Moto polui mais que carro e ônibus

Já comentamos por aqui que em média uma moto polui mais que um ônibus, mesmo em números absolutos.

Considerando a emissão individual de poluentes, essa diferença se torna ainda maior, já que a emissão feita pelo ônibus é “dividida” entre todos os passageiros, resultando em menor poluição por pessoa.

Veja abaixo um gráfico da ANTP que demonstra isso claramente. Para informações sobre a metodologia e um detalhamento das informações do gráfico, veja o relatório da ANTP.

Usar transporte coletivo é um ato ecológico.

Mais espaço ocupado = mais congestionamentos

As motos são apontadas por muitos “especialistas” como uma das soluções para o trânsito nas grandes cidades, por ocupar menos espaço. Como um ônibus poderia ocupar menos espaço que uma moto? A diferença de tamanho é visível…

Mas o que não é tão perceptível é que um ônibus leva muitas pessoas dentro, contra apenas uma (raramente duas) na moto. Portanto, o espaço individual ocupado acaba sendo bem menor. Por isso o gráfico acima mostra que uma pessoa que utilize uma moto ocupa 5 vezes mais espaço na via do que uma que utilize ônibus.

Pôster da cidade de Münster, na Alemanha, mostrando quanto espaço ocupa a mesma quantidade de pessoas utilizando carros, ônibus e bicicletas (2001)
Pôster da cidade de Münster, na Alemanha, mostrando quanto espaço ocupa a mesma quantidade de pessoas utilizando carros, ônibus e bicicletas (2001)

Usar transporte coletivo diminui o tempo da viagem de todo mundo.

Todos pagam por isso

Nota no relatório da ANTP: “É importante salientar que o uso dos veículos motorizados implica também em custos sociais e ambientais de acidentes, poluição e congestionamento, que mostram um grande impacto negativo, por passageiro transportado, do uso dos modos individuais em relação ao uso do transporte público.”

Em outras palavras, o uso de carros e motocicletas causa prejuízos financeiros e sociais ao país. Muitos deles são vísiveis, como o alto custo de manutenção das vias públicas e todo o dinheiro que se distribui às montadoras de automóveis; outros são indiretos, como os custos com vítimas de acidentes e de doenças causadas pela poluição veicular.

Em que cidade você quer viver? (Andy Singer)
Em que cidade você quer viver?
(ilustração de Andy Singer)

Quanto mais pessoas usarem transporte público, menos dinheiro o país queima com o custo social do automóvel

E o poder público?

Se o país, estado e municípios dessem tantos incentivos ao transporte público quantos dão à montadoras e fizessem tantos investimentos no transporte de massa quanto fazem no individual, a tarifa dos ônibus seria muito mais barata, talvez pudesse até ser gratuita.

Enquanto não cobrarmos postura diferente dos candidatos e dos políticos eleitos, os investimentos continuarão sendo no “sonho de consumo”: o transporte individual motorizado (carro e moto).

Em vez de termos um sonho de consumo, deveríamos ter um sonho de cidade na qual queremos viver.

Não seja parte do problema, seja parte da solução

Se você não pode ou não quer usar uma bicicleta, vá de ônibus de linha, de ônibus fretado, de trem, de metrô. Vá além de reclamar: faça da cidade um lugar melhor.

Não tem ônibus suficiente? O ônibus não é como você gostaria que fosse? Reclame. Mostre ao poder público que tem quem se importe com isso e cobre melhorias. Crie demanda.

Você deve *ser* a mudança que deseja ver no mundo – Mahatma Gandhi


12 comentários para Moto polui mais que carro e ônibus

  • AD§MS- MARCOS 4004-0435 RAMAL 1100

    ENVIE TORPEDOS 75% LEEM O SMS NO ATO E ABRE SEU SITE , CADASTRO DE MILHARES DE PESSOAS PROXIMO DA SUA AGENCIA ASSISTA OS 2 LINK$: http://youtu.be/Rk0HPSRiREk

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • O ar que você respira | Bicicletada Maceió

    […] – Moto polui mais que carro e ônibus […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Motocicletas e Poluição | Giro Courier

    […] de S. Paulo UOL Vá de Bike 1 | […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Gabriel

    Este artigo é tendencioso, que modelo de moto foi porto como modelo para os teste? as motos hoje em dia tem injeção eletrônica e carros, ônibus e caminhões velhos e fumacentos todos nós já cansamos de ver nas ruas.
    Concordo que as bikes deveriam ser o meio de transporte ideal associadas aos trens e metôs mas uma moto ocupa o mesmo espaço de uma bicicleta nas ruas, alem de ser muito mais rápida.
    Há uma intenção das companhias fabricantes de carros e dos consórcios das empresas de ônibus em boicotar as motos pois custam muito menos do que um carro e muitas pessoas deixam de usar os ônibus e passam a usar as motos seja por uma questão de economia de tempo ou dinheiro. Usam do subterfúgio de que o ideal seriam as bikes e usam dessa imagem ecologica que as bikes acertadamente possuem como estratégia de marketing para alavancarem as vendas de carros. Já as empresas de ônibus usam da imagem de veículo perigoso que as motos culturalmente possuem para amedrontar o possível usuário desses veículos.
    O fato é que as motos são uma alternativa muito acertada hoje em dia tanto pela rapidez, baixo consumo de combustível e de custo baixo de aquisição e manutenção e dizer que uma moto polui o mesmo que um ônibus é muita cara de pau.

