Ciclovia da Av. Faria Lima, em São Paulo, deve ficar pronta até o final de agosto

Há meses os ciclistas que circulam pela Av. Faria Lima, em São Paulo, se perguntam: será que nessa reforma a ciclovia está sendo contemplada, mesmo?

Depois de um atraso de 17 anos, a dúvida era pertinente. Além do histórico de não se levar a sério a necessidade de infraestrutura para uso da bicicleta na cidade (vide o caso da Av. Eliseu de Almeida), as “guias” (meio-fio) que estavam sendo colocadas no canteiro central não apresentavam rebaixamento:

Falta de guias rebaixadas e de informações sobre a obra colocavam em dúvida a construção da ciclovia.

Mas a foto abaixo, enviada pela Camila Oliveira, mostra que a ciclovia está, sim, sendo construída:

Foto: Camila C. Oliveira

Pontos de risco

No trecho antigo da mesma ciclovia, a prioridade continua sendo do automóvel, o que coloca em risco a vida do ciclista.

Os maiores pontos de risco de uma ciclovia de canteiro central são as conversões. Mobiliário urbano, árvores e outros elementos de paisagismo diminuem a visão dos motoristas, que podem não ver os ciclistas que se deslocam pela ciclovia e fechar seu caminho inadvertidamente – ou mesmo atropelá-los, com consequências trágicas.

Ciclovias em que o ciclista precisa desviar de carros parados nos cruzamentos, ou torcer para que alguém na faixa esquerda não faça uma conversão, colocam em risco a vida do ciclista em vez de protegê-la.

Quando isso ocorre – como na mal projetada ciclovia da Av. Sumaré, também em São Paulo – a maior parte dos ciclistas continuará usando a avenida. E os críticos à bicicleta vão alegar que não adianta construir ciclovias, já que ninguém usa mesmo. É só fazer direito.

Ciclovias devem proteger vidas

Para diminuir esse problema, a solução seria eliminar as conversões, fazendo com que os automóveis contornem uma quadra para cruzar a avenida, em vez de simplesmente virarem à esquerda – como, por sinal, é feito na Ciclofaixa de Lazer, aos domingos. Quando não se aceita abrir mão dessa comodidade em nome da segurança, a solução recomendada é utilizar um semáforo, para indicar a ciclistas e motoristas o momento certo de cruzar em segurança.

Nas ciclofaixas do bairro de Moema, sinalização correta da CET nos cruzamentos reforça a prioridade de circulação. Imagem: Canal Futura/reprodução

O asfalto das áreas comuns, em toda a extensão da ciclovia, deve continuar pintado de vermelho como nos trechos segregados, com faixa de contenção branca, demonstrando claramente a prioridade de circulação das bicicletas (que, por sinal, é prevista em Lei).

Pela foto enviada pela Camila, percebe-se uma curva na ciclovia ao chegar no cruzamento. Supõe-se que não seja mero capricho de um arquiteto, mas um recurso para manter os carros antes da área da ciclovia, não sobre ela.

Espera-se que, por ser uma estrutura segregada, uma ciclovia seja segura o suficiente para que nossas crianças e nossos idosos também pedalem por ela. Se não for, é sinal de que foi construída apenas para que as bicicletas não incomodem quem não aceita sua presença nas ruas, não para a proteção da vida do ciclista.

Continuaremos de olho! Já basta a situação lamentável do trecho existente, que tem até pontos de ônibus no meio da ciclovia.

Atraso

Além do atraso de 17 anos para início das obras, a obra está atrasada em relação ao que vem sendo anunciado desde 2011, como bem lembrou o leitor Alê, nos comentários desta página. E ele tem razão: na audiência pública sobre o assunto, em novembro de 2011 (aquela em que o vereador Paulo Frange disse que ninguém usaria a bicicleta na Av. Faria Lima), já havia sido dito que a ciclovia estaria pronta em seis meses – portanto, no primeiro semestre de 2012. Posteriormente, em abril deste ano, notícia no site da Prefeitura dizia que estaria pronta em junho.

Atualizado em 08 de agosto: Segundo informação do jornal Destak, o primeiro trecho (da Av. Cidade Jardim até a Rebouças) deve ficar pronto até o final de agosto. Não há previsão para o trecho da Rebouças até o Largo da Batata, que faria ligação com a ciclovia já existente (interrompida por um barranco e pontos de ônibus).


29 comentários para Ciclovia da Av. Faria Lima, em São Paulo, deve ficar pronta até o final de agosto

  • Flavio

    Pedalei hoje pela ciclovia Faria Lima/ Pedroso (entre a JK e Villa Lobos). Na realidade, boa parte dessa ciclovia existia há muito tempo, mas estava inacabada, sem manutenção e sem sinalização. As obras foram retomadas há dois anos e paralisadas ano passado por irregularidades com gastos.Agora foram retomadas novamente. Vale lembrar que NÃO É uma nova ciclovia, como a prefeitura de Haddad quer considerar e estava paralizada por IRREGULARIDADES DE CUSTOS da Secretária de Jilmar Tatto do prefeito Haddad.

    O implantação está caminhando agora, mas sinceramente, ainda falta bastante… Os poucos ciclofaróis instalados são um trambolho e estão distantes do ciclista. Deveriam ser menores de LED (mais economicos) ficar antes do cruzamento e não ao lado oposto do cruzamento longe da vista do ciclista que confunde com os farós de transito e pedestres. Devem ser mais baixos e com sinalização sonora de fechamento. Poderiam haver trilhas de LEDS no chão antes dos cruzamentos que são bem perigosos. A sinalização será vital para evitar acidentes.

    Mantveram árvores cheias de espinhos da espécie Mulungu ou Eiritrina (principalmnte próximo a JK.) Essas árvores baixas são totalmente inadequadas às ciclovias podendo causar acidentes graves com galhos baixos e espinhos ferindo inclusive os olhos de ciclistas. Pior há muitas Paineiras que também têm espinhos e produzem frutos com 1kg que certamente causará acidentes. Essas árvores devem ser trocadas por espécies sem espinhos, de médio porte e que fazem sombra – tipo quaresmeira, resedá, Pitangueiras, ipes brancos, Melaleucas (que tem o tronco muito macio – extremamente adequada para as proximidades da ciclovia

    Os postes centrais incomodam e os desvios são por vezes estreitos. Os postes poderiam facilmente ter sido remanejados para a lateral da ciclovia, regulando a inclinação dalâmpada. Bem ffácil de fazer.

    Em suma: ainda falta MUITO capricho nas ciclovias de São Paulo

    Thumb up 0 Thumb down 1

    • Rodrigo

      Se a gestão incompetente do Kassab não terminou, então nunca foi uma nova ciclovia. Se a do Haddad retomou o projeto e terminar, os meritos são todos deles e ai é uma nova ciclovia SIM, pois nunca teve uma ciclovia decente nesse trecho. E de quebra, ainda estão extendendo até o Ibirapuera.

      De nada adianta criar um monte de projetos de ciclovias, mas não tirar do papel.

      Ciclovia decente em uma cidade voltada para carros como São Paulo é utopia.

      Só tirando faixa de rolamento e olha lá….

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Daniel Seabra Ateu

    Minha única reclamação no momento é sobre o trecho entre a rebouças e a cidade jardim onde a ciclofaixa está com ondulações que chegam a atrapalhar e desequilibrar.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Tayla

    Olá, a cilcovia já está bastante transitável mas ainda não foi acabada, há vários trechos perto do parque com guias em obras… e parece que a obra foi abandonada, não há movimento há dias!!!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Karina

    Olha Vera, dá para acreditar sim viu. hoje cedo peguei a suposta ciclofaixa e percebi que na altura do largo da batata a “ciclofaixa” passa no meio do ponto de onibus!!! Deprimente! Mas como postei no video acima, as coisas parecem que vao ficar um pouco melhor do largo da batata até a JK. Uma coisa tao simples, mas tao demorada…

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Karina

    Estamos em setembro e ainda está semi-pronta. Inaugurei semana passada o trecho da JK até a Rebouças. 🙂

    http://www.youtube.com/watch?v=f95I3HPi5ac&feature=plcp

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • vera

    Hoje resolvi usar a ciclovia pela manhã para uma reunião e avaliar como ela estava. Saí de casa (perto do Parque Vila Lobos) e fui até um prédio na Faria Lima logo após a Av. Europa. Tem vários trechos ainda por terminar, mas já dá a impressão que estamos mais perto do fim da obra. A parte mais atrasada é aquela perto do largo de pinheiros. Quase fui atropelada 3 vezes em conversões da avenida. Ao voltar para casa, resolvi fazer uma pesquisa na internet, no site da prefeitura, para ver se havia alguma informação sobre o projeto da ciclovia, sinalizações que seriam colocadas, cronograma da obra, etc. Não encontrei nada, salvo pela notícia desatualizada no site da subprefeitura de Pinheiros: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/pinheiros/noticias/?p=32278. Liguei para a SAAP (Associação dos Amigos de Auto de Pinheiros) para saber que informações eles tinham sobre a ciclovia e para meu espanto, a resposta do subprefeito de Pinheiros ao pedido expresso de sinalização feito pela SAAP foi dizer que o corredor central nas avenidas pedroso de moraes e Faria Lima não era uma ciclovia mas um passeio!!!! Dá para acreditar?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Olá ,gostaria de deixar a minha indignação a respeito do trabalho escravo dos bandeirinhas,patrocinado pela Bradesco nas ciclovias…o cidadão trabalha das 8:00 as 16:00 hs .Eles não tem intervalo,sem direito a ter hora de almoço,ou seja ,eles comem em pé segurando a bandeira.Além de ser desumano ainda é se expor ao ridículo como se e stivesse mendigando!!!Ande está a lei que diz que todo trabalhador tem direito a horário de almoço????
    Já vi gente desmaiando de cansaço e sol na cara!!! A necessidade os obriga estar lá,mas não acho correto sem guarda sol e sem horarío para almoço!!!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Tiago

    Agosto já foi… Será que sai?

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Alan Thisted

    Não consegui ler a placa, ali diz ciclovia mesmo ou é como a placa que está na praça Panamericana, onde diz Implantação dos Passeios e Adequação de Acessibilidade?

    Quanto aos pontos de conversão, impossivel não te-los em avenidas com cruzamentos, essa é uma realidade que não temos como mudar, mesmo porque ela permite entrada e saida da “ciclovia” em vários pontos. Caso contrário, fica como a ciclovia Pinheiros, com pouquissimos pontos de acesso, blindada.

    Aproveito para comentar que a ciclovia Sumaré está em reformas, o que não impedirá a mesma de continuar a ser usada por corredores e pessoas passeando com seus caes. Passo por ela todo dia e, mesmo com os problemas, não recomendo a utilização da motofaixa, os motoboys são agressivos e sempre vejo quedas em acidentes causados entre eles.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Marcel

    Galera. costumo correr diariamente aqui na av pedroso de moraes até o parque villa lobos! realmente estão fazendo um a faixa concretada, no meio do canteiro, que deverá se juntar a ciclovia da avenida faria lima! O ritmo do trabalho está bem acelerado, todo dia que passo por lá já adiantou vários metros, coisas de ano de eleição!

    De qualquer forma, elá está sendo construída com uma largura apropriada, porém apresenta o mesmo problema das demais ciclovias que é as conversões de automóveis ao longo dela! Em breve coloco mais relatos recentes sobre as obras por lá!

    Abs

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Valdemir

    Olha aqui em São Paulo, para mim a melhor Ciclovia que existe é a Caminho Verde, conhecida também como Ciclovia Radial Leste, ela é praticamente toda reta em sua extensão, muito bem conservada, estão sempre limpando, pintando, podando as plantas etc, já se foi o tempo que ela era abandonada, ando lá quase todo final de semana e posso afirmar isto. Além disto ela percorre vários bairros, pois ela é paralela a todas as estações do metrõ linha Leste desde Itaquera até o Tatuapé, o unico problema dela é a poluição pois infelizmente não tem como, já que ela é colada a Av. Radial Leste nada é perfeito, mas fora isto ela é bem isolada da avenida, bem protegida contra os carros e não passa por cruzamento algum, ou seja o Ciclista pode ir de uma ponta a outra da Zona Leste sem precisar parar, pedalando direto!
    Todas as Ciclovias deveriam ser como ela, mas como sabemos infelizmente não dá, pois para isto precisaria de uma reformulação total da cidade, que não é plana como sabemos, além do que a cidade de São Paulo desde o inicio, nunca foi concebida para o crescimento urbano, infelizmente as coisas aqui não foram construidas com projeto e sim construidas ao bel prazer de cada um, e agora pagamos por esta herança ESTUPIDA e PORCA! Se tivessemos desde o inicio uma cidade muito bem planejada, como vemos no velho mundo, com calçadas largas, ruas largas, ligações diretas, com certeza teriamos Ciclovias maravilhosas, melhores até que a da Radial Leste, mas como desde o inicio tudo foi feito NAS COXAS o que temos hoje é isso ai que vemos, Ciclovias sendo feita como dá para fazer e assim vai!
    Pior agora que estamos em época eleitoral, os caras quererem fazer tudo na correria, ai vai ficar uma beleza mesmo! Do jeito que a cidade está um caos urbano reestruturar as ruas para acoplar Ciclovias é um grande desafio, o cara que conseguir fazer isto tem de ganhar uma estátua em bronze bem no centro da cidade do tamanho da estátua da liberdade! KKKKKKKKKK Acho que no caso da Ciclovia ai da F.Lima para que nos cruzamentos não se torne perigoso para o ciclista, é preciso ter ter farol, tanto para o transito de bikes como de carros, porque se for esperar os carros respeitarem o ciclista atravessar faixa por faixa da avenida, esquece! Bom pedal a todos!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Odival

    Caros amigos acho que é isto mesmo parece que teremos uma ciclovia saindo do Villa Lobos e dando seguencia na Faria Lima.
    Acho estranho a Prefeitura não ter procurado um a orientação de grupos de ciclistas.
    Um erro pois só quem pedala que sabe dos problemas e riscos.
    Já existem trechos da ciclovia concretado mas a largura dela é pequena.

    abs

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Willian, você viu que tá rolando uma obra no canteiro central da Pedroso em frente ao Vila Lobos? Será que teremos uma Ciclovia do Parque até a Cidade Jardim? Não me lembro de licitarem essa obra, achava que a ciclovia iria só da Rebouças até a Cidade Jardim…

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • André, pelo que eu soube ali é uma obra de acessibilidade, não de infraestrutura cicloviária. Parece que a ideia é fazer uma área de uso compartilhado com pedestres. Dependendo como ficar, os ciclistas continuarão preferindo usar a pista…

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Simone

    Olá pessoal,
    Comprei uma bike há pouco e estou esperando essa bendita ciclovia liberar pois pra mim é fundamental. Também achei que era piada quando me falaram que estava sendo construída pois há tempos ouço falar disso e nada. Mas quando voltei de férias (em junho) percebi que realmente a galera está trabalhando nisso. Hoje mesmo conferi essas pistas (como na foto) e também me indaguei sobre a segurança de deixar como está, sem sinalização.
    Acho que o jeito é ficar de olho, exigir a conclusão da obra o mais rápido possível (será que antes do fim do ano?) e segurança. Como podemos fazer para fazer um lobby sobre isso? Quero me envolver e não sei como. Como acabei de descobrir o site vou ler mais ao respeito.
    Vale a pena divulgar aqui como fazer para provar para esse vereadorzinho que sim a população não só vai usar a ciclovia, mas vai exigir que seja feita como se deve.
    Um abraço!

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Paulo Sergio França

    Vou torcer para que dê certo esta ciclovia,que nenhum acidente ocorra,eu acho que este vereador nunca andou de bicicleta na vida.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • William, eu já passei perto dessa ciclovia, e fico triste em ver que é tão pequena e não ajuda muito não. Mas melhor isso do que nada. Pelo menos vejo isso como um começo. Outra coisa que eu gostaria de te perguntar é, mas não tem nada a ver com a ciclovia da Faria Lima, mas sim com a ciclovia do Rio Pinheiros:
    – não era para ter uma saída de acesso ao parque Villa Lobos? Ou estou enganada?
    – Se sim, tem alguma notícia de quando isso irá acontecer?
    Abraços e obrigada.
    Tânia.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Alê

    Pô, William, você esqueceu de dizer que essa ciclovia havia sido prometida pela prefeitura atual para estar completa no fim do primeiro semestre de 2012. O segundo semestre já vai indo e nem um terço do trabalho está completo (essas fotos aí são de um trecho muito pequeno – dois ou três quarteirões – que já está sendo feito).
    Link do site da prefeitura falando da conclusão da ciclovia no primeiro semestre de 2012:
    http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/pinheiros/noticias/?p=32278

    Isso é completamente ridículo.

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

    • Tem toda razão, Alê, esqueci mesmo. Obrigado por lembrar. Acrescentei um parágrafo no final do texto comentando o assunto – e lembrando que há um vereador que não acredita que ciclistas usam ou usarão essa avenida…

      Thumb up 2 Thumb down 0

      • Alê

        O pior é que falta uma semana pro fim do mês e nem por decreto do presidente, do papa e de Zeus essa ciclovia vai ficar pronta no (novo) prazo.
        Vai atrasar mais uma vez, e vão dar mais um prazo-fantasia, que vai atrasar de novo. Parece coisa de mito grego, o herói condenado a esperar por um prazo que é sempre adiado, até o final dos tempos.

        Thumb up 1 Thumb down 0

  • Rose Herculano

    Ou seja,estão fazendo por fazer…

    Thumb up 1 Thumb down 2

  • Rafael

    Outra conclusão é a seguinte:
    – Podemos até fazer uma ciclovia em qualquer via, desde que não atrapalhe o “lugar dos carros” em 1mm e o tempo dos semáforos em um 1segundo

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Rafael

    Esse é o mesmo problema que reportei aos senhores responsáveis pela construção das ciclovias de Santos em uma consulta pública na camara dos deputados. O consenso entre os ciclista foi a seguinte:

    – Os engenheiros/arquitetos podem até ter tido boa intenção na idealização das ciclovias, mas parece que nunca pedalaram uma bicicleta para saber o ponto de vista de um ciclista. Parece que construíram as ciclovias sem nenhum tipo de consulta de grupo de ciclista experiente, são erros tão bobos que para nós parece que não houve o minimo de esforço para o diálogo. Alguns erros básicos:
    1 – Largura da ciclovia absurdamente pequena, “foi o que deu para fazer” segundo o chefe da CET
    2 -Curvas quase em 90 graus nas conversões dos canais, bem perto do cruzamento de pedestre
    3 -Vários obstáculos pelo caminho, segundo o chefe da CET “nós consideremos apenas o tamanho do pneu para a mobilidade”. Esqueceu ele que o guidão pode bater em postes e árvores baixas podem “cortar cabeças”
    4 – Clara falta se sinalização na ciclovia, falta se iluminação e semáforos para ciclista e pedestre

    O ponto mais controverso no entanto, foi a clara falta de um politica de educação para a população sobre o uso e respeito da ciclovia. Ficou evidente que a filosofia do chefe da CET é apenas a de segregar os ciclistas em ciclovias adaptadas. Ou seja, vamos fazer um cantinho para os ciclistas passarem e não encherem o saco, enquanto “melhoramos” o fluxo de carros. Ficou a impressão de que bicicleta é apenas um meio de transporte de pobres e lugar de diversão para os finais de semana

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>