São Paulo já tem 202 km de ciclovias

Ciclista pedala na ciclovia da R. Vergueiro, junto ao canteiro central. Meta é implantar 400 km até o final de 2015. Foto: Rachel Schein

Ciclista pedala na ciclovia da R. Vergueiro, junto ao canteiro central. Meta é implantar 400 km até o final de 2015. Foto: Rachel Schein

Trajeto da ciclovia da Av. Ministro Petrônio Portela. Imagem: CET/Divulgação

Trajeto da ciclovia da Av. Ministro Petrônio Portela. Imagem: CET/Divulgação

A cidade de São Paulo chegou à marca de 202,2 km de vias destinadas aos ciclistas – considerando-se os 63 km já existentes. O projeto, que começou a ser implantado em junho, pretende instalar 400 km de novas vias para ciclistas até o final de 2015. Este ano foram inaugurados 139,2 km. Os números são da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e não incluem as ciclorrotas e a Ciclofaixa de Lazer.

Dois trechos foram entregues nesta segunda-feira, 1º de dezembro. Um deles fica na região do Parque Arariba, no limite das zonas Oeste e Sul, e proporcionará rota de ligação entre a estação Vila das Belezas do Metrô e as imediações do Terminal de Ônibus Campo Limpo, com  5,8 km. O outro trecho, com 2,6 km de extensão, fica na Av. Ministro Petrônio Portela, entre a Av. General Edgar Facó e a Rua José Carlos Monteiro, região da Freguesia do Ó, na Zona Norte.

“Estamos ampliando nossa rede cicloviária nos mais diversos pontos da cidade”, afirma o secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto. “Trata-se da construção de uma malha que fará ligações com pontos estratégicos de mobilidade, como terminais de ônibus e estações do metrô, além de equipamentos como escolas, praças e bibliotecas.”

A construção de ciclovias, seja em São Paulo ou em qualquer outra cidade brasileira, é uma iniciativa que representa um enorme passo em direção a cidades mais justas, mais inclusivas e mais democráticas. Mesmo que ainda existam pontos de melhora e que as ciclovias ainda não estejam totalmente conectadas e não atinjam toda a cidade, elas representam um melhor aproveitamento do viário, com mais segurança e saúde para seus cidadãos, menos estresse, menos congestionamento e menos mortes no trânsito. Uma cidade que nossos filhos merecem receber de nossas mãos.

Veja 18 razões para apoiar a implantação de ciclovias

Mais de 400 km

Se a implantação continuar, a cidade terá bem mais que os 400 km prometidos por esse projeto. Além da estrutura já existente (63 km), a atual gestão pretende implantar 150 km de corredores de ônibus, com a garantia de que todos eles terão ciclovia (veja aqui).

Ronaldo Tonobohn, superintendente de Planejamento da CET, afirmou em entrevista exclusiva ao Vá de Bike, em junho deste ano: ”não estamos considerando os 150 km com os corredores de ônibus [na conta dos 400 km]“. Tonobohn reforçou que “do ponto de vista de desenho cicloviário, a gente conta com os 150 km de corredores” e ressaltou que eles ”serão no padrão Faria Lima e Braz Leme”. Veja a entrevista completa.

Na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, Zona Sul da cidade, o corredor já começou a ser construído no canteiro central – e também a ciclovia.

Veja o mapa das ciclovias já inauguradas em São Paulo


16 comentários para São Paulo já tem 202 km de ciclovias

  • Carlos

    Ciclovia da Av Luiz Dumont Villares. Infelizmente a prefeitura estragou a ciclofaixa para fazer a ciclorota. Primeiro colocando aqueles obstáculos e postes, e ontem quando estive lá, percebi que a ciclofaixa(domingos e feriados) foi deslocada para a direita. Com isso aquelas fendas que se formam entre as faixas ficaram bem no meio, oferecendo risco aos ciclistas. Péssima mudança!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fernando Siniscalchi

    Olá William,
    Aqui na região do Rio Pequeno foi inaugurado a algumas semanas as ciclovias nas avenidas Marechal Fiúza de Castro e Joaquim José Seabra, que ligam a Raposo Tavares com a ciclovia da Av Escola Politécnica. Ótimo! Só que não. Para a maioria dos carros e motos dessa região é como se n˜åo houvesse nada.
    Outro dia eu contei mais de 15 veículos estacionados, desde caminhões, carros particulares, um carro da NET, motos… tranquilamente, em plena hora do almoço. O que é pior, as crianças já estão de férias e eu vi várias descendo a avenida pela ciclovia e, quando havia carros, eles saem pra rua sem olhar pra trás (como todas as crianças fazem) ou seja, estão correndo um sério risco devido a esses motoristas irresponsáveis. Quinta passada, havia um casamento ou missa, e todos os carros estavam parados na ciclovia. Estou falando de mais de VINTE carros. Eu já liguei pro CET 3 vezes, eles me passam números de protocolo, dizem que uma viatura será enviada e boa, bla, bla mas tudo continua igual. Se você tem algum tipi de acesso com o pessoal de lá tente dar uma força pra essa ciclovia não virar paisagem.

    Grande abraço!

    Thumb up 2 Thumb down 0

    • Alexandre

      Oi Fernando,
      isso tem acontecido com todas as ciclovias, no começo.
      O que costuma acontecer é que os motoristas levam um tempinho pra se adequar. Testemunhei o mesmo acontecendo com a ciclovia da arthur de azevedo, por exemplo (entre outras). Sempre tinha carros estacionados, caminhões parados fazendo carga e descarga, essas coisas. O importante é: não desista de ligar na CET toda vez que você presenciar isso. Você pode ter a impressão de que não estão fazendo nada, mas eles ESTÃO fiscalizando. Só leva um tempinho pra cair a ficha nos motoristas de que eles não vão sair ilesos. Você vai ver, em uns 2 ou 3 meses já vão estar respeitando. Mas é importante continuar ligando na CET pra denunciar, isso ajuda eles a fiscalizar.

      Thumb up 2 Thumb down 0

      • Fernando

        Vou continuar fazendo, Alexandre, só espero nenhum muleque se ferre antes dos caras tomarem vergonha na cara.
        Trabalhei em Moema quase dois anos usando as duas ciclovias da região (que são umas das mais antigas) e mesmo ligando sempre pro CET, as coisas nunca mudaram. Não sei como está agora, com todas essas mudanças, mas na época era stress todos os dias. Mas vamos lá. Parece que agora não tem mais volta.

        Thumb up 1 Thumb down 0

      • Exato, Alexandre. Vale lembrar que o telefone da CET de São Paulo é 1188.

        Thumb up 0 Thumb down 0

  • Aurélio Pereira

    Ola, quando teremos ciclovias na zona norte como por exemlo na Avenida Luis Dumont Villares e Avenida Engenheiro Caetano Alvarez.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Fabio

    As zonas sul e oeste estão cada vez mais integradas com a rede de ciclovias do centro, agora falta ligar a boa malha da zona leste nisso tudo. Esperamos que as ciclovias do Pari/Canindé ligue naquele trecho da Rangel Pestana e chegue na radial passando pelo Belenzinho, também conectando com as ciclovias das pontes que conectam na zona norte. Esperamos ver parte disso ainda em 2014.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Eduardo J.

    Aguardando algum aplicativo para IOS que mostre as ciclovias da cidade de São Paulo, pois para Android já existem dois. :S

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Oswaldo Tobal

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 4 Thumb down 11

  • Eduardo

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 3 Thumb down 20

  • Daniel Martins

    Ótima notícia! Infelizmente em SP há muitos bairros que ainda carecem de ciclovias.. Mas aos poucos tudo vai mudar. Essa ciclovia que estão construindo na Av. Eng. Luis Carlos Berrini, está ficando bacana, eu passo sempre por lá, e sempre que passo, estico o pescoço pra ver como vai o andamento da bela obra cicloviária.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • Alexandre

    Ótima notícia!

    Mas um comentário não diretamente relacionado ao artigo: outro dia tentei ligar na CET (1188 em São Paulo) pra solicitar fiscalização numa ciclovia onde havia carro estacionado, e uma gravação disse que o número estava programado para não receber ligações. Hoje aconteceu a mesma coisa, a mesma gravação.
    Alguém sabe dizer se o número da CET mudou ou será que o sistema deles está com algum problema?

    Abraços

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>