Ciclovia é inaugurada no lugar de antiga motofaixa na R. Vergueiro, em São Paulo

Ciclovia da Av. Vergueiro, ainda sem os tachões (19/08/14): caminho livre para as bicicletas. Foto: Drielle Alarcon

Ciclovia da Av. Vergueiro poucos dias antes da inauguração, ainda sem os tachões (foto de 19/08/14). Foto: Drielle Alarcon

Há quatro anos, em junho de 2010, era inaugurada a motofaixa da Vergueiro, em São Paulo. Com 3,5 km em cada sentido, a proposta era que se tornasse uma alternativa ao tráfego na Av. 23 de maio, onde se pretendia proibir a circulação de motocicletas, mas essa proibição acabou não se concretizando.

Pouco antes da inauguração, a faixa de asfalto que isolava as motos do restante do tráfego amanheceu pintada com bicicletinhas no asfalto, simulando uma ciclovia. A pintura, feira por ativistas durante a madrugada, foi substituída no dia seguinte pela sinalização de uso exclusivo de motos. Mas o recado da necessidade de infraestrutura para ciclistas foi dado e a falsa ciclovia virou notícia na mídia paulistana. A mesma faixa agora se transformou em uma ciclovia oficial, que integra o ambicioso plano de articular 400 km desse tipo de infraestrutura na cidade.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a motofaixa foi desativada porque não chegou a representar aumento para a segurança dos motociclistas. Já para os ciclistas, que não têm a mesma agilidade das motos para fugir de situações de risco, nem a potência de motor que lhes permite acompanhar a velocidade dos carros, o aumento de segurança é bastante claro. Mesmo quando ainda era oficialmente uma motofaixa, o espaço já era usado com frequência por ciclistas que fazem trajetos para o Centro, Paulista ou em direção à Zona Sul.

Veja nossa galeria de fotos da inauguração e o vídeo onde Prefeito, ciclistas e arquiteta da CET falam sobre a ciclovia

No sábado 23 de agosto, o prefeito Fernando Haddad foi cumprimentar os ciclistas na inauguração da ciclovia. A agenda do dia o impediu de pedalar com o grupo, que desceu até a prefeitura junto com o secretário de Transportes, Jilmar Tatto. “Vamos articular as novas ciclovias com três secretarias na cidade de São Paulo: Saúde, Transporte e, agora, Esportes”, disse o prefeito. “Vamos criar planos de ocupação em todas essas secretarias para estimular o uso da bicicleta na cidade de São Paulo.”

Na disputa pelo asfalto, as novas ciclovias têm sido desrespeitadas por motoristas e motociclistas. Questionado sobre como fazer o uso exclusivo para ciclistas ser cumprido, Haddad citou a guarda Civil Metropolitana, que terá um efetivo dedicado a fazer rondas nas ciclovias. “A GCM vai fazer a ronda de bicicleta. Duas mil bicicletas já foram compradas e os policiais estão em treinamento”, declarou o prefeito, que não soube precisar a partir de quando será possível ver a GCM circulando de bicicleta pelas ciclovias. “Motofaixa é uma coisa que só existe no brasil”, afirmou Haddad.

Iniciando nas imediações da estação Vila Mariana do Metrô, o novo trecho compreende as avenidas Vergueiro, Liberdade, atravessa a Praça João Mendes, Praça da Sé, ruas Benjamin Constant, Libero Badaró, Viaduto do Chá e chega à rua Conselheiro Crispiniano, compreendendo cerca de 8 km.

Assine o manifesto a favor de ciclovias em São Paulo – veja aqui


7 comentários para Ciclovia é inaugurada no lugar de antiga motofaixa na R. Vergueiro, em São Paulo

  • eu2

    Finalmente uma ação para tentarmos conviver.
    Muito feliz mesmo com o primeiro passo.
    que venham os próximos!
    uhuu!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Carlos

    Acho que as motocicletas irão usar também a faixa, já que é mais segregada que a antiga motofaixa.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Renato

    Pedalei ontem no trecho novo entre Luz e V.Mariana e gostei muito.

    Essa é o primeiro trecho de ciclovias conectadas. A do Centro velho com o da Vergueiro, através do trecho que passa pela Praça da Sé.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Maria de Lourdes Elias Fidelis dos Santos

    Isso e muito bom talves evite tanto acidentes isso e um bom comeco mas pode melhar muito mais e so querer, como por exemplo educar a populacao a nao jogar lixos fora das lixeiras nem nas calcadas mudaria totalmente a cara de Sao Paulo.

    Thumb up 1 Thumb down 1

  • Sensacional!!!

    Acredito que essa será a principal ciclovia de ligação da cidade.

    Conversando com alguns agentes da CET eles me informaram que a ciclovia poderá se estender até o final da Av. Jabaquara. Esperamos que seja verdade. Assim, São Paulo se tornará uma cidade para se viver e, não apenas para se passar.

    Comentário bem votado! Thumb up 19 Thumb down 0

  • eu

    A revolução está a caminho e nem é tanto no uso em si das ciclovias, mas na mentalidade do pessoal… onde trabalho tem cerca de 800 funcionários, onde só 2 iam de bike antes dessa expansão das ciclovias, agora são 4 mas a mentalidade dos outros é que mudou, quando antes só nos chamavam de loucos, dizendo que era algo extremamente perigoso, agora nos incentivam, dizem que é algo bacana, que querem comprar bikes, pedem dicas, etc… é claro que poucos vão aderir, boa parte vai usar as bikes para passeio, etc, mas a mudança na forma de pensar desse pessoal é algo que sinceramente eu não imaginava que fosse ocorrer tão rápido! Quem sabe, com o passar do tempo, com mais e mais ciclovias, o pessoal não dê o próximo passo, indo trabalhar de bike…

    Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 0

  • Alexandre

    Aguardei muito por esse momento, é uma conquista enorme para a cidade. Espero que seja só o começo de uma revolução. Agora que venham os restante dos 400km. Vejo a cada dia um aumento de ciclistas indo na direção do centro e paulista que vão se beneficiar muito desta ciclovia. Espero que logo seja estendida até o Jabaquara e bairros mais periféricos.

    Comentário bem votado! Thumb up 19 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>