Aracaju (SE) é a primeira colocada em ranking de cidades cicloamigas de 2014

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!
Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Aracaju (SE) foi eleita a cidade brasileira onde a bicicleta é melhor promovida, segundo o Ranking das Administrações Municipais Cicloamigas (RAMC) de 2014. A capital sergipana obteve nota 5,1 em um máximo de 10 e foi a única que conseguiu estar na categoria B (em uma escala de A a D, onde A é a melhor). Porto Alegre e São Paulo dividem a segunda colocação (ambas com 3,75 e categoria C), seguidas pelo Rio de Janeiro (3,1 e categoria C).

Veja um pouco da estrutura de Aracaju nessa matéria de Aline Cavalcante

Elaborado pela União de Ciclistas do Brasil (UCB) com dados de 2013, o ranking avaliou 10 cidades das cinco regiões do país – nove capitais mais Campinas, no interior de São Paulo. Foram analisados 21 quesitos ligados às ações voltadas para o fomento do uso da bicicleta levando em conta a frota e a população da cidade. Ou seja, 10 km de ciclovia em Aracaju tem mais peso do que 10 km em São Paulo, por causa do número de habitantes.

Esses indicadores estão divididos em cinco áreas (Infraestrutura, Recursos Humanos, Planejamento, Promoção e Informação). “O ranking avalia a administração pública, se a cidade tem interesse e está investindo na bicicleta. Com o cálculo ano a ano a gente pode ver a oscilação disso dentro de diferentes mandatos”, afirma o coordenador do ranking, Luis Patrício.

O RAMC mostra ainda que oito das 10 cidades participantes já possuem planos cicloviários, ou seja, estão planejando a política pública de mobilidade urbana por bicicletas. Além disso, em 2013 foram construídos apenas 83,33 km de ciclovias nas 10 cidades. Por fim, foram criadas apenas 214 vagas públicas para se estacionar bicicletas (bicicletário e paraciclos), mas estas vagas foram criadas em apenas três das 10 cidades.

Outros dados referentes às 10 cidades:

  • Em 2013, foram realizados 17 programas de educação continuada em 5 das 10 cidades;

  • 11 foram as campanhas feitas no ano de 2013 em 6 das 10 cidades;

  • Apenas Fortaleza (CE) e Aracaju realizaram pesquisas municipais sobre a mobilidade urbana por bicicletas;

  • Sete das 10 cidades possuíam dados referentes aos acidentes envolvendo bicicletas e oito destas tinham indicadores referentes a morte de ciclistas;

  • Somente a cidade de Aracaju tinha dados relativos às viagens feitas por bicicletas feitas no ano de 2013.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Coleta de dados

Historicamente, as prefeituras não investem na produção e coleta de dados relativos à mobilidade por bicicleta. Dessa maneira, o fomento de políticas públicas para esse modal fica comprometido. Por isso, o trabalho realizado pela UCB tem uma dimensão importante. Cidades mundo afora que são referência no que tange à política pública da ciclomobilidade, via de regra, têm sólidas bases de dados sobre o uso da bicicleta, seja na gestão pública ou na sociedade civil.

A coleta de dados foi realizada por associados da UCB junto às administrações públicas. Para Patrício, o ideal seria que o cidadão e o poder público respondessem. “Quanto mais pontos de vista, mais próxima da realidade seria a resposta. Não tendo os dois, nossa prioridade é a posição da sociedade civil”, conta Patrício.

Para acessar o relatório completo, clique aqui.

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

3 comentários para Aracaju (SE) é a primeira colocada em ranking de cidades cicloamigas de 2014

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>