Compartilhe as ruas – vídeo de uma campanha canadense

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

O vídeo abaixo, com legendas preparadas pelo Vá de Bike, é de uma campanha da Share The Road Cycling Coalition, uma organização sem fins lucrativos que representa os ciclistas da província de Ontario, no Canadá. A campanha inclui comerciais de TV, rádio, impressos e digitais, focados em lembrar motoristas e ciclistas sobre a importância de compartilhar as vias. Teve apoio financeiro da Canadian Automobile Association (!) e do Ministério dos Transportes de Ontário.


(se o vídeo acima não abrir, veja o original sem legendas aqui)

Obs.: O termo “big brother” é utilizado no vídeo para representar o trabalho voluntário de atuar como irmão mais velho de crianças carentes/órfãs, conhecido por esse nome em alguns países. Por isso traduzimos como “irmão voluntário”.

E por aqui, quando teremos uma campanha como essa?

A Share The Road Cycling Coalition

A STR trabalha para tornar a província de Ontario cada vez mais amiga dos ciclistas, atuando em conjunto com outras organizações e também com órgãos do governo.

Foi fundada por Eleanor McMahon, uma profissional de comunicações e marketing que atuou no mercado por mais de 20 anos, chegando a ser Vice-Presidente em algumas empresas. Desde a morte trágica de seu marido, atropelado por um caminhão em 2006, Eleanor vem trabalhando para promover mudanças na legislação de Ontario, realizando palestras sobre transporte ativo e atuando como presidente da Share the Road Cycling Coalition.

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

15 comentários para Compartilhe as ruas – vídeo de uma campanha canadense

  • José Carlos Pinto

    Boa noite.

    Sou construtor de protótipo deste site, conheci um ciclista com pensamentos sadios e edificantes para a sociedade e queremos ajudar a população a ter mais qualidades de vida e alegria por isso trabalho com carinho no mesmo.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • silvia

    LINDO DEMAIS! o vídeo, as imagens e a mensagem

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Rafael Gomes

    Será que alguém consegue esse vídeo em mp4, avi ou afins? Para que eu possa traduzir?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Rafael Gomes

    Vou tentar traduzir o vídeo 😀

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Kiko Morente

    Para mim, o grande trunfo desta campanha é colocar o foco no ciclista, e não no carro. Infelizmente muitas campanhas e palavras de ciclista preferem demonizar o carro ao invés de falar bem da bicicleta/ciclista.

    Carro é um modal importante de deslocamento e vai continuar sendo. Nenhum motorista gosta de ter o dedo colocado na cara e ser chamado de “motorizado” ou “potencial assassino”. Fazer isso só abre brecha pra sermos chamados de “potenciais suicidas”.

    Muitas pessoas usam carro porque não vem na bicicleta um meio viável de locomoção. É isso que temos que mudar. A maneira de seduzir o motorista é mostrando os nossos “atributos” e não xingando a esposa/marido dele.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Adrianno Sakamoto

    Gostei da campanha que incentiva o compartilhamento. Um bom exemplo que podia ser seguido no nosso país apesar de só isso não bastar dependendo da cidade. Há problemas estruturais mais por baixo que não estimulam essa iniciativa fora que não fomos educados para o respeito diferente do Canadá.

    Morei um tempo no Japão e fazia quase todos os deslocamentos de bike. Compartilhavamos calçada e vias sem mistérios pois a maioria das vias estava preparada para tal.

    De volta ao Brasil ainda consigo andar de bike com alguma tranquilidade como comentei outras vezes por causa das ruas mais calmas e das ciclovias.

    Abraços,
    Adrianno – São José dos Campos – SP

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Roberson Miguel (@biosbug)

    Vou providenciar camisa com uma dessas legendas, acho muito educativo e não afronta os demais motorista.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • RICARDO CAMARA

    O filme me convence cada vez mais de uma coisa: precisamos de ciclovias porque não existe respeito à bicicleta. Perceberam que no filme não aparecem ciclovias ou ciclofaixas? Atores ou personagens convidados a participar deste filme correriam risco de vida ao efetuarem uma filmagem destas por aqui. Pelo menos no Rio de Janeiro.
    É urgente que hajam campanhas educativas neste sentido.

    Thumb up 1 Thumb down 2

  • anderson Diego Gama Reis

    esse vídeo é a mais pura realidade, pena que poucas pessoas tem a consciência disso, parece que são tomadas por alguma espécie de transe veicular, pois, quando são pedestres, falam que os motoristas são muito agressivos, porém, é só entrar em um carro e tomar a direção para se tornar um mostro da selva de pedras também! Temos que incentivar as reflexões.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • Wagner Mitsumaru Menescal Hirata

    Quando pensei em elaborar panfletos simples de conscientização para distribuir quando eu estivesse na rua para pessoas que estivessem motorizadas um amigo que trabalha com comunicação e propaganda disse que informações não bastavam, tem que tocar as pessoas com mensagens dramáticas ou com humor, humanizando a idéia sem ser entediante.

    Essas campanhas humanizando o trânsito tiram lágrimas dos olhos de algumas pessoas, mas ainda assim sempre deixam de alcançar pessoas que usam seus veículos por status para impressionar outras pessoas, bêbados, ou simplesmente pessoas que não se importam com o próximo.

    Todo dia quando saio de casa de Bike, saio consciente e prevenido, tento fazer tudo que é possível para chegar vivo ao meu destino e deixar uma boa impressão no trânsito com minha bicicleta. Mas além disso eu tambem peço a Deus que me proteja e seja minha sorte por que um dia se quiserem me acertar nas ruas me acertarão…

    Bela campanha

    Comentário bem votado! Thumb up 15 Thumb down 0

    • Luciano de Araujo

      Wagner,

      Compartilho dos mesmos sentimentos. Inclusive já tive a mesma idéia de elaborar panfletos para distribuir. Realmente, o que escapa ao nosso cuidado só podemos confiar a Deus.

      Boas pedaladas.

      Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>