Cidadãos pintam 3 km de ciclofaixa popular em Fortaleza

Pintada pela população, Ciclofaixa da Rua Ana Bilhar teve apoio até de motoristas que circulavam pelo local. Imagem: Massa Critica Fortaleza/Reprodução

Pintada pela população, Ciclofaixa da Rua Ana Bilhar teve apoio até de motoristas que circulavam pelo local. Imagem: Massa Critica Fortaleza/Reprodução

Veja também
Iniciativas populares de reforma urbana, no Brasil e no mundo

GCM reprime manifestação por retirada de ciclovia em Taboão da Serra

Cidadãos ocupam ciclofaixa em Recife para impedir sua retirada

A diferença entre Ciclovia, ciclofaixa, ciclorrota e espaço compartilhado

Uma iniciativa popular para aumentar a segurança dos ciclistas causou grande repercussão em fortaleza, no domingo 4 de agosto. Com equipamentos improvisados e material de baixo custo, cidadãos pintaram uma ciclofaixa ao longo de toda a extensão da Rua Ana Bilhar, para proteger os ciclistas que já utilizam essa via.

Segundo declarações ao Diário do Nordeste, a via foi escolhida por ter sido recapeada há pouco tempo e possuir espaço para a ciclofaixa sem atrapalhar o fluxo de veículos. Antes mesmo do final da pintura, os ciclistas que habitualmente circulam pela Ana Bilhar já o faziam pelo espaço demarcado.

Veja aqui outras iniciativas populares de reforma urbana, no Brasil e no mundo. Em uma delas, em Curitiba, participantes da ação foram multados por “crime ambiental”, mas depois de algum tempo tiveram ganho de causa na justiça.

AMC pretende remover já removeu a ciclofaixa

Com criatividade e materiais improvisados, cidadãos conseguiram sinalizar os 3km da Rua Ana Bilhar com um custo muito baixo: cerca de R$ 300. Imagem: Massa Critica Fortaleza/Reprodução

Com criatividade e materiais improvisados, cidadãos conseguiram sinalizar os 3km da Rua Ana Bilhar com um custo muito baixo: cerca de R$ 300. Imagem: Massa Critica Fortaleza/Reprodução

O vice-presidente da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC), Arcelino Lima, classificou o ato como “violação de um bem público”, conforme sua declaração ao mesmo jornal. Para ele, a implantação de qualquer ciclofaixa depende de análise que comprove a necessidade de deslocamento dos ciclistas e preserve a segurança dos envolvidos. O engenheiro civil Felipe Alves, um dos participantes do movimento, justifica: “se, fazendo isso, que é uma pintura temporária, percebermos que tem muito ciclista utilizando e que não está atrapalhando o fluxo de carros, a gente pode sugerir para a prefeitura que seja feita de forma definitiva”.

A pintura foi realizada com material que deveria desaparecer naturalmente em pouco tempo, pois não fixa bem no asfalto. Mas a AMC pretende apagar apagou a sinalização antes disso. “Principalmente por não estar dentro dos padrões estabelecidos no Manual de Sinalização do Código de Trânsito Brasileiro”, declarou Lima. Porque, afinal, pintar direito é mais importante que proteger vidas. Entretanto, não foi declarada intenção alguma de sinalizar oficialmente a via.

O manual citado pelo vice-presidente da AMC é o “Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito, Volume IV – Sinalização Horizontal”, disponível no site do Denatran. O manual foi produzido pelo Contran, não sendo parte integrante do Código, mas constituindo regulamentação obrigatória a ser seguida pelos órgãos e entidades de trânsito, conforme disposto na resolução 236, de 11 de maio de 2007.

O padrão que Arcelino Lima destaca não ter sido seguido está na página 35. Fica a dica para as próximas ações.

Prefeitura de Fortaleza apagou a ciclofaixa cidadã no dia seguinte à sua pintura. Foto: Thaís Monteiro

Prefeitura de Fortaleza apagou a ciclofaixa cidadã no dia seguinte à sua pintura. Foto: Thaís Monteiro

Em péssimo estado de manutenção, ciclovias atuais não seguem nenhum padrão ou norma, muitas vezes fugindo até mesmo ao bom senso. Imagem: TV Verdes Mares/Reprodução

Em péssimo estado de manutenção, ciclovias atuais não seguem nenhum padrão ou norma, muitas vezes fugindo até mesmo ao bom senso. Imagem: TV Verdes Mares/Reprodução

Ciclovias atuais em péssimo estado

Recentemente, matéria do CE TV mostrou a má qualidade das ciclovias de Fortaleza, que em muitos casos se encontram em situação de impossibilidade de uso, tanto por falta de manutenção quanto de planejamento. Nessa matéria, é possível perceber que as normas do Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito também foram desrespeitadas pela AMC nas ciclovias oficiais da cidade.

A Prefeitura de Fortaleza promete construir mais 41 quilômetros de ciclovias, dessa vez dentro dos padrões que Arcelino Lima defende. Também está previsto fazer uma “ação de diagnóstico” das vias para bicicletas existentes, seguida de uma “ação de melhoria na qualidade dessas ciclovias”, conforme declarações do Secretário de Infraestrutura, Samuel Dias, ao telejornal.

Logo após a pintura, motoristas já respeitavam a ciclofaixa. Esse cidadão pedalava nela a trabalho. Imagem: Igor Barroso/Reprodução

Logo após a pintura, motoristas já respeitavam a ciclofaixa. Esse cidadão pedalava nela a trabalho. Imagem: Igor Barroso/Reprodução

Vídeos

Foram disponibilizados na internet alguns vídeos sobre a ação, dois dos quais inserimos nesta página, logo abaixo.

O primeiro vídeo documenta o trabalho de pintura e foi produzido pelo pessoal da Massa Crítica Fortaleza, responsável pela ação.

O segundo foi disponibilizado no Youtube por Igor Barroso e mostra um cidadão pedalando em segurança, a trabalho, com o respeito dos motoristas à sinalização – ainda que não oficial, provisória e fora dos padrões do Contran. Imagine então se tivesse sido feita correta e oficialmente pela Prefeitura de Fortaleza…


4 comentários para Cidadãos pintam 3 km de ciclofaixa popular em Fortaleza

  • José sergio

    Gostaria de saber porque a grande maioria das ciclo vias, ciclo-faixas são pintadas do lado direito da via? Como elas são pintadas do lado direito obriga o motorista para do lado esquerdo e desembarcar o passageiro pelo lado do fluxo de carros. Também podemos verificar que os ônibus têm suas paradas e portas do lado direito, isso dificulta ou trás risco. Fica sujeitão para possibilidade de fazer as ciclos vias pelo lado esquerdo das vias.

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • renan

    Gostaria de participar nas proximas ” intervenções ” ou melhor na pintura de novas ciclo-faixas
    sou morador do Meirelese vou ao trabalho de bike no centro, proximo a praça dos voluntarios
    deixo o carro na garagem durante a semana ; sei o do risco de transitar pela ana bilhar 7:00 MANHÃ.
    O AGENTE ARCELINO PROVAVELMENTE NÃO FAZ USO DE BIKE !

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Conheço Fortaleza e apesar de ser uma cidade muito bonita e com uma diversidade de atrações turísticas, infelizmente há anos não investe nada em mobilidade por bicicleta, mesmo havendo muitos ciclistas pelas ruas.

    Ao contrário de grande parte das cidades litorâneas brasileiras, Fortaleza não possui ciclovias nas praias. Acaba sendo um absurdo para quem está acostumado a visitar cidades como Santos, Rio de Janeiro, Recife, entre outras, mas infelizmente na capital só é possível curtir a praia a pé, pois se for andar de bike tem que ser compartilhando a via com muita atenção no trânsito, pois os motoristas não respeitam.

    É intolerável que uma capital praiana, que atrai pessoas de diversas partes do mundo, não tenha nenhuma ciclovia na praia, mesmo havendo extensos e largos calçadões, onde possibilitaria facilmente a instalação de uma via para ciclistas. Além de servir como solução para o trânsito (cada dia mais caótico na cidade) seria um atrativo turístico.

    As poucas ciclovias que existem estão sem condições de uso, como mostra a reportagem da CE TV. Aquela da Av. Bezerra de Menezes, que é a “melhor” da cidade, tem pouco tempo de inauguração, possui um piso até transitável e tem sinalização em alguns pontos de cruzamento. Porém é preciso desviar a todo o momento de árvores no meio da pista e buracos, acredite, são intencionais, pois se tratam de bueiros e desníveis de calçadas. Mais um fruto de algo muito mal projetado, que de forma alguma deveria estar em uma ciclovia. Ciclovia? Mais parece uma pista para corrida de obstáculos do que via para ciclistas.

    Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 0

  • Cícero Soares

    “O padrão que Arcelino Lima destaca não ter sido seguido está na página 35. Fica a dica para as próximas ações”…rs.

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>