SP: Rasgo na ciclovia da Consolação já completou um mês

O descaso da prefeitura na ciclovia da Consolação já completou um mês. Veja como essa situação coloca em risco quem trafega no local.

Se o pneu da bicicleta entrar nesse vão, a queda é certa. E há o risco de cair na pista dos automóveis. Foto: Anderson Augusto

No dia 12 de julho começaram a surgir os relatos sobre um vão longitudinal na ciclovia da Rua da Consolação, em São Paulo, com largura suficiente para engolir um pneu de bicicleta.

Nos dias que se seguiram, surgiram fotos que comprovavam o problema. O vão foi aumentando, sendo coberto em algumas partes e aberto em outras. Chegou a ter centenas de metros e apenas alguns pontos foram tampados com cimento, especialmente nas entradas de garagens.

Tachões foram arrancados, supostamente pela empresa responsável pela obra, e alguns ciclistas chegaram a reposicioná-los para cobrir o vão, numa tentativa de evitar acidentes com quem passa pedalando por ali. Passado mais de um mês, o problema ainda persiste. Veja fotos e saiba detalhes no vídeo abaixo.

Estamos acompanhando de perto a situação das ciclovias em São Paulo, participando inclusive de reuniões com o poder público. Inscreva-se no nosso canal do Youtube e curta nossa fan page no Facebook, ativando as notificações, para ser avisado sempre que publicarmos novas informações.

6 comentários em “SP: Rasgo na ciclovia da Consolação já completou um mês

  1. Willian quando puder verifique a situacao da ciclovia da Engenheiro de Armando de Arruda Pereira do sentido Jabaquara ate a Divisa de Diadema, nao tem manutencao e cheia de pedras e areia principalmente ali perto da Divisa de Diadema, a tinta ja esta desaparecendo.
    Grato
    Alex

    Thumb up 1 Thumb down 0

  2. A ciclovia da Consolação é vítima do descaso na benfeitoria da Consolação. Pedestres, iluminação, bueiros sofrem da falta de manutenção do logradouro. O buraco é maior. Então o problema não é um departamento é a subprefeitura da Sé que não está dando atenção para a avenida. Com certeza eventos como Cracolândia, incêndio do prédio no Largo Paisandu podem ter desorganizado a rotina de manutenção da subprefeitura.

    Thumb up 0 Thumb down 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *