Cadeirantes e ciclistas opinam sobre o compartilhamento das ciclovias em São Paulo (vídeo)

Compartilhamento que já existia na prática foi liberado oficialmente, o que deve trazer mais opções de mobilidade às pessoas com deficiência. Foto: Rachel Schein

Compartilhamento que já existia na prática foi liberado oficialmente, o que deve trazer mais opções de mobilidade às pessoas com deficiência. Foto: Rachel Schein

Decreto da Prefeitura de São Paulo liberou oficialmente o uso das ciclovias para cadeiras de rodas, sejam manuais ou elétricas, além de skates, patins, bicicletas elétricas e outros meios de transportes movidos a energia humana.

Veja a opinião de cadeirantes e ciclistas sobre a medida neste vídeo. Informações adicionais, o texto do decreto e nossa análise estão aqui.


16 comentários para Cadeirantes e ciclistas opinam sobre o compartilhamento das ciclovias em São Paulo (vídeo)

  • Arthur

    Sou contra o cadeirante manual na ciclovia. Acho que deveriam liberar o cadeirante elétrico, com uma recomendação de velocidade mínima. Acontecerão duas coisas: o ciclista machucará o cadeirante lento culposamente por ser potencialmente um obstáculo, ou inviabilizará o uso para ciclistas por perder a agilidade. No que diz respeito ao cadeirante, é preciso ainda que as calçadas tenham rampas para que o cadeirante possa subir dando acesso inclusive ao cadeirante ao ponto do ònibus e minimemente aos serviços públicos. No Canadá pode qualquer cadeirante na ciclovia (eleétrico ou manual), mas em todo caso ele tem que por uma bandeirinha alta para ficar mais visivel.

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • Parabéns!o caminho é esse ..

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Otavio Bicicreteiro

    Se isso servir para continuar abandonando as calçadas sem fiscalização acaba sendo algo paliativo tapando o sol com a peneira, já que o principal problema do cadeirante continuará lá, as calçadas ruins. Hoje é uma solução “melhor que nada” bem padrão no nosso país, onde se ataca resultado e não causa, andar na ciclovia é melhor que nada na calçada esburacada.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Leonardo

    Aqui onde eu moro ainda não se implantou tal medida, as coisas funcionam assim:

    - cadeirantes na ciclovia são bem-vindos e, inclusive, estimulados e usá-la pelos ciclistas. Melhor andar na ciclovia do que nas calçadas todas estropiadas;
    - skatistas e patinadores já dividem opiniões, eu particularmente não gosto porque o pessoal é irresponsável demais, já tomei um tombaço a la Michael Bay por causa de uma patinadora.
    Tem lugares específicos pra prática dessas atividades (pca. Palmares e Emissário Submarino) mas eles insistem em usar a ciclovia pra fazer manobras.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • O segredo está na última palavra do seu texto, Leonardo: manobras. :) Tanto patins quanto skates, ou mesmo bicicletas, atrapalharão os deslocamentos dos demais se seu usuário estiver fazendo manobras. Se estiver se deslocando, não há problema algum.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Lia Crespo

    Eu poderia “compartilhar” a cidade, Paulo Henrique, se eu não usasse cadeira de rodas para me locomover ou se o bicicopata ciclofaixista se preocupasse mais com a qualidade das calçadas do que em fazer “sucesso” na mídia.

    Thumb up 2 Thumb down 2

  • Marcos Antonio

    Está aí uma boa chance de darmos um recado aos motoristas:

    Nós ciclistas não nos importamos em compartilhar!

    Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

    • ALEKSANDRO

      É ISSO AI…..
      Nós ciclistas não nos importamos de modo algum em compartilhar!
      Pelo contrário agora temos mais modais para nos acompanhar e melhorar o ambiente das ruas :)
      Hehehehehehe DAHORA…

      Thumb up 3 Thumb down 0

  • Lia Crespo

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 4 Thumb down 15

  • Reinaldo

    òtima notícia.
    Nunca antes se fez tanto para mobilidade urbana com o governo do Haddad.

    Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>