Uma das pontas da Ciclofaixa de Lazer junto à Praça Elis Regina, no trecho recém-inaugurado do Butantã. Foto: Willian Cruz/VdB

9 sugestões para ampliação da Ciclofaixa de Lazer de São Paulo

A estrutura que opera aos domingos e feriados pode ser ampliada. Conheça 9 sugestões enviadas em ofício à Secretaria de Mobilidade e Transportes

A Ciclofaixa de Lazer de São Paulo, que opera aos domingos e feriados das 7 às 16h, pode vir a ser ampliada. Não apenas porque os paulistanos merecem mais espaço para o lazer, mas porque há um “saldo” de quilometragem que precisa ser reposto.

Em dezembro de 2021 ocorreram duas desativações, reduzindo a extensão total em 13 km. Os trajetos removidos ficavam nas avenidas Roberto Marinho e Berrini, ambas na Zona Sul da capital. Isso porque as estruturas permanentes existentes nesses locais já dão conta da demanda existente aos domingos.

Parte dessa quilometragem já foi realocada para um novo trecho no Butantã (Zona Oeste), mas ainda há 7 km a serem reativados.

Veja o mapa da Ciclofaixa de Lazer de São Paulo, completo e atualizado

Sugestões feitas por ciclistas

Os ciclistas que participam da Câmara Temática da Bicicleta enviaram oficialmente à prefeitura nove sugestões para expansão da Ciclofaixa de Lazer. Elas foram formalizadas em um ofício ao Secretário de Mobilidade e Transportes, Ricardo Teixeira, e ao Presidente da CET, Jair de Souza Dias, entre outras pessoas.

A Câmara Temática da Bicicleta é um espaço participativo onde ocorrem reuniões oficiais entre representantes dos ciclistas e do poder público municipal, para falar sobre mobilidade por bicicleta. Os encontros, atualmente virtuais, ocorrem uma vez ao mês.

Veja o texto introdutório do ofício, enviado em 3 de dezembro de 2021, seguido das 9 sugestões de expansão da Ciclofaixa de Lazer.

Assunto: Sugestões de priorização para expansão do programa Ciclofaixa de Lazer

Conforme informado em reunião, a CTB apresenta uma lista de prioridades de novas rotas para a Ciclofaixa de Lazer, à medida que a revisão do contrato e modelo operacional, bem como a permuta do trecho redundante com o programa Paulista Aberta, proporcionam a expansão do programa para outros territórios da cidade.

Internamente foram discutidos critérios para validar as sugestões, incluindo:

  • Ausência de infraestrutura cicloviária de segurança, ou presença de ciclofaixa insuficiente para oferecer conforto e segurança para todos os usuários;
  • Priorização das áreas periféricas sobre o centro expandido;
  • Trechos de conexão entre infraestrutura cicloviária existente;
  • Trechos com previsão de futura infraestrutura cicloviária;
  • Conexão com o transporte de massas;
  • Solicitações recorrentes da população.

Abaixo seguem os trechos indicados para expansão da operação, levando em consideração que o atual planejamento já prevê a Ciclofaixa de Lazer na avenida Corifeu de Azevedo Marques, na zona Oeste.

1 Av. Radial Leste

“Conexão do Tatuapé ao Centro, ligando Sé ou Museu Catavento, cruzando o Tamanduateí via Rangel Pestana.”

Extensão aproximada: 5,8 km

2 Ciclofaixa Av. Mateo Bei

“Ciclofaixa de Lazer começando na Praça Nildo Gregório da Silva e continuando pela Av. Mateo Bei até a Praça Felisberto Fernandes da Silva e estação São Mateus – L15.”

Extensão aproximada: 3,5 km

3 Ponte Jaguaré

“Conexão entre ciclofaixa da Av. Jaguaré e Villa Lobos/Pedroso de Morais.”

Extensão aproximada: 1 km

4 Av Dr José Aristodemo Pinotti – São Miguel Paulista.

“Conectando a Av. Marechal Tito até a Av. do Imperador.”

Extensão aproximada: 3 km

5 Ciclofaixa Av. Senador Teotônio Vilela / Avenida Atlântica

“Ciclofaixa de Lazer começando no fim da calçada partilhada da Av. Atlântica, passando a Praça Pero Rodrigues e continuando pela Av. Senador Teotônio Vilela sentido sul. A Ciclofaixa de Lazer pode seguir OU apenas até o começo da ciclovia permanente já existente na Teotônio Vilela, na altura do Parque Grajaú, OU até o Terminal Varginha, OU passando o fim da ciclovia existente na Teotônio Vilela e entrando na Estrada Ecoturística de Parelheiros até o início da Ciclovia da Estrada Engenheiro Marsilac.”

Extensão aproximada: 2,9 km ou 7,3 km ou 15,4 km

6 Av. Ragueb Chohfi

“Conectando da Av. Aricanduva e a Subprefeitura de São Mateus até a Av. Sapopemba/Estação São Mateus do monotrilho.”

Extensão aproximada: 1,8 km

7 Ciclofaixa Avenida Zelina e Paes de Barros

“Ciclofaixa de Lazer começando na praça Alcides Franco de Lima, próxima ao Parque Ecológico Vila Prudente e as ciclovias do entorno e seguindo pela Av. Zelina. Conexão pela rua Ibitirama e pedaço da Anhaia Melo para chegar à Av. Paes de Barros, conectando à ciclovia do monotrilho, seguindo até o Viaduto Bresser e terminando fazendo o retorno na Praça Giuseppe Cesari.”

Extensão aproximada: 15,6 km

8 Ponte dos Remédios

“Conexão entre Ponte dos Remédios até a ciclovia da Gastão Vidigal.”

Extensão aproximada: 1,2 km

9 Av. Dr. Antonio Maria Laet

“Conexão entre a ciclovia Corredor Norte-Sul e a Av. Luis Stamatis/Edu Chaves.”

Extensão aproximada: 3,9 km

5 comentários em “9 sugestões para ampliação da Ciclofaixa de Lazer de São Paulo

  1. Poderiam fazer uma ligação da Washington Luiz com a berrini, moro no jardim prudência zona sul, e vou de bike ao trabalho (Faria Lima) tenho que ir pela rua onde tem um fluxo intenso de veículos

    Thumb up 0 Thumb down 0

  2. Boa noite a todos,
    Preciso fazer uma correção sobre a ciclovia da Av jornalista Roberto Marinho, ela só está pronta no sentido Av Pedro Bueno até Av Luiz Carlos Berrini, pois do lado oposto a ciclovia acaba na estação Campo Belo, depois precisa se locomover pela contramão do lado oposto. Fica aqui minha insatisfação pelas obras feitas e não concluídas.

    Thumb up 2 Thumb down 0

    1. Ninguém fala da conexão da ciclovia da Avenida Engenheiro Armando Arruda Pereira com a Avenida Jabaquara falta interligar esse trecho já faz muito tempo. Quais são os projetos?

      Thumb up 1 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *