World Bike Tour 2012: volte pedalando para casa

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Foto: WBT/Divulgação

Na próxima quarta-feira, 25 de janeiro de 2012, ocorre a quarta edição do World Bike Tour São Paulo, um passeio de bicicleta desde a Ponte Octávio Frias de Oliveira (ponte estaiada) até a USP, pela pista da Marginal Pinheiros, no feriado de aniversário da cidade.

Os 8 mil inscritos ganham uma bicicleta, capacete, mochila, camiseta e diploma de participação. A bicicleta é retirada na largada do evento. Ou seja: você chega sem bicicleta, mas volta com ela. Nesse momento, surge a pergunta…

Como levar a bicicleta para casa?

Nos primeiros anos, as únicas opções para quem não está habituado a pedalar nas ruas eram: estacionar o carro próximo ao ponto de partida e voltar de trem com a bicicleta; estacionar o carro próximo ao destino final e ir de trem até a largada; ou depender de um amigo ou parente para lhe buscar de carro na chegada. Acabavam sendo necessários milhares de carros para transportar as bicicletas de todos os participantes!

Em 2011, ciclistas experientes ajudaram os iniciantes

Sabia-se que muitas pessoas gostariam de pedalar de volta ao ponto de saída, ou mesmo até suas casas, mas têm receio de pedalar pelas ruas. Tendo em mente essa demanda e percebendo que muitos usariam a bicicleta nas ruas pela primeira vez nesse dia, ciclistas experientes decidiram ajudar os participantes em 2011, organizando voluntariamente grupos para voltar à Ponte Estaiada e para chegar a outros pontos da cidade, pedalando a bicicleta nova.

Veja aqui no Vá de Bike os relatos de quem voltou com esses “bondes”. Agora, em 2012, você poderá voltar com os Bike Anjos!

Nesse ano, volte com os Bike Anjos

Pedalar em grupo é seguro e conhecemos caminhos ideais para iniciantes. E muitos dos participantes da ação desse ano são ciclistas que já fizeram isso no ano passado. Guiaremos os participantes pedalando em comboios, que costumamos chamar de “bondes”. Haverá bondes para retornar à Ponte Estaiada, para chegar a estações de Metrô, de trem e para vários bairros de São Paulo.

Portanto, se você quiser levar sua bicicleta para casa pedalando, nos procure na chegada do passeio. Você descobrirá que é possível usar a bicicleta nas ruas com segurança e prazer. E a diversão do passeio continuará até chegar em casa!

Os Bike Anjos são ciclistas experientes que trabalham por uma cidade mais humana, onde todos possam pedalar nas ruas – inclusive você. E a ação desse ano conta com o apoio da Bradesco Seguros, que através do Movimento Conviva demonstra também acreditar que as ruas podem ser compartilhadas entre carros e bicicletas, com educação e respeito de ambos os lados.

Os Bike Anjos JP Amaral e Raphael M. Oliveira, em ação do Movimento Conviva na Ciclofaixa de Lazer. Foto: Conviva/Divulgação

Ponto de encontro

Os ciclistas do projeto Bike Anjo estarão esperando logo ao entrar na USP, identificados por cartazes e pelas camisetas do Movimento Conviva (foto ao lado).

Levaremos grupos ao ponto de partida do evento, para ajudar quem tiver deixado o carro por lá. Outros grupos partirão em direção a estações de Metrô e trem. Como em todos os feriados, o embarque de bicicletas será permitido ao longo de todo o dia. E alguns grupos sairão também em direção a vários bairros da cidade.

Ciclofaixa de Lazer e SOS Bike

A Ciclofaixa de Lazer estará operando nesse dia, facilitando o retorno dos participantes. A estrutura costuma abrir apenas aos domingos e nos feriados nacionais, mas foi feita uma exceção nessa quarta, que é um feriado municipal. Isso ajudará bastante a quem quiser voltar pedalando, ou quem decidir esticar a pedalada depois do evento. Sem dúvida, uma ótima notícia!

Para melhorar, fomos informados de que haverá mecânicos do SOS Bike em meio ao passeio do Bike Tour, ajudando quem tiver algum contratempo com as bicicletas do evento. Eles estarão estreando o novo uniforme, na cor azul, que permitirá identificá-los rapidamente em meio à massa de participantes.

Se você decidir passear pela Ciclofaixa de Lazer depois do evento, pode esticar até o Parque Villa Lobos para tomar uma água de coco. Ou dar uma pedalada mais longa, até a Ciclovia Rio Pinheiros. Para chegar na ciclovia e para voltar de trem ou Metrô mais tarde, veja o mapa elaborado pelo Vá de Bike. Mas passe pela gente para dar um oi e ganhar um abraço! 🙂

Nos vemos por lá!

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

14 comentários para World Bike Tour 2012: volte pedalando para casa

  • marcos h. apparicio

    wbt deveria ser aberto a quem quisesse participar.

    Thumb up 1 Thumb down 1

  • Luciana

    Gostei muito do evento em 2012. Achei que estava mais organizado: bikes em melhor estado, oficinas em boa parte do percurso (e sem mega filas), enfim… deu pra curtir bastante. Só não entendi porque apenas parte da ciclofaixa ficou ativada. O trecho da Juscelino e da Faria Lima fez falta embora já tenha sido um grande avanço se comparado ao ano passado.