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • Que tal um entregador de bike no seu trabalho? « Outras Vias

    […] É uma tendência que qualquer empresa que se diz preocupada com o meio ambiente deveria seguir. Afinal, mesmo que você não esteja tão preocupado assim com a qualidade de vida das pessoas que trabalham com você ou para você, motivos para incentivar entregas de bicicleta não faltam. Como bem apontou o Willian Cruz no vádebike.org em um texto a respeito, as motos poluem mais do que os carros. Nada menos do que doze vezes mais. Doze vezes! Motos poluem mais do que ônibus até! […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Teste comprova: ônibus no corredor é mais rápido que carro | + Vá de bike! +

    […] neste artigo por que o uso do ônibus diminui os congestionamentos, melhora a qualidade do ar e evita prejuízos […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Bikeboy: incentive essa idéia | + Vá de bike! +

    […] Entregas feitas por ciclistas, em empresas especializadas e com entregadores treinados, custam bem menos que entregas motorizadas e não poluem o ar que respiramos, entre outras vantagens. Uma moto polui cerca de doze vezes mais que um carro e, por incrível que pareça, até mesmo mais que um ônibus. […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • eduardo luedy

    prezado William, sou fã desse blog. Vc, definitivamente, é o cara!
    Prendo muito aqui e sempre tento divulgar os interessantes textos que encontro aqui.
    Parabéns!

    Thumb up 1 Thumb down 1

  • Fabio N

    William Cruz, Obrigado pelo detalhamento.
    156 já liguei várias vezes e desisti há muito tempo. Duvido muito da eficácia deste serviço.
    Com os legisladores não acredito que dê resultado. Até porque , não vejo de que forma eles podem ajudar.
    Direto com as empresas. Boa. Vou tentar.
    Uma coisa simples que melhoraria muito a vida dos usuários de ônibus seria colocar uma placa em cada ponto de onibus, informando sobre as linhas e horários. Não exige lei nova. O custo é rídiculo. Por que não fazem?
    E se não fazem algo tão simples quanto placas informativas em pontos, não tenho esperanças quanto a outras mudanças mais significativas e necessárias.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Willian Cruz

    Oi Fábio. Bastante oportuna sua colocação, merece um texto todo falando sobre o assunto.

    Devemos cobrar, das empresas e do poder público, ações e melhorias. Mas como?

    As prefeituras geralmente tem algum canal de comunicação com o cidadão. Em São Paulo existe o telefone 156 e o site http://sac.prefeitura.sp.gov.br .

    Também devemos cobrar ações e posturas dos vereadores, afinal nós os elegemos. Alguns vereadores têm seus próprios sites, mas o site da Câmara Municipal de São Paulo tem o telefone e e-mail do gabinete de todos eles: http://www.camara.sp.gov.br/vereadores.asp

    Deputados e Senadores também têm seus canais de comunicação, nos sites dos respectivos órgãos:
    Assembléia Legislativa do Estado de S.Paulo: http://tinyurl.com/3g48bl
    Câmara dos Deputados: http://www2.camara.gov.br/deputados
    Senado Federal: http://tinyurl.com/3sxbyk

    Outro caminho é conversar direto com as empresas que prestam os serviços. Para citar um exemplo, muitos problemas com motoristas de ônibus que colocaram em risco ciclistas nas ruas já foram resolvidos com contato direto com as empresas. Basta encontrar o site da empresa e obter um telefone de SAC, e-mail de contato ou formulário de “fale conosco”.

    A maioria das empresas importa-se com a opinião dos clientes ou usuários, mesmo quando parece que não ligam. Como dizia uma pessoa que conheci, “reclamação de cliente é consultoria de graça”. O cliente que reclama mostra os pontos falhos do produto ou serviço e indiretamente colabora para a melhoria deles, por isso sua opinião costuma ser valorizada.

    Outra maneira é participar de manifestações populares (lembrando que manifestação não é o mesmo que baderna). Manifestações legítimas, que os acomodados costumam tachar de “coisa para quem não tem o que fazer”, chamam atenção para direitos da população de forma pacífica
    e inteligente. Mostrar que existe quem se importa a ponto de se manifestar publicamente (mesmo tendo outras coisas importantes a fazer na vida), demonstra que há quem se preocupe com o assunto, há quem exija melhorias, há quem lute por seus direitos, e que desrespeito a eles não deve passar em branco. Manifeste-se, colete assinaturas para um abaixo assinado, peça apoio a um vereador simpático à causa que possa levar a reivindicação para discussão na câmara, exerça sua cidadania e seu direito de participação política, mesmo sem se filiar a partido algum. Todos somos donos da cidade.

    Espero ter ajudado a esclarecer um pouco essa questão!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • guarnier

    Cara, daqui a 10 anos não sei onde vamos entulhar tantos carros.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Fabio N

    “Não seja parte do problema, seja parte da solução “. Reclamar para quem? E como? Por favor, especifique melhor a sua solução de reclamar.

    Thumb up 0 Thumb down 1

Enviar resposta para Gabriel Cancelar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>