Emplacamento de bicicletas em São Paulo será decidido nessa quarta-feira, 9 de outubro

Foto: Rachel Schein

Foto: Rachel Schein

ATUALIZADO: Votação foi adiada para que o autor possa retirar o projeto, mas Adilson Amadeu (PTB) já decidiu mantê-lo e se recusa a receber ciclistas e imprensa especializada. Veja aqui.

Veja também
Por que o projeto deve ser barrado? Veja as
justificativas apresentadas na Audiência Pública

Assista o vídeo completo da Audiência Pública

Nossa análise sobre impostos, emplacamento
e obrigatoriedades para ciclistas

Fiscalização e multas a motoristas – mas e os ciclistas?

Um motorista é multado por hora por
desrespeito ao ciclista em São Paulo

Comissão de Trânsito, Transporte, Atividade Econômica, Turismo, Lazer e Gastronomia da Câmara Municipal de São Paulo dará seu parecer sobre o Projeto de Lei do vereador Adilson Amadeu (PTB), que pretende emplacar as bicicletas do município, nesta quarta-feira 9 de outubro.  A reunião acontece no Plenário 1º de Maio e é aberta ao público.

Além de estabelecer o emplacamento e licenciamento de bicicletas, o PL 224/2012 pretende obrigar o uso de capacete, óculos, luvas e “calçado de sola antiderrapante”. Leia a íntegra.

No início de setembro, o PL já havia entrado na pauta da reunião da Comissão, mas decidiu-se adiar a votação por cinco semanas, para que os ciclistas pudessem conversar com o vereador, convencendo-o a retirar o projeto. Amadeu não estava presente à sessão, que foi acompanhada por cicloativistas. Veja como foi a reunião.

A SODESP, empresa de propriedade do autor do projeto, presta serviços de licenciamento e emplacamento junto ao Detran. Foto: Facebook/Reprodução

A SODESP, empresa de propriedade do autor do projeto, presta serviços de licenciamento e emplacamento junto ao Detran. Foto: Facebook/Reprodução

De lá para cá, muitos cidadãos enviaram e-mails para Adilson Amadeu, solicitando a retirada do PL 224/2012, através do e-mail do vereador. Mas, pelo jeito, o legislador não se comoveu e manteve o projeto, que agora volta à votação.

A participação de todos nós é muito importante. É na hora do almoço, dê um jeito de ir. Precisamos mais uma vez mostrar nossa força, enchendo a casa de ciclistas.

Autor do projeto é despachante e empresário

O vereador Adilson Amadeu é dono de uma grande empresa de despachantes, a SODESP, como destacou o blog Na Bike. Através dela “já foram intermediados mais de 1 milhão de documentos”, destaca seu site pessoal. Entre os serviços prestados pela SODESP estão o emplacamento e licenciamento – por enquanto, só de veículos automotores.

Em sua defesa, o empresário e vereador alega que não é essa sua motivação. A justificativa do projeto – baseada, pasmem, em matérias de TV e não em estudos ou levantamentos – fala sobre o desrespeito às regras de trânsito por ciclistas, que colocariam “suas vidas e de outros em risco”, e considera o projeto “de interesse público”.

Willian Cruz, do Vá de Bike, foi uma das vozes contrárias ao emplacamento. Foto: Rachel Schein

Willian Cruz, do Vá de Bike, foi uma das vozes contrