Servidores ganham folga ao pedalar para o trabalho em Salvador

Programa beneficia servidores da Secis que usarem a bicicleta por pelo menos 15 dias úteis ao mês nos deslocamentos até a secretaria

Ciclovia da Av. Suburbana. Foto: Max Haack/Agecom
Ciclovia da Av. Suburbana. Foto: Max Haack/Agecom

Os servidores públicos de Salvador ganharam um incentivo a mais para adotar a bicicleta como meio de transporte. O funcionário da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis) que se deslocar de bicicleta de sua residência até o trabalho durante 15 dias úteis por mês, terá abono de um dia de serviço. A resolução tem como base a Lei 12.587, de 3 de janeiro de 2012 – que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU).

Benefício será concedido a quem
usar a bicicleta pelo menos
15 dias úteis no mês

Segundo o titular da pasta, André Fraga, a nova portaria traz vantagens tanto para cidade como para o cidadão. “A integração da bicicleta ao cotidiano do trabalhador e da cidade ajuda na redução das emissões de gases de efeito estufa, melhora a qualidade do ar, ajuda no combate ao sedentarismo e promove a mobilidade ativa”, destaca o secretário, que uma vez por semana percorre 20 km de bicicleta de sua casa até o Parque da Cidade, onde fica a sede da Diretoria de Áreas Verdes do município.

Incentivo semelhante é aplicado no Ministério Público de Pernambuco desde março de 2015, tendo sido ampliado a todos os servidores estaduais no final daquele ano.

Como funciona

Um servidor ficará responsável por fiscalizar o uso da bicicleta pelos servidores que optarem por esse meio de deslocamento. Para receber o benefício, a comprovação será feita por uma declaração em que deve constar os dias em que ele utilizou a bicicleta para ir ao trabalho, as assinaturas do beneficiado e do fiscal. O documento deverá ser encaminhado à Coordenadoria Administrativa do órgão até o quinto dia útil do mês subsequente. O abono será previamente autorizado pela chefia imediata do servidor.

A capital baiana passou a adotar ações para estimular o uso da bicicleta como transporte alternativo na cidade em 2013. Hoje já são 145,04 km distribuídos entre ciclofaixas, ciclorrotas e ciclovias.

Veja também
Dia de folga a funcionários públicos que usam bike gera polêmica em Pernambuco
Experimento na França fez aumentar em 80% o número de pessoas pedalando ao trabalho
8 dúvidas jurídicas sobre o uso de bicicleta para ir ao trabalho

7 comentários em “Servidores ganham folga ao pedalar para o trabalho em Salvador

  1. Acho legal incentivar a bicicleta, mas não as custas do bolso do contribuinte.

    O funcionalismo já tem mordomias demais, é ineficiente e custa mais do que deveria. Isso é um exagero.

    Se for assim, dê home office para todos os funcionários do Governo. Muito mais eficiente do que deixar o carro em casa e nem sair de casa.

    Thumb up 2 Thumb down 2

  2. Não, eu conheço o serviço público no Brasil…

    Compare:

    Escola Pública X Privada… Depois pense em saúde, segurança, etc.

    Agora veja aonde tem mais greve na rede pública ou privada.
    Depois compare os salários.
    Compare os benefícios.
    Compare as aposentadorias.

    Agora defenda o funcionalismo público.

    Thumb up 4 Thumb down 2

  3. Esse funcionalismo público é um câncer no Brasil…
    Os caras trabalham pouco, não produzem nada, tem super aposentadorias e agora vão ganhar folga por que foram de bicicleta?

    Que absurdo! E o trabalhador que não é funcionário público e usa bicicleta como fica?

    Esse país é uma piada…

    Thumb up 4 Thumb down 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *