Carros são o "acidente" que mais mata crianças em São Paulo

Os carros são a maior causa direta de mortalidade infantil por acidente no estado de São Paulo. O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual da Saúde examinou os dados sobre mortes de crianças entre 1 e 14 anos no ano de 2005.

Nessa pesquisa, descobriu-se que cerca de 40% das mortes foram causadas por acidentes. O resultado da pesquisa aponta afogamentos como maior causa, com 27,6% do total, mas os segundos e terceiros colocados são causados diretamente pelo automóvel: atropelamentos (25,7%) e outros acidentes de trânsito (18,5%). Juntos, correspondem a 44,2% do total de mortes por acidente, ganhando disparado dos afogamentos.

Ricardo Tardelli, “diretor da Saúde” (?), disse ser “difícil imaginar que apesar de todos os avanços alcançados pela medicina muitas crianças ainda morram por causas completamente evitáveis”.

A matéria da Folha que fala sobre o assunto dá dicas de como evitar quedas, queimaduras e intoxicações. Quanto a acidentes causados por veículos automotores, parece não haver nada a fazer. É como se atropelamentos e acidentes de automóvel fizessem parte da vida, algo comum, rotineiro e imutável, com o qual devemos nos conformar.

Saiba mais:

Crianças são o inimigo

Carro mata, use com cuidado

O automóvel e o desgaste social

Ao pedestre, com carinho

Todos os dias, 10 pessoas dão a vida para que possamos andar de carro em São Paulo

As cidades deviam ser feitas para as pessoas, não para os carros


5 comentários para Carros são o "acidente" que mais mata crianças em São Paulo

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>