Ciclovia Rio Pinheiros, em São Paulo, será interditada nesta segunda-feira, 11 de novembro

Foto enviada pelo nosso leitor Bruno mostra folheto que está sendo distribuído nos acessos à Ciclovia Rio Pinheiros.

Foto enviada pelo nosso leitor Bruno mostra folheto que está sendo distribuído nos acessos à Ciclovia Rio Pinheiros.

A Ciclovia Rio Pinheiros será interditada para as obras da Linha 17-Ouro do Metrô, o popular Monotrilho, a partir de segunda-feira, 11 de novembro. Um folheto está sendo distribuído aos ciclistas que entram na Ciclovia.

Como já havíamos divulgado aqui no Vá de Bike, a alternativa oferecida aos ciclistas consiste na utilização da margem oposta do rio, a partir da pavimentação de pista de terra existente hoje. Para chegar ao outro lado do Pinheiros, serão construídas duas travessias: uma na Ponte João Dias e outra na Ponte Cidade Jardim. Nesta última, serão feitos também acessos para a rua. A nova pista, com 8km de extensão, também será compartilhada com veículos de serviço, como ocorre com a ciclovia atual.

Enquanto essas soluções não ficam prontas, o que deve levar de dois a três meses, quatro vans – equipadas com paraciclos em carretinhas – transportarão os ciclistas e suas bicicletas pelo trecho interditado, atendendo assim às normas de segurança da obra.

A alternativa foi apresentada a um grupo de cicloativistas e ao Ministério Público Estadual na última semana, e atende à circulação de ciclistas e à necessidade de continuidade da obra. Entre os cicloativistas que participaram das reuniões e colaboraram para buscar soluções, estiveram representantes das entidades e sites Bicicreteiros, Instituto CicloBR, Ciclocidade, Bike é Legal e Vá de Bike, além do vereador José Police Neto (PSD).

Veja mais detalhes nesta matéria ou em nossa galeria de fotos.

Fique por dentro da interdição da Ciclovia Rio Pinheiros
Ciclovia Rio Pinheiros terá acessos na Ponte Cidade Jardim

Pesquisa traz opinião dos ciclistas sobre as soluções para a Ciclovia Rio Pinheiros

Conheça detalhes das soluções que serão adotadas para a interdição

Apresentação disponibilizada durante a reunião, com informações adicionais

Vistoria avaliou alternativas para o trecho que será interditado

Galeria com as fotos da vistoria

CPTM publica retratação por afirmação sobre Ciclovia Rio Pinheiros

Monotrilho não prossegue sobre ciclovia enquanto não houver alternativa para os ciclistas

Frente à reação popular, Governo de SP decide adiar fechamento da Ciclovia Rio Pinheiros

Ciclovia Rio Pinheiros ficará interditada por dois anos

Mapa com acessos e horários da Ciclovia


5 comentários para Ciclovia Rio Pinheiros, em São Paulo, será interditada nesta segunda-feira, 11 de novembro

  • Renato de Barros

    Pessoal eu estava pensando em abandonar o carro e começar a ir trabalhar de bike e não estava bem informado sobre a interdição da ciclovia (Granja Julieta / Vila Olimpia) , mas pelo que eu pude ver a bicicleta é bem judiada no transporte(video https://www.youtube.com/watch?v=ESV0Yh8OVUI). Lamento por todos os que utilizam a ciclovia principalmente os que utilizam para trabalhar. Ao invés de vã poderiam reservar um vagão de trem somente para os ciclistas nas estações que estão interditadas, seria uma forma menos agressiva neste trajeto para a bike, mas é sonhar demais. Abraços.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Bruno

    E percorre um trecho enorme da ciclovia sem conseguir enxergar justificativa para uma interdição desse tamanho e com essa urgência. A única obra que se via (contando os dois lados) era a cancela com guarita que bloqueia a passagem.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • PEDALADOR

      Como já havia falado em outros topicos, era de se esperar…imaginem que eles iriam transportar os ciclistas no momento que chegassem no ponto de bloqueio…esperam lotar para otimizar as viagens…os ciclistas que esperem…
      Como só utilizo para treino, o que vi hoje me pareceu organizado, mas com esse seu relato, voltei a minha opinião acima.
      Fiquei com uns 6 km para treino, alternando entre idas e voltas, cumpro meu treino de 60 Km diarios, pena de quem depende para ir trabalhar…ferraram a ciclovia, CAMBADA DE INCOMPETENTES !

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • Bruno

    A experiência é desagradável. Eu cheguei ao ponto da ciclovia onde começa a interdição e já havia uma van sendo carregada. O pessoal comentou que esperou 10min até que o transporte chegasse. As bicicletas vão presas numa espécie de paraciclo que equilibra as bikes pela roda (possibilidade de entortar um aro numa frenagem). Em seguida você entra (naturalmente) suado numa van com uma galera na na mesma

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Usuário

    Esta proposta não esta boa além de não esta pronta, por motivo de perder tempo de fazer travessia por escada e caminhada, e mais isso neste horario de verão que normalmente só abre as 5:30 que poderia ser aberta no horário de funcionamento da CPTM….

    Thumb up 3 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>