Foto: Secretaria de Turismo de Pernambuco

Governo de Pernambuco planeja criação de sua primeira rota cicloturística

Iniciativa pretende estimular o cicloturismo pela região agreste do estado, levando cicloturistas a locais belíssimos e movimentando a economia local.

Foto: Secretaria de Turismo de Pernambuco
Foto: Secretaria de Turismo de Pernambuco

Fazer trilhas de bicicleta em busca de riachos, cachoeiras e vegetação nativa das cidades do agreste pernambucano não será mais uma possibilidade apenas para ciclistas “de carteirinha”. É que a Secretaria de Turismo de Pernambuco vai mapear a primeira rota cicloturística do estado. O roteiro ligará Gravatá a Caruaru, passando por Bezerros, Serra Negra, Bonito e Sairé, totalizando 180km de percurso.

O secretário estadual de Turismo, Felipe Carreras, informou que um processo licitatório está em curso para a escolha da empresa que vai estudar e mapear as trilhas, além de sinalizar toda a rota oficial. A expectativa é de que o trabalho seja iniciado ainda neste semestre.

“Algumas trilhas já existem e serão sinalizadas para serem incluídas na rota e outras serão abertas. Haverá trechos leves, médios e pesados, com subidas e descidas, para que a rota contemple todos que tiverem interesse”, adiantou o secretário. Ainda não há data para lançamento do roteiro. Além das trilhas, o percurso contemplará vias asfaltadas e de estrada batida.

Foto: Secretaria de Turismo de Pernambuco
Foto: Secretaria de Turismo de Pernambuco

Passaporte carimbado

A rota será dividida em quatro trechos. De Gravatá para Serra Negra com 31km; de Serra Negra para Caruaru com 31,8km; de Caruaru para Bonito com 52km; e de Bonito a Gravatá, passando por Sairé, com 67,7km.

De acordo com a secretaria estadual de Turismo, ao longo do trajeto, haverá placas indicativas e informativas. Em cada município, os viajantes terão o seu passaporte carimbado, indicando, ao fim da rota, os locais pelos quais passaram. “A proposta é de que o ciclista comece pedalando em Gravatá, passe pelos outros municípios e retorne ao ponto de origem. Durante o percurso, haverá pousadas, restaurantes e oficinas de manutenção de bicicletas credenciados para oferecer mais segurança ao turista”, disse Felipe Carreras. Segundo ele, também haverá locais onde será possível fazer o aluguel das magrelas.

O vice-presidente do Circuito Ecobike de Pernambuco, Fabio Folr, acredita que a iniciativa é importante como forma de incentivo ao turismo da região Agreste. “A maioria das ações voltadas a estimular o uso da bicicleta são feitas no Recife e região metropolitana. E as trilhas no Agreste são feitas apenas por grupos locais que conhecem a geografia da área. Com essa rota, o turista poderá fazer a trilha de forma mais independente”, opinou Folr. Atualmente, o Ecobike realiza circuitos em trilhas de 17 cidades do litoral e zona da mata pernambucana.

Entre os atrativos naturais da primeira rota cicloturística de Pernambuco, estão as cachoeiras do município de Bonito e o Parque Ecológico de Serra Negra. “O que estamos fazendo é dar a oportunidade dos turistas conhecerem os municípios de bicicleta, aproveitando cada momento, cada vista, cada roteiro. Esta ação também vai movimentar a economia, pois os ciclistas vão se hospedar no caminho, se alimentar e adquirir souvenirs”, completou o secretário.

3 comentários em “Governo de Pernambuco planeja criação de sua primeira rota cicloturística

  1. Muito boa iniciativa. Como sempre Pernambuco saindo na frente. Parabéns. Agora vamos também nos mobilizar em nossos estados para expandir esta ideia. Abraços a todos. @Pedal83

    Thumb up 1 Thumb down 0

  2. Que ótima noticia. Se sair do papel a turma do Pé da Pedra Pedal Bodocó e Bike Salgueiro irão conhecer com certeza.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  3. Boa ideia, já estou aguardando para participar, vamos explorar nossas belezas naturais…E Secretário, vamos lutar para sair as nossas ciclovias, estamos precisando urgente, se tornou um caso de saúde e economia, não é só um hobby….faça uma forcinha, por favor..

    Thumb up 2 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *