Essas calças prometem acabar com os inconvenientes de pedalar na chuva

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Quem pedala na chuva não tem, em geral, muitas opções além de se molhar e ter que garantir uma troca de roupas quando chega ao destino (veja 10 dicas aqui). Roupas impermeáveis costumam ser muito quentes, além de limitarem os movimentos e exigirem um certo tempo para serem colocadas. Na busca por uma alternativa mais prática, uma empresa dinamarquesa iniciou um financiamento coletivo para fabricar o que batizaram de “jaquetas para pernas”.

A ideia é bastante simples: as calças possuem zíper nas duas laterais, em toda a extensão, o que possibilita que sejam vestidas por cima de outra calça, sem precisar tirar o calçado. Também são feitas de material impermeável e com maior ventilação.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Necessidade inspirou invenção

“Eu tive que comprar calças para chuva quando mudei para a Dinamarca, onde o tempo não costuma ser muito bom”, conta um dos fundadores da VEAR, Valentin Nicoară. ”Mas elas eram difíceis de colocar e de tirar. E se meus sapatos estivessem sujos, eu tinha que tirá-los antes de tirar a calça.”

“Isso me chateava muito”, lembra. “Foi quando comecei a procurar por um produto que pudesse resolver esse problema. Como não encontrei, decidi fazer as minhas próprias calças. As pessoas começaram a me ver na rua e a perguntar onde eu havia comprado. Foi então que surgiu a ideia e fomos para o financiamento coletivo.”

Financiamento coletivo

Em 2015, Nicoară e o sócio iniciaram a primeira campanha de financiamento coletivo para produzir as calças para chuva. O objetivo era arrecadar US$ 25 mil, mas a campanha chegou ao fim com apenas US$ 18 mil alcançados. “Começamos a campanha sem uma mensagem muito clara, sem amostras e nossa fabricante nos deixou na mão”, lembra Nicoară.

A ideia foi mantida, os materiais foram melhorados e uma nova campanha foi ao ar no último dia 1º de novembro. “Aprendemos muito desde o ano passado. Na primeira campanha, as pessoas não entendiam direito o que era nosso produto se não assistissem ao vídeo promocional até o final. Agora, apenas lendo o título da campanha, as pessoas sabem o que é: jaquetas para as pernas, à prova d’água e ventiladas. Também desenvolvemos amostras, melhoramos as imagens, adicionamos funcionalidades e redesenhamos o produto”, afirma.

Calça pode ser dobrada como uma pequena bolsa, leve e compacta. Foto: Divulgação

Calça pode ser dobrada como uma pequena bolsa, leve e compacta. Foto: Divulgação

Antes de colocar a nova campanha no ar, os sócios da empresa fizeram uma pré-campanha, onde conseguiram mais de 1.000 pessoas interessadas no produto. Assim, apenas 27 horas depois de lançada, a meta mínima de U$ 22 mil foi alcançada.

“Nossa segunda meta, que era de U$ 50 mil, também já foi alcançada. Com ela, vamos poder lançar mais dois tamanhos, além dos já garantidos P, M e G, masculino e feminino. E, se conseguirmos mais dinheiro, vamos lançar em mais cores e em versões infantis”, comemora.

Diferenciais

Além de ser prática de vestir, as calças impermeáveis podem ser dobradas e guardadas dentro de uma bolsa pequena. Também possuem listras que refletem à noite e reforço no tecido do joelho, que aumenta a vida útil do produto. Possui versões masculina e feminina, com entrega em qualquer lugar do mundo.

Até agora, mais de 300 pessoas já garantiram a compra das jaquetas para pernas. Os principais compradores são dos Estados Unidos e de Singapura, mas há interessados em pelo menos outros oito países. A campanha de financiamento coletivo encerra no dia 15 de dezembro e, segundo a empresa, as peças começam a ser confeccionadas na primeira semana de janeiro, com entrega programada para o começo de fevereiro.

Saiba mais e veja como participar do financiamento coletivo no site oficial da campanha. É possível escolher receber uma calça como recompensa, dependendo do valor da contribuição.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>