Como pedalar com um paletó em um país tropical

Solução simples e de baixo custo para levar o paletó sem amassar (e sem sofrer com o calor). Foto: Cicloação Recife

Solução simples e de baixo custo para levar o paletó sem amassar (e sem sofrer com o calor). Foto: Cicloação Recife

Foto: Aline Cavalcante

Essa foi em São Paulo. Mas cadê o paletó? Está dobrado ali na bolsa, no bagageiro! Foto: Aline Cavalcante

Em sua simplicidade “cycle chic”, o ciclista da foto acima nos ensina como pedalar de paletó em um dia quente (clique ampliar):

  1. Uma mochila (que pode até estar vazia)
  2. Um cabide
  3. Uma bicicleta

E isso foi em Recife, hein? Que não é exatamente uma cidade de “clima ameno”! ;)

Se quiser fazer um pouco melhor que isso (e tiver um dinheirinho para investir), recomendamos:

  1. Um bagageiro traseiro (ou a popular “garupa”)
  2. Um alforge de bom tamanho (ou um caixote bem preso ao bagageiro)
  3. O paletó dobrado com delicadeza e colocado no alforge/caixote – junto com a gravata, para poder abrir a camisa e transpirar menos
  4. Paralamas, para não sujar a roupa ao passar em uma poça de água!

Claro, sempre que seu tipo de trabalho permitir, é mais prático deixar o paletó no escritório.

Ah, mais uma dica importante: se você vai pedalar de calça, recomendamos prender as barras com velcros para que elas não estraguem ou sujem, seja enroscando na corrente ou encostando no pneu traseiro! Há a solução simples e óbiva, que é passar as pontas para dentro da meia ou enrolar as barras para cima, mas os velcros são fáceis de encontrar, eficientes e discretos. ;)

Mais um distinto senhor pedalando de roupa social na gelada cidade de Recife. E ainda está tomando seu café. Foto: Ameciclo

Mais um distinto senhor pedalando de roupa social na gelada cidade de Recife. E ainda está tomando seu café. Foto: Ameciclo

E a transpiração? Na empresa não tem chuveiro!

Para não transpirar demais, a maior recomendação é pedalar com tranquilidade, fazendo paradas à sombra e tomando água gelada de tempos em tempos. Dessa forma, você vai transpirar o mesmo que se estivesse caminhando. Pedalando rápido demais, a transpiração é a mesma do que você estivesse correndo, portanto evite a pressa. Aproveite o trajeto! :)

E para reduzir ainda mais a transpiração, recomendamos fortemente trocar a mochila nas costas por um alforge pendurado no bagageiro, ou a própria mochila desde que presa a ele ou colocada no caixote, assim você evita ficar com costas e ombros transpirando em excesso.

Veja também
Minha empresa não tem chuveiro, como eu faço?
Dicas para pedalar nas ruas de forma segura

Se for possível se trocar no destino, sempre vale a pena levar a roupa de trabalho dobradinha, sem amassar, e pedalar de bermuda e camiseta. Dessa forma, você pode seguir no ritmo que quiser sem se preocupar com a transpiração no caminho, mesmo que a empresa não tenha vestiário e nem chuveiro. Esse artigo do Vá de Bike dá boas dicas para contornar essa situação, além de outras dicas para evitar a transpiração excessiva. Dê uma espiada!

Vale a pena ler a postagem original na fan page da Cicloação Recife, para ver os comentários que outros ciclistas fizeram sobre essa foto.

Tem outras dicas? Conta pra gente aqui nos comentários da página! :)


6 comentários para Como pedalar com um paletó em um país tropical

  • Eu trabalhava de paletó e gravata em Mossoró, Rio Grande do Norte, 38 graus ao meio dia.

    Ia de bicicleta pro trabalho no começo da manhã (umas 07:30), quando a temperatura ainda era amena, trocava de roupa (não era necessário tomar banho), almoçava perto do trabalho e voltava pra casa no fim do dia.

    Uma vez por semana ou a cada 15 dias eu ia de carro e levava roupas limpas pra deixar no trabalho.

    Thumb up 2 Thumb down 1

  • Pode também usar um “ar condicionado portátil”. http://vitoria-sustentavel.blogspot.com.br/2012/08/para-andar-de-bike-o-calor-nao-e-um.html
    Nesse artigo apresento alguns teste que fiz. Uso o colete onde apareço na foto. Ele funciona super bem durante 6 meses mas perde progressivamente o material que permite armazenar água. Com um colete novo eu ando em pleno verão ao meio dia brincando durante muito tempo! Quando perde um pouco sua capacidade de armazenar água a autonomia cai mas ainda dá para usar ele para um percurso de um pouco mais de uma hora de manhã. Faz uma diferença absurda. Só precisa molhar o colete antes de sair!
    Uso isso em cima de camisa social branca de algodão. A camisa social molha pouco. Se quiser deixar a camisa totalmente seca. É fácil, basta tirar o colete 5 minutos antes de chegar no trabalho
    Estou pensando em fazer um modelo caseiro de colete pois o colete que uso custa 50 US$ e só se comprar nos Estados Unidos (eles não manda para fora). A ideia de base é bem simples. Usar 2 ou 3 toalha refrescante em PVA com tecido para fazer o colete (tem um modelo kikos, por exemplo, que pretendo testar). Idealmente tinha que combinar um colete desse tipo com algum esquema para fazer entrar o ar por dentro da camisa para ficar perfeito e assim mantendo a sensação de transpiração quase nula. Mais uma coisa que digo que vou fazer mas estou enrolando. Faria uma diferença absurda e se for muito bom poderia até chegar sem precisar nem tomar nenhum banho de gato mesmo nos dias mais quentes aqui em Vitória.
    Tem uma outra tecnologia interessante que são os colete a transição de fase. COmprei mas não testei. O problema é que é um pouco pesado e precisa ser colocado na geladeira para rearmazenar a fase de baixa temperatura antes de usar de novo. Daria provavelmente para usar com um paletó por cima sem sentir calor nenhum. Mais um coisa que falo que vou fazer mas que não fiz!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Waldyr

    Então eu sou um sortudo. Tenho vestiário para tomar banho no trabalho e tenho um armário individual dentro da sala de trabalho. Mesmo não precisando usar roupa social, deixo roupas (calça, toalha, sapato e kit banho) que preciso usar no trabalho, dentro desse armário. Ainda que um dia eu venha a ter problemas com o vestiário ou com os banheiros do prédio que eu trabalho, posso usar parte dessas dicas para me trocar, pois existem bares e restaurantes ao redor do prédio, para no mínimo me trocar, sendo o mais próximo a 150 metros de distância. Tem até um lugar para tomar banho, basta pagar uma “pequena” taxa de uso. Excelentes dicas!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Leonardo

    Já havia visto algo parecido em “À procura da felicidade”… o Will Smith, em algumas cenas, aparece levando o terno dessa forma.

    Eu pedalava de roupa social aqui em Santos, mas desisti… não dá, com 130 kg você transpira só de pensar em tirar o cadeado.
    Sorte que a empresa tem chuveiros (aliás mais chuveiros que empregados, fruto de inúmeras ampliações e reformas), então deixo o “Kit Banho” pronto e troco a roupa sempre que saio com a bike.

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 1

  • Douglas

    Acho que é a pergunta é: por que usar/exigir paletó em um país tropical?

    Comentário bem votado! Thumb up 11 Thumb down 2

  • Reinaldo

    Quase todo dia uso roupa social em São Paulo e a bicicleta é o meu meio de transporte. Apesar de eu ter fitas para prender a barra da calça, eu acho mais prático usar a meia social por fora da barra da calça.
    Por baixo da camisa social eu uso uma camiseta de algodão que ajuda a reter o suor e quando tenho reunião, levo o terno e a gravata no alforge.
    Em algumas ocasiões que preciso do meu tablet, carrego ele em uma mochila bem leve, mas sempre que possível evito carregar mochila nas costas.

    Comentário bem votado! Thumb up 15 Thumb down 1

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>