Foto: Willian Cruz

Coisas que só ciclista vê

Há cenas, momentos e cenários que só os ciclistas percebem. A bicicleta permite uma interação bem diferente com a cidade. Veja aqui.

A flor no meio do asfalto

O ninho em cima do poste

A criança sorrindo de dentro do carro

Só o ciclista vê

A teia de aranha na luz da rua

O gato se espreguiçando na janela

O abacateiro carregado na esquina

Só o ciclista vê


As crianças brincando na praça

O bem-te-vi anunciando sua presença

As folhas da árvore chacoalhando ao vento

Só o ciclista ouve

O aroma do pão quentinho

O sabor da amora doce

A felicidade de ser livre

Só o ciclista sente

Só o ciclista sabe

Redescubra a cidade. Redescubra a vida. Pedale.

31 comentários em “Coisas que só ciclista vê

  1. nunca gostei e não gosto de pedalar sempre nos mesmo lugares, e com isso conheço melhor aonde já passei vendo situações novas, isso inspira a pedalar sempre maravilhoso

    Thumb up 0 Thumb down 0

  2. Bem isso mesmo. No dia das eleições eu pedalei na ciclovia do Rio Pinheiros e encontrei uma bela tartaruga na beira da ciclovia. Se tivesse de carro ou de outro modal ninguém teria visto.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  3. Muito bom. São realmente muitos detalhes. São pessoas cruzadas todo dia. Um simples “bom dia”. Um olhar com uma mulher que você. Um cavalo que toma banho no mar (sim já vi isso)! Aves também escondidas atrás das arvores. É a música que está sendo tocada no bar ou no quiosque 1 na Praia… São as arvores em cima da sua cabeça. O passarinho que está cantarolando…

    Thumb up 1 Thumb down 0

  4. Espetacular!!!! É o que eu sempre digo a todas as pessoas que não andam de bike, que existem coisas tão bonitas, pitorescas e interessantes na cidade,ou no bairro que vivemos e que por causa da correria do dia a dia seja a pé ou de carro, ônibus, metrô etc. Não conseguimos enchergar, mas quando estamos em cima de uma bike, sem pressa, curtindo o vento no rosto, ai nos atentamos a tudo que estã ao nosso redor e descobrimos estas maravilhas que sempre estiveram ali!

    Como bem lembrou o colega acima, nada se compara a pedalar logo cedo e sentir a brisa refrescante da manha e aos poucos o sol aquecendo o dia, pedlar é um dos maiores prazeres que o ser humano pode ter na vida e sem gastar muito, basta todas a spessoas descobrirem isto!

    Bom pedal a todos!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  5. Eu digo sempre, moro em SP a 31 anos e passei a conhecer nossa amada cidade após fevereiro quando comecei a pedalar…

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  6. Esta diferença de visão ou experiência é que diferencia dos veiculos automotores de propulsionados pela força humana.
    Contudo, devo colocar uma observação: esta “janela” de observação sofre influência de vários fatores, um deles é o estado mental ( se está preocupado ou não ), modelo mental ou filtro ( crença/cultura ), em que velocidade está trafegando, a atenção necessária para navegar nas vias ( com certeza, é necessário ter foco para dirigir o veículo, uma boa pista é a categoria da carteira de habilitação, quanto maior a letra, maior a atenção necessária, de A a E, por exemplo ), da urgência ( ambulâncias, por exemplo, perseguição policial, … ), se a via é rápida ou não ( por isto ciclista de preferência, use as menos usadas ), tempo que se está no trânsito ( tendem a anestesiar os sentidos, cansar, … ).
    Mesmo um ciclista pode estar menos desatento se o trajeto que faz é longo e exaustivo.
    É claro que quem dirige no trânsito é menos atento a outros detalhes, exceto os carros em volta e à sinalização ( às vezes confusa ). Contudo, dependendo da via, essa contemplação as vezes, não é possível. Então, não assumam que isto é verdade em todos os casos. Isto se aplica também ao pedestre.

    Thumb up 0 Thumb down 0

    1. Esqueci de citar dos passageiros. Afinal muitos city-tour é feito de ônibus. E depende da atitude do passageiro.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  7. Realmente so quem pedala presta atenção nos detalhes ao seu entorno. É uma sensação muito boa e prazeirosa. E ai alguem ao volante viu hoje o amanhecer?

    Thumb up 1 Thumb down 0

  8. O MELHOR É PRA QUEM PEDALA DE NOITE TB… O FAROL DA VERMELHO E AGENTE APRECIA OS ALTOS PREDIOS DA CIDADE ILUMINADOS.
    É APENAS OLHAR PARA CIMA .. ^^

    Thumb up 1 Thumb down 0

  9. Cansei de andar na ciclovia rio pinheiros e apreciar a cidade de outra vista, cada som, cada inseto e até animais…
    Parar para comer uma fruta da estrada, sentar emcima de um morro e apreciar a vista, sentir uma relação maior com o tudo.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  10. Outro dia eu fiquei embaixo de um monte de abelhinhas na Av.Faria Lima. Elas gostam da florzinha das palmeiras que estão na calçada central. E passando de Bike, parei para ver.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  11. SE NÃO TEM PRAZER NA VIDA NÃO CULPE OS OUTROS PELO SEU FRACASSO,POIS NEM CORAGEM DE ANDAR DE BIKE VC TEM,POIS É UM POÇO DE PREGUIÇA

    Thumb up 0 Thumb down 0

  12. SÃO POR ESSAS E OUTRAS QUE NÃO LARGO DA BIKE,NO AMANHECER É QUE É GOSTOSO DE SAIR PARA O SERVIÇO,PEDALANDO,COM O CANTAR DOS PASSAROS,POIS MORO EM UMA CIDADE COM GRANDE AREA ARBORIZADA,ONDE EU CONSIGO FALAR BOM DIA PARA AS PESSOAS SEM NEM MESMO CONHECE-LAS,POIS ESTÃO AO NOSSO LADO NA CICLOVIA.PARABENS PELAS FOTOS.

    Thumb up 2 Thumb down 0

    1. Como ciclista e como pedestre, temos uma maior percepção das coisas ao nosso redor, pois nem de moto podemos perceber tudo que se percebe de bike – digo por experiencia própria: Em Guarapari/ES passei em uma região rural da cidade em meio a montanhas, de moto, algum tempo depois, passei de bike e redescobri o local: Sons dos rios, dos bichos – estes inaudíveis de um carro ou moto, “Bom dia” recebido das pessoas da região, poder apreciar com bastante calma a paisagem, olhar de cima o “zig-zag” da estrada lá embaixo (a subida é difícil, mas recompensadora)

      Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

    1. Se, se refere ao motorista, está correto. Contudo, se fala também de passageiro, isto pode ser errôneo.

      Thumb up 0 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *