Ciclovias da Mooca devem ligar bairros da Zona Leste ao centro de São Paulo

Fim da ciclovia na boca do viaduto estaiado Padre Adelino. Foto: Renato Lobo

Fim da ciclovia na boca do viaduto estaiado Padre Adelino. Foto: Renato Lobo

Com a ampliação da rede de vias para ciclistas na cidade de São Paulo, a Mooca, tradicional bairro da zona leste, está agora recebendo estrutura cicloviária. Desde o meio de janeiro, a Companhia de Engenharia de Trafego (CET) vem implantando vias para as bikes nas ruas Padre Adelino, Serra de Bocaina, Siqueira Bueno, Barão de Penedo, Serra de Jairé, Taquari e Jaibarás.

Antes da implantação – que ainda está em curso - os moradores do bairro desfrutavam de apenas uma ciclovia de 1,1 quilômetro instalada no Centro Esportivo e Social, parque que abriga a subprefeitura da região.

Conexões

Agora, o ciclista que vem de duas regiões do Tatuapé vai poder chegar em equipamentos públicos e privados da Mooca com a conexão das novas vias a outras já existentes. As novas estruturas vão permitir a conexão dos ciclistas vindos da Ciclovia Caminho Verde (Radial Leste), por meio das vias para bicicletas instaladas nas ruas Bom Sucesso, Monte Santiago e Irape, levando o usuário até a boca do Viaduto Estaiado Padre Adelino. Após a passagem sobre a avenida Salim Farah Maluf, o ciclista chega à nova ciclovia da Rua Tobias Barreto.

Ligação Anália Franco – Mooca

Também está sendo construída uma nova ciclovia na rua Siqueira Bueno, desde o Largo Ubirajara até a região da avenida Álvaro Ramos, que deverá se conectar à Mooca com a via para ciclistas existente na avenida Abel Ferreira, que, por sua vez, liga o Shopping Anália Franco, Faculdades da Região e o Parque CERET.

Além do Parque da Mooca, os trechos que estão sendo instalados devem contemplar a conexão com o SESC Belenzinho, a Universidade São Judas e a Faculdade Anhanguera.

Ligação com o Centro

A novidade é que as novas vias da Mooca devem ainda atender a uma antiga reivindicação de ciclistas na conexão da zona leste com o centro da cidade, como alternativa a um projeto de instalação de via para bicicletas junto ao corredor de ônibus da Radial Leste.

De acordo com a assessoria de imprensa da CET, as ciclovias da Mooca devem ter conexão com a estrutura existente da avenida Rangel Pestana. ”Ela fará parte da conexão que se integrará ao centro expandido pela avenida Rangel Pestana”, diz nota da Companhia ao Vá de Bike. A CET, no entanto, não deu detalhes de onde será esta conexão. O órgão informa que a nova ligação está sendo projetada.

Em todo caso, os novos trechos apontam que a prefeitura de São Paulo vem trabalhando na conexão das estruturas, no sentido de se criar uma rede, o que poderá convidar ainda mais pessoas a usar a bicicleta como meio de deslocamento.

Ciclovia na rua Tobias Barreto. Foto: Renato Lobo

Ciclovia na rua Tobias Barreto. Foto: Renato Lobo


11 comentários para Ciclovias da Mooca devem ligar bairros da Zona Leste ao centro de São Paulo

  • Dênis Gonçalves dos Santos

    Alguma novidade??

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • [...] matéria do Vá de Bike, as estruturas da Mooca devem ser conectadas com a região central, por meio da conexão com a [...]

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Fabiano

    Willian, eu percorri a Tobias Barreto, da Rua da Mooca até o SESC Belenzinho (que fica a 1 quarteirão da foto mostrada) e lá ainda não tem ciclovia. A ciclovia existente e que se conecta com esse ponto fica na R. Serra da Bocaina.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • RicardoP

    Não sou muito fã dos percursos. São muito hostis, no geral.

    Thumb up 1 Thumb down 3

  • Mario

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 2 Thumb down 9

    • Sob essa argumentação a prefeitura deveria retirar as calçadas também.

      Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 1

      • RicardoP

        Sua resposta não faz sentido, William. É evidente que a reclamação, independente de seus méritos, tem como base outros pontos de vista e não o espantalho que você criou para agredir um de seus visitantes.

        Thumb up 2 Thumb down 3

    • Pode deixar que eu farei meu protesto NÃO comprando no comércio do senhor… vou procurar um “bike friendly” que eu possa ir de bike, carro, a pé ou transporte público ou qualquer outra coisa… porque não existe só uma forma de se transportar pela cidade.

      Polêmico. O que acha? Thumb up 5 Thumb down 3

    • Marcelo

      A preferência, segundo o CTB é do pedestre, seguido do ciclista. Logo, em conversões, os carros são OBRIGADOS a parar e AGUARDAR se houver pedestres ou ciclistas cruzando as entradas, o que no geral, NÃO ocorre.

      E o Sr.vem de mimimi aqui? As ruas e acessos NÃO são particulares, SÃO PÚBLICAS E DE USO DE TODOS. Logo, limite-se a sua insignificancia, carrocrata dos infernos !!!

      Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 1

  • Fabio

    Um sonho que se realiza.

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>