Inscreva sua empresa no Prêmio SP De Bike ao Trabalho 2018

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Sua empresa apoia o uso da bicicleta? Ela pode ganhar o Prêmio SP de Bike ao Trabalho 2018!

Sua empresa ou organização incentiva o uso da bicicleta entre os colaboradores? Ela pode ser reconhecida por esse apoio, com o Prêmio SP de Bike ao Trabalho, da rede Bike Anjo!

O prêmio, realizado pela Bike Anjo​ ​em colaboração com o Instituto Ethos e a GCCA (Global Call for Climate Action), tem como objetivo dar visibilidade às boas práticas das empresas de São Paulo que facilitam o uso da bicicleta no deslocamento ao trabalho e apostam nas pedaladas de seus colaboradores para promover saúde e qualidade de vida.

Acreditamos que, com o apoio das organizações, a bicicleta pouco a pouco vai sendo incorporada às rotinas de deslocamento da população nas cidades – começando pelo trajeto diário até o trabalho!

Vários tipos de iniciativas podem concorrer ao prêmio, desde investimentos em infraestrutura até programas educacionais, campanhas de sensibilização e incentivos diretos aos colaboradores. Também poderão ser inscritas iniciativas mais abrangentes como políticas empresariais e de governança.

Na avaliação, serão levados em conta a inovação, perenidade e impacto das iniciativas. Podem participar empresas de pequeno, médio e grande porte, sendo considerada​s em diferentes categorias.

Com o Prêmio, a Bike Anjo chama atenção para os benefícios compartilhados por indivíduos, empresas e a sociedade. Inscreva sua empresa até 27 de abril até as 18h do dia 04 de maio (inscrições prorrogadas)!

Quem pode participar?

Bicicletário em edifício comercial de São Paulo. Foto: Willian Cruz

Empresas, organizações da sociedade civil, entidades governamentais e demais instituições formalizadas (CNPJ) com sede, escritórios e afins na cidade de São Paulo/SP podem se inscrever. As iniciativas devem promover o uso da bicicleta para seus colaboradores como meio de deslocamento ao trabalho, de diversas maneiras, como por exemplo:

  • Infraestrutura (bicicletários, vestiários, chuveiros etc.)
  • Incentivos aos colaboradores
  • Programas educacionais
  • Campanhas de sensibilização
  • Políticas corporativas, governança

Dúvidas? Clique aqui!

O Vá de Bike realiza palestras, ações e atividades em empresas para estimular o uso da bicicleta entre os colaboradores e para que esse uso seja feito de forma segura, deixando tranquilo seu RH. Também ajudamos a receber bem o funcionário e o cliente que chegam de bicicleta.
Entre em contato: contato@vadebike.org

Entrega do prêmio será feita em evento no Sesc Pinheiros. Foto: Divulgação

O prêmio

A entrega do prêmio, representado por um troféu customizado para o tema De Bike ao Trabalho, será realizada durante o Evento De Bike ao Trabalho – A Bicicleta pela Saúde em SP 2018, no dia 11 de maio de 2018, das 9h às 13h, no Sesc Pinheiros, em São Paulo/SP. Além disso, como parte do prêmio, a campanha se compromete a divulgar os premiados na mídia, no site da campanha De Bike ao Trabalho e nas mídias do Bike Anjo.

Durante o evento, representantes do governo, sociedade civil e empresas vão discutir como o deslocamento ao trabalho por bicicleta pode contribuir para a saúde na cidade de São Paulo

As empresas podem se inscrever através do site do Prêmio SP De Bike ao Trabalho 2018, até 04/05.

Todos os inscritos no Prêmio serão convidados para a cerimônia de premiação. Confirme sua presença no evento!

A entrega do prêmio será divulgada ao vivo na fan page do Vá de Bike! Além de mostrar a premiação, vamos entrevistar os responsáveis pela iniciativa, para que nos contem como ela funciona, como surgiu a ideia e qual sua importância dentro do contexto da empresa. É dia 11 de maio, não perca!

