Contra tachinhas em ciclovias, use fita antifuro e siga sorrindo

Tachinhas em ciclovias de São Paulo têm causado transtorno a ciclistas. Foto: Lisa Watanabe/Arquivo pessoal

Tachinhas em ciclovias de São Paulo têm causado transtorno a ciclistas. Foto: Lisa Watanabe/Arquivo pessoal

Alguns ciclistas têm relatado que tachinhas estão sendo colocadas em ciclovias de São Paulo por pessoas que se opõem às estruturas destinadas a proteger quem circula de bicicleta (leia aqui).

Nossas considerações:

  • Isso não vai fazer com que as ciclovias deixem de ser usadas ou que os cidadãos que optaram pela bicicleta deixem de utilizá-la. As ciclovias (e os ciclistas) vieram para ficar, é uma mudança sem volta, por tudo que ela representa para as pessoas e para a cidade.
  • Essa atitude é criminosa pois, além do prejuízo financeiro direto e do potencial prejuízo financeiro e moral indireto (causado pelo atraso a um compromisso, por exemplo), tem também o potencial de causar um acidente que coloque em risco a integridade física e até a vida do ciclista afetado.
  • O problema não é tão grande e disseminado quanto a imprensa tradicional fez parecer: é pontual e eventual (ao menos nesse momento).
  • Chega de divulgar o problema. Não encha a bola de quem está praticando esse crime, essa pessoa quer holofotes e está conseguindo.

Quem pratica esse atentado contra outros cidadãos pode ser processado e responsabilizado pelas consequências diretas, indiretas e potenciais desse ato. Mas será difícil encontrar a pessoa que está fazendo isso, pois ela não tem coragem de mostrar a cara e pratica a sabotagem às escondidas, justamente por intuir que seja uma atitude criminosa.

Como se proteger

Fita antifuro da marca Sttone's. Produzida no Brasil, é uma das opções mais econômicas. Foto: Divulgação

Fita antifuro da marca Sttone’s. Produzida no Brasil, é uma das opções mais econômicas. Foto: Divulgação

Tachinhas são objetos perfurantes e de ponta pequena. Não representam perigo a pneus de carros, que tem uma banda mais espessa, mas podem “picar” a câmara de bicicletas, ainda que de leve, causando nesse caso um esvaziamento lento (ou podem esvaziar de uma vez mesmo).

A maneira mais simples de evitar isso é instalar fitas antifuro nas rodas. Elas são acondicionadas entre pneu e câmara, servindo de barreira contra objetos perfurantes. A marca mais conhecida é a “Mr. Tuffy”, que por ter sido uma das primeiras a chegar no Brasil acabou dando nome informal ao tipo de produto. Mas existem opções de menor custo, inclusive de produção nacional. Consulte um lojista.

O preço varia, mas para as duas rodas você vai gastar algo entre R$ 40 e R$ 120, dependendo do fabricante e da loja (outubro/2014). Vale o investimento, mas se você não pode abrir mão desse valor veja mais adiante a seção “Faça você mesmo”.

Importante: com o tempo, as fitas antifuro deformam e se deslocam, deixando partes do pneu desprotegidas. É importante verificar sua situação depois de alguns meses de uso.

Como instalar

Quando você compra em uma loja, o mecânico fará a instalação para você rapidamente. Mas se você comprar pela internet, por exemplo, e precisar (ou quiser) fazer você mesmo a instalação, o vídeo abaixo, produzido pela equipe do site Pra Quem Pedala, mostra em detalhes como instalar a fita de maneira adequada:

Outras soluções

Câmara de ar "autorreparável" da francesa B'Twin: líquido interior sela pequenos furos automaticamente. Foto: Willian Cruz

Câmara de ar “autorreparável” da francesa B’Twin: líquido no interior da câmara sela pequenos furos. Foto: Willian Cruz

Há produtos aplicados dentro da câmara ou até mesmo do pneu, que os selam por dentro em caso de furo, e até pneus com uma banda reforçada, mas são soluções mais caras e difíceis de encontrar.

Um pneu com essa característica, que pessoalmente uso e tem evitado furos há cerca de dois anos, é o modelo Drifter da Serfas.

Se você conhece outras estratégias para evitar furos, escreva aqui nos comentários!

Faça você mesmo

Foi ver o preço de uma fita antifuro e achou caro? Dá pra improvisar.

Encontramos duas soluções caseiras que prometem substituir a fita antifuro com eficiência. Uma delas, feita com garrafas PET e fita tipo silver tape, está documentada no site BioCicleta. Coom o PET é um material mais rígido, é muito importante não deixar pontas ou rebarbas, que podem acabar causando furos em vez de evitá-los.

Um cinto de segurança de automóvel pode ser reaproveitado como fita antifuro. Foto: Mountainbike.es/Divulgação

Um cinto de segurança de automóvel pode ser reaproveitado como fita antifuro. Foto: Mountainbike.es/Divulgação

A outra solução que encontramos utiliza um cinto de segurança de automóvel e está no site Mountainbike.es. Segundo os espanhóis, ela tem a vantagem de proteger também as laterais dos pneus, além de ter a instalação mais simples.

Peso dinâmico

Qualquer produto ou acessório que acrescente peso às rodas da bicicleta estará criando “peso dinâmico” ao conjunto. Por girar junto com as rodas, esse peso adicional se potencializa, diminuindo um pouco sua performance. Se seu objetivo é esportivo ou se você é tarado por deixar a bicicleta mais leve – e não se importa em trocar a câmara quando ela fura – essas soluções podem não agradar.

Mas quem faz uso cotidiano da bicicleta e a utiliza como transporte vai preferir instalar a fita antifuro (ou outra solução) e, na prática, não vai perceber mudança no peso do conjunto.


71 comentários para Contra tachinhas em ciclovias, use fita antifuro e siga sorrindo

  • Pessoal nós temos fita Anti Furo Stones para pneu de bicicleta Speed, com um preço muito bacana, ideal para reforças o pneu e evitas furos e acidentes. Link: http://www.mundociclista.com.br/fita-anti-furo-pneu-speed-stones-24x2300mm.html

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Luan

    Nooossa que legal essa reportagem, meus pneus furaram 3 vezes nesse último sábado. Farei essa gambi com a garrafa pet, quero ver furar agora
    haha

    Obrigado pela dica

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Lucas Fontes

    Pra evitar esse tipo de situação uso uma câmara de ar velha entre o pneu e a câmara da bike. Funciona perfeitamente bem.

    Thumb up 1 Thumb down 1

  • Juliana

    Estou chocada com o que aconteceu com os ciclistas na Rua Artur de Azevedo. Há muitos anos possuia uma loja nesta rua e tenho certeza que quem colocou as tachinhas foram alguns comerciantes insatisfeitos, pois no local onde as ciclofaixas foram colocadas, eles estacionavam seus veículos e se achavam os donos da rua, principalmente os comerciantes mais antigos do local (situados entre as Ruas Cônego Eugênio Leite e R. Joaquim Antunes. Sofri muito com estas pessoas que como disse se achando os donos da rua picharaam várias vezes meu comércio porque reclamei que estacionavam na entrada de carro de meus clientes. Mais uma vez não posso me identificar por não poder provar quem esta fazendo isso e para não sofrer represálias, mas estou solidaria com os ciclistas e acho uma atitude covarde, como eu também sofri. Espero de todo o coração que vocês peguem estas pessoas em flagrante. (Vou fazer o possível para descobrir e pegar estes covardes em flagrante)
    Atenciosamente

    Comentário bem votado! Thumb up 24 Thumb down 0

  • Leonardo

    A que ponto a intolerância das pessoas pode chegar… espalhar tachinhas na ciclofaixa, que P é essa?
    Isso é coisa de desenho do Papaléguas, meu Deus do Céu.

    Qual vai ser o próximo passo, se encarapitar no topo de um prédio e dar tiro em ciclista como se fosse um Bob Lee Swagger tupiniquim?

    Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 0

  • Amilson

    Hoje 23/10/14 – colocaram tachinha na nova ciclovia da rua Coronel Lisboa ,Vila Clementino , meu colega que vem pro trabalho de bike por sorte não teve o pneu furado.Não entendo porque estão fazendo isso!

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

  • marcio corradi

    Quando vou mais longe costumo levar 1 câmara , e umas chaves , bomba para encher .

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Daniel Martins

    Você é um gênio Zpedro ! Se não tivesse me ensinado q o carro tem rádio e air-bag eu nunca teria notado.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • Marcos Antonio

    zpedro, numa boa, acho que você está reclamando no lugar errado.

    Não vai ser em um site criado para atender aos interesses das pessoas que querem poder pedalar com segurança na cidade que você vai conseguir atingir seus objetivos de proprietário de carro. Não entendo como você ainda não percebeu isto.

    Você sabe que há órgãos próprios para ouvir os interesses colocados por você aqui, inclusive, há uma quantidade enorme de recursos na internet, seja sites ou outros blogs, que defendem os interesses de motoristas. Este pessoal está ansiosíssimo por ter você junto deles e discutir suas idéias.

    E quanto a maneira como você tem demonstrado em defender seus interesses, cuidado com isto. Você corre o sério risco de estar sendo egoísta e egoismo cega. Cega a ponto de, na defesa de seus interesses, poder acabar prejudicando algum ente querido seu sem você perceber.

    Pense que ciclistas não são seres separados do resto do mundo. Ciclistas são pessoas como você, seus filhos (se tiver), mãe, pai, etc.

    Ciclista é apenas uma condição que qualquer pessoa, independentede de raça, credo, classe social ou índole, pode estar apenas pelo fato de utilizar um veículo que denominamos bicicleta.

    Nenhuma pessoa é ciclista em si, nós apenas podemos estar, por alguns instantes na condição de ciclista.

    Lembre-se que o ciclista também pode ser um motorista de carro e lutar pelo direito de dirigir com conforto, segurança e praticidade.

    O ciclista também pode ser pai, mãe, filho, cuidador de pessoas idosas, cuidador de deficientes mentais ou pessoas incapacitadas fisicamente. Pode ser também a pessoa que algum dia irá cuidar de você quando estiver muito velho ou te ajudará em algum situação difícil.
    Pode ser o médico que algum dia poderá curar você de alguma doença grave e então você vai dizer “Muito obrigado doutor” mesmo que para ele foi apenas o cumprimento do dever.

    Ao defender ferozmente seus interesses não se esqueça que ninguém é isolado neste mundo. Fazemos parte de uma cadeia quase infinita de seres e recursos naturais dos quais todos nós, sem exceção fazemos parte, logo dependemos de alguma forma forma um dos outros.

    E para que você possa desfrutar do conforto de seu carro e do seu direito de ir e vir usando ele, lembre-se que com certeza você depende da existência de alguma pessoa que em algum momento da sua vida, pode estar na condição de ciclista e terá uma viagem de bicicleta mais segura podendo pedalar em uma ciclovia. Com mais segurança nas ruas ele terá mais chances de chegar bem no trabalho ou em casa e possa continuar vivendo e podendo, de forma direta ou indireta ajudar você a desfrutar do conforto do seu carro.

    E para finalizar, dedico a você um pensamento budista que pode transformar o mundo:

    Que zpedro seja feliz.
    Que zpedro não sofra.
    Que zpedro encontre as verdadeiras causas da felicidade.
    Que zpedro supere as causas do sofrimento.
    Que zpedro supere toda ignorância, carma negativo e negatividades.
    Que zpedro tenha lucidez.
    Que zpedro tenha a capacidade de trazer benefícios a todos os seres.
    Que zpedro encontre nisso a sua felicidade.

    Comentário bem votado! Thumb up 28 Thumb down 0

    • zzpedro

      obrigado pela oração.

      Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 3

    • zzpedro

      O problema é que ninguém pensa como você quando as pessoas chegam perto de mim. Aí fica difícil. Sempre foi assim, sempre mesmo. Principalmente quando era “bonzinho”.

      Polêmico. O que acha? Thumb up 3 Thumb down 5

      • Marcos Antonio

        Para que as pessoas comecem a pensar melhor sobre você, você tem que começar a pensar melhor sobre as pessoas.
        A partir do momento que você perceber que o mundo é o que nós pensamos sobre ele, você terá uma poderosa ferramenta de transformação para o mundo e consequentemente para você.
        Se você considera que o mundo é um lugar hostil e que todas as pessoas tem que lutar ferozmente para defender seus interesses o mundo será assim. MESMO QUE NÃO SEJA.
        Ninguém é bom ou ruim em si. Bom ou ruim é apenas uma condição. Às vezes temporária, muitas vezes duradoura, mas nunca SEMPRE.

        Para que você possa se entender melhor e descobrir o que pode estar errado, primeiro você tem que ver o outro não da forma como você gostaria que fosse mas da forma como o outro realmente é. E ver o outro não é interpretar o outro.
        É ver de fato, sem discriminação, preconceitos e conclusões.

        Ver sem olhos e mente.

        Quando você ver sem olhos e sem mente, não haverá mais ninguém mal para você.

        Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 0

  • zzpedro

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 2 Thumb down 19

  • zzpedro

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 36

  • Hipólito Rodrigues

    Sou paulistano, e há três anos moro em Curitiba. Em SP, até a minha adolescência, eu tive uma Caloi 10, que eu ganhei de uma tia ainda quando criança, mas que, infelizmente, foi desgastada pelo tempo, e acabei vendendo na época. Aqui em Curitiba, depois de comprar uma bike (se é que isso pode ser assim chamado) da Houston, da qual eu tive que trocar muitas peças e, no final das contas, só acabei ficando com o quadro mesmo, tamanha é a baixa qualidade dessa marca. Há um ano, pedi um orçamento pro meu mecânico de bikes de confiança, e investi cerca de R$ 1700,00 numa bike de alumínio, com aros Aero de alumínio, marchas dianteira e traseira Shimano, e freios a disco Shimano. Ou seja: uma ótima bike. Desde que a comprei, nunca tive dor de cabeça, inclusive com furos de pneu. O mecânico instalou pneus semi-slick, cuja banda principal de rodagem é bem espessa e reforçada, que nunca me deu problema, ao menos até hoje. E mesmo com a boa quilometragem de ciclovias que Curitiba possui, é inevitável termos que dividir espaços com carros e demais veículos motorizados. Fica a dica, de quem se desloca muito por esta ótima cidade de bike

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

    • Renato

      Já venho fazendo isso com esse zzpedro e sugiro a todos os demais colegas ciclistas que façam o mesmo.

      “Don´t feed the troll”

      Essa raiva toda do zzpedro é falta de mulher, ehehe

      Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

      • tiagobarufi

        olha, Renato, talvez a origem desse ressentimento todo seja falta de amor, mas mulher nenhuma merece ser objeto de desconto de raiva. Eu prefiro uma abordagem um tanto mais pragmática do problema. Na verdade, as manifestações furiosas do zpedro podem ser úteis se algum colega com mais embasamento jurídico resolver propor uma ação coletiva para indenizar as vítimas de tachinhas ou mesmo promover ações educativas de plantio de árvores em regiões de mananciais como compensação para essas atividades criminosas.

        Uma vez que o zpedro tem utilizado o pseudo-anonimato da internet para fazer apologia dessa atitude, acho útil que as pessoas dialoguem com o indivíduo para fins de coleta de provas.

        Além disso, a indignação ridícula de zpedro e similares serve a propósitos cômicos, muito valiosos para demonstrar a justeza de reivindicar as ruas para as pessoas.

        Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

        • zzpedro

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 19

        • zzpedro

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 4 Thumb down 14

          • Renato

            ÓTIMO zzpedro…Já vai TARDE…rs

            Qto mais abobrinhas fala, mais eu fico com vontade de andar de bike….como já faço a mais de 20 anos.

            Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 3

          • zzpedro, relaxa cara. Não vamos levar tudo na “ponta da faca”. Sou ciclista urbano e motorista também. Moro em Salvador ondem dizem que a alta temperatura e as intermináveis ladeiras são um empecilho para rodar de bike. Não para mim. Dos 5 dias úteis da semana uso o carro apenas em dois deles. Por aqui, mesmo com a implantação de ciclofaixas permanentes ciclistas e motoristas estão aprendendo a conviver melhor ao invés de brigar por espaço. E vai acontecer a mesma coisa em SP. Mas é com tempo. Entendo que sempre que achamos que algo como “espaço” nos é negado ficamos aborrecidos. Isso é uma coisa natural. Acho que todos nós aqui deveríamos continuar expressando nossas opiniões mas precisamos “contar até 10″ antes de começar a digitar o texto. Não tenha dúvidas de que num futuro bem próximo eu, você e outros motoristas vamos nos beneficiar das bikes. Poderemos circular de carro com mais liberdade daquele jeito que é mostrado nas propagandas dos carros. Até mesmo em países como Holanda e Dinamarca, verdadeiras Mecas do ciclismo urbano, os carros circulam. Basta respeitarmos a legislação. Abraço. Jomar (motorista e ciclista urbano).

            Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 1

  • [...] o site Vá de Bike, o preço da fita antifuro no mercado brasileiro, atualmente, varia entre R$ 40 e R$ [...]

    Thumb up 1 Thumb down 1

  • Marcos Antonio

    Primeiramente, engrosso o corro com a Rosana: “Não alimentem o troll”. Deixem morrer de fome sozinho.

    E falando do assunto principal do post:

    Já usei a câmara “autorreparável” da B’Twin citada no post mas não tive muito êxito com ela. No primeiro furo ela não vedou completamente, ajudou apenas em não deixar o pneu esvaziar muito rápido.
    Fiz o reparo no pneu para fechar completamente o furo. Na segunda vez que a câmara furou, o “autorreparável” não reparou.

    Esta câmara autorreparável é bem mais barata que outras equivalentes. Será que é isto?

    Atualmente uso a fita Sttone’s citada. Instalei nos pneus há bastante tempo e até agora não tive furos.
    Acho a fita bem mais confiável e o preço é razoável.

    Já vi um cara usando a silver tape, ela parece bem resistente a cortes mas será que impede furos com objetos bem pontiagudos?

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • bruno

    divulguei a matéria pra alguns amigos e dois muito experientes, que já usam essa fita, disseram que pra tachinha nao adianta. fura do mesmo jeito.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Fabio Degani

    Desculpa aí, pessoal. Eu frequentemente cedo às tentações de responder aos trolls, e aí, dá nisso.

    Ah, voltando ao assunto, eu tenho fita anti-furo na bike (comprei a minha usada e já veio com isso): realmente, nunca furou. E ando na rua todo dia.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Odilon

    Na verdade, independente das tachinhas, quem anda com pneu com câmara, sem proteção está sujeito a furo. Nas ruas das cidades há muito caco de vidro e aqueles “araminhos” dos pneus dos carros. Já tive vários pneus furados por isso.
    Recomendo a todos adotarem alguma das soluções apresentadas aqui.
    No meu caso comprei pneus e câmaras de ar reforçados, de parede mais grossa.
    Como essa: http://www.amazon.com/Avenir-Thorn-Resistant-Tube-700×18-25c/dp/B0023ZUFLO
    Nunca mais tive um pneu furado.
    Outra opção é usar pneus sem câmara com líquido selante.
    Bons pedais a todos.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • esse zpedro só pode ser alguma caricatura em forma de personagem, sujeito não existe

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Rosana

    “Não alimentem o troll”.

    Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 1

  • Luiz

    Seria interessante se alguém desenvolvesse um sistema com imãs a frente do pneu para ir atraindo todos os metais jogados na ciclo faixa…

    Thumb up 3 Thumb down 3

  • Adriano

    Camaradas, algumas motopeças vendem um produto chamado vacina para pneu, é um líquido selante que vai dentro da câmara.
    Sei que é feito para bico schrader (comum nos carros e motos brasileiros).

    Sem nenhuma conotação de propaganda, vejam os vídeos:
    http://www.youtube.com/watch?v=3AZdnbaYkXY
    http://www.youtube.com/watch?v=J9nESAF_JAo

    O preço é bem em conta = ou – R$30,00, dá para os dois pneus e dura em média 3 anos dentro da câmara de ar.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Rosana

    Que atitude abominável desse desocupado! Em vez de semear tachinhas podia semear flores, árvores … Fico entre a raiva e a pena (que acho pior que a raiva…).

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

    • zpedro

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 2 Thumb down 36

  • Natan

    Como “solução muito alternativa”, quando estou na ciclovia eu tenho pedalado olhando para o chão, por conta do que saiu na mídia. É mais barato que a fita anti-furo :) , mas passarei em uma loja neste sábado.
    Júlio, em que local você estava quando teve seus furos? Creio que seja uma minoria minúscula que esteja fazendo isso, e podemos “mapear” o local de passagem desse(s) idiota(s), ficando mais atentos por ali.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Júlio

    Já perdi duas câmeras caras com essas tachinhas. Sabia que não era mero ‘azar’.
    Que raiva, nem estamos poluindo a cidade, nem causando trânsito, nem entupindo arterias. Além de nos ameaçar no dia a dia no trânsito, colocam tachinhas… Patético.

    Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 0

    • zpedro

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 3 Thumb down 47

      • André

        zpedro,

        Você deve ser um sujeito muito ocupado, não? O que leva alguém que não gosta de bicicletas a freqüentar um site como este? Tem muito sites interessantes sobre automóveis na internet, eu mesmo me interesso por alguns às vezes…

        Se não gostar tanto assim de carros, também, tem diversos filmes disponíveis pra download, e-books gratuitos.

        Mas a pergunta que não quer calar: por que um sujeito acessa a internet todos os dias pra comentar num site sobre bicicletas, se o referido sujeito não gosta de bicicletas?

        Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 2

        • zpedro

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 2 Thumb down 22

          • ALEKSANDRO

            mais uma vez zpedro, muito obrigado pela sua audiência…
            se vc não gosta de bicicleta não é problema nosso…
            tão pouco importa seus interesses, visto o teor de seus comentários…

            Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

          • André

            No que ficar respondendo nossos posts, defendendo a colocação de tachinhas nas ciclovias, vai te ajudar a garantir direitos?

            Que direitos são esses? De estragar pneu dos outros ou atrapalhar o direito de ir e vir alheio?

            Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

          • zpedro

            [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

            Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 21

          • zpedro

            [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

            Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 19

          • zzpedro

            [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

            Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 22

          • ALEKSANDRO

            MUITO OBRIGADO PELA AUDIÊNCIA ZPEDRO….KKKK
            Totalmente contraditório esse menino, as faixas são redimencionadas e não retiradas, ninguém paga suas contas porque ninguém lhe deve nada, vá pra holanda ou ande a pé kkkkk.

            Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

          • zpedro

            [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

            Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 20

          • Rafael

            Ah, acho que vou pedalar por São Paulo mesmo. Tem várias ciclovias e só vai aumentando. Mas obrigado pela sugestão.

            Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 0

          • André

            Cara, ninguém aqui projeta as ciclofaixas não. Você só está falando sobre seus interesses, com pessoas que não compartilham deles.

            Protestando você estaria se fosse dizer isso na prefeitura.

            Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

      • Fabio Degani

        Junto com as ciclofaixas, aumenta muito o chorume destilado pela população raivosa. Claro, o sujeito paga uma fortuna para comprar um carro e depois vem um sujeito numa bicicleta de menos de R$ 1.000 e o deixa pra trás. Se considerar que a raiva é muito maior que os benefícios (oh, na Holanda não tem espaço para estacionar mimimi mimimi) então até o fim de 2015 teremos muito mais de 400 km de lixo vomitado pelos cidadãos raivosos e desinformados.

        Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 0

        • zpedro

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 33

          • André

            Ninguém aqui quer te impedir disso, cara, só queremos o direito de nos locomovermos da maneira que quisermos, não sei em que isso te ofende tanto, quer protestar, vai protestar no site do governo federal, estadual ou da sua prefeitura, aqui não vai mudar nada (você não acha que tem vereador, prefeito ou alguém influente nesse fórum, acha?).

            Vou repetir, a única coisa que discutimos aqui é formas de garantir a segurança/praticidade/conforto/qualidade de vida ao nos locomovermos de bicicleta. Não sei em que isso te ofende tanto…

            Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 0

          • Renato

            mimimi….mimimi

            TROLL Lixo!

            Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

      • Rafael

        Para ser calúnia, a aleivosia tem que ser direcionada para pessoa determinada. Pesquisa também.

        Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

        • zpedro

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 24

      • tiagobarufi

        Então foi você, conforme prometeu aqui em outro post, quem espalhou as tais tachinhas, zpedro? Lamentável. Deve ser muito infeliz mesmo. Conte mais sobre o que você pretende com isso. Você acha mesmo que vai acabar com a disposição das pessoas para pedalar? Que ridículo. Você vai é acabar sendo flagrado, e aí ninguém vai te defender.
        Só mesmo gente muito perturbada defende agressão como forma de protesto!

        Thumb up 3 Thumb down 1

        • zp

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 6

        • zpedro

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 7

        • zzpedro

          Aliás, acho que o filho-de-chocadeira que colocou tachinha deveria ter perdido menos tempo, que ficasse no carro, na cama, na casa ou até mesmo protestar na porta de prefeitura e aqui neste blog. Pessoas com pai e mãe, ou seja, você (acredito) e eu, não fariam uma coisa dessas, pois querendo ou não, tem muita gente usando ciclofaixa até como extensão da calçada.

          Thumb up 3 Thumb down 3

      • Dns

        Zpedro, o Sr pensa que o direito de ir e vir é exclusividade de quem tem carro? Se existe ciclofaixa, esta foi implantada na forma da lei e é teu DEVER respeitar. Quer protestar? Faça dentro dos limites que tua liberdade permite. Tem dificuldade em saber qual o limite da tua liberdade? Ela termina onde começa a minha. Enquanto cretinos iguais ao Sr insistirem no pensamento de que seus direitos podem ser exercidos em detrimento do espaço alheio, a cidade vai continuar ruim. São pessoas iguais ao Sr, que não enxergam um palmo além da própria barriga, que contribuem para uma cidade cada dia pior. Guarde teu discurso de “pagador de impostos” da porta do seu carro para dentro porque, fora dele, vc é só mais espírito de porco.

        Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

        • zp

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 14

          • tiagobarufi

            Não, carros têm sido isentos de IPI e portanto pagam muito menos imposto do que bicicleta. Você está apenas demonstrando ignorância, está digno de pena na sua indignaçãozinha ridícula.

            Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

        • zpedro

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 10

          • tiagobarufi

            Você não está trabalhando o suficiente, já que está destilando revolta em fórum – suponho que não seja esse o seu ‘trabalho’, certo?
            Além de infeliz, desocupado. Se realmente trabalhasse, não teria tempo para odiar tanto.
            Certamente a cidade vai ficar melhor quando você for embora! Nenhuma cidade precisa de ódio.

            Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

          • zzpedro

            [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

            Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 11

          • zzpedro

            [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

            Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 0 Thumb down 10

            • Roberto

              Gordo filho da puta =)
              É o suficiente pra eu ganhar um processo será? É o que eu quero, seria ótimo assim descobrir quem é você.
              Use como queira as autoridades para descobrir quem sou, mas assim eu te pego também ;)
              Só sou do tipo que entende todos os lados, mas quando vejo um ser lixo assim o jeito é eliminar o mal pela raiz mesmo.

              Thumb up 0 Thumb down 0

          • zzpedro, a circulação dos veículos vai melhorar. Cada um de nós vai poder escolher o meio de transporte mais conveniente. Para mim a bicicleta permite fazer algum tipo de exercício físico no trajeto casa – trabalho – casa e eu consigo deixar o trânsito mais livre para meu pai, minha irmã e minha mulher que preferem rodar de carro. Nenhum problema nisso. Como disse em outra resposta para você mais cedo, sou ciclista e motorista. Então tenho o privilégio de enxergar os dois lados da moeda. Mas na boa, não perca sua tranquilidade como estas discussões. Você tem o direito ao conforto do seu carro e a turma do vadebike o de escolher a bicicleta. Radicalizar, de quaisquer dos lados, vai deixar nós motoristas mais engarrafados e nós ciclistas mais sujeitos a problemas de segurança no trânsito. E na boa, pessoal: não vamos ficar iguais ao Aécio e a Dilma batendo boca uns com os outros!

            Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>