Ciclistas repintam acostamento retirado pela CET

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Como já comentamos aqui, essa semana a CET eliminou um acostamento na Marginal Pinheiros para dar lugar a uma quinta faixa para os veículos motorizados. Nesse acostamento trafegam centenas de ciclistas e pedestres diariamente. Sem o acostamento, os carros passam a jogar os ciclistas contra o guard-rail e “empurrar” com o carro por trás, dando farol e buzinando para “sair da rua”. Ou seja, a CET prefere ter uma quinta faixa para os carros, para melhorar um pouquinho a fluidez, mesmo que o preço disso seja a vida das pessoas que precisam passar de bicicleta ou a pé por ali.

A ação

Revoltados com essa situação, dezenas de ciclistas resolveram repintar o acostamento e trazer um pouco de segurança para quem precisa passar por ali sem estar montado num motor.

Munidos de tinta branca e rolinhos de pintura, os ciclistas repintaram boa parte da faixa que foi apagada pela CET. No início, estavam fazendo uma faixa tracejada, mas depois perceberam que seria mais seguro ter uma faixa contínua e passaram a pintá-la assim.

Um carro quebrado precisou usar o acostamento novo. Os ciclistas tentaram ajudar, empurrando o carro, mas não teve jeito: ele permaneceu lá por cerca de uma hora, até ser rebocado pela CET. Se o acostamento não estivesse ali, seria ele o culpado do dia pelo congestionamento causado pelo excesso de carros nas ruas.

Enquanto a ação era realizada, vários ciclistas e pedestres que utilizam aquele trecho diariamente passaram pelo local. Alguns desses ciclistas pararam para ajudar na ação. E todos com quem conversei eram unânimes: a retirada do acostamento tinha complicado demais a vida deles e estavam revoltados com a situação, mas não sabiam o que fazer. Os manifestantes entregavam panfletos aos ciclistas, pedestres e motoristas que passavam no local, explicando o que acontecia ali.

A maioria dos motoristas respeitava a faixa pintada no chão. Eventualmente, um ou outro queria passar por ali, mas saía para a pista ao ver os manifestantes. A certa altura, um momento hilário: um motorista queria que todos saíssem do acostamento recém pintado para que ele passasse, alegando ser fuzileiro naval. Ainda estou procurando o artigo do código de trânsito que diz que fuzileiro naval pode trafegar no acostamento, ou outro que diga que todos devem sair da rua quando um deles resolvee passar com seu carro particular… Claro que os manifestantes não saíram e, intimidado pela presença das câmeras, o militar desviou e foi embora sem causar problema.

CET e PM

Diversos agentes da CET estiveram no local, mas se limitaram a retirar do chão algumas pedras e outros objetos que haviam sido colocados para evitar que os carros passassem por cima da tinta fresca. As motos e viaturas da CET que passaram por ali tiveram um acostamento recém-pintado para estacionar. Duas motos da Polícia Militar passaram pelo local para ver o que estava acontecendo, conversaram um pouco com os manifestantes e saíram para atender uma ocorrência.

A CET também saiu depois de algum tempo, certamente para fazer qualquer outra coisa mais importante que isso. Mas antes dos últimos agentes saírem do local, houve discussão com um dos manifestantes. Um agente da CET, que estava um pouco alterado com alguma coisa que os manifestantes disseram, deu um empurrão no jornalista e Bike Repórter da Rede Eldorado, Felipe Aragonez. Em vez de reagir, Felipe anotou o nome e número da viatura do marronzinho, ameaçando denunciá-lo.

Algum tempo depois, uma viatura da PM estaciona no acostamento e dois policiais descem, um deles com a arma na mão. Perguntam o que está acontecendo e esclarecem que estavam ali para atender uma ocorrência de depredação, pois havia a denúncia de que os manifestantes teriam atirado pedras em uma viatura da CET. Coincidência ou causa e efeito?

Ao saber que o que ocorria ali era uma manifestação pacífica, que não estava ocorrendo agressões contra motoristas e muito menos contra a CET, voltaram à viatura e passaram a informação adiante. Pouco depois, começam a chegar mais viaturas. Segundo um dos PMs, agora elas estavam ali por causa da manifestação.

A partir daí, esse post da Renata Falzoni esclarece o que aconteceu. A PM pediu para interromperem a pintura, no que foram atendidos prontamente. Mesmo assim, houve discussão com os manifestantes e um deles foi encaminhado à delegacia por um alegado desacato  e resistência à prisão. Por coincidência, o manifestante detido foi o mesmo que o agente da CET havia empurrado…

Repercussão na imprensa

Renata Falzoni esteve por ali e escreveu um belo texto, além de ter filmado para exibir na ESPN Brasil. A Globo também filmou, sem repórter, e exibiu matéria no SP TV. Detalhe: o carro da Globo usou o acostamento novo para estacionar e realizar a filmagem. Se o acostamento não estivesse ali, não teriam onde estacionar.

Como sempre, a mídia tradicional deu ênfase ao congestionamento, que é causado pelo excesso de carros e ocorreria de uma forma ou de outra. A pior matéria foi a da Folha, que disse textualmente que “a manifestação causou mais de 11 km de lentidão”, apesar de admitir no mesmo parágrafo que os ciclistas não ocupavam nenhuma faixa da via.

Fotos

Vá de BikeCicloBR

Vídeos

Ação de pinturaChegada da CETMais agentes da CETCET ajudando na açãoCarro quebradoFuzileiro navalA ciclofaixa durante o dia

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

4 comentários para Ciclistas repintam acostamento retirado pela CET

  • + Vá de bike! +

    Para o Estadão, o que importa no protesto da USP é o efeito no “trânsito”…

    A primeira página e as capas de três dos seis cadernos do Estadão de hoje exibiam propaganda de carro. Sem contar os diversos anúncios dentro dos cadernos.
    Imagem: Reprodução

    Na primeira página do Estadão de hoje, o que se vê …

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • CET quer multar ciclistas outra vez | + Vá de bike! +

    […] da Pedalada Pelada do ano passado, a CET quer repetir a provocação e multar os ciclistas que repintaram um acostamento, insistindo na falácia de que são os ciclistas que causam congestionamento em São […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fabio

    Ao ver esse vídeo não consegui parar de rir… de felicidade! É assim que tem que ser, não podem simplesmente aceitar os absurdos de um governo que favorece uma minoria. Espero que ações assim aconteçam mais vezes e com maior intensidade no país inteiro.

    E aos ciclistas que lá estiveram, vocês são meus novos heróis.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Cássio

    Simples, se essa porcaria continuar assim, esse abuso de poder, passa um por dia jogando uma caixa de tachinha no acostamento. Quero ver o festival de pneu furado que vai ser. Cansei dessa porcaria de governo, tem que partir pra ignorância mesmo.

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>