Willian Cruz apresenta as aulas na plataforma EAD do Sesc. Fundador do Vá de Bike desenvolveu o conteúdo do curso, em parceria com a Gerência de Desenvolvimento Físico e Esportivo do Sesc São Paulo. Foto: Divulgação

Curso gratuito sobre bicicletas com Willian Cruz, do Vá de Bike

Elaborado pelo cicloativista e idealizador do Vá de Bike em parceria com o Sesc, curso traz informações e dicas sobre a bicicleta em seis videoaulas

Quer saber mais sobre uso da bike? Então não perca o curso Ciclismo e Lazer, que o Sesc acaba de lançar em sua plataforma de educação à distância. Em forma de vídeos online, as aulas podem ser vistas quando e onde você quiser, a qualquer momento. E o melhor: é de graça.

Abordando a bicicleta de forma ampla, o curso foi pensado tanto para iniciantes quando para os mais experientes, que querem conhecer mais sobre a variedade de usos da bicicleta. As aulas são apresentadas por Willian Cruz, aqui do Vá de Bike, que criou o conteúdo em parceria com a Gerência de Desenvolvimento Físico e Esportivo do Sesc São Paulo.

Com linguagem acessível, informações interessantes e dicas importantes, o curso possui seis videoaulas de aproximadamente 20 minutos. Nelas, Willian conta a história da bicicleta, ajuda quem quer começar a pedalar, explica as modalidades esportivas, fala sobre mobilidade e até dando dicas para fazer sua primeira viagem de bicicleta.

Para assistir as aulas gratuitamente, acesse a plataforma EAD do Sesc e inscreva-se clicando no botão “matricule-se”.


As aulas

Além da aulas em vídeo, há materiais complementares com artigos, referências de leituras, filmes e outros conteúdos para você se aprofundar no que achar interessante. A ideia é que qualquer pessoa, independentemente da idade ou do condicionamento físico, pode aderir a essa prática. E há muitas opções para começar!

Breve História da Bicicleta

Na primeira videoaula, os temas centrais são origem e as transformações que o veículo sofreu ao longo dos séculos. Cita-se a teoria que atribui sua invenção a Leonardo da Vinci (1452-1519) e outras versões sobre seu surgimento, como o Celerífero francês e a Draisiana alemã. Se você acha que a invenção do avião envolve disputa de autoria, precisa conhecer essa história de perto!

Essa aula também fala sobre a evolução do equipamento ao longo dos séculos, as primeiras provas de ciclismo, como Tour de France e Giro d’Italia, a chegada das primeiras bicicletas ao Brasil e a construção de velódromos no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Reprodução de uma Draisiana, exposta durante a Velo-City de 2017, na Holanda. Foto: Willian Cruz/VdB

Primeiros Passos, Aptidão Física e Segurança Viária

A segunda aula esclarece os motivos mais comuns pelos quais as pessoas têm medo de pedalar, aborda o desenvolvimento de aptidão física e reforça a importância da segurança viária para a prática. Traz também aspectos positivos do ciclismo à saúde, questões de mecânica básica, e as leis específicas para o uso da bike no contexto urbano.

O objetivo é mostrar que é possível usar a bicicleta com qualquer idade ou condicionamento físico – e de forma segura.

Ciclista pedala na Ciclovia da Faria Lima, em São Paulo. Foto: Willian Cruz/VdB

Grupos de Ciclistas – Uma Realidade Brasileira do Lazer com Bicicleta

Já na terceira aula falamos sobre os grupos de pedal, trazendo um panorama de como as pessoas se organizam para pedalando em turma.

Nessa aula contamos quem começou essa prática por aqui: a arquiteta, jornalista, videorrepórter, fotógrafa, cicloativista (e amiga de longa data) Renata Falzoni. Usando a bike como transporte desde a década de 70, Falzoni fundou em 1989 o Night Biker’s Club do Brasil, o primeiro grupo de pedal noturno.

De lá para cá, muitos outros grupos surgiram, trazendo variadas propostas de passeios em diferentes níveis de dificuldade, duração e dias da semana.

Pedalada noturna Hora do Planeta, realizada pelo Vá de Bike em parceria com a WWF Brasil. Foto: Ivson Miranda/VdB

As Modalidades Esportivas do Pedal

As principais modalidades esportivas que envolvem a bicicleta são o tema da quarta aula: ciclismo de estrada, mountain bike, ciclismo de pista, BMX e até o bike trial. Mostramos suas características, as diferenças no equipamento e as competições, para você conhecer cada uma delas e descobrir qual combina mais com o seu estilo.

Pódio do XCO feminino na World Cup de Mountain Bike, em Balneario Camboriu (2005). Foto: Willian Cruz/VdB

Cicloturismo

Essa aula apresenta o mundo das viagens de bicicleta e vai fazer você se apaixonar pela ideia. Há informações essenciais para realizar uma cicloviagem, como organização, planejamento, roteiro, duração e equipamentos. E traz roteiros consagrados, que dispõem de infraestrutura de serviços e boas sinalizações.

A bicicleta pode te levar a lugares inesquecíveis, como essa praia deserta em Alagoas. Foto: Willian Cruz/VdB

Estruturas Cicloviárias e a Atuação da Sociedade Civil

Bicicletas nas ruas ajudam mesmo as cidades? Nessa aula sobre mobilidade urbana, você vai conhecer pesquisas que comprovam que incorporar a bicicleta como uma opção de transporte nas cidades transforma positivamente a paisagem e também os hábitos das pessoas.

A aula também informa sobre políticas públicas, implantação de ciclovias, bicicletários, empréstimo de bicicletas e interligação com outras formas de transporte, em São Paulo e em outras cidades do Brasil e do mundo. E mostra que saber como cobrar o poder público é essencial para conseguirmos as mudanças que queremos e precisamos.

Ciclovia da Av. Paulista, conquistada graças à atuação organizada de ciclistas paulistanos. Foto: Willian Cruz/VdB

Clube do Pedal do Sesc São Paulo

Assistiu ao curso EAD e quer saber onde praticar? As unidades do Sesc São Paulo oferecem encontros pontuais ou permanentes que podem ser frequentados por interessados em iniciar a prática do pedal ou se aprimorar no esporte.

As unidades de Catanduva, Santos e Sorocaba possuem o Clube do Pedal, que realiza saídas em grupos para trajetos curtos e longos.

Demais unidades, como Sesc Avenida Paulista e Sesc Pinheiros, realizam saídas frequentes e ações como a Pedalada Noturna.

Informações sobre inscrições, documentos necessários e dias dos encontros podem ser obtidas no site do Sesc.

Sobre Willian Cruz

Cicloativista, Willian Cruz é o fundador do portal Vá de Bike, projeto que, além do site na internet, conta com páginas no Facebook e no Instagram, tendo um canal no Youtube que disponibiliza ao público dicas em vídeo sobre mobilidade, legislação, cicloturismo, cicloativismo, saúde e lazer.

Nos anos 2000, incentivado por um amigo, começou a pedalar pelas ruas de São Paulo e logo passou a integrar grupos de pedalada noturna, fazer trilhas aos finais de semana e participar de competições de mountain-bike. Não demorou para que a bicicleta se tornasse seu principal meio de transporte pela cidade e, percebendo as carências e necessidades de infraestrutura para a segurança dos ciclistas como um todo, tornou-se um importante representante do cicloativismo nacional.

Sobre o Sesc Digital

Lançada em 2020, a plataforma de conteúdo Sesc Digital visa transpor as ações do Sesc São Paulo ao ambiente e à linguagem digitais, expandindo o alcance das suas práticas de ação e difusão cultural de forma substancial e diferenciada, fortalecendo seu compromisso com um processo educativo participativo, continuado e inclusivo.

O Sesc São Paulo trata com muita seriedade a privacidade de seus usuários e tem o compromisso de mantê-los informados em relação ao uso que é feito com os dados que são fornecidos.

2 comentários em “Curso gratuito sobre bicicletas com Willian Cruz, do Vá de Bike

  1. Somos ciclistas aqui de Sorocaba SP, é com muita alegria que recebemos essa novidade, parabéns, são ativistas como você que fazem a gente amar cada dia mais a bicicleta!
    #Os6DoPedal

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  2. Parabéns Willian.
    Sempre lutando pela causa, até remando contra a maré, pois muitos governantes não ajudam em nada outros até prejudicam e você sempre consegue fazer algo de bom mesmo com tanta dificuldade, só posso dizer parabéns e seja sempre o orgulho dos ciclistas, pelo menos os que eu conheço te acha um orgulho.
    Abraços.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *