Bicicletas para mulheres

No começo do século XX, as mulheres pedalavam em bicicletas com protótipos bem parecidos: quadros grandes, rebaixados, guidão largo, cestinha, protetor de saias e de correntes. Esse padrão de uso urbano desconsiderava outros detalhes importantes numa bicicleta de mulher como, por exemplo, os tamanhos do quadro e da mesa. Além disso, nessa época o uso mais comum era feito por mulheres cuja estatura média é mais alta que a brasileira e em cidades planas – como Amsterdam, Copenhagen, Nova York – onde o peso da bicicleta é quase irrelevante.

Verônica Mambrini com sua bicicleta urbana que também faz viagens. Foto: Pedalinas

Por isso, meninas, antes de comprar uma bicicleta é imprescindível atentar a outras questões que as diferem entre si, dado que cada pessoa possui um tipo físico e um uso diferente para a magrela – urbano, cicloviagem, competição, corrida, trilha, longas distâncias, lazer e por aí vai. Então antes de tudo é super importante saber que uso se pretende fazer com a bicicleta, mesmo que essa resposta não seja tão objetiva assim.

Dicas rápidas

1. O barato sai caro! Nem sempre (ou quase nunca) a bicicleta mais barata e/ou mais bonita é realmente a melhor pra você.

2. Há uma bicicleta para cada uso, há uma modelo para cada ciclista.

3. Há um tamanho certo de bicicleta para cada tamanho de pessoa.

4. Cada bicicleta tem características e personalidade próprias.

5. A marca dos componentes não importa – o que importa a qualidade.

Taiza usa a bicicleta como transporte e faz treinos de longa distância! Foto: Anderson Barbosa

Como deve ser uma bicicleta de mulher

Independente do modelo – speed, híbrida, MTB – basicamente basta que ela seja uma bicicleta de seu tamanho e ligeiramente mais curta do que a média geral, pois as meninas têm características físicas com diferenças acentuadas em relação aos homens. Não dá pra contar, ainda, com a associação que algumas pessoas fazem a um estereótipo bem limitado para indicar uma bicicleta feminina: a cor rosa e os detalhes de flores na pintura.

Atenção! Uma bicicleta menor não é necessariamente mais curta ou uma mini bicicleta. A regulagem da mesa, as características do guidão e outros fatores influenciam diretamente no estabelecimento de uma postura adequada e correta,  inclusive considerando o ajuste do selim.

Bike Fit

Existem bicicletarias que oferecem aos seus clientes o Bike Fit gratuito na compra de uma bicicleta. A vantagem é que o comprador sai da loja com a bicicleta do seu tamanho, exatamente do seu número e perfeita para seu corpo. Essa avaliação precisa e anatômica sobre os ajustes necessários da bicicleta ao tipo físico – específico e único de cada pessoa – garantem uma experiência de pedal muito mais confortável e saudável, com um instrumento ajustado exatamente para si. Isso evita qualquer tipo de estresse do corpo, como dores nas costas, pulsos ou joelhos.

A tabela com todos os cálculos do Bike Fit é entregue ao ciclista e servirá de base confiável todas as vezes que a pessoa resolver fazer uma nova compra. Informe-se sobre os lugares que oferecem esse tipo de serviço, vale muito a pena.

Também é possível encontrar na internet maneiras de realizar esse cálculo, porém fazê-lo com um especialista no assunto é a garantia de bom resultado para a vida toda!

Observação importante: A falta de hábito com o selim, por exemplo, pode ser responsável por algum incômodo, por isso não se assuste se durante as primeiras pedaladas você sentir dores na região do assento e nas pernas.

Pedalar é uma atividade prazerosa e não pode ser prejudicial ao corpo, principalmente, à coluna, braços e joelhos. Por isso a importância em observar detalhes mais técnicos além das cores e acessórios, pois esles farão a diferença no estímulo (ou desestímulo) da prática, seja para esporte, transporte, lazer ou diversão!

Um agradecimento especial à Talita, que colaborou com este post. Ela é uma das poucas mulheres no Brasil a fazer Bike Fit. Foto: Laura Sobenes


46 comentários para Bicicletas para mulheres

  • Edilaine

    olá tenho 1,53 de altura e possuo mta dificuldade em me adequar a altura da bike, gostaria de indicações

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Mara

    Tenho 1 .57 m e 63 kg;tenho 58 anos ;sempre adorei andar de bike quando adolescente;mas agora estou com vontade de recomeçar.Só não sei o tipo de bike certa pra mim.Quero uma bike pra andar na rua ,no asfalto como os carros;mas pra passeios curtos a princípio.Meu namorado adora andar de bike e está me botando pilha pra acompanhá-lo.Não sei que bike comprar.Moro em Porto Alegre.Se alguém puder me ajudar ,agradeceria.

    Comentário bem votado! Thumb up 111 Thumb down 23

  • Euzena

    Quero uma bike pra pedalar como esporte ir em estradas de chão tbm, nas sou iniciante. Que bike devo comprar. Meço 1,55 mt, obrigada

    Comentário bem votado! Thumb up 42 Thumb down 8

  • Andrea G

    Moro no Reino Unido e vou e volto da universidade de bike todos os dias. Faço compras de bike e faço exercicio pedalando. Vou só listar algumas coisas (assessórios) que foram importantes para mim, mas que apareceram com o tempo e a necessidade. Quem sabe ajude alguem.

    (1) Muitas luzes. Quanto mais forte melhor. É importante ser visto. Até luz no capacete e na mochila vale, mas os essenciais sao os da frente e o de tras.

    (2) Cestinha de vime instalada bem firme. Nao vale as de pano, porque a bicicleta vira um barco a vela, o que pode ser ruim se sua cidade tiver muito vento (como aqui!)

    (3) Bagaggeiro traseiro para cargas mais pesadas. Uso todos os dias, porque mochila nas costas é muito ruim, por mais que esteja leve. O bagageiro dá mais liberdade.

    (4) Para lamas. Ninguem gosta de chegar molhada, mas enlameada é pior! As costas ficam um nojo sem paralamas.

    (5) Pedestalzinho para deixar a bike em pé. Otimo quando ela esta suja demais para estar segurando.

    A último item ainda nao achei para comprar. O ideal é achar uma bicicleta com proteção plástica na corrente para nao sujar a roupa. Senão, tem que ficar prendendo a barra das calças, que é chato.

    Enfim, BOAS PEDALADAS!

    Comentário bem votado! Thumb up 25 Thumb down 2

  • Fernanda

    Olá!

    Tenho muita vontade de pedalar mas morro de medo! Moro em São Paulo e, apesar de o projeto de ciclovias estar evoluindo, não consigo me imaginar pedalando ao lado dos carros, ônibus… Vocês indicam algum trabalho específico para o caso? Tipo “Perca o medo de andar de bike em SP”? rs…

    Adorei a matéria!
    (pelo menos como escolher uma bike eu já sei).

    Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 0

    • Fernanda, um Bike Anjo pode te ajudar com isso: http://vadebike.org/bike-anjo/

      Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

      • lucia Helena Alves Barbosa

        Fernanda
        Pedalo em São Paulo há alguns anos… e vc tem razão, pedalar entre os carros é b em complicado. Porém, sou de um agrupamento cidadino que não teve jeito, teve que enfrentar os carros. Hoje os motoristas já estão bem mais educados para aceitar o ciclista, mas ainda é perigoso… o ideal é andar nas ciclovias.

        Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

    • Euan

      Olá Fernanda.
      Sou gringo. Sempre tinha costume de andar de bike na cidade (Toronto). Agora em SP to indo e voltando de trabalho com a minha mulher Brasileira todo dia! Ela tinha muito medo também. Mas realmente não é tão ruim. A grande maioria dos motoristas estão respeitando bastante. Não é fácil e não podemos relaxar muito no caminho mas é acaba sendo muito agradável ainda assim! Vem pedalar!

      Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 0

  • dirnei

    olá, sou de Curitiba, e tenho como hobby, ressuscitar bicicletas femininas antigas, como monark brisa, caloi ceci, monark senhora, monark ipanema, enfim somente estes modelos, na verdade estes modelos estão desaparecendo rápidamente, e eles tem uma adaptacão extraordinária para passear de bike, seja mulher,homem, adolescente em geral, ficam deliciosas de pedalar.
    obs: eu citei ressuscitar porque eu compro quadros, ou bikes em estado terminal, e mando pintar, e mando regular ao meu gosto, claro voltado para o público feminino. é isso um abraço.

    Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 1

    • Ola, se ler esse comentario, por favvor entre em contato, preciso de uma historia de empreendedorismo, para uma materia.

      AT, Carol

      Thumb up 0 Thumb down 0

    • Dora

      Dirnei,

      Tenho uma Caloi antigona e queria arrumá-la mas aqui em salvador não encontrei ninguém que se interesse em fazer essa arte. Daí gostaria de colocar a mão na massa e deixar a minha bike antiga lindona novamente. Será que você poderia me dar algumas dicas?
      Obrigada.

      Thumb up 0 Thumb down 0

      • clarissa

        Dora, se passar algum dia por Aracaju tenho um contato que pode te ajudar com o restauro. Mas de uma olhada melhor, salvador é uma cidade grande, com certeza tem alguem que possa ajudar. Procure pelos grupos de pedal. Boa sorte!

        Thumb up 0 Thumb down 0

    • Simoes josé

      Dirnei, pode mandar seu tel ou endereço, para negociar uma bicicleta de mulher reformada, para comprar.

      atenciosamente,
      Simões José
      Curitiba.

      Thumb up 0 Thumb down 0

    • clarissa

      Eu e meu namorado fizemos isso com duas monarks brisa. Perfeita pra pedalar, tanto pra homem quanto pra mulher. Detalhe, tenho 1,63m e ele 1,82m.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • tiyoko

    Eu usei muito a magrela no Japão cujo modelo é adequado para senhoras de todas as idades ,por seu modelo padrão com o esquadro rente a pedal dando facilidade de uso para idosos também,ela eram parecidas muito usadas na Europa. nao consigo anexar uma foto mas ,se buscar como os japoneses e japonesas usam a bicicleta ,verão o que estou querendo falar, o que aqui no Brasil eu não encontro para comprar.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Ibrahim

    Cheguei a una conclusão: pedale em uma ruim e chegarás em uma boa…

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Ola eu tenho uma bike ha dois mese e meio,eu tinha andado de bike ha 48 anos atráz,então estou com mto medo ja tentei andar e não consigo,acho que não confio em mim própria,morro de medo de cair esse negócio de quem ja andou de bike nunca mais esquece? não esta fazendo jus ao coment´rio!Duas amigas ums tres vezes seguraram dos lados e eu fui pedalando tda feliz,mas é só elas soltarem que minha alegria acaba.Não sei até qdo vou ficar com medo assim!morro de vontade de sair pedalando vajo os outros e me parece tão facil,ainda mais que moro na praia.Moro em Mongaguá Litoral Paulista……bairro Agenor de Campos bjs

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Leonardo

    Uma coisa que acho interessante adicionar é a necessidade da bike, além de ser a ideal, estar devidamente revisada e preparada pra enfrentar o dia-a-dia.

    Já contei esta história na página do Face, sobre uma moça que pedalava uma Easy Rider feminina na ciclovia da Ana Costa… além dela estar “lutando” com a bike era notável a falta de uma revisão de entrega. Cada freada era uma chiadeira de fazer inveja pra trem da FEPASA. E era uma bike nova, aparentando ter saído da caixa no dia anterior… no mínimo deram a ela uma que já tava montada no showroom da loja e vamo-que-vamo.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Sama

    As dicas são bastante válidas, as segui e consegui comprar uma bicicleta que hoje de fato é a “extensão do meu corpo”, tão perfeitinha e confortável que não consigo me imaginar em outra bike por mais cara que seja. Vou contar aqui minha experiência pq talvez ajude alguém a não desistir como quase aconteceu comigo:

    Há uns 3 anos e meio decidi voltar a andar de bicicleta, como não sabia absolutamente nada sobre bicicletas, acabei levando em consideração o meu conhecimento da adolescência e comprei uma Caloi Aluminium com Quadro 19″ (q é uma bicicleta bem em conta), no começo quando eu só andava no final de semana no parque e era tranquilo, mas quando eu decidi levar a coisa sério e andar diariamente comecei a sentir muita dor nas costas e quase larguei mão.

    Mas antes de desistir de vez decidi pesquisar na internet alguma solução e descobri que o tamanho do QUADRO da bike era totalmente errado p/ meu tipo físico, foi quando descobri o tal do bike fit, fiz e descobri que o quadro ideal p/ mim seria algo entre o 15″ e 17″, ainda sim fiz diversos “test drives” e visitei diversas lojas diferentes, não comprei a primeira que apareceu e abstraí totalmente em relação a aparência ou marca. Também consultei diversos sites e foruns, muita pesquisa mesmo.

    Demorou mais de 1 mês p/ encontrar a bicicleta ideal p/ mim, ela não foi tão barata, mas valeu cada centavo, tem o tamanho certinho, os acessórios e componentes ideais p/ mim e consigo passar o dia pedalando sem dor ou incomodo.

    Acho q a aparência é o de menos e mas deve ser o ultimo item a ser considerado.

    Comentário bem votado! Thumb up 27 Thumb down 4

    • Ótimo depoimento, Sama, obrigado! Comprar uma bike que se adeque perfeitamente a você dá um pouco de trabalho mesmo.

      Thumb up 3 Thumb down 0

    • sandro

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 7

  • Marilia Barbosa

    Obrigado pelas dicas….desisti de comprar via internet…vou procurar uma loja especializada, e se alguem souber em Jundiaí, SP dá um toque…e já deixo o convite para a gente fazer um grupo para as próximas pedaladas..pq vou tá na área!!!!quero dizer…no parque da cidade!!!!!abraços

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Ainda não tinha lido este post. Toques sempre muito úteis! Minha bike é uma mtb Scott Contessa (sim, condessa em italiano!) e é cor-de-rosa (sim, porque adoro esta cor mesmo!).

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Geni

    lembrem das pessoas que moram longe dos grandes centros que nas lojas poucas opcoes têm de compras, imagine um bike fit…!
    Vc chega em uma loja p comprar e encontra um, 2, no maximo 3 modelos pra escolher… vai p internet comprar e as pessoas sugerem que vao as lojas e escolham vendo, pegando, sentando… nao dá! Precisamos comprar na base da teoria apenas e torcer para dar certo. É assim que tenho feito com compra de TV, hometheater, geladeira, armarios, guardaroupas etc… compro tudo pela net!
    Vou comprar uma bike agora, e que seja o que Deus quiser!!!

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  • Barbara Mendes

    A altura do selim também faz muita diferença. Quando eu comprei minha bike eu queria me sentir com a postura que devemos ter sentados, então abaixei bem o banco e pedi um guidão alto. Parecia uma maria Cotinha pedalando uhahah. Meu marido reparou e me chamou a atenção para a altura do banco e a posição do guidão, depois que eu subi o banco e inclinei o guidão para a frente, minha velocidade aumentou e a dor nas pernas praticamente sumiu.
    Isso porque foi um toque do meu marido, imagine o que um bike fit não pode fazer!

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Bem como eu pedalo a 20 anos acho que um fator chave é o tamanho da bike se comprar grande pode causar grandes lesões na coluna e forçar as pernas então uma dica compre bike sempre do seu tamanho para não ter que forçar em demasia e causando assim diversas lesões…Obrigada.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • [...] Então para dar uma forcinha pra quem está querendo comprar uma magrela, separamos aqui algumas diquinhas dadas pelo pessoal do Vá de Bike. [...]

    Thumb up 3 Thumb down 0

    • Denise

      Quero comprar uma bike para iniciar pedalando em SP e depois fazer passeios mais longos, viajar.
      Meço 1,67, pernas- do ossinho até o chão: 1,00, tronco – do ossinho até ombros: 0,48.
      É assim que mede? rsrs
      Grata.

      Thumb up 3 Thumb down 0

  • Elisa Barcellos

    Oi! Achei super legal o artigo! Você sabe delojas aqui no Rio que fazem bike fit? Adoraria saber, pois depois de anos sem bike vou comprar uma.
    Parabéns pelo trabalho e vcs!
    Abraços!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Raphael

    Olá! Trabalho com venda de bicicletas e gostaria de oferecer o serviço aos meus clientes. Onde posso fazer um curso sobre realização de Bike Fit?

    Muito obrigado.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fernanda Cruz

    Ótimo texto! Acabei por fazer tudo o que foi indicado ao comprar a minha Bike. De cara, escolhi um modelo feminino não só pela cor, mas, principalmente, pelo quadro. Depois fiz um Bike fit com profissional especializado: acabei trocando selim, mesa, manopla e acrescentei o bar end. Também troquei os pedais, coloquei um híbrido que me permite pedalar com ou sem clip. Por fim, ajustei a posição do clip na sapatilha no fit. Resultado: as únicas dores que tenho são fruto do esforço físico. Articulações e colunas passam incólumes pelo pedal, exatamente comi deve ser!

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Luciana - A mãe que pedala

    Aline, ótimo texto!

    Bora trazer as mulheres para esse mundo tão bacana que é o da bike!

    Abraços!

    Thumb up 3 Thumb down 0

    • Eu estou trazendo muitas mulheres para esse mundo,já por 2 décadas faço isso e agora estou em Jaú SP,e faz 5 meses que estou por aqui até este momento consegui 5 pessoas para nosso mundo e até o final do ano vou multiplicar com certeza …. Bikebj..

      Thumb up 2 Thumb down 0

  • Tatiana

    Muito legal a matéria!! É uma pena que no Brasil ainda não existam modelos femininos de qualidade e com estilo a preços acessíveis…

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • É verdade Willian, o bom é pesquisar antes, pegar uma bike emprestada para ver o que te incomoda ou o que acha legal. Algumas dicas são importantes, pra mim por exemplo, o selim tem que ser confortável, quando você faz um passeio de mais de 20km, isso é importantíssimo! Tem que ter facilidade para adaptar a altura. A mesa também tem que ser adaptável. Mas pelo que percebo, quem anda de bike, está sempre adaptando, trocando as peças e procurando melhorar conforme o seu gosto. E isso é outra vantagem da bike, as peças não são caras e você tem toda liberdade para usá-la como quiser. Boa Sorte Tania! Depois conta como foi que se saiu. Bjs.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • tania

    Gostaria que me indicassem alguns modelos , pra que eu assim possa tentar achar o mais apropriado pra mim. obrigada

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • tania

    gostaria de comprar uma bicicleta , mas estou lendo o site e ainda continuo na duvida , qual compra, ja que nao ando de bicicleta a muitos anos . como faço pra saber o melhor modelo.

