Bike Tour: inscrições na noite de ano novo

Kit do evento Bike Tour 2010, que inclui a bicicleta.O Bike Tour é um passeio ciclístico onde você ganha uma bicicleta, uma mochila, um capacete e algumas coisas mais por um valor de inscrição bem baixo. O passeio acontece sempre em vias que em dias normais receberiam um grande fluxo de veículos motorizados.

A idéia dos organizadores é estimular o uso da bicicleta nas ruas, a atividade esportiva e a vida saudável, sem uso de drogas. As bicicletas são subsidiadas por patrocinadores e sua distribuição faz parte do objetivo de disseminar o uso da bicicleta.

Edição anterior

Na última edição, houve pouca divulgação do evento. Informalmente, foram chegando informações incompletas vindas de funcionários de uma montadora de automóveis que patrocinou o evento. Por terem a informação em primeira mão, esses mesmos funcionários esgotaram boa parte das vagas. O site era ruim, lento, com poucas informações sobre o evento de São Paulo, e não ajudou muito. A maioria das pessoas, quando soube, já era tarde. As inscrições acabaram rapidamente.

Mesmo assim, o evento foi um sucesso. Milhares de ciclistas pedalaram na Marginal Pinheiros em um domingo de manhã, aniversário da cidade. A repercussão foi ótima, o que fez o evento desse ano ser bem melhor organizado.

Edição 2010

Como no ano passado, o passeio será no dia 25 de Janeiro, aniversário da cidade de São Paulo, e sairá da ponte estaiada – aquela que, infringindo a lei, não permite a passagem de bicicletas e pessoas, que foi construída para atender apenas aos carros, sem uma mísera passarela para as pessoas chegarem a pé ao outro lado do rio, sem estudo para contemplar o transporte coletivo.

Da ponte, os ciclistas pedalarão pela Marginal Pinheiros, que estará fechada aos automóveis durante o evento, seguindo até a ponte da Cidade Universitária e entrando na USP. Os participantes recebem uma bicicleta, que esse ano foi fabricada no Brasil pela Caloi, um capacete, uma mochila de hidratação, camiseta, uma medalha e um diploma de participação.

O percurso é todo plano, com exceção de uma subida leve para acessar a ponte da Cidade Universitária. O ritmo da pedalada é tranquilo e qualquer pessoa consegue acompanhar, idependentemente de idade ou condição física.

Através de uma identificação eletrônica no capacete, o participante será identificado pelas câmeras fotográficas e filmadoras ao longo do caminho, podendo ver suas fotos e vídeos no site mybiketour.net. Posteriormente, receberá um DVD com uma edição de vídeo com imagens selecionadas em que ele seja o personagem principal.

O evento é apenas para quem se inscrever. Infelizmente, quem aparecer com sua própria bicicleta não poderá participar. Segundo os organizadores, a estrutura foi montada para atender a 6 mil pessoas, dentro da proposta do evento, não sendo possível abrir o passeio para o grande público. Uma pena.

Inclusão e acessibilidade

Bicicleta adaptada e tandem que serão utilizadas no evento Bike Tour 2010.Haverá 40 deficientes físicos pedalando em bicicletas adaptadas, nas quais se “pedala” com as mãos. 40 deficientes visuais pedalarão em bicicletas tandem (bicicleta para duas pessoas), auxiliados por guias.

A coletiva de imprensa tinha parte do material em braille e havia um tradutor de Libras (linguagem gestual) traduzindo tudo que era dito.

E dois dias antes do evento principal haverá um evento “kids”, um passeio em menor escala para 200 crianças carentes, com idades dos 2 aos 11 anos, que ganharão um kit do evento que inclui as bicicletas que pedalarão nesse dia.

Inscrições

Para a edição 2010, há seis mil vagas. Mas não se iluda com o número: como o inscrito ganha uma bicicleta por um valor bem baixo, elas esgotarão rapidamente. Numa experiência passada em Madrid, oito mil inscrições se esgotaram em apenas quatro horas.

Se você quer mesmo ir nesse passeio, se prepare para passar o ano novo na frente do micro. As inscrições serão abertas à meia-noite da virada do ano. O endereço para se inscrever no evento é www.worldbiketour.net. Boa sorte!

aquela ponte que, infringindo a lei, não permite a passagem de bicicletas e pessoas

19 comentários em “Bike Tour: inscrições na noite de ano novo

  1. excelente iniciativa, em Caraguatatuba soh ando de bicicleta mas a prefeitura investe muito nas ciclovias e o comercio tambem ajuda com vagas para bike. Se em Sao Paulo tivesse mais ciclovias interligando as principais vias da cidade, adotaria a BIKE como meio de transporte e deixaria o meu automovel em casa. abc Sergio Baptista

    Thumb up 0 Thumb down 0

  2. Na segunda foto tem uma bicileta adaptada que eu acho que serviria para mim, pois tenho uma deficiencia física. Já comprei uma bicicleta adptada da drem bike, mas não serviu, pq nao pude testar antes.

    Gostaria de saber onde posso encontrar uma bicicleta adaptada semelhante a esta da foto. meu e-mail é ronaldojoseesilva@hotmail.com se alguém me informar agradeço muito

    sds

    ronaldo

    Thumb up 0 Thumb down 0

  3. Sou Professor de Educaçao Física e só trabalho de bike e organizo e participo de passeios ciclísticos e este será o 1º de muitos. Vou me espelhar neste evento para o meu próximo passeio.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  4. Perae.
    Será um passeio particular?
    Absurdo, não é direito nosso participar com o pessoal também?

    Creio que o valor pago não seja para participar mas sim para levar a bike a mochila e os acessórios, que devem ser bons. Quem vai sem pagar??

    Thumb up 0 Thumb down 0

  5. Tô na torcida pela Yolanda Fermino, pois conheço sua tenacidade e competência dentro da sua maior idade, ou seja, seus lindos 74 anos de vida. Sempre saudável, generosa e esfuziante, na distribuição de carinho, pois todos que a conhece de perto a requerem e a chamam de “VÓ”, sem ainda contar que além das pedaladas de bicicleta, baila bastante nos bailes da cidade e salões por ai a fora… Participa em competições de natação, a qual sempre sai laureada. Ela merece ser contemplada!!!
    Abraços

    Silvio Ferreira

    Thumb up 0 Thumb down 0

  6. Espero que todos consigam ser contemplados pelo sorteio, mas caso isso não aconteça, existem vários grupos ciclisticos se organizando para passear pela cidade no dia 25 de janeiro , é só ficar “antenado”
    boa sorte a todos

    Thumb up 0 Thumb down 0

  7. Que triste. Lembro-me há bons pares de anos atrás, havia na cidade pelo menos 2 passeios ciclísticos por ano e eram livres pra quem quisesse ir, era só dar uma revisada na bike e se juntar a massa ciclística. Era muito divertido. Via-se todos os modelos e bikes, de todas as cores, formas e tamanhos, com gente de todas as faixas etárias, étnicas e classe social pedalando. Era lindo!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  8. Gostaria de saber se ainda consigo uma vaga por desistencia de alguem?
    Desejo muito participar desse evento.

    Obrigago.
    Flavio Nascimento

    Thumb up 0 Thumb down 0

  9. Minha mãe tem 74 anos de idade e seu meio de transporte é a bicicleta. Yolanda Fermino é um personagem ímpar em Santo André, cidade onde mora e participa de inúmeras atividades esportivas e culturais, com reconhecimento e premiações, principalmente pelo SESI. Gostaria muito de presente-la com o passeio ciclistico de SP, dia 25/jan, mas estou na lista do sorteio.

    Caso alguem tenha alguma alternativa, por favor entrar em contato. ELA MERECE,

    Abçs,
    Miguel
    8462 7454

    Thumb up 0 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *