Tipos de bicicleta para cada uso (e o que levar na pedalada)

Já que eu preciso publicar alguma coisa aqui senão o iG cancela o blog por inatividade, vou postar uma resposta de um e-mail que recebi pedindo umas dicas de ciclismo. Vai acabar sendo útil pra alguém que cair aqui.

Se alguém que estiver lendo quiser me perguntar alguma coisa, mande um comentário. O que eu souber eu respondo! 🙂

Se você ler isso aí e discordar, deixe também um comentário que a gente discute o assunto. 😉

Mais pra frente eu posto uns outros textos de ciclismo que eu escrevi e estão aqui na manga, só precisam de uma revisão antes de ir pro ar. No fim era pra isso aqui ser sobre TI, gestão, etc, mas tá virando site de ciclismo…

—–

> Mas vou pedir mais umas dicas: De como onde e que tipo de
> bike para trilha e passeio no asfalto, uma bike pode servir
> para os dois passeios??

Não entendi o “como e onde”, mas quanto ao tipo de bike para cada coisa, depende do tipo trilha, depende da distância e/ou ritmo que você pretende ter no asfalto.

As mountain-bikes são bicicletas que a priori atendem a todo tipo de terreno (tanto que em portugal em nos países hispânicos são chamadas de BTT – Bicicletas Todo Terreno). Mas se você for fazer um percurso longo, é melhor pelo menos trocar os pneus por pneus slick (lisos e, de preferência, finos), porque isso vai deixar a bicicleta mais “leve” por ter menos atrito com o solo.

Seria mais ou menos isso:

– Para andar dentro da cidade, apenas em ruas asfaltadas: qualquer tipo de bicicleta, seja estradeira, mountain-bike, bicicletas de passeio, comfort-bikes, reclinadas, etc., etc. Com uma ressalva: se o asfalto for muito ruim e esburacado, ou se parte do percurso é de paralelepípedos ou outro tipo de piso baseado em blocos de pedra/concreto/etc., fica ruim para uma bicicleta de estrada.

– Para pegar estrada de asfalto, o ideal é uma estradeira, que o pessoal geralmente chama de speed, aquelas bicicletas que têm um conjunto mais leve, que colocam o ciclista em uma postura mais aerodinâmica, tem pneus finos, etc. Reclinadas também se dão muito bem nesse tipo de terreno, principalmente se a distância é longa. Dá pra usar mountain-bike também, mas é bom trocar os pneus por pneus slick, que são mais finos e sem cravos (senão haja perna) e quem estiver em uma MTB não vai conseguir acompanhar o ritmo dos speedeiros, não só porque a bike é mais pesada mas também pela aerodinâmica do conjunto e pela relação de marchas. Se o grupo todo estiver de MTB, beleza, mas de speed você iria mais longe.

– Para fazer uma cicloviagem (uma viagem de vários dias usando como meio de transporte principal a bicicleta) você precisa de uma bicicleta diferente, que não é uma mountain-bike e nem uma estradeira, que tenha bagageiros para pendurar alforges e etc. Para isso é preciso preparo (psicológico e físico) e planejamento, se um dia você for querer fazer isso posso te indicar umas boas fontes de consulta.

– Para fazer trilhas leves (basicamente estradas de terra sem muitas pedras nem buracos), você precisa de uma mountain-bike, que pode ser até essas bicicletas de supermercado que chamam de mountain-bike mas que pra mim não são, são bicicletas de passeio. Outros tipos de bicicleta estão fora de questão (com exceção de alguns tipos de reclinadas).

– Para fazer trilhas de nível técnico médio e alto (estradas de terra muito esburacadas, com pedras, “costelas” e valetas, single-tracks, barro, etc.) você precisa de uma mountain-bike de verdade (as de supermercado não aguentam). Essa bike não precisa necessariamente ter suspensão atrás, mas tem que ter quadro e rodas resistentes, pneus adequados e uma suspensão razoável na frente, além de um conjunto de peças que não coloquem em risco a sua segurança. Comprar uma bicicleta de 100 reais e ir pra uma trilha de verdade com ela é ter que deixá-la por lá (e talvez deixar alguns dentes junto com ela).

– Para fazer Downhill (que a grosso modo é descer ladeira), você precisa de uma bicicleta especializada e cara, além de muita técnica. No downhill o ciclista precisa saltar obstáculos em meio à descida, literalmente “cair” no que chamamos de drops e enfrentar situações de risco e perigosas. Quem pratica isso a sério o considera, junto com o Freeride, como “o lado extremo do ciclismo” (embora pra mim isso seja uma definição mais egocêntrica do que descritiva, porque passar dias viajando de bicicleta sozinho no meio do nada tanbém é um tanto “extremo”). De qualquer forma, é preciso uma bicicleta muito boa, equipamento de proteção adicional (capacete fechado, colete, joelheira, etc.) e uma boa dose de coragem. Talvez até um pouco de falta de instinto de auto-preservação, hehe.

Quanto a uma bike servir para os dois tipos de passeio, dá pra subentender do texto acima, mas é mais ou menos o seguinte: se você tem uma estradeira, você consegue fazer estrada e passeios no asfalto (mas cuidado com buracos e valetas, podem estragar as rodas). Se você tem uma mountain-bike, consegue fazer tudo, mas se for pegar estrada recomendo trocar o tipo de pneu.

Se você tiver uma bicicleta de baixo custo, dessas de supermercado, consegue fazer passeios no asfalto, trilhas leves e até um pouco de estrada, mas com algumas ressalvas: em trilhas leves ela pode quebrar ou entortar a roda e te deixar na mão; em estrada, ela pode dar algum problema e também te deixar na mão no meio do nada. Em ambas as situações, você pode ter que voltar quilômetros empurrando ela (caso ainda dê para empurrar).

Em qualquer passeio que você for fazer, principalmente se fora do perímetro urbano, é bom todo mundo levar:

– Água: essencial

– Comida: não precisa levar marmita, pode ser barrinha energética, biscoito ou um sanduíche pequeno de pão com geléia, por exemplo. Você não vai querer ficar de barriga cheia, mas também não pode passar fome. Se o passeio for na cidade, você pode fazer uma parada em algum lugar para comer alguma coisa e tomar um suco. Recomendo que não tome refrigerante e prefira água, suco ou isotônico, porque refrigerante mata a sede mas não hidrata o corpo.

– Ferramentas: você pode precisar apertar algum parafuso no meio do caminho. Se sua bike é boa, você só precisa de chaves allen, que são vendidas em forma de um “canivete” que em vez de lâminas tem diversos tamanhos de chave. Chave de corrente também é bom ter, se ela quebrar você tira o elo ruim e emenda de novo, pra poder pedalar até em casa (depois compre outra corrente!).

– Câmara reserva: se furar o pneu, você troca a câmara e continua. Não esqueça as espátulas para tirar o pneu e, se a bicicleta não tiver blocagem, da ferramenta para tirar a roda. Se o percurso for longo, leve duas câmaras.

– Kit de remendo: se todas as câmaras furarem, você vai precisar remendar alguma delas para prosseguir. Um kit de remendo custa 2 ou 3 reais e quase não ocupa espaço, não custa levar. Consiste em cola, lixa e pedaços de borracha especiais para fazer o remendo (antigamente chamados de manchões), que devem ser previamente cortados em círculos do tamanho de uma moeda.

– Um documento (pode ser uma xerox do RG) e um papel com o telefone de um parente em caso de emergência e seu tipo sangüíneo, para poderem te ajudar se for necessário. A gente torce pra nunca precisar, mas também não custa nada levar. Isso pode ajudar a salvar sua vida.

Acho que deu pra dar uma geral, se tiver mais dúvidas é só perguntar de forma mais específica, que no que eu souber ajudar, eu te ajudo.

Meio que por acaso eu acabei citando nessa mensagem algumas modalidades de ciclismo, mas ainda existem outras, como BMX e Trial, que não se aplicam ao contexto do nosso papo (até agora). Trial é algo muito bonito de se ver e muito difícil de se fazer. Se tiver oportunidade de assistir a alguma apresentação, vá.

—–


56 comentários para Tipos de bicicleta para cada uso (e o que levar na pedalada)

  • Rosana Itonaga

    Prezado ,Bom Dia
    Gostaria de saber qual bike mais indicada para fazer o Circuito Europeu em Santa Catarina ,estrada sem asfalto é um toda de 8 cidades e 300 km, em média 50 km por dia ! Tenho 1 metros e 54 centímetros e meu marido tamanho média ! Adorei seu relato e gostaria que me orientador!
    Obrigada
    Feliz 2017
    Rosana Itonaga

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Carla Jorge

    “Para fazer uma cicloviagem (uma viagem de vários dias usando como meio de transporte principal a bicicleta) você precisa de uma bicicleta diferente, que não é uma mountain-bike e nem uma estradeira, que tenha bagageiros para pendurar alforges e etc. Para isso é preciso preparo (psicológico e físico) e planejamento, se um dia você for querer fazer isso posso te indicar umas boas fontes de consulta.”

    Gostaria de saber qual é a bike ideal para percorrer 1.385 km

    Obrigada espero a resposta

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • João Patrick

    Tenho uma mtb e quero trocar por uma speed,posso tirar as marchas da mtb pra speed?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Estevão

    Oi, sou iniciante e gostaria de comprar uma bicicleta para ir e voltar do trabalho, mas quem sabe as vezes fazer uma trilha.
    Estou em dúvida pois tenho 1,94 de altura e fico imaginando se comprar uma bicicleta aro 26 vai ser muito ruim.
    Gostaria de saber também se eu posso comprar uma bicicleta track & Bikes aro 26 que está em um bom preço.
    Como sou iniciante, estou pensando em comprar uma bicicleta relativamente mais barata e boa para começar, depois pretendo ir incrementando ou comprar outra melhor.

    Valeu

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Pedro Higor

      Estevão, a sua altura não interfere muito no tamanho da roda, você pode andar em uma de aro 26 normalmente, só deve analizar seu bike fit, pode calcular ele dai comprar uma bike do tamanho certo, assim se sentira confortavel em sua bike, OBS: a 29 é bem melhor para passar obstaculos, talvez fosse uma boa opção vc economizar um pouco mais(500 reais +-), dai vc compra uma bike aro 29 melhor que te deixara muito satisfeito

      link que calcula bike fit( http://www.nograu.com.br/bike-fit-no-grau/ )

      espero ter ajudado!!!!

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • RAFAEL CAVALCANTI

    QUAL A BICICLETA QUE VOCÊ MI RECOMENDA PARA ANDAR EM ESTRADA DE SITIO E TAMBÉM EM ASFALTO ( PE ) DE ÓTIMA QUALIDADE, MACIA, E LEVE?
    SOU NOVATO EM ANDAR DE BICICLETA, POR ISSO ESTOU LHE CONTACTANDO OK AMIGO. AGUARDO RESPOSTA URGENTE PARA COMPRAR A MESMA.

    Comentário bem votado! Thumb up 11 Thumb down 4

  • Marco

    Olá
    tenho uma mormaii fusion,porém, troquei o amortecedor logan(que vem na bike)coloquei um Capa rst,Troquei os aros por aéreo, ai vem a questão.
    Será que ela aguenta uma trilha? em estradas rurais e tal

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  • Ellinson

    Olá galera,alguém poderia ajudar? Me mudei pro interior trabalho,mas a Instituição de ensino é mais afastada,tenho que pegar uns 2 km de asfalto comum pouco de subida e mais uns 3km de estrada de terra com mt pedrinha e buracos.Estou querendo uma bike pra esse percurso,alguma sugestão? Estou ciente que uma dessas deve ser cara,mas gostaria de pelo menos umas especificações para que eu possa procurar e pesquisaregião a bike certa. Ex: tipo de celim,suspensão, quadro,guidão,pneu,aro,quero, etc. Pra quiçá conseguir ir montando uma maneira.
    Obrigado a quem puder dar uma moral

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 1

  • Ludwig

    Gostaria de orientaçao: tenho uma bike americana (Giant) com suspensao tipo mola na dianteira e o selim com amortecedor; ela é aro 26 e veio com pneus meio balao e freios contrapedal. Quero adaptar/transformar essa bike para uso em estrada, mas nao percursos muito longos. O que posso melhorar nela?
    Agradeço e aguardo…parabens pelo blog.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Vinicius Mundim Zucheratto e Figueiredo

      Ludwig, você sabe qual modelo é esta Giant? Fiquei curioso, deve ser algum modelo ‘commute’ próprio para o uso urbano. Se a intenção é iniciar treinos em estradas de asfalto, basta que a bicicleta tenha pneus lisos, já te alivia bem o atrito.
      Com o tempo, você acabará descobrindo se seu entusiasmo com os treinos será interessante para comprar uma bicicleta de estrada (speed, roadbike, estradeira). Neste caso o mercado de usadas costuma se bem interessante.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • karin

    Ola,
    sou iniciante e gostaria de saber se para pedalar no asfalto e as vezes em chão de terra é preciso uma bike com suspensão ou não, tenho 1,74 , qual me indica?]obrigada!

    Thumb up 1 Thumb down 1

    • Vinicius Mundim Zucheratto e Figueiredo

      Karin,
      Se você não vai fazer trilhas ou pegar estrada de terra com frequência, não é “essencial” ter suspensão. Uma boa suspensão (não essas que vem nas bikes básicas da Caloi até R$ 1.000,00) vai te dar mais conforto na terra e em asfaltos irregulares.
      Se sua bicicleta não tem, comece assim mesmo, e com o tempo verá se quer investir no equipamento.

      Thumb up 3 Thumb down 0

  • Ingridi

    Olá, Willian! Tudo bom ?
    Preciso de sua ajuda!!! Estou iniciando e quero comprar uma bike, para asfalto e trilha… tenho 1.60 e 56kg
    qual voce me indicaria ?!!
    Aguardo sua resposta! 🙂

    Comentário bem votado! Thumb up 19 Thumb down 4

  • Alessandro

    Bom dia,
    Estou iniciando a pedalar e pretendo comprar uma bike,tenho 1,70 de altura e peso 80kg,pretendo pedaladas mista asfalto e estrada de terra,qual bike me indicaria.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • rebeca

    oi willian, parabéns ótimo poste, gostaria que você me ajudasse para montagem de bike para viagem, tenho 1,49, já tive problemas com bicicletas comercias.
    Por favor me passe referencias.
    Gratidão!

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • talita

    É uma bicicleta de downhill, atenderia bem então pedalar nas montanhas? Quando digo montanhas, me refiro as estradas rurais
    Grata

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Gabriel

      A bike de donwhill é indicada apenas para a sua pratica, ela seria ótima para descer estradas ou trilhas.. Mas se vc ter que pedalar lomba a sima, ou até em retas ira cansar muito, te recomendaria uma mountainbike, xc ou freerider.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Bruno de Sousa Aquino

    Eu tenho uma Bike da Mormaii big Rider aro26,eu tenho uma dúvida?!!!!essa bike serve para fazer viagens longas………

    Thumb up 3 Thumb down 0

    • Renan

      Para cicloturismo pode ser uma mtb que pode ser adaptada para caregar os alforges. A mtb e melhor porque caso pegar uma estrada de chao nao vai se em comodar

      Thumb up 2 Thumb down 0

    • Renan

      Bruno de Sousa aquino a mormai biki rader nao da para faser cicloviagem ela vai comesar estourar os rolamentos da caixa do pedal. para cicloviagem tem que densenbolsar um bom dinheiro.uma boa bicicleta é 5mil reais que é a escott carbono e leve , que dai vai ter que. Faser uns pequenos ajustes para caregar os alforges. A tras e na frente. Bruno tem que pedalar todos os dias. Para pegar resistência física porque tem que carregar pesos da bagagem na bicicleta e vai ter subidas fortes por isso é importante o preparo fisico. Eu estou me preparando fas uns 3 anos para faser cicloturismo. Senpre e enportante nao vai alen do seu limite. Comesse fazendo ums 37 klmtros com. A sua mormai. Eu estou fazendo isso mas eu ja fas tenpo que me preparo .por isso que. Vou adquirir uma. Escott de carbono.

      Thumb up 2 Thumb down 0

  • joao marcio

    Valeu pelas dicas, foram bem úteis pra mim.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Maria

    Olá!
    Sou iniciante no ciclismo, pretendo comprar uma bike pra asfalto, orla com aquelas pedrinhas e tenho interesse por trilhas. Tenho 1,80 e 90k. Me indicaram uma Totem quadro 19 no valor $950,00. O que vc acha da marca e modelo tanto p minhas características físicas, quanto p o tipo de uso q pretendo? Moro em Salvador.
    Obrigada!

    Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 0

  • Aline

    Olá!
    Você pode me ajudar??
    Estou numa super dúvida em relação a qual bicicleta comprar.
    Eu tenho 1,62 e 57kg… gostava muito de andar de bicicleta na adolescencia, mas agora…15 ano depois, estou querendo retomar o gosto!
    Quero uma bike para passear e exercitar. Só pretendo andar por asfalto e, no máximo, paralelepípedo.
    Queria uma confortável!
    Depois de algumas pesquisas, fiquei na dúvida entre a Caloi 500 e a 700 (tamanho 17)…
    Qual dessas vc me indicaria? ou teria outra melhor nessa faixa de preço de R$ 1000,00?
    Super Obrigada pela ajuda…
    Aline

    Comentário bem votado! Thumb up 31 Thumb down 4

  • Gabriela

    Bom dia Willian!!!

    Moro Em Brasília e quero comprar uma bicicleta para andar no asfalto pequenas e longas distâncias. De acordo com seu texto a ideal seria a speed , porém acho desconfortável a posição curvada. Na sua opinião qual seria mais adequada, lembrando que pretendo fazer trilhas leves nos finais de semana, a Mountain -Bike ou a Confort- Bike? Em ambas situações é só trocar os pnues de acordo com a pretenção (asfalto/ trlha)? Qual você indica levando em consideração que o uso maior será no asfalto?

    Obrigada,

    Gabriela

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

    • Willian Cruz

      Se vocÊ vai fazer trilhas, precisa de uma mountain bike. Confort bikes são péssimas para isso, embora sejam em geral mais confortáveis na cidade. Não à toa, as mountains são conhecidas como “bicicletas todo terreno” em Portugal.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • Marcos Neves

    Olá! Eu estou começando no ciclismo e estou pedalando d 2 a 3 vezes por semana, e cada vez são 40 a 45Km. Tenho 15 anos. A minha bike é de 1889 uma Monark 10, ela é boa, eu dei uma revisão mas ainda há algo mais para trocar. Eu vou comprar os equipamentos de segurança de q um ciclista necessita. Está previsto q ano q vem eu compre uma nova bike e eu queria uma speed. Qual bike de até R$2 000,00 me atenderia bem? E compensa eu continuar com a Monark dps de comprar a outra bike?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Maikon Jeckosson

    Boa tarde

    Estou programando uma viagem de Joinville SC até a Canção Nova Cachoeira Paulista SP, e gostaria de saber qual o tipo de bicicleta ideal, se o cubo precisa ser de Ceramica e algumas dicas.

    Agradeço e fico no AGUARDO.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Ari Quadros

    Embora bastante atrasado e por isso mesmo meu sincero pedido de desculpas, agradeço ao caro Willian Cruz por ter me dado a informação que lhe solicitei. Um abraço cordial, fraterno.

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  • paula machado

    Muito boas as dicas, gostei bastante, so iniciante no assunto pois comprei uma dobravel ha 1 mes e estou comecando praticar, mas tenho um problema moro em guarulhos e aqui as pessoas nao respeitam nenhum pouco e nao tem ciclovia, nem ciclofaixa, nem parque, nada perto, uma porcaria.
    Mas ainda nao tentei ir pra longe com ela tipo pegar o onibus pra ver. Mas de qualquer modo vou comecar a acompanhar o blog pois achei bem legal, parabens!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Ari Quadros

    Caro William Cruz, por favor, me dá uma ajuda: como se chama a bicicleta (se é que é bicicleta) de uma roda só, normalmente utilizada em circos ou coisas parecidas. Desde já agradecido e um cordial abraço.
    Ari Quadros, Santa Maria, RS

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Caio César

    Hey kra, mas uma bike speed não tem como andar ao menos um poko em ruas paralelepípedas? e outra, quanto custa as ferramentas q vc postou, principalmente o que tira o gomo da corrente e tirando a allen, elas são pesadas? uma bike convencional é uma boa para uma caminhada de 25 km? faço isso, mas sei q se acontecer algo com ela, não existe tantas bicicletarias aki nessa região.

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Willian Cruz

      Caio, tem como andar em paralelepípedos sim, mas correndo o risco de estragar a bicicleta. Não gosto nem de passar com a dobrável…

      As ferramentas não são pesadas, são pequenas e portáteis, o preço varia de acordo com a qualidade da ferramenta e a loja. Não tenho como saber se a bike que você pretende usar é boa para essa distância, é preciso avaliar o conjunto (quadro, câmbio, freios, selim e se está adequada ao seu tamanho e postura).

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Geraldo Stryke

    Boa tarde pessoal.

    Sou monitor de um Grupo de Passeio Ciclístico Noturno o Aracaju Pedal Livre (www.fb.com/AracajuPedalLivre) e entusiasta da prática de Trilhas de Passeio e Cicloturismo.

    Mais cedo enviei um outro e-mail, mas como mandei enviar e vim ao trabalho não sei se o envio completou.
    Bom, adoro viajar com minha esposa de bike, viagens curtas de um ou dois dias, já que não dispomos de muito tempo para a prática do cicloturismo.

    A questão é: tenho levado na mochina, nas costas, tudo que podemos precisar. Estou com fortes dores nos ombros e vejo na instalação de bagageiros principalmente traseiro a solução de meu problema. Tenho uma MTB Fuji Nevada 1.0 com Suspensão Dianteira.

    Vi em Na Escolha do Bagageiro – Bagageiros Pesados a solução de meu problema. Infelizmente não identifiquei nas pesquisas marca ou características para aquisição aqui em Aracaju ou numa Loja online para envio por correio.

    O intuito é após a aquisição do Bagageiro traseiro, o dianteiro e programar a compra dos alforges para nossas viagens. Vocês poderiam indicar modelos ou marcas ou ainda locais para aquisição de bagageiros traseiros pesados para bicicletas com Freio a Disco.

    Obs.: Por sinal existe diferença no modelo do bagageiro para bikes com ou sem freio a disco?

    Suas informações beneficiarão muitos outros ciclistas.

    Aguardo seu retorno.

    Geraldo Pires de Rezende Silva Filho
    Fones: (79)9818-8111 vivo, 8805-8227 oi, 9144-9900 (tim e whatsapp)
    E-mails: geraldostryke@hotmail.com
    Facebbok: http://www.fb.com/geraldostryke
    Aracaju Pedal Livre: Um convite ao prazer! http://www.fb.com/AracajuPedalLivre

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Tiago

    Olá… Boa tarde!

    Primeiramente, parabéns pelo blog! Muita informação bacana e útil…

    Estou interessado em comprar uma bicicleta e gostaria, se possível, da sua opinião e colaboração, ok? A última bicicleta que tive foi uns 20 anos atrás, ou seja, quando tinha 15 anos! De lá para cá, foram raras as vezes que subi numa bicicleta! Entretanto, esta triste realidade vai mudar… 😉

    Pouco tempo atrás, procurando por uma bicicleta, achei a Caloi 500. Entretanto, agora, a Caloi lançou a 700. Me perece ser uma boa bicicleta. Quero uma bicicleta para reduzir o uso do carro, para passear e para “pedalar contra o sedentarismo”! Seria uma bicicleta para andar no asfalto, em estradas de barro, paralelepípedos e etc. Tenho 1,92m, peso 100kg.

    Sendo assim, o que você poderia falar sobre a Caloi 700? Só não fala mal dela, pois gostei bastante dessa bicicleta e já estou quase comprando!!! rsrsrsrsrsrs…

    Abraço,

    Tiago

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Willian Cruz

      Tiago, é uma boa bicicleta para começar e tem um design que a torna confortável. Com o tempo, talvez você decida fazer algumas melhorias ou partir para uma bicicleta um pouco mais cara. Lembre-se que os componentes e peças de maior qualidade têm um custo mais alto, impactando no preço final da bicicleta, portanto bicicletas mais baratas tendem a apresentar problemas e desgastes mais rapidamente.

      Thumb up 0 Thumb down 0

      • Tiago

        Willian,

        Grato pela sua mensagem, pela sua opinião. Valeu mesmo…

        Não querendo abusar do seu conhecimento sobre bicicletas, mas o que seria uma bicicleta melhor, ideal para mim? Tenho 1,92m e uns 100kg.

        Ainda não comprei a Caloi 700 (hoje ela está em torno do R$ 800,00). O problema é que já procurei bastante e não achei nada muito bacana. Por exemplo: é raro encontrar uma com o quadro 21”, ou estou enganado? Sou grande, sei que preciso de uma bicicleta grande… Me parece que a grande maioria das bicicletas são feitas para quem tem em torno de 1,80m de altura.

        Ultimamente, li bastante sobre bicicletas (em blogs, fóruns e etc). Assim, acho que reduzo a chance de errar na compra. Quero uma bicicleta que seja duradoura, de qualidade (não precisa ser a melhor do mundo, mas que passe bem longe de uma ruim), que me dê prazer… Senão, ela vai para a garagem pegar poeira! 😉

        Essa Caloi 700 tem o aro 700 e o quadro 19”, certo? Não sei se é o ideal pra mim… Nunca a vi pessoalmente e nunca subi na mesma (o que é ruim!). Mas o seu design e a mesa do guidão com regulagem, além desse quadro e desse aro, são coisas que me atraem nela. Ah, e os acessórios dela, são bons?

        Quero uma bicicleta tipo a Caloi 700 (não precisa ser exatamente essa!), uma bicicleta para passear… Acho que uma “conforto”. Sendo assim, qual seria uma boa bicicleta pra mim? Uma marca boa? Algum modelo específico? Tem alguma loja virtual que você pudesse me indicar? Ou, quem sabe, uma loja física aqui no Rio de Janeiro?

        Prefiro, eventualmente, gastar um pouco mais numa coisa melhor, de boa qualidade, para não ter que gastar depois. 😉

        Mais uma vez, fica aqui meu agradecimento à sua atenção! Valeu…

        Abraço,

        Tiago

        Thumb up 0 Thumb down 0

        • Willian Cruz

          Tiago, tem toda razão, para a sua altura uma bike de quadro 19 pode ficar desconfortável. É difícil encontrar bicicletas “de prateleira” com outros tamanhos de quadro. A Caloi tem algumas variações de tamanho, mas não sei em quais modelos (nesse momento o site deles está fora do ar, não consegui consultar). O melhor é você ir a alguma loja especializada para ver o que há disponível e o que pode ser montado. Há lojas, como a Anderson Bicicletas, que oferecem “bike fit” para quem compra uma bicicleta nova.

          Thumb up 0 Thumb down 0

          • Tiago

            Caro Willian,

            Mais uma vez, obrigado pela sua presteza.

            Mudei de idéia… 😉

            Andei vendo bicicletas importadas, com tamanho do quadro maior. E nessa pesquisa, achei a marca Trek. No geral, me parece ser uma boa marca (pelo que li nos fóruns brasileiros quanto nos estrangeiros). Dentre as opções, gostei muito da Trek Navigator 1.0, com seu quadro de 21”.

            O único problema é que ela é um pouquinho mais cara do que a Caloi 700 (uns R$ 1.000,00 mais cara). Entretanto, acho que será uma bicicleta que terei conforto, prazer em pedalar e, espero eu, que dure para sempre (ou por alguns bonnns anos).

            Tem uma loja aqui no RJ (revendedora da Trek) e vou lá essa semana. A loja se chama Bike Tech (www.biketech.com.br).

            Você acha uma boa idéia essa bike? E os componentes dela, são de qualidade?

            Um abraço e grato pela sua gentileza,

            Tiago

            Thumb up 0 Thumb down 0

            • Willian Cruz

              Tiago, a Trek é uma boa marca sim. Quanto aos componentes, é preciso avaliá-los, não tenho como dar uma resposta precisa. Acredito que, sendo dessa marca e nesse valor, seja uma bicicleta confiável.

              Thumb up 0 Thumb down 0

  • paulo rogerio

    é sempre dificil acertar qual a bicicleta certa o serto é testar pelo menos dois tipos de bike, uma espede e uma mtb,ai com certeza vc vai se adaptar a uma ou outra e boa viagem,obg e boa sorte abraços de um cicloturista amador paulo rogerio

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fernando

    bom dia, comprei uns pneus de asfalto paguei R$ 40,00 cada um, trata-se dos tipos de pneus lisos e largos, para modelo de bike t-type, ainda vou instalar, só que percebi que gosto mais de trilhas, barros, barrancos etc, neste caso este pneu serve ? tendo em vista que loja que tentei trocar pelo que tem caroço e é balão, estilo cross, não tem o tipo de pneu, posso utilizar este tipo mesmo, vai funcionar?

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Willian Cruz

      Fernando

      Se for uma estrada de terra batida, seca, dura, que não seja areião, até funciona, mas tome cuidado porque você pode escorregar em curvas ou terreno inclinado. Barro esquece.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Felipe

    Ontem minha bicicleta foi furtada enquanto almoçava, usava apenas para me deslocar da faculdade até em casa, um percurso diário de aproximadamente 12km, gostaria de uma indicação para substitui-la. Numa faixa de preço aceitável (estourando 500 reais). Obrigado!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Patrícia

    Oi, estou querendo comprar para meu namorado uma bicicleta para dar de natal pra gente fazer passeios nos fins de semana, onde pretendemos andar tem asfalto e de vez enquando paralelepipedos, não tem muitas lombas. Gostaria de saber qual modelo e marca seria melhor para fazer isso, com um custo de até R$ 350,00. Obrigada

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Natan Luiz

    Olá.

    minha duvida é o seguinte, comprei uma caloi 10 speed, mas não sei se ela é uma boa opção para andar nas ruas de são paulo, pelo fato de ter muitos buracos nos asfalto da cidade?

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Marcelo Mig

    Olá Matheus,

    Com um pneu bom e calibragem no limite superior da faixa recomendada, tudo bem quanto aos pneus.

    O que talvez você tenha que atentar é para a qualidade dos outros componentes, principalmente garfo, roda e rolamentos. A Caloi 10 é uma bicicleta de entrada na linha das speed, e é conhecida por ter componentes fracos, principalemte os pedais.

    Eu recomendo você consultar uma bicicletaria de confiança que poderá orientá-lo melhor. Talvez seja mais barato comprar uma bicicleta com mais qualidade e só trocar as rodas por outras mais reforçadas do que trocar todos os componentes que seriam necessários para você rodar com segurança em uma Caloi 10.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • matheus

    sou obeso e pesp 117Kg e gostaria de saber se o pneu de uma speed (pretendo comprar uma caloi 10) não iria murchar ou ficar “colando o ao no chão”.Obrigado pela atenção e vá de bike!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • apolo

    quais as melhores marcas de mountain bike para comprar? vale pena comprar nos estados unidos e trazer durante uma viajem?

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Willian Cruz

      Apolo, a melhor mountain bike vai depender fundamentalmente de quanto você pode gastar. Senão eu poderia apontar uma e dizer “essa é excelente!” e você acharia que ela tem o preço de um carro usado.

      O importante é a bicicleta ser adequada ao uso que você fará dela. É sempre bom ter um câmbio de qualidade. E não basta ser da marca X, tem que ser de um modelo adequado, que não vai perder a regulagem facilmente nem ficar escapando. Freios bons também são importantes e me refiro mais ao material que ao modelo: vale mais a pena um bom v-brake do que um freio a disco mecânico de baixa qualidade. Boas rodas, de parede dupla, para não amassarem facilmente. Boa suspensão caso você queira fazer trilhas, e não necessariamente na frente e atrás, vai depender do quanto você vai abusar dela na terra. No asfalto não há necessidade NENHUMA de suspensão traseira, só serve para roubar potência da pedalada e deixar o conjunto mais pesado, a não ser que você pretenda fazer freeride.

      O melhor é ir numa boa loja e conversar com um vendedor confiável, explicando o que quer fazer com a bike e quanto pretende gastar.

      Trazer uma do exterior pode ser interessante, desde que você tenha as mesmas preocupações citadas acima. O problema é que você corre o risco de exceder o limite de bagagem. Atente também para o limite de valor para entrar no país sem pagar imposto, que atualmente é de US$ 500.

      Thumb up 0 Thumb down 1

  • Daniel

    pow mandou bem nas técnicas. mas as marchas costumam fikar desreguladas em longos percursos?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • wilma

    Você discorreu sobre as modalidades de ciclismo. Mas não comentou sobre a cicloviagem. Qual a melhor bike para isso? Tem outros comentários a fazer nesse sentido?
    Wilma

    Thumb up 1 Thumb down 3

    • Willian Cruz

      Esses comentários acabaram ficando perdidos aqui sem que eu respondesse porque o sistema antigo do blog não me avisava por e-mail da chegada de novos comentários. O novo sistema avisa, portanto podem comentar que agora eu respondo.

      Mas respondendo: sobre a cicloviagem, eu comentei meio por alto ali, mas vou detalhar mais um pouco. Eu já fiz cicloviagem com a minha mountain bike mesmo, mas com um bagageiro e alforges. Mas com uma bicicleta dessas cansa mais. O ideal é ter uma bicicleta com aro 700 (aro maior que o 26″ das MTB) e pneus mais finos. Algumas pessoas dizem que a bicicleta para cicloviagem deve ter um quadro de cromo-molibdênio em vez de alumínio, pois fica mais confortável (afinal, a pedalada é longa). Visite o site do Clube de Cicloturismo, tem muitas dicas por lá. Para ver o que já publiquei aqui sobre cicloturismo, clique aqui.

      Quanto às marchas desregularem “em longos percursos”, a melhor resposta seria: o tempo que as marchas levam para desregular depende da qualidade do câmbio. Modelos mais baratos de bicicletas vêm com modelos mais baratos de câmbio, que desregulam muito rápido (alguns são tão vagabundos que nem ao menos ficam regulados corretamente). Modelos de câmbio mais caro ficam bastante tempo sem desregular. E os modelos melhores têm um ajuste fino próximo aos passadores, onde sai o cabo, para que você possa fazer pequenos acertos conforme a regulagem ficar menos precisa.

      Thumb up 0 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>