World Cup de Mountain-Bike em Camboriú

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

(publicado em 20 de junho de 2005)

Eu tinha algumas dúvidas que o site oficial do evento e a matéria da Bike Action não responderam, então liguei agora na administração do evento e fiz algumas perguntas. Atendeu uma mulher que começou respondendo como se elas fossem óbvias demais e eu estivesse tomando o tempo dela à toa, mas no fim acabou respondendo tudo. Acho que ela tava com pressa de ir embora, pois liguei às 19h30. 🙂

1) Li que é necessária a compra de ingressos para assistir às provas. A que o ingresso dá direito?
“Dá direito a assistir à World Cup!” foi a primeira resposta. Contive um “dãããããã” e baixei o nível da explicação para tornar possível a comunicação: expliquei tranqüilamente que o que eu queria saber era se o ingresso é para entrar nas partes onde se assiste à prova, se é pra entrar na bike village ou o quê. Aí ela entendeu um pouco melhor a pergunta e explicou que o ingresso dá direito a entrar na bike village. Lá dentro tem áreas para se assitir à prova. Não fiquei perguntando mais sobre esse assunto pra ela não começar a me tratar como idiota, mas até que depois desse momento inicial até que ela começou a responder melhor.

2) É um ingresso só para todas as provas ou um para cada prova?
É um ingresso para cada dia. O ingresso dá direito a passar o dia na bike village.

3) Qual o custo dos ingressos?
R$ 5,00.

4) Tem como comprar antecipado ou posso ficar tranqüilo que não vai faltar ingresso pra mim no dia? Só estarei em Camboriú no sábado!
Ela disse que não vai faltar ingresso, mas que tem como comprar antecipado em um posto de gasolina de Itajaí e nas duas APAEs (Camboriú e Balneário Camboriú).

5) Tem que pagar pra entrar no unipraias?
Só o valor do ingresso. O que tem que pagar à parte é se for andar de bondinho ou fazer arvorismo. Pelo que entendi, a bike village deve ser a área total do parque unipraias (ou quase isso).

6) Tem que pegar balsa?
– Onde você está?
– Em Florianópolis.
– Você vem de carro ou de ônibus?
– De bicicleta.
Depois de algum silêncio para ela digerir essa informação:
– Hã… tem que pegar balsa.

—–

Outras informações interessantes:

– Tem hotel dando desconto pra ciclista. Eu inclusive liguei lá e eles disseram que estão deixando guardar a bicicleta dentro do quarto, porque tem muita gente pedindo isso!   \o/

– Vai ter um bike parking, um “estacionamento seguro” para bicicletas (segundo a revista Bike Action), por R$ 3,00. Tomara que dê certo e que a moda pegue.

—–

Algumas informações bacanas que postaram em uma lista de ciclismo aqui de SC:

Data: Sun, 19 Jun 2005 17:07:02 -0700 (PDT)
De: Marcelo Dos Santos
Assunto: Re: Mais Camboriú World Cup

Neste domingo estive em Balneário Camboriú pra ver etapa do campeonato catarinense de cross country, e conhecer a pista, aproveitei também pra tirar umas dúvidas sobre acesso, preços, etc.

– Acho que o melhor acesso é por laranjeiras, mas se for todo o povo que estão esperando, não sei o que vai dar, de carro acho que vai ter engarrafamento, de bondinho acho que vai ter fila, pra quem pode é melhor ir mesmo de bike por laranjeiras e deixar no guarda bike a 3 reais (disseram que vai ter).

– a pista é boa, mas acho que esqueceram de espaço pro público, acho bom chegar mais cedo pra achar um bom lugar.

– o ingresso é 5 reais, haverá dois pontos de cobrança nos dois acessos por estrada à praia de Laranjeiras, pra quem vai de bondinho pelo outro lado custa 20 reais (ida e volta) com ingresso incluído.

– Nas pistas de XC, DH e 4X existem algumas áreas restritas onde o público pode assistir, mas não dá pra percorrer toda a pista durante a prova, o espaço é limitado e você corre o risco de não ver a prova direito.

– O público pode subir (se pagar 20,00) de bondinho,que é por onde também vão subir os atletas do DH, cada bondinho pode levar 1 bike no lado de fora (não vi nenhum suporte) mas disseram que vai ter.

– existem acessos à pista na estação Mata Atlântica, na chegada embaixo do morro na estação Laranjeiras, mas não sei até onde dá pra ir.

– o four X vai ser no final da tarde, quase noite, com iluminação na pista, o melhor visual é no final da pista, onde dá pra ver um trecho maior.

– pra quem curte mais o Cross Country, na chegada não dá pra ver muita coisa, a turma sai do mato, pega um pouco de asfalto e some denovo, o negócio é se enfiar no mato, já que não tem muito espaço pro público.

Marcelo

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>