O que levar para a Rota Cicloturística Caminho do Sal (SP)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Sair cedo de casa, ainda com sono, aliado à pressa de começar logo a viagem pode te fazer esquecer alguma coisa importante. E se você nunca fez uma cicloviagem, também pode acabar deixando algo de fora.

Pensando nisso, o Vá de Bike preparou um checklist com tudo que você precisa levar – e mais alguns itens recomendáveis.

Dica: Se você marcar uma opção, quando voltar a essa página ela continuará marcada.

 

Essencial

Água – recomenda-se levar dois litros. Congele parte dela, ou encha de gelo o recipiente para depois completar com água.

Comida - frutas secas, barras de cereais ou mesmo um lanche. É importante levar algo salgado, não leve apenas doces.

Bomba, ferramentas, câmara de ar reserva, kit de remendo (leve mesmo que não saiba usar, você pode pedir ajuda a alguém que esteja com você).

Protetor solar.

Sacolas ou sacos plásticos – para suas coisas não molharem dentro da mochila ou alforge caso chova, mas também para colocar (e carregar) seu lixo e não sujar a estrada e a mata.

Dinheiro – para a passagem de volta (vai que o cartão não passa) e para comer alguma coisa pelo caminho e no final da viagem.

Documentos, carteirinha do plano de saúde, informações sobre tipo sanguíneo e telefones para ligar em caso de emergência.

Ter revisado os freios da bike. Se as sapatas não forem novas, leve dois jogos de reserva, mesmo que não saiba trocar (pode pedir ajuda a alguém). As sapatas mais baratas (que costumam vir nas bicicletas) têm a borracha mais mole e “dissolvem” na chuva, principalmente em estrada de terra, devido à abrasão. Se o freio estiver mal regulado (pegando no aro), gasta mais rápido ainda.

Pneu calibrado corretamente – recomendo 3/4 do limite do pneu, que geralmente vem escrito na lateral. Se você tiver um pouco mais de peso, aumente a calibragem, mas nunca passe do limite.

Capacete – apesar de não ser obrigatório, é bastante recomendável em terrenos com muita irregularidade.

Lanternas dianteira e traseira. Leve mesmo que não planeje pedalar à noite, pois algum contratempo pode forçá-lo a isso.

Aranha (corda elástica, com um gancho em cada ponta). Importante se você voltar em ônibus de viagem, para prender a bicicleta no bagageiro, mas também pode ajudar caso você precise amarrar ou prender alguma coisa. Algumas lojas de bicicleta vendem, mas se não encontrar compre em lojas de acessórios para motos.

Kit primeiros socorros. Não precisa ser nada muito elaborado: spray antisséptico, curativo, gaze, micropore/esparadrapo e um spray para pancadas/contusões.

 

Recomendável

Rota cicloturística Caminho do Sal
Conheça a rota

Veja o mapa

Saiba o que levar

Leia o relato de quem já foi

Câmera fotográfica.

Capa de chuva – pode ser daquelas baratinhas que você compra em banca de jornal, ou improvise um poncho.

Desodorante, toalha pequena (pode ser de rosto, para economizar espaço), muda de roupa.

Repelente. Principalmente se pretende fazer paradas no final da tarde e à noite.

Gel de carboidrato, isotônico.

Óculos – para não entrar poeira nos olhos.

Luvas – para não machucar as mãos em caso de queda ou pelo próprio esforço do trajeto.

Chinelo ou sandália, para descansar os pés na volta (caso volte de ônibus) e não ter que ficar com um tênis molhado, caso tenha chovido.

 

Alguma sugestão do que acrescentar nessa lista? Deixe seu comentário!


3 comentários para O que levar para a Rota Cicloturística Caminho do Sal (SP)

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>