“Ciclista é um carro a menos”, diz prefeito de São Paulo ao inaugurar ciclovia

Trecho inaugurado na rua Abel Ferreira se conectará futuramente com o bairro da Mooca e metrô Bresser, passando pelo Shopping Anália Franco e Parque do Trabalhador

Prefeito pedalou em inauguração de ciclovia no bairro do Tatuapé, zona leste de São Paulo. Foto: Rachel Schein
Prefeito pedalou em inauguração de ciclovia no bairro do Tatuapé, zona leste de São Paulo. Foto: Rachel Schein
"A rua é um espaço a ser compartilhado", diz o banner. Foto: Rachel Schein
“A rua é um espaço a ser compartilhado”, diz o banner. Foto: Rachel Schein

Foi inaugurado na cidade de São Paulo mais um trecho de ciclovia, desta vez no Tatuapé, zona leste da cidade. Com 1,1 km de extensão, o percurso da rua Abel Ferreira e vai se conectar futuramente com o bairro da Mooca e o metrô Bresser, passando pelo Shopping Anália Franco e pelo Parque do Trabalhador, segundo o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

De acordo com o secretário, o projeto dos 400 km prometidos pela prefeitura de São Paulo até o final de 2015 consiste em fazer primeiro os trajetos radiais, depois os perimetrais e, por fim, a conexão entre os bairros. “Isso significa conectar com as escolas locais, escolas públicas, escolas privadas, com equipamentos de saúde, com equipamentos de lazer”, afirmou. “É uma rede cicloviária na cidade, um novo modal de transporte que dá uma opção a mais para as pessoas, não só de lazer,  mas também para ir trabalhar e ir para a escola”, completou o secretário.

Durante a inauguração, realizada em 4 de agosto, o projeto de mobilidade por bicicleta da região foi apresentado pelo secretário ao prefeito Fernando Haddad (PT).

Veja o mapa das ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas de São Paulo

Projeto foi apresentado pelo Secretário Jilmar Tatto. Foto: Rachel Schein
Projeto foi apresentado pelo Secretário Jilmar Tatto. Foto: Rachel Schein

Vantagens da bicicleta

Para sedimentar o uso da bicicleta como meio de transporte na cidade, o prefeito aposta no combate ao sedentarismo, além de outras vantagens do modal. “Não é só a mobilidade. Você tem o impacto sobre o meio ambiente e sobretudo na saúde pública. Nós temos que entender o seguinte: cada vez mais nós vamos ter que combater o sedentarismo”, disse.

A nova ciclovia faz parte dos 400 km prometidos pela prefeitura de São Paulo até o final de 2015. Segundo Haddad, a implementação do plano integral “leva um tempo”, mas para concluir a integração serão inaugurados de 5 a 10 km a cada semana. “Você está dando as primeiras pinceladas para compor um quadro”, explicou o prefeito. “Com o quadro pronto [ou seja, quando a malha cicloviária estiver pronta], você vai ter uma ideia do que vai faltar na conexão local para que as pessoas usem”, concluiu. De terno e gravata, mesmo com o calor de mais de 30 graus que fez na cidade, o prefeito pedalou, inaugurando a ciclovia.

Faixas avisam motoristas sobre a nova ciclovia. Foto: Rachel Schein
Faixas avisam motoristas sobre a nova ciclovia. Foto: Rachel Schein

“Todo ciclista é amigo do trânsito, é um carro a menos que saiu da garagem naquele dia. Todo ciclista e todo pedestre é aliado da cidade. Então nós temos que respeitá-los porque eles estão colaborando com a cidade”, ressaltou o prefeito.

Fazendo uma análise apartidária, esta é a primeira gestão municipal que está tratando o uso da bicicleta como parte de uma solução efetiva para o problema da imobilidade urbana. Resultados perenes dessa política de incentivo só serão vistos a médio e longo prazos, mas é possível aos moradores e moradoras da cidade colaborarem com a iniciativa desde já. Alexandre Ribeiro, ciclista que reside na zona leste, sugere: “todo mundo tem que começar a usar e ocupar o espaço, porque é muito importante o momento que estamos vivendo na cidade. É uma conquista, temos que comemorar”.

Veja a videorreportagem:

15 comentários em ““Ciclista é um carro a menos”, diz prefeito de São Paulo ao inaugurar ciclovia

  1. Legal, agora falta integrar as ciclovias para que elas nos conduzam a destinos reais e não sirvam apenas de percurso para treinos ou passeio. Por ora, a ciclovia da Abel Ferreira morre na Av. Salim Maluf, no olho de um furacão gigantesco de caminhões e carros que se acotovelam em horários de pico. Seria interessante que a mesma fosse corretamente direcionada, ao menos, até a estação de metrô mais próxima – Belém.
    De qualquer maneira, estes “400km de ciclovias” são um começo interessante. Mas ainda são um começo.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  2. Concordo com o comentário do colega Mario.
    Como disse anteriormente todas estas ciclovias e todo o esforço do Haddade é muito bem vindo, porém o quesito segurança não pode ser deixado de lado, realmente na foto do caminhão dá mesmo um certo medo trafegar na ciclovia da foto, acho que em casos assim onde o ciclista fique tão exposto e vulnerável, deve se repensar em uma forma de proteção bem mais eficaz.
    Só as tartarugas no chão e a pista pintada de vermelho infelizmente para muitos MONSTRORISTAS de Onibus e Caminhões não são suficientes e não significam nada, melhor repensar agora no inicio do que esperar acontecer uma tragédia como sempre né!

    Thumb up 2 Thumb down 0

    1. É isso aí, caro Pipoca. Evidentemente não sou contra ciclovias, nem contra o plano de ciclovias do Haddad. Apenas chamei atenção à questão da segurança. Na minha opinião, esta ciclovia expõe muito o ciclista. Vale lembrar que ela é mais estreita do que parece, pois a faixa “ciclável” inclui a sarjeta.

      Thumb up 3 Thumb down 0

  3. É uma ótima iniciativa para que os motoristas deixem seus carros em casa e vão trabalhar de bike, moro perto do shopping Anália Franco e só o fato poder de ir de casa até o metrô Bresser quando a ciclovia estiver concluída vai ajudar muito vamos aguardar…

    Thumb up 2 Thumb down 0

  4. Concordo com quem diz que o Haddad está sendo corajoso ao tratar a bicicleta como meio de transporte. Suas iniciativas são inéditas e muito bem-vindas. No entanto, confesso que estou um pouco assustado com a rapidez com que estão “pipocando” essas ciclovias. Vejam, neste mesmo post, a foto de um pequeno caminhão ao lado da ciclovia, que está instalada no lado esquerdo da pista. Me parece perto demais! Os veículos trafegam em velocidade maior na faixa da esquerda e, como a área destinada à bicicleta é estreita e não há separação física, apenas tachões, o risco de aciddentes é grande – nem precisa muito, basta um toque no guidão ou no cotovelo do ciclista para se consumar a tragédia. Talvez fosse o caso de se planejar melhor as ciclovias e, paralelamente, investir em criar ciclorrotas, melhorar sua sinalização e fazer campanhas de educação de motoristas e ciclistas.

    Polêmico. O que acha? Thumb up 6 Thumb down 6

  5. Não votei no Haddad também, porque não gosto do PT, mas tenho que tirar meu chapéu e parabenizá-lo pelo trabalho, pela iniciativa e por estar fazendo o que prometeu, coisa que poucos politicos o fazem! Só espero que estes kilometros de Ciclovias não fiquem só nos centros , pois a periferia, principalmente a Zona Leste onde o uso da bicicleta é muito maior, não seja esquecido !

    Não podemos esquecer também que o Governo do estado está investindo na Ciclovia Varzeas do Tiête, recentemente mais um trecho grande em Guarulhos que liga a Ciclovia do Parque Ecologico do Tietê foi entregue, parabéns ao Governo do estado também !

    Independente de partido, merece nosso respeito qualquer um que faça qualquer coisa para melhorar a mobilidade do ciclista pela cidade!

    PARABÉNS HADDAD CONTINUE ASSIM ! VOCÊ CONQUISTOU MEU RESPEITO !

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

  6. Não sei se é má qualidade da tinta que estão usando mas reparei que alguns trechos em Campos Elísios já estão com a tinta desgastada! Parece até que alguém passou um jato de água para lavar e saiu a tinta!

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  7. Fico feliz pelo plano do Haddad, ele está realmente fazendo algo inédito.

    Por outro lado fico triste, acredito que dificilmente Haddad vá se reeleger, pois está sendo muito ousado numa cidade conservadora. Provavelmente será bombardeado por todos os lados.

    Resta torcer pra que ele consiga colocar todas as ciclovias em curso antes das eleições, pois se entrar outro Kassab da vida serão mais 4 (ou 8) anos de morosidade.

    Comentário bem votado! Thumb up 16 Thumb down 2

    1. Bem lembrado.
      Como é uma obra grande, de longo prazo, espero que não apareça nenhum grande obstáculo que acabe atrapalhando seu progresso.
      Torço muito para que seja concluida antes do fim do mandato da gestão atual. Sabemos que a chance de uma nova gestão interromper um trabalho não concluido de uma gestão anterior é muito grande.
      Ainda mais com uma obra que está gerando tantas críticas.

      Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

  8. Não votei no Haddad, principalmente por ter me prometido que não votaria mais no PT. Hoje, ele teria meu voto. Confesso que to surpreso com essas medidas, pois ele tá tendo a coragem de comprar uma guerra inédita. Já está “apanhando” da mídia e vai angariar muita oposição. Todos nós que queremos uma cidade melhor e mais saudável, que possa se tornar um exemplo para o resto do país, temos o dever de entrar nessa briga para que seja um caminho sem volta.

    Comentário bem votado! Thumb up 15 Thumb down 1

  9. Os ciclistas que moram em regiões que já tenham as ciclovias que façam um esforço para usá-las mais frequentemente. E aqueles que sempre tiveram dúvidas se vale a pena pedalar nas ruas que se sintam mais confortáveis e confiantes com as ciclovias e comecem a usá-las para experimentar e ver que é uma prática perfeitamente possível.

    Infelizmente, como a viabilidade das ciclovias têm sendo muito questionadas, tenho a impressão que os ciclistas têm que fazer um grande esforço para tentar justificá-las usando-as com mais frequência.

    Comentário bem votado! Thumb up 16 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *