Ciclovia em São Paulo foi fechada por um muro

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!
Por onde o ciclista passa? Ali, ó, onde esse ônibus está passando bem rápido... Foto: Eli Aguero

Por onde o ciclista passa? Ali, ó, onde esse ônibus está passando bem rápido… Foto: Eli Aguero

Ciclistas que tentaram utilizar a ciclovia Caminho Verde (Radial Leste), em São Paulo, na sexta-feira 9 de agosto, tiveram uma surpresa desagradável, que colocava suas vidas em risco: um muro bloqueava tanto a via para bicicletas quanto a calçada, impedindo totalmente a passagem. Ciclistas e pedestres eram, obrigados a descer à via, caminhando ou pedalando pela faixa de ônibus, na altura da estação Carrão do Metrô.

O Vá de Bike tentou contato com a assessoria do Metrô às 13 horas da sexta-feira, mas foi ignorado, não recebendo nenhuma resposta até a publicação desta matéria, às 21h. Já ao portal G1 a assessoria respondeu, afirmando em nota que está “reconstruindo o muro de proteção da Linha 3-Vermelha, paralelo à ciclovia Caminho Verde, no trecho entre a estação Carrão e o Viaduto Conselheiro Carrão e vai providenciar a retirada do muro que obstrui a ciclovia neste final de semana”.

Ciclista utiliza a via dos ônibus para desviar do muro. Imagem: Annie Zanetti / CBN / Reprodução

Ciclista utiliza a via dos ônibus para desviar do muro. Imagem: Annie Zanetti / CBN / Reprodução

Irresponsabilidade que pode causar mortes

O Vá de Bike considera criminosa a colocação de um muro em toda a extensão da ciclovia e da calçada, obrigando as pessoas a pularem o guard-rail e usarem a via dos ônibus. Certamente a Companhia do Metropolitano de São Paulo será responsabilizada caso ocorra alguma morte nesse trecho.

Não se trata apenas de dificultar a passagem, mas de colocar diretamente em risco a vida de pessoas, e não há desculpas para isso. Sendo realmente imprescindível fechar todo o trecho, deveria ter sido reservada uma parte do leito carroçável para a passagem de pedestres e ciclistas, isolando-a com cones, cavaletes ou tapumes, além de sinalizar de maneira clara para alertar os motoristas.

Na via em questão é comum o abuso na velocidade, principalmente à noite. O tráfego é volumoso e rápido e a presença da bicicleta não é bem aceita pelos motoristas, motivos pelos quais a ciclovia foi criada.

Indignação

Eli Aguero tirou a foto que abre essa matéria às 6h15, quando ia para o trabalho. “Eu passo aí todo dia, pois moro na V. Guilhermina e trabalho em Pinheiros”, conta Aguero. Segundo o ciclista, esse muro foi construído para transformar a ciclovia em um depósito de material para uma obra que está sendo feita no local, para aumentar o muro do Metrô.

O ciclista afirma que a construção de pequenos muros como esse já vem sendo feita há algum tempo. “Eles fecham um pedaço da ciclovia para subir o muro e quando terminam avançam para outro trecho. O problema é que dessa vez não tem calçada”, desabafa. Ele ainda nos contou que havia mais de um muro nesse trecho e as pessoas tinham que pular o guard-rail para seguir pelo asfalto, na pista dos ônibus.

Vídeo

Veja abaixo, em vídeo da CBN, ciclistas e pedestres tendo que se arriscar na via para desviar do muro:

Liberação

Segundo o Portal G1, o muro foi retirado no sábado, dia 10, um dia após a denúncia dos frequentadores ao Vá de Bike e a outros órgãos de imprensa. Mas o colega Eli Aguero nos contou que, na segunda-feira 12 de agosto, ainda havia outro muro mais adiante, com espaço para desviar pela calçada.

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

17 comentários para Ciclovia em São Paulo foi fechada por um muro

  • Valdemir

    Ridiculo! Simplesmente uma burrice sem tamanho!

    A prefeitura ou o Metrô ou seja lá quem for que cuida da cilcovia, deveria era ter vergonha na cara! Ao invés de fazer coisas IDIOTAS como estas, ou ficar um jogando pro outro, era recapear toda a ciclovia, que já está muito detonada em vários trechos.

    É uma vergonha que a ciclovia que liga o Tatuapé até o estadio que abrigara a copa do mundo de Itaquera não tenha sido ainda recapeada, asfaltada mesmo de verdade, será que a prefeitura ou o metro vão falir se arrumarem de verdade a ciclovia??? Falo em ASFALTO DE VERDADE e não ir lá tapar buracos com cimento e passar uma tinta vermelha como sempre fizeram até hoje.

    Eu fico revoltado pois pedalo lá direto, será que eles não enxergam que esta é uma das cilcovias mais importantes que nós temos pois ela liga vários bairros da Zona Leste, o certo seria estende-la mesmo como esta no projeto até o PQ. D PEDRO, e arrumar toda sua extensão com um asfalto decente!

    Ridiculo a ciclovia do estádio da copa do mundo caindo aos pedaços, todos os envolvidos e responsáveis pela manutanção desta ciclovia deveriam ganhar um troféu bem grande de HONRA A INCOPETÊNCIA E DESCASO com o dinheiro publico!

    Lamentável, mas vamos ficar de olho e exigir destes INCOPETENTES!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Rafael

    Vejam a diferença: http://instagram.com/p/dC1D_3TIfM/

    Obra na Oscar Freire x Rebouças – A calçada foi tomada pela obra, e pasmem, boa calçada provisória foi construída sobre faixa de rolamento.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • danyllo

    Alguém com marreta. quebrem aquilo!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Edu

    Olha como o buzu passa tirando faísca do guard-rail!

    Mais um exemplo do poder público ignorando a sua finalidade, que é servir ao cidadão.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Fabricio Semmler

    Fico envergonhado com uma coisa dessas. É realmente uma grande falta de respeito.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Carlos

      Meu, deixe de ficar envergonhado. As coisas estão desse jeito por causa nossa, que deixamos esse tipo de comportamento, mal-educado e irresponsável, da administração pública, impune. Que comecemos a das algumas lições e feedback para este pessoal.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • Carlos

    ESta situação é semelhante a vivida por todos, quando um carro para na ciclovia, ou até mesmo na calçada, para se ter uma idéia tem um grupo no Facebook mostrando estas infrações:
    https://www.facebook.com/embarqbrasil?fref=ts

    No site do VáDeBike já se falou sobre carros e motocicletas sobre as calçadas e como isto atrapalha a circulação de pedestres e até mesmo ciclistas.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Carlos

    Alguém foi procurar pelo responsável ? Nessa hora o feedback e a empatia e por no lugar dos outros surte bastante efeito.
    E comece a botar a boca no trombone nos jornais e revistas locais, subprefeitura, etc … tem que mobilizar este pessoal.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Carlos

      Ah sim, o responsável foi procurado, que ele saiba, que seus atos terão punição, de uma forma ou de outra. Que tenha mais empatia. Que dê mais feedback ( coloque um aviso do motivo do fechamento e contato ).
      E, que nós também gostaria de ter contato, para parabenizar, elogiar de vez em quanto.

      Thumb up 1 Thumb down 0

      • Carlos

        E vou resgatar o artigo do Arturo Alcorta sobre estas coisas:
        http://escoladebicicleta.blogspot.com.br/2009/07/pelo-menos-fez-algo.html

        Dá o que pensar, não ?

        Um outro pensamento: muita gente fala da educação do povo, contudo, temos um problema com a educação da administração pública. A própria palavra educação denota estado, e, não ação. Ação está no ensino e aprendizagem. E, por consequência, a questão da empatia, se pôr no lugar dos outros tem papel funcamental no ensino e aprendizagem. Como ensinamos a administração pública ? É dando feedback, procurando os responsáveis, mostrando a nossa indignação, e conhecendo os responsáveis, e que as ações deles não sairão impunes. Qualquer ação não sairá impune. Se for boa ação terá como punição, os elogios e aprovações; se for mal, reclamação, crítica, e outras coisas mais.

        Thumb up 0 Thumb down 0

      • Carlos

        Este descaso também nos remete a este artigo:
        “Se vira o problema é seu – Será?”
        http://www.medplan.com.br/materias/3/23733.html

        Thumb up 0 Thumb down 0

  • Estevao Laurito

    O texto do Willian é bem escrito. Uma absoluta irresponsabilidade dessas pode causar mortes. Como é possível um sujeito que coaduna uma obra dessas ainda ter emprego? E por cima ainda se dão ao direito de ignorar absolutamente a tentativa de contato do Va de bike. A partir de agora estou tão irritado que só consigo pensar em onomatopéias!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Davi Marski

    Que negócio mais tosco, solução mais terceiro mundista !!! O Metro tinha que ter uma VERGONHA enorme de permitir um negócio desses. Não tem um engenheiro acompanhando isso aí ?! Nada (NADA) justifica esse tipo de “solução” !

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 1

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>