Carona solidária CET

Se alguma coisa impedir seu carro de sair da garagem, a CET te leva pro trabalho

A CET vai buscá-los e levá-los
Simone Belo, funcionária da CET e coordenadora de trânsito de Vila Maria e Cantareira

Duas carretas, que transportavam chaminés industriais enormes, derrubaram a fiação dos postes na Av. José Ermírio de Moraes, na Vila Albertina, Zona Norte de São Paulo.

O bloqueio da avenida durou o dia todo, já que as carretas só podem trafegar em horário que não atrapalhem os carros – após as 22h. Com isso, segundo o G1, “moradores ficaram impossibilitados de circular de carro ou de ônibus” nesse trecho da avenida.

Aos que não puderam sair com o carro da garagem, como mostram o vídeo e o texto da reportagem, a CET vai oferecer carona. A quem não pôde passar por ali de ônibus, uma banana.

Você vai pensar “ora, mas o ônibus desviou por outra rua” ou “a pessoa poderia pegar outro ônibus”. Certo. Concordo. E é por isso que penso que quem não pôde sair com o carro poderia ter pego o mesmo ônibus que desviou pela outra rua.

Tudo bem, a pessoa que teve o estorvo do caminhão impedindo sua saída com o carro tem todo o direito de reclamar. Eu também não gostaria que isso acontecesse comigo e, no lugar dessa pessoa, também reclamaria. Agora, a CET oferecer “carona” para quem não pôde ir de carro?? Ah, faça-me o favor! Não tem nada mais importante com o que gastar dinheiro, tempo e esforço? E por que só quem não pôde usar o carro é merecedor dessa benesse?

Aos motoristas de São Paulo, tudo. Afinal, pra quem troca vidas por fluidez, uma caroninha não é nada.

4 comentários em “Carona solidária CET

  1. O problema é que a maior parte das pessoas estão totalmente dependentes do carro hoje em dia, não podem nem cogitar a hipótese de pegar um ônibus. Daí surgem aqueles tipos de serviço como os da Porto Seguro, que se aproveitam dessa cultura e faturam alto.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  2. Daniel, você é a segunda pessoa que me diz isso. Verifiquei o feed RSS e ele está ok. No Netvibes está funcionando direitinho. Estou achando que o problema é no Google Reader…

    Thumb up 0 Thumb down 0

Deixe uma resposta para Daniel Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *