Leitor: “roubaram meu guidão”

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Alan encontrou sua bicicleta assim. Note os cabos cortados, para retirada dos manetes e passadores.

Imagine você preparado para ir ao trabalho, mas quando chega para pegar sua bicicleta está faltando o guidão. Isso mesmo, roubaram seu guidão!

Foi o que aconteceu com o leitor Alan, de Diadema (SP). E ele não havia deixado a bike passar a noite num poste de uma rua escura, nem debaixo de um viaduto: o furto aconteceu na garagem do prédio onde ele mora, em área específica para prender bicicletas (em 2011).

Junto com o guidão, levaram passadores de marchas, manetes de freio, bar ends e manoplas. O meliante chegou a cortar os cabos para levar o que queria.

Como evitar que se repita?

Quem praticou esse crime (sim, é crime) teve tempo suficiente para tirar os parafusos que prendem o guidão e cortar os cabos de aço. Não vejo como prender o guidão de forma que isso não ocorra novamente.

Já vi um cabo de aço que servia para prender o selim no quadro, evitando que fosse retirado. Mas mesmo com esse cabo, se o bandido tivesse tempo para desmontar o trilho do selim, ele conseguiria retirar. E não há como prender um cabo desses no guidão. O melhor que pode ser feito é o uso de um “pinhead” (veja mais abaixo, nas fotos do final da matéria).

Melhor do que bolar estratégias mirabolantes para prender cada parte da bicicleta com um cabo diferente (e levar meia hora destrancando na hora de sair) seria tentar colocá-la dentro de casa. Ou pressionar o síndico, afinal foi praticado um furto dentro do edifício.

Não sei o quanto se pode cobrar do condomínio um furto como esse e, sinceramente, sou pessimista quanto a isso. Não acredito que a lei obrigue ressarcimento, mas os advogados que frequentam esse site talvez possam dar sua opinião.

Para guardar a bicicleta dentro de casa, é possível improvisar ganchos presos à parede, altos o suficiente para não esbarrar na bicicleta ao passar do lado dela, opção bastante usada no exterior. Abaixo, dois exemplos que encontrei em uma busca rápida na internet (clique em cada uma para saber mais):

Um belo suporte, da empresa Knife & Saw. Mas mandar trazer esse, sai BEM caro…

Uma variação desse suporte é vendida pela loja Ciclourbano, de São Paulo (clique na imagem).

Uma variação desse suporte é vendida pela loja Ciclourbano, de São Paulo (clique na imagem).

O dono dessa fixa resolveu colocá-la por cima da mesa do computador. Detalhe: uma fixa costuma ser bem mais leve que uma bicicleta comum. Foto: Robert Canon.

O Rodrigo Primo sugeriu aqui nos comentários a utilização de “Pinheads” ou similares – a grosso modo, parafusos com tranca. Um deles é exatamente para a mesa (avanço de guidão).

Essas trancas da Zefal só podem ser abertas se você virar a bicicleta a pelo menos 90º do solo – o que não é possível de ser feito com ela presa a algum lugar. Porém só estão disponíveis para selim e rodas, ao contrário da solução da Pinhead.

Outra opção seria comprar uma dobrável, que pode ser guardada facilmente dentro de casa. Clique para saber mais.

 

Qual sua opinião? O que você faria?

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

41 comentários para Leitor: “roubaram meu guidão”

  • fabio montarroios

    uso essas travas da zefal e são realmente muito boas. qdo a levo numa bicicletaria os mecânicos piram! mas foi muito difícil conseguí-las aqui em sp… tive q encher a importadora com muitos pedidos. para o guidão não tenho nada, então a dica é boa. tb aproveite a dica daqui e comprei uma trava em U da kryptonite. q, obviamente, não vende aqui. tive q comprá-la usando o site cabe na mala. chegou bem e, melhor, sem imposto! itens de segurança pra bike deveriam ter acesso facilitado ao brasil. mas não creio q nossas autoridades, com poucas exceções, já tenham subido numa bicicleta. se o fizeram, foi no tempo do onça, qdo ainda não eram políticos.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fred

    Vi um video de um mecanico de Nova Iorque que (antes da invencao da blocagem de avanco como colocada aqui, com chave) sugeria as pessoas colarem com superbonder uma esfera de aco, daquelas de dentro do cubo da roda, dentro do buracos de chave allen de todos os parafusos do avanco. Claro que daria trabalho se precisasse remover para arrumar ou trocar, mas dificulta um pouco alguem roubar tudo se nao tiver tempo ou uma ferramenta fina para enfiar nos buracos para descolar a esfera 🙂

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Luis Nascimento

    vejo nesse caso foi uma grande falta de sorte, e o bicicletário deveria esta fora da vista de câmeras, o que eu sugiro, hoje já podemos contar com bicicletários com porta cadeados isso vale na hora compra fica dica…

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Rafael

    Isto é o mesmo que roubarem os pneus dos carros, que alias, hoje em dia esta bem comum também, a que ponto chegamos…

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Rodrigo Vasconcelos

    Existe um jeito bem fácil de pendurar a bike … Existem ganchos pra prender guitarra na parede.. Em loja de música da pra achar fácil fácil… Vc escolhe um mais largo, coloca dois na mesma altura, um ao lado do outro e a uma distancia pra segurar o quadro … Já eraas… Eu tenho aqui e prendo tanto as guitarras, como a bike tbm.. Afinal, minha guitarra tem uns 5kg, o gancho aguenta mais q 20kg e colocando dois ganchos, aguenta mais ainda

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Kid muleta

    estou abismada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! roubar guidao é coisa de ladrãozinho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! #xocada #bolada #naocurtI

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Emmanuel Marcel Favre Nicolin

    Eu acho que tem alguns GPS que deteatam os movimentos e podem ligar para um celular em caso de vibração? http://www.gizmag.com/spybike-gps-tracker/22999/

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Kristhian

    Adendo:
    Se as peças roubadas eram boas (guidão, manetes ou passadores), isso foi sacanagem de outro ciclista. Só outro ciclista reconhece qualidade de uma peças só de bater o olho. Roubou para vender ou para colocar em outra bike. Ladrão de biciclta rouba a bike inteira e não deixa nada para trás e, geralmente, não tem muita noção do valor de peças separadamente (não sabe que, por ex., um passador sti é muito mais caro que o cassete ou que os dois cubos juntos). Ele sabe avaliar o valor do conjunto pela aparência (bike nova, bike bem cuidada etc.).
    Se as peças não são caras, é sacanagem de alguém que não gosta de você. Um desafeto, por ex. Talvez nem seja algo pessoal, pode ser um babaca anti-ciclista que achou uma forma de “tirar um ciclista da rua” sem ter que atropelá-lo – e que é seu vizinho.
    Enfim, ladrão não foi.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Kristhian

    Estão à venda alguns alarmes para bike (sensor de movimento) que são afixados no quadro. Qualquer mexida que a bicicleta der, dispara o alarme. Não sei se isso seria uma solução definitiva. Na realidade, acho que não existem “solução definitivas” nesse caso, afinal toda tranca pode ser quebrada. A questão é quanto tempo vai tomar e quanto trabalho vai dar quebrar a trava. Com esse alarme, aumenta-se o trabalho do meliante, pois será necessário mais cuidado ao desparafusar a mesa para não balançar a bicicleta e acionar o alarme. Ou, ao menos, vai ter que se dar o trabalho de se certificar que ninguém escutaria o alarme de onde a bicicleta está.
    E se vale uma dica de última hora, circule pelas bicicletarias do bairro. É muito comum que ladrões de bicicletas (ou nesse caso, de peças) tente vender as peças usadas ou pedirem na bicicletaria para instalarem na bicicleta dele. Procurar no Mercado Livre por modelos usados dos passadores, manetes, manopla e guidão pode render algumas surpresas…

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fabio Andrella

    O condomínio deve ser responsabilizado . Consulte um advogado. Faça valer seu direto.
    E cobre providências ;Pois a segurança é um item importante.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Rosana

    Deu medo… lamento sempre por este tipo de ocorrência!!! Sugiro que registre a ocorrência na delegacia e também no condomínio, porque muitas vezes essas coisas acontecem frequentemente e não fica registro para se tomar providência. Minha bici é muito simples mas é limpinha (hehehe) e ia odiar muito perdê-la. Como o tubo superior é inclinado (modelo feminino) tem jeito de pendurar na prateleira? Acho que ficaria com a roda traseira para cima, o que acham?

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Willian Cruz

      Rosana, acho que não vai dar certo, porque um dos lados vai ficar bem mais pesado que o outro. Melhor buscar alguma solução para apoiar o selim e o avanço do guidão (ou o próprio).

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Pat

    Eu deixo a minha em casa. É um saco subir com ela pelo elevador, mas não confio. Um amigo meu perdeu duas bikes na garagem do condomínio dele. Roubaram uma, ele esperneou, tentou responsabilizar o condomínio e tal, não conseguiu. Comprou outra, deixou lá e pimba: de novo. Eu, hein? Não confio mesmo, a minha fica dentro de casa! Acho até decorativo rsrsrsr

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Regina Barreto

    O condomínio não é responsável por furtos, nem de bicicletas, nem de carros, ao menos que haja segurança contratado e/ou algo na convenção.
    O que se deve fazer é ir na delegacia e depois, com um mandato, verificar no circuito interno de tv se dá pra descobrir quem foi.
    O condomínio será responsável se, se descobrir que foi um funcionário do mesmo, que cometeu o furto.
    Ao condomínio cabe reforçar com funcionários e moradores, os procedimentos de segurança.

    http://www.sindiconet.com.br/8131/Informese/Furtos-e-roubos/Furto-em-condominio

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Willian Cruz

      Obrigado pelo esclarecimento, Regina!

      Thumb up 1 Thumb down 0

    • Ciclista

      Um amigo teve a bicicleta roubada em um condomínio cujo nível econômico dos moradores era relativamente alto, que dispunha de câmera de segurança e serviço de seguranças terceirizado. A indignação dele foi grande. Ele pretendia realmente entrar com um processo, porém, depois de consultar alguns advogados e casos semelhantes, foi demovido de seu intuito pois ficou claro que a JURISPRUDÊNCIA PREDOMINANTE era a de que o condomínio só pode ser responsabilizado caso esteja explícito na convenção de condomínio. Portanto, de acordo com o apurado, mesmo com segurança contratada, infelizmente não há responsabilidade do condomínio, a menos que esteja na convenção. Sendo assim, se vc mora em um condomínio, lute para que seja inclusa a responsabilidade e ressarcimento por parte do condomínio em caso de furto/roubo.

      *** Como os responsáveis pela administração do condomínio não queriam ter trabalho, alegaram que as imagens do dia já haviam sido apagadas. Meu amigo demorei cerca de uns 5 dias para perceber o roubo.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Leo Novarino

    Aqui no Brasil a Bike Forever vende esses suportes de madeira:
    http://www.bikeforever.com.br/acessorios/suporte-bike-books.html

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Renato Cerqueira

    É, isso é bem ruim mesmo.
    Tinha uma caloi 100 e no meu apartamento anterior, ela ficava presa a uma grade, que corria ao longo do corredor do segundo andar, que dava para um espaço interno do prédio a céu aberto.
    E uma manhã tive a surpresa de sair de casa e ela não estar lá. Na época não usava uma kryptonite porque achava que não seria necessário pra deixar preso dentro do prédio, mas seja quem for, teve a cara de pau de pular o muro, cortar a corrente, e pular de volta o muro. Bem bizarro.
    Não tive papo com a síndica, e resolvi sair de lá.
    Mas é uma situação péssima. Como confiar que não foi alguém de dentro do prédio?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Donizete

    Em condominio seria bom ter cameras!!Afinal se alguem teve o trabalho de serrar os cabos pra tirar o guidão,o condominio esta correndo perigo com algum meliante!!Fora isso,nao vejo como evitar,só contando com a sorte mesmo!!!!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Leonardo

    Por isso que a minha Rosa Púrpura do Cairo fica no meu quarto… no bicicletário do meu prédio ficam só a Rosinha Púrpura do Cairo (da minha filha) e a Caloi Andes do meu irmão. A Rosinha fica presa com cabo de aço pra trancar moto, meu irmão deixa a Andes solta.
    O bicicletário do prédio onde moro é trancado com corrente e cadeado e a chave fica na mão dos porteiros… mas pra cortar aquela corrente é só olhar feio pra ela, de tão fina que é. Pra fazer um “carreto” ali é facinho, infelizmente.

    Sobre o roubo do guidão: isso não foi coisa de ladrão, não mesmo… tem cara de sacanagem feita por alguém que não vai com a cara do Alan. Pensemos: o cara levou guidão, bar ends e outros itens quando podia ter levado a bike toda? Isso foi “inside job” e o culpado está dentro do prédio.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Vá de Bike é eleito o melhor blog em português no The BOBs | Vá de Bike!

    […] publico comentários e e-mails que recebo e que rendem uma boa discussão, ou que podem servir para ajudar um leitor em alguma situação específica. Pretendo interagir cada vez mais com vocês, sem entretanto […]

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • alan

    Queila voce mora no mesmo prédio que eu ?

    entre contato depois

    grato

    Alan

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Queila

    Alan,

    Aconteceu comigo também em Diadema: Cheguei pra pegar a magrela pra passear, e só achei o quadro com as rodas, selim e pneus. Todo o resto – câmbio, passadores, freio completo! – havia sido roubado. Fiz o maior escândalo no condomínio, falei com o síndico e nada adiantou…

    Como alguns colegas citaram, eu teria que ir até um DP e depois entrar com uma ação, mas não quis ir adiante. O pior mesmo é conviver com o sentimento de impotência diante de um acontecimento como esse…confesso que demorou pra passar minha indignação!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Rafael

    Primeira coisa é falar com o síndico e ver se há a possibilidade de ressarcimento. As vezes vc consegue resolver aí. Depende do estatuto de cada condomínioSenão é o caso de ir ao Juizado Especial Cível. É bem simples, e sequer precisa de advogado (a não ser que sua bike seja absurdamente cara, + de 20 salários mínimos)

    Há um entendimento jurisprudencial no sentido de que, se o prédio tem aparato de segurança que gere ônus ao condômino (portaria, porteiro, câmeras, alarme, etc.), o condominio deve ser responsabilizado por furtos ocorridos na garagem. Caso contrário, não precisa. Mas mesmo assim, vale a pena tentar, pq tem juiz que dá.

    E tem que fazer o B.O. na Delegacia de Polícia , sim. ALIÁS,, ACHO QUE É POSSÍVEL FAZER O BO PELA INTERNET AQUI: http://www.ssp.sp.gov.br/bo/furtoVeiculoEntrada.aspx (não me lembro agora se é possível faze-lo na Delegacia eletronica, no site da policia civil.Sem ele, você não vai conseguir nada lá na frente. Alem disso, fazendo o BO ( e a polícia investigando), vc já estará contribuindo para aumentar a segurança geral. Afinal, ladrão faz isso pq tem certeza que não pega nada, já que ninguem vai atrás.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Rodrigo Primo

    Uma outra opção é usar pin heads. Tem um para a mesa da bicicleta. Na minha tenho nas rodas e no canote, mas não na mesa 🙁

    http://www.pinheadlocks.com/index.php?page=shop.product_details&flypage=flypage.tpl&product_id=17&category_id=10&option=com_virtuemart&Itemid=60&lang=en

    Abraços, Rodrigo.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Alan

    Obrigado a todos pelas dicas pessoal.

    abraços

    Alan

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • cristiana

    Ô Alan, dei menos sorte que vc…furtaram minha bike inteira. A situação foi a mesma que a sua: minha bike estava dentro do PC do meu prédio e o “ladrão” saiu com ela pela portaria e dando tchauzinho para o porteiro.
    Nunca mais encontrei minha “bichinha”!!!! O cara foi preso, está para ser julgado, mas não deu noticia sobre o que fez com as bicicletas (ele não furtou só a minha, não!!!)
    Comprei outra com muita dificuldade e agora deixo ela dentro de casa. Fazer o quê????

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Júlio

    Na minha modesta opinião o condomínio deve ser comunicado do ocorrido (pois é responsável pelos veículos deixados na garagem). A vítima pode e deve querer que o condomínio faça o ressarcimento de seu prejuízo (o mesmo pode alegar que quer resolver amigavelmente para não ir a DP – resolver amigavelmente na minha opinião esse é o melhor caminho).

    Se o condomínio não fizer o ressarcimento a vítima pode ir a uma DP comunicar o furto (dor de cabeça para o condomínio que tem que ficar enviando representantes para prestar depoimentos e etc)… só que na DP a vítima só vai “resolver” seu problema criminalmente. Como a vítima quer um ressarcimento de seu prejuízo ela vai ter que responsabilizar o condomínio cívelmente também (no fórum). Essa é a minha dica.

    Outra dica é que depois dessa evite deixar a bike na garagem. Deixe-a sempre em seu apê, pois o cara teve tempo e tranquilidade para pegar o guidão e terá tempo e tranquilidade para pegar o que sobrou.

    Outra coisa que vejo que muita gente faz: evitem deixar a bike presa com cabo de aço longe do alcance de sua visão. O cabo de aço server quando se vai a algum lugar e que voce precisa deixar a bike presa por um curto espaço de tempo (no máximo 5min) Do contrário deixe a bike em casa.

    Espero te ajudado.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • jose

    É… uma tecnica para evitar que neguinho desparafuse as coisas é mandar cera derretida no parafuso, isso não impede o ladrão, mas dificulta a vida dele…

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Marco Otavio

    A responsabilidade pelo que está dentro da garagem é do edificio em questão e do condominio como um todo
    Em ultima instancia o condominio deve ressarcir ao condomino o valor e/ou objeto.
    Pra isto existe seguro.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • André Mezabarba

    Algumas dicas para o colega Alan:
    É dispendioso ($$$$), mas, se tem vagas de carro reservadas e que não são usadas, montar um “box” de aço, bem fixada ao chão (por dentro), com tela de material resistente (ou totalmente fechado) e que não dê para passar uma mão para dentro pelos buracos da tela.

    Outras opções que vi em algumas lojas: Um gancho pra pendurar a bike que é dobravel quando desocupado, você tira a bike e dobra o gancho na direção da parede, e um sistema de ganchos, corda e roldanas, que é fixo no teto e suspende a bike pelo guidão e selim, mas depende da altura do teto, pois se for baixo, corre o risco de bater a cabeça nas rodas, o gancho dobravel já vi por uns R$45,00 (Belo Horizonte) e o gancho suspenso por R$99,00.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Phil

    Nossa andré eu estava pensando exatamente isso esses dias.

    Os culpados nunca são os ladrões!

    Quanto levei um tiro o errado fui eu por passar por aquela rua, quando minha sogra foi assaltada ela era a errada por estar na frente da casa da irmã esperando-a

    Quando somos atropelados NÓS somos errados por estarmos na rua

    A velha inversão de culpa!

    MAs que ladrãzinho FDP hein?! POw! roda, banco etc até entendo! mas GUIDÂO?!!?

    E ninguem viu?! isso leva tempo, cortar cabos, desparafuzar guidão…

    Thumb up 3 Thumb down 1

  • André Mezabarba

    É de deixar qualquer um “fulo”, e pra completar tem pessoas que tentam “justificar” a ação do marginal dizendo que a gente “deu mole” (me aconteceu com um celular), e outras agem como se isso (furto) fosse algo normal, parte da cultura do povo (se dar bem a todo custo, levar vantagem em tudo).

    Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 0

  • Renato

    Câmeras, câmeras podem prevenir de alguma forma furtos, deve-se exigir isso. Buscar tbm sobre todas as pessoas estranhas que entraram no cond. no dia do furto. Como está sempre de olho quem porventura entra e sai do prédio. Com certeza, em prédio o estacionamento sempre chega e sai carro, gente passeia com cachorro. Dava pra investigar se alguém viu algo.

    Thumb up 0 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>