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • LiFerrari

      Oi Tânia!
      Eu concordo com o Willian, o melhor é ir numa loja e experimentar.
      Comecei andar de bike há pouco tempo e quando fui comprar a minha pedi o que na minha cabeça deixaria a bicicleta mais confortável como banco (selim) maior, “guidão” mais alto e 03 coroas, pra ter a pequena e conseguir ter mais facilidade pra andar. Depois que fiz um percurso de 42 km nela vi o quanto eu errei na configuração. O banco mais largo realmente é mais confortável mas por ele ser mais largo acaba tendo contato com uma parte maior do seu corpo, e isso não foi muito bom, pois muitas partes acabaram ficando muito doloridas. O guidão ser mais alto acabou jogando ainda mais o peso do corpo no banco, não distribuiu bem o peso entre pernas e braços, o peso todo ficou centralizado no banco e a coroa pequena só fez eu me matar de pedalar e não sair do lugar, acabei ficando sem força pra subir.
      A que estou usando agora é híbrida, ou seja, corpo e guidão de mountain bike e pneus de speed, além do banco ser bem mais estreito mas ainda sim confortável, não é duro. Acabou distribuindo o peso do corpo em 03 pontos, não me deixa dolorida e ficou muito mais fácil de pedalar.
      Se você puder gastar num quadro um pouco mais leve, é muito bom é uma das coisas que também faz muita diferença quando você resolve encarar uma subida.

      Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 0

  • André Mezabarba

    Isso vale para todos os ciclistas: esportistas, ocasionais, urbanos… mulheres, homens.
    O Ideal é que a bike se torne uma extensão do corpo, que traga prazer ao pedalar – onde os fatores como tamanho das peças (quadro, mesa, guidão) e ajustes (posição do selim, inclinação e altura do guidão) fazem muita diferença, assim como uma boa escolha dos componentes que trarão junto com eles a confiança – e por experiencia própria – nos últimos 6 meses ou mais meus únicos problemas foram furos nos pneus e necessidade de limpeza e lubrificação de relação de marchas.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Oi Willian, adorei as noticias acima. Por enquanto acho que sou a PRIMEIRA MULHER A USAR UMA FELISA pra tudo.
    A Felisa é a minha bike eletrica , a qual vendo e leva o nome de meu pai . Ele foi homenageado pela Porto Seguro e a ideia foi minha que sou conrretora de seguros . Minha FELISA me leva pra todos os lugares e acho que essa bike é ótima PRA MULHER porque eu faço supermercado, sacolão, vou pro tabalho , e ela me ajuda muito , principalmente nas subidas, pois posso pedalar o TEMPO TODO e uso o motor como uma auxiliar. E digo que é otima pra mulher porque n´so temos menos força nas pernas e essa bike na subida é maravilhosa, porque consigo pedalar o tempo todo e o motor faz com que eu consiga terminar uma subida puxada e nas arrancadas eu consigo ir bem a frente dos automóveis o que me dá muita seguranaç e tranquilidade . Consigo pedalar sempre bem chique e de salto.

    Thumb up 0 Thumb down 4

    • Andreas

      Patrícia,

      Fico feliz que consiga usar a bike no seu Dia-a-dia, só te dou um conselho, leve o Salto na Bolsa ou no bagageiro, pedalar de salto alto deixa teu pé numa posição que favorece as lesoes, alem de drenar a força da sua pedalada.

      Leve sempre com voce uma sapatilha com solado de borracha ou um tenis, e coloque o Salto apenas no seu destino… sua saúde agradecerá no longo prazo ;)

      Thumb up 2 Thumb down 0

  • Oi Willian, adorei o post! Infelizmente ainda somos minoria no mundo pedalante. Algumas mulheres acham que se trata de um esporte masculino, ou que isso não combina com elas, ou que nunca conseguiriam usar uma bike como um veículo de transporte porque não iriam chegar destruídas ao destino, rsrs. Falta estímulo as vezes, falta conhecer o estilo feminino para bicicleta. Falta conhecer o estimulante mundo Cycle Chic! Rsrs. Abs.

    Comentário bem votado! Thumb up 11 Thumb down 0

  • Andrea

    Bom dia !

    Adorei, vou pegar essas dicas para quando for comprar minha proxima bike … Rsrs
    Bjs

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>