    Fica a pergunta? O que fazem com todas aquelas bikes que não são utilizadas no dia da prova? Pelo que vi muuuuitas ficaram por lá, paradas na ponte estaiada….

    Abçs

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Gustavo

    O serviço de Anjos é realmente uma amostra da capacidade de sermos solidários e ao mesmo tempo curtir uma atividade prazerosa.

    Quanto ao WBT, espero que eles tenham se organizado melhor esse ano, pois na edição passada eu fiz minha inscrição (apesar da loucura que foi) e não recebi nada em troca. E para acentuar a desorganização, o telefone de Atendimento (vulgo SAC) era o de um celular!! Adivinha: desligado ou ocupado!!
    Pior é saber que sobraram muitos kits por conta da desorganização deles.
    Mais do que meu dinheiro de volta, eu quero que eventos dessa magnitude sejam sempre standartes de boa cultura, bom relacionamento, qualidade de vida e atendimento.

    Boa sorte a todos nós.
    (Isso me lembra que tenho um processo no pequenas causas, preciso revê-lo)

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • William

    Muito legal esta iniciativa!
    Manter a organização antes e após a corrida.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Wagner Rodrigues

    Infelizmente, a WBT São Paulo só me trouxe decepção. Meu protocolo foi sorteado mas o boleto não foi enviado. Entrando em contato com a WBT ouvi, apenas, que eu não havia feito o pagamento até a data máxima. Insisti dizendo que não havia recebido o referido boleto por e-mail, mas recebi em troca apenas descaso. Se alguém passou pelo mesmo problema, por favor, entrem em contato. Meu e-mail é warodrig@terra.com.br.

    Thumb up 2 Thumb down 1

  • World Bike Tour 2012 | Movimento Conviva

    […] E este ano teremos algumas novidades, como a presença dos Bike Anjos, que auxiliarão as pessoas que quiserem voltar para casa pedalando após o WBT. O evento também terá cobertura em tempo real feita pelo Repórter Conviva, e você pode acompanhar tudo através do twitter @reporterconviva. Além disso, os mecânicos do SOS Bike, que atuam na CicloFaixa de São Paulo, estarão lá para ajudar os ciclistas que tiverem algum contratempo com a bike no evento. E o pessoal ainda vai poder contar com a CicloFaixaSP funcionando normalmente, caso queiram continuar a pedalada após o final do WBT. Quer saber mais sobre o esquema dos Bike Anjos e do SOS BIke, por exemplo? Veja informações mais completas no blog Vá de Bike. […]

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Izabela

    Gente, muito legal essa iniciativa dos bike anjos ajudarem o pessoal a voltar pra casa!

    Eu também quero saber como vai ser isso do pelotão não oficial.
    Não fiz inscrição mas queria ir com a minha bike!
    Será que dá?

    Um abraço
    Izabela

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Legribel

    William, Buenas…!!!

    Ouvi um boato que a Ponte “Estaiada” e mesmo a Marginal ficará fechada por tempo suficiente para passar de bike…!!! Depois do WBT … Tá correto isso ?!?
    Boato “Depois que passar o pelotão “passeio oficial” dá para ir atrás e fazer o mesmo percurso até a USP, uma vez que as vias ainda estarão interditadas.”

    Gostaria de saber até que ponto isso é verdade…!!!
    E saber se vai rolar o bonde dos “excluídos” atrás do passeio oficial…!!!

    Um Grande Abraço e Boas pedaladas…!!!

    Thumb up 0 Thumb down 1

    • Igor Costa

      Ano passado pelo menos, a interdição das vias durou até as 14h ‘-‘

      Thumb up 1 Thumb down 1

    • Willian Cruz

      Legribel, Igor e Izabela (e outros com a mesma dúvida):

      Em outros anos, o pessoal conseguiu ir no final do pelotão oficial, aproveitando o finalzinho da interdição. Mas a informação que eu tenho é que a CET abrirá a marginal logo depois que passar o grupo do WBT. Vocês podem tentar, mas não é nada garantido.

      Em compensação, a Ciclofaixa de Lazer estará funcionando nesse dia. Vocês podem seguir por ela, para ver de cima da ponte Cidade Jardim a massa de bicicletas passando ali por baixo, para depois seguir pelo lado de lá do rio e vê-los chegando na USP.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Carolina Souto

    Excelente iniciativa William… valeu mais uma vez! Vou estreiar nas ruas de Sampa de bike, então pra mim tudo é novidade, estou bastante ansiosa e feliz com essa nova pratica… tenho certeza que vou me apaixonar e nao vou mais parar!

    Voltarei com vcs certeza, mas estou em duvida, esse trabalho de vcs e do pessoal da SOS bike é voluntário ou terá algum custo?

    Um abraço e até dia 25 🙂
    Carol

    Thumb up 1 Thumb down 1

    • Willian Cruz

      Oi, Carol. Que bom, nos veremos por lá! Essa ação dos Bike Anjos e o apoio do SOS Bike são gratuitos, pois contam com o apoio do Movimento Conviva e da Bradesco Seguros. Não haverá custo nenhum. Apareça!

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Lucas

    isso me lembra, na virada do ano, eu fui para Juréia (Iguape) com a minha namorada e passando pela praia de leste e vi um carro com o adesivo do movimento conviva

    Thumb up 2 Thumb down 1

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>