Sua empresa só tem a ganhar

Usar a bicicleta em vez do carro ou do transporte público torna os colaboradores mais saudáveis. Melhoras significativas na saúde física e mental das pessoas que vão de bike ao trabalho foram constatadas por um estudo da Universidade de Glasgow, em 2017. Segundo a pesquisa, quem ia de bicicleta ao trabalho apresentava um risco 46% menor de desenvolver doenças cardíacas e um risco 45% inferior de desenvolver câncer, comparado com os indivíduos que fazem o deslocamento de carro ou transporte público.

Foto: Dave King (cc)

Há melhoras também no humor e no controle do stress, afetando diretamente as relações no ambiente de trabalho e aumentando a motivação. Um estudo da Cyclescheme (2015), no Reino Unido, mostrou que 82% das pessoas indo ao trabalho de bicicleta passaram a se sentir menos estressadas.

Ao contar com colaboradores mais saudáveis, bem dispostos e motivados, as empresas têm queda nos índices de absenteísmo, além de melhoras nas relações de trabalho e na produtividade.

Para Flávia Resende, coordenadora de Práticas Empresariais e Políticas Públicas do Instituto Ethos, “as empresas já começaram a entender que governos, organizações públicas e privadas devem compartilhar a responsabilidade na busca por soluções para os problemas de mobilidade urbana.  Isso pode representar menores custos diretos, menor pegada ambiental, melhora do clima organizacional, da produtividade e da qualidade de vida.”

Impacto positivo nas cidades

Para JP Amaral, co-fundador da rede Bike Anjo, “as organizações podem ser importantes agentes de uma mudança cultural favorável à mobilidade por bicicleta, fazendo com que ela seja de fato incorporada às rotinas de deslocamento da população nas cidades.”

Para se ter uma ideia do potencial de impacto das empresas na mobilidade das cidades, JP destaca que “no Reino Unido, em apenas uma década (2005-2015), 38.000 empresas aderiram a algum tipo de incentivo ao uso da bicicleta e em 2015 a população que vai ao trabalho pedalando chegou a 7% do total no país.”

“No Brasil, este potencial é muito grande, visto que as cidades sofrem cada vez mais com congestionamentos do tráfego e poluição, com prejuízos à saúde e qualidade de vida, ao passo que já temos instrumentos políticos como a Política Nacional de Mobilidade Urbana para embasar a visão de cidades que queremos”, conclui.

Saúde pública e meio ambiente

Ao incentivar que os funcionários se desloquem pedalando, a empresa gera benefícios coletivos, que se estendem à saúde pública, melhorando a saúde da população uma vez que um aumento significativo do uso da bicicleta pode levar à redução da poluição do ar nas cidades.

E com a redução das emissões de carbono pelo setor de transportes, reduz-se ainda os impactos das mudanças climáticas, inclusive aqueles indesejáveis à saúde, como o aumento da temperatura global, que agrava sintomas de doenças e dificulta os cuidados.

Regulamento

Cada proponente poderá inscrever apenas uma iniciativa. Contudo, o proponente poderá inscrever como iniciativa um conjunto de ações realizado pela organização para promoção do uso da bicicleta como deslocamento ao trabalho, como por exemplo, um programa ou política.

Ações complementares (ex: redução de estacionamento para carros) são consideradas como complementar e não podem ser inscritas unicamente, sem que haja uma iniciativa específica de incentivo ao uso da bicicleta.

As iniciativas serão avaliadas pela comissão julgadora segundo os critérios: Impacto, Perenidade e Inovação.

Serão consideradas apenas iniciativas que já tenham sido implementadas ou que estejam em funcionamento parcial, desde que já apresentem algum resultado. Não serão consideradas iniciativas pontuais ocorridas no passado e que não sejam mais existentes na organização ou mostrem impacto na realidade atual.

Serão consideradas para avaliação somente iniciativas e instituições que estejam de acordo com a política de engajamento corporativo da Global Call for Climate Action (GCCA), parceira da campanha De Bike ao Trabalho 2018.

Caso necessário, a equipe do prêmio poderá solicitar uma visita ao local da iniciativa para validação.

Veja o regulamento completo

Inscreva sua iniciativa

 

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>