Crescimento no uso da bicicleta traz lucro a comerciantes em São Paulo

Crescimento no uso da bicicleta tem trazido resultado positivo a comerciantes em São Paulo. Imagem: TV Estadão/Reprodução

Crescimento no uso da bicicleta tem trazido resultado positivo a comerciantes em São Paulo. Imagem: TV Estadão/Reprodução

Apesar de recorrentes editoriais contrários à construção de ciclovias e ao próprio uso da bicicleta, além de algumas matérias negativas baseadas em fontes duvidosas (como a citada aqui), as matérias sobre mobilidade por bicicleta do jornal O Estado de São Paulo, no geral, abordam a questão da maneira correta, destacando pontos importantes da mudança pela qual a cidade vem passando nos últimos meses.

Nessa categoria encontra-se o vídeo abaixo, feito pela TV Estadão, com o título “Comerciantes aumentam lucro após implementação de ciclovias no centro”, bem como a matéria que a acompanha. A reportagem mostra que, enquanto alguns vêem crise, outros encontram oportunidade. Assista e deixe seu comentário aqui na página.


24 comentários para Crescimento no uso da bicicleta traz lucro a comerciantes em São Paulo

  • Concordo com o Rafael. Embora a matéria da TV Estadão seja muito legal, ela só mostra uma bicicletaria, que obviamente terá seus negócios ampliados, especialmente se ficar (como fica) próxima a uma ciclovia, mas pode ir mais além. É claro que outros negócios vão lucrar com isso, numa nova forma de distribuição de renda. O dinheiro não vai mais ficar concentrado em postos de gasolina; concessionárias; estacionamentos; redes ou lojas de autopeças; seguradoras e oficinas mecânicas ou hipermercados e mega-stores mas ajudará pequenos comércios, lojinhas de bairro, padarias, botecos, cafés, livrarias, lojinhas de 1,99, lanchonetes e quem souber receber bem um público ávido por melhorias!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Gerson Júnior

    Concordo com a matéria e acho que o uso da bicicleta traz vários benefícios à cidade à saúde e à mobilidade urbana, e o comércio, claro também se beneficia disso.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Edney

    Tomara que a exemplo de São Paulo, as bicicletas sejam encaradas como meio de transporte por todos os gestores municipais do Brasil.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • ALEKSANDRO

    Já andaram pelo centro, luz e bom retiro pelas ciclovias as 7:00hs? Fui essa semana pra trabalhar e é muito sossegado o trajeto até a barra funda… Pena que a maioria das lojas no caminho não abre nesse horário…. :(

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Eu não moro em SP, por isso não posso dizer se as ciclovias estão sendo mesmo usadas. Porque em uma reportagem aqui ou ali, eu vejo pouquíssimos ciclistas as usando. Muitos motoristas podem usar isso de argumento e exigirem a retirada das ciclovias. Torço muito para que elas em poucos anos estejam “congestionadas”, mesmo porque SP não aguenta e não tem mais espaço para carro. Será transporte público eficiente e bicicletas.

    Thumb up 1 Thumb down 1

    • Renato

      A ciclovia da Faria Lima não era muito usada. Foi instalar o primeiro bicicletário público do lado da Estação de metrô para a demanda aumentar em 40%.

      Além disso, SP tem uma demanda reprimida que é enorme. Ofereça infraestrutura e a demanda virá . . . Foi assim em Nova Iorque e Bogotá e será assim aqui também.

      As ciclovias em sua maioria ainda não estão conectadas entre elas (só alguns trechos mais no centro e região de Pinheiros). Qdo isso acontecer (que deve ser em 2015), junto com os bicicletários nas estações de metrô, terminais de ônibus, entre outros, ai a demanda vai aumentar consideravelmente.

      Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

  • Miguel

    Aos atiradores de tachinhas em ciclovias fica o recado; VOCÊS ESTÃO SERÃO VENCIDOS!!!

    Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 0

  • Alexandre

    Quando os comerciantes passarem a ver positivamente as ciclovias, eles vão ver que pode ser lucrativo (mesmo que não seja do ramo de bicicletas). Você pode ir à quitanda, padaria, floricultura, papelaria ou mercadinho de bike. É mais prático, inclusive. Pega a bike, desce com ela na rua e sai pedalando. O carro pode parecer mais prático e confortável, mas imagine o trabalhão: tirar do estacionamento, espera o semáforo abrir com medo de ser abordado por algum bandido, fica procurando uma vaga disponível para parar (e muitas vezes, quando tem, é pago – e caro). Sem contar que a bicicleta é um meio de transporte democrático (atende a todas as classes sociais) e desperta uma coisa de humanização do trânsito (como o cara do vídeo falou “vi a galera pedalando, acho bonito isso”).

    Muito legal.

    Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 0

  • zpedro

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 41

  • Renato

    Nas cidades do litoral sul de SP, como Santos, São Vicente, Guarujá e Praia Grande, é muito comum o uso da bike como meio de transporte. E nessas cidades há uma boa malha cicloviária, principalmente na orla. E a desculpa do calor, de que vai suar muito e bla bla bla é coisa de gente preguiçosa e sedentária….

    Todo mundo sabe que no litoral o calor é maior que aqui na capital, mas mesmo assim, é muito comum ver muita gente se deslocando de bike para cima e para baixo, principalmente durante a semana.

    Era descer para o litoral e ficar morrendo de inveja das ciclovias e ciclofaixas para tudo qto é canto….e uma utilização altissima.

    Qdo começar a pipocar bicicletários por ai, ai a demanda vai explodir mesmo, tal como vem ocorrendo na ciclovia da Faria Lima. Mesmo com apenas 2 km, bastou instalar um bicicletário publico do lado da estação do metrô para a demanda aumentar em quase 40%. Imagina qdo essa ciclovia for extendida oficialmente até o CEASA e Parque do Ibirapuera?

    Ela já está conectada a ciclovia da Marginal Pinheiros….e logo mais estará conectada a ciclovia da Av.Sumaré (que ja é conectada com as ciclovias do centro).

    Comentário bem votado! Thumb up 15 Thumb down 0

    • zp

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 28

      • Renato

        Problema seu se a carapuça lhe serviu….

        Todo mundo tem o direito de andar como quiser e você tem o DEVER de respeitar a opinião de quem prefere a bike. Vai lá para seu carro de merda e não encha o saco.

        Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 0

      • tiagobarufi

        A insistência sua em comparecer a este fórum indica algo mais do que mau humor. Não é possível que você goste tanto assim de sofrer. É surpreendente sua continuada contribuição a este espaço, já que seus argumentos tradicionais aqui não encontram respaldo nenhum.
        A ciclovia é pouco acolhedora, por enquanto. Tem buraco, não é o modelo mais em voga na Holanda. Mas garanto: você vai de um lugar a outro na cidade, e vai melhor. Não necessariamente mais rápido, não sem problemas. Mas vai. Às vezes não encontra ninguém no caminho. Outras, você repara em coisas boas na cidade. Coisas que não veria de outro jeito.Você fica cansado hoje, e amanhã já não fica cansado do mesmo jeito. Começa a aprender sobre si mesmo, rever seus conceitos e seus limites. Aprender um pouco de mecânica também, por que não? E, principalmente, descobrir que as cidades podem ser um pouco diferentes daquilo que nos ensinaram: podem ser um lugar bom para viver.

        Não precisa ter vergonha de experimentar bicicleta.

        Thumb up 2 Thumb down 0

  • DanielBiólogo

    “É muito melhor para a cidade pessoas transitando em bicicletas ou a pé, passando/visualizando o comércio, do que carros estacionados ocupando/bloqueando o espaço público….”

    Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 0

    • zzpedro

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 21

  • Anderson

    Quem nunca, durante um pedal numa tarde quente, resolveu dar aquela paradinha marota em algum comercio pra tomar uma coca e comer um salgado? Que viu alguma coisa que precisava a algum tempo enquanto pedalava e parou pra comprar? Que viu uma promoção bacana e resolveu olhar se havia outras coisas interessantes? Agora, esse cotidiano, de carro, simplesmente não existe, só o tempo que vc perde procurando uma vaga…

    Comentário bem votado! Thumb up 20 Thumb down 1

    • zzpedro

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 2 Thumb down 25

  • Guilherme Caldas

    Como diria Nelson Rodrigues: O Óbvio Ululante.

    Thumb up 3 Thumb down 1

  • Maurício

    Eu mesmo passei a ir mais ao centro da cidade de bike e gastar por lá nas mais variadas lojas. O centro tem de tudo, inclusive ciclovias.

    Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 0

  • rafael

    Quero ver o impacto no comércio não diretamente relacionado à bicicleta (certamente positivo!)

    Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>