Ciclista é atropelado e salvo por um colchão

Imagem: Reprodução

Atropelamento com “air bag” instantâneo. Imagem: Reprodução

Aconteceu em março de 2014: o ciclista seguia tranquilamente por uma avenida quando uma caminhonete passa em alta velocidade e extremamente perto, o que por si só poderia tê-lo matado. Praticamente em sincronia com a passagem do foguete, um impacto por trás, de uma carga que caiu do veículo. “Morri”, talvez tenha pensado naquele momento.

Por sorte, a carga que caiu era um confortável colchão, que passou por baixo do ciclista, substituindo sua bicicleta. Atônito, desliza por um momento fugaz como se estivesse em um tapete voador. Depois de pousar, passou alguns segundos imóvel, até entender mais ou menos o que aconteceu. O motorista, claro, foi embora, sem perceber que quase matou o ciclista invisível. Sua pressa não lhe permitiu nem mesmo perceber que perdeu a carga, algo com o que ele se importaria.

O caso aconteceu na Avenida Morenitas, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. As imagens foram gravadas pela câmera de segurança de uma autoescola. Segundo o G1, os funcionários informaram que o ciclista não se feriu. Chegaram a pensar que ele estava carregando o colchão e caiu sobre ele, só entenderam de fato o ocorrido depois de se surpreenderem com as imagens. A reportagem ainda informa que o motorista voltou mais tarde para buscar o colchão. Não deve ter percebido que quase matou alguém, com ou sem colchão se soltando do carro.


5 comentários para Ciclista é atropelado e salvo por um colchão

  • Rodolfo Bandeira

    DEUS É MARAVILHOSO!!!

    Thumb up 3 Thumb down 2

  • Leonardo

    O anjo da guarda desse ciclista fez turno duplo nesse dia…

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • o mais assutador é a mídia tratar esse cara como “sortudo” e colocar a notícia na parte de curiosidades [isso aconteceu em pelo menos 3 portais aqui em BH]. NINGUÉM mencionou a alta velocidade do [desculpe o palavreado William e equipe] DESGRAÇADO FILHO DA PUTA que quase matou esse ciclista. não tomar distância de 1,5m, não reduzir a velocidade ao ultrapassar e ainda andar com carga solta já são 3 infrações, que por pouco não viram crime de trânsito – que, sabemos bem, não daria em nada…

    Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 0

  • ReginaldoPortoAlegre

    Sugiro que não coloquem duas matérias tão distintas juntas. Em Porto Alegre houve uma tragédia dupla. Morreram atropeladas duas universitárias ciclistas.

    Thumb up 0 Thumb down 3

  • Diego

    Na verdade ele foi atropelado pelo COLCHÃO VOADOR! hahaha
    Ainda bem que era um Queen Size, se fosse meu colchonete ele ia cair seco no chão hahahaha
    Não amarraram direito a mudança na caminhonete e o colchão saiu voando da caçamba acertando a bicicleta dele de maneira inacreditável mesmo.

    Thumb up 2 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>