma de bolo lavada, mesmo… Incrível, incrível. Mas estamos avançando muito, pelo menos aqui em SP! Torço pra que eu esteja vivo quando nós chegarmos a esse patamar.

    Thumb up 2 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>