Projetos e pessoas que revolucionam as cidades

Feliz aniversário, Falzoni! Foto: Divulgação

Como bem lembrado pelo nosso amigo Odir Jüge em seu blog As Bicicletas, essa semana foi comemorado o aniversário de uma das pessoas mais importantes para o “cicloativismo” nacional: Renata Falzoni!

Em breve o Vá de Bike fará um perfil completo em homenagem a esta personalidade e peça-chave neste momento que vivemos em São Paulo.

Colocamos “cicloativismo” sempre entre muitas aspas por que a ideia não é limitar a nossa luta unicamente ao direito (legítimo e conquistado) de pedalar nas ruas das cidades brasileiras. Falzoni é uma das primeiras entusiastas a levantar a bandeira e a discussão de propor cidades melhores para seus cidadãos, pedestres, ciclistas, cadeirantes, usuários de transporte público e toda a parcela abandonada e marginalizada pela administração pública carrocrata. Ou seja, uma ativista por cidades para pessoas.

Projeto Cidades para Pessoas – Parte 2


Aproveitando o gancho, o projeto jornalístico idealizado por Natália Garcia, em 2010, e muito conhecido por nós, voltará para a estrada, no final de setembro, para completar sua segunda fase. O objetivo é visitar as cidades de São Francisco, Portland, Cidade do México, Nova Iorque e Barcelona.

Veja todo material levantado e os lugares visitados durante a primeira etapa no site do Cidade para Pessoas. Lá é possível ter acesso, por exemplo, à excelente matéria sobre as cidades que pensam e incluem os ciclistas em seus planejamentos urbanos.

Leia também as matérias elaboradas pela Natália para o Planeta Sustentável.

Pôster da Juliana Russo durante exposição no Matilha Cultural. Foto: Divulgação

O projeto voltou a arrecadar fundos por financiamento coletivo via crowdfunding, no Catarse, para continuar mantendo a qualidade e liberdade de reprodução dos seus conteúdos. Entre as recompensas está o lindo pôster elaborado pela ilustradora Juliana Russo, que conseguiu colocar no papel uma amostra do que poderia ser a cidade de São Paulo se tivéssemos uma outra política.

“O objetivo do Cidades para Pessoas é trazer inspiração para nortear os olhares do poder público, da iniciativa privada e da sociedade civil para, juntos, fazermos cidades melhores”, diz a descrição do projeto.

Como tornar uma cidade melhor para seus habitantes?

Trazer bons exemplos de cidades que acertaram em suas escolhas de planejamento é uma das maneiras de evitar cair no mesmo erro. Existem muitos lugares com o porte igual ou superior ao de São Paulo, com histórico de problemas graves, estruturais e dificuldades de mobilidade, crescimento desordenado, má gestão de lixo, poluição, etc, porém com registros de esforço social e político para a mudança. E é nesse processo, de evolução conjunta, que devemos focar e nos inspirar!

A equipe do projeto também aumentou. Agora, além de Natália, integram o Cidade para Pessoas: Ana Catarina Pinheiro, Juliana Russo e Marina Chevrand.

Colabore você também com esse projeto que tem o potencial de ajudar a mudar nossas cidades, construindo um futuro melhor para todos nós.

Conheça melhor o projeto no vídeo abaixo e entenda por que ele merece seu apoio:


4 comentários para Projetos e pessoas que revolucionam as cidades

  • […] da cidade, passei a ocupá-la”, diz Natália Garcia, jornalista responsável pelo projeto Cidades para Pessoas que encontrou fora do carro uma forma de viver/entender os vários problemas de São Paulo e, […]

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Érika Salgado

    Aline, tudo bem?
    Desde a primeira vez que li a indicação desse projeto no “Vá de Bike”, acompanho a maratona da Natália. Esse é um projeto que me inspira e, para melhorá-lo, gostaria que deixar aqui um pedido (que também já fiz para a Natália): que as atualizações dos posts e das cidades sejam, quase, em tempo real. Acompanhar a viagem e as postagem é algo incrível e que movimentaria ainda mais o site e também ajudaria a divulgar essa ideia.
    Fica a dica!
    Obrigada,
    Érika

    Thumb up 3 Thumb down 0

    • Aline Cavalcante

      oi érica, tudo otimo e vc?

      eu concordo com seu pedido e – como tb sou jornalista – tenho certeza absoluta que a natália tem MUITA vontade de fazer isso acontecer em tempo real, com qualidade e interatividade.

      aliás, imagino que exatamente por isso o projeto ganhou novos integrantes “não-jornalistas”, como ilustrador, design, editor e outras pessoas que podem dar vazão a um trabalho que ela estava fazendo sozinha até então.

      Vamos esperar!
      Beijos

      Thumb up 3 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>