Ciclovia em São Paulo foi fechada por um muro

Por onde o ciclista passa? Ali, ó, onde esse ônibus está passando bem rápido... Foto: Eli Aguero

Por onde o ciclista passa? Ali, ó, onde esse ônibus está passando bem rápido… Foto: Eli Aguero

Ciclistas que tentaram utilizar a ciclovia Caminho Verde (Radial Leste), em São Paulo, na sexta-feira 9 de agosto, tiveram uma surpresa desagradável, que colocava suas vidas em risco: um muro bloqueava tanto a via para bicicletas quanto a calçada, impedindo totalmente a passagem. Ciclistas e pedestres eram, obrigados a descer à via, caminhando ou pedalando pela faixa de ônibus, na altura da estação Carrão do Metrô.

O Vá de Bike tentou contato com a assessoria do Metrô às 13 horas da sexta-feira, mas foi ignorado, não recebendo nenhuma resposta até a publicação desta matéria, às 21h. Já ao portal G1 a assessoria respondeu, afirmando em nota que está “reconstruindo o muro de proteção da Linha 3-Vermelha, paralelo à ciclovia Caminho Verde, no trecho entre a estação Carrão e o Viaduto Conselheiro Carrão e vai providenciar a retirada do muro que obstrui a ciclovia neste final de semana”.

Ciclista utiliza a via dos ônibus para desviar do muro. Imagem: Annie Zanetti / CBN / Reprodução

Ciclista utiliza a via dos ônibus para desviar do muro. Imagem: Annie Zanetti / CBN / Reprodução

Irresponsabilidade que pode causar mortes

O Vá de Bike considera criminosa a colocação de um muro em toda a extensão da ciclovia e da calçada, obrigando as pessoas a pularem o guard-rail e usarem a via dos ônibus. Certamente a Companhia do Metropolitano de São Paulo será responsabilizada caso ocorra alguma morte nesse trecho.

Não se trata apenas de dificultar a passagem, mas de colocar diretamente em risco a vida de pessoas, e não há desculpas para isso. Sendo realmente imprescindível fechar todo o trecho, deveria ter sido reservada uma parte do leito carroçável para a passagem de pedestres e ciclistas, isolando-a com cones, cavaletes ou tapumes, além de sinalizar de maneira clara para alertar os motoristas.

Na via em questão é comum o abuso na velocidade, principalmente à noite. O tráfego é volumoso e rápido e a presença da bicicleta não é bem aceita pelos motoristas, motivos pelos quais a ciclovia foi criada.

Indignação

Eli Aguero tirou a foto que abre essa matéria às 6h15, quando ia para o trabalho. “Eu passo aí todo dia, pois moro na V. Guilhermina e trabalho em Pinheiros”, conta Aguero. Segundo o ciclista, esse muro foi construído para transformar a ciclovia em um depósito de material para uma obra que está sendo feita no local, para aumentar o muro do Metrô.

O ciclista afirma que a construção de pequenos muros como esse já vem sendo feita há algum tempo. “Eles fecham um pedaço da ciclovia para subir o muro e quando terminam avançam para outro trecho. O problema é que dessa vez não tem calçada”, desabafa. Ele ainda nos contou que havia mais de um muro nesse trecho e as pessoas tinham que pular o guard-rail para seguir pelo asfalto, na pista dos ônibus.

Vídeo

Veja abaixo, em vídeo da CBN, ciclistas e pedestres tendo que se arriscar na via para desviar do muro:

Liberação

Segundo o Portal G1, o muro foi retirado no sábado, dia 10, um dia após a denúncia dos frequentadores ao Vá de Bike e a outros órgãos de imprensa. Mas o colega Eli Aguero nos contou que, na segunda-feira 12 de agosto, ainda havia outro muro mais adiante, com espaço para desviar pela calçada.


17 comentários para Ciclovia em São Paulo foi fechada por um muro

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>