Foto: Suzana Nogueira

São Paulo iniciará testes com suporte para bicicletas dentro dos ônibus

Os novos ônibus superarticulados, que começaram a circular em São Paulo, prometem trazer uma novidade: a possibilidade de levar a bicicleta dentro do ônibus.

Foto: Suzana Nogueira
Sistema permitirá prender duas bicicletas de cada vez. Foto: Suzana Nogueira

Um suporte para prender até duas bicicletas começará a ser testado em duas linhas de ônibus da Zona Norte, em veículos do modelo “superarticulado” – um meio-termo entre os modelos articulados e biarticulados. Posteriormente serão inseridos também em outras linhas, nesse mesmo modelo de ônibus.

O sistema, que esteve em exposição no último fim de semana (13 e 14) no Parque do Trote, zona norte da capital, vem sendo evoluído durante uma fase interna de testes e já está em sua terceira versão. A ideia é que qualquer pessoa consiga prender a bicicleta sem auxílio: basta encaixar o pneu em um suporte no piso, virando o guidão de lado, e prender a bicicleta pelo quadro com uma cinta, certificando-se de que ela está bem presa. Veja nas imagens abaixo.

Ao menos inicialmente, as bicicletas só poderão ser transportadas aos sábados a partir das 15h e aos domingos e feriados durante todo o dia. Os ônibus será identificados externamente com um símbolo de bicicleta em branco sobre um fundo verde.

Racks externos não podem ser implementados

Testes com racks externos já foram feitos em São Paulo, como anunciamos aqui no site em 2010, mas precisaram ser abandonados por uma restrição legal. Saiba mais.

Ônibus com suporte para bicicletas em São Paulo, em testes realizados em 2010. Foto: Luis F. Gallo, via Flickr do CBNSP
Ônibus com suporte para bicicletas em São Paulo – restrição legal impediu sua adoção. Foto: Luis F. Gallo, via Flickr do CBNSP

11 comentários em “São Paulo iniciará testes com suporte para bicicletas dentro dos ônibus

  1. Então quer dizer que essa ideia jeneau de racks externos foi abandonada? Era o mínimo que se podia fazer. Qualquer ser com mais de dois neurônios funcionais, que usa tesoura com ponta e que come com garfo e faca sabe dos riscos que é ter esse trambolho na frente ou nas laterais de um ônibus.

    Bom saber que políticos de vez em quando pensam e dão uma banana para essas invencionices politicamente corretas.

    Thumb up 2 Thumb down 4

    1. Então, 5 anos já se passaram e as bikes estão dominando geral……
      Agora ainda tem para alugar, yellow, Itau, etc….Ah, agora tem patinete também!
      ATURA OU SURTA, BALEIA JUBARTE DO CARRO.
      E voce, GORDA SEDENTÁRIA QUE USA CARRO ATÉ PARA IR NO WC, tá como? Já infartou com sua banha sedentária?
      Quanto ao “politicamente correto”vai ter cada vez mais, não aguenta , MORRA.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  2. Parabéns pelo site. Sempre acompanho as notícias por aqui e por isso gostaria de dar uma sugestão. Pelo que eu vi, até pelo sucesso e representatividade do site, o vádebike consegue dialogar com a Prefeitura de SP. Então, sobre as bikes no ônibus, a melhor solução é colocá-las na frente do ônibus, na parte de fora, como é feito em várias partes do mundo. A bike colocada na parte de fora do ônibus não incomoda ninguém e assim pode ser utilizada o tempo todo. Eventual medo de furto da bike (é triste pensar nisso) se resolve pelo simples travamento da roda pelo próprio ciclista. Não precisa nem travar no ônibus. Enfim vou tentar mostrar essa ideia pra Prefeitura e se vocês também puderem pelo menos ventilar essa ideia no próximo encontro com a Prefeitura seria muito importante. Obrigado!

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

      1. No metrô mal cabem as pessoas nos vagões nos horarios de pico, qto mais bicicletas. Sou a favor das bikes no metrô em qualquer dia e horário, mas é preciso ter bom senso. O ciclista não iria conseguir embarcar nos trens superlotados e ainda poderia ser impedido de embarcar pelos usuários…

        Não vejo uma solução para esse problema….

        Thumb up 3 Thumb down 0

        1. Eu só acho que o metrô deveria liberar acesso de bike nos dias úteis entre às 10h e às 15h. Neste horário o metrô não está super lotado. Já enviei a sugestão para o metrô. Vale o pessoal dar uma reforçada na solicitação.

          Thumb up 3 Thumb down 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *