Bike Brasilia inaugura com dez estações. Previsão é chegar a 40 até setembro. Foto: Divulgação

Brasília ganha sistema de bicicletas compartilhadas

Com uma hora de uso gratuito, sistema deve chegar a 400 bicicletas até setembro de 2014. Estações usam energia solar e comunicam-se com a central sem uso de fios.

Bike Brasilia inaugura com dez estações. Previsão é chegar a 40 até setembro. Foto: Divulgação
Bike Brasília: 400 bicicletas serão disponibilizadas até setembro de 2014. Foto: Divulgação

No dia 28 de maio foi inaugurado o sistema de compartilhamento de bicicletas da capital federal, o Bike Brasília. Inicialmente com dez estações e abrangendo a área central e partes das Asas Sul e Norte, o projeto pretende chegar a 40 estações e 400 bicicletas até setembro deste ano.

Estações são alimentadas com energia solar e a comunicação com a central é feita sem fios. Foto: Divulgação
Estações são alimentadas com energia solar e a comunicação com a central é feita sem fios. Foto:Divulgação

Para usar o sistema é preciso cadastrar-se pela internet e pagar uma taxa anual de R$ 10. A bicicleta pode ser usada gratuitamente por 60 minutos ininterruptos e quantas vezes por dia o usuário desejar. Após 1 hora de uso, são cobrados R$ 5 para cada período adicional de 60 minutos, mas o ciclista tem a opção de devolver a bicicleta antes do término do período gratuito e guardar um intervalo de 15 minutos para retirá-la novamente sem pagar nada.

Para destravar a bicicleta, o usuário pode usar o aplicativo para smartphones ou ligar do celular para o telefone (61) 4003-9846. As estações funcionam todos os dias, das 6h às 23h59 para retirada das bicicletas e 24 horas para devolução.

O programa é resultado de uma parceria entre o governo do Distrito Federal, Samba/Serttel e Itaú Unibanco. Assim como nos demais projetos Bike Itaú, as estações do Bike Brasília são alimentadas por energia solar e interligadas por sistema de comunicação sem fio, via rede GSM e 3G, permitindo que estejam conectadas com a Central de Controle 24 horas por dia. A central monitora em tempo real a operação do sistema, garantindo a melhor distribuição das bicicletas, e realiza atendimento aos usuários via celular e callcenter. O projeto também conta com oficina de manutenção para montagem e recuperação dos equipamentos e veículos especiais para distribuição das bicicletas.

“Acreditamos no potencial de Brasília e queremos contribuir para o desenvolvimento sustentável da cidade. Entendemos que uma maneira de fazer isso é incentivar o uso seguro das bicicletas no dia a dia da população, pois as bikes são uma alternativa viável para o deslocamento em pequenos trajetos”, afirma Cícero Araujo, diretor de Relações Institucionais e Governos do Itaú Unibanco.

Estações inauguradas em 28 de maio
Memorial JK/Tribunais/Praça Buriti
Centro Convenções/Estádio
Rodoviária Brasil
Torre TV
Setor Hoteleiro Norte
Setor Hoteleiro Sul
Congresso República
Catedral
N1
S1

3 comentários em “Brasília ganha sistema de bicicletas compartilhadas

  1. Gostaria de saber quando as bicicletas compartilhadas vão chegar as cidades satélites, seria bem prático irmos de uma cidade para outra, seria uma forma de se exercitar, e deixar os carros na garagem.

    Thumb up 3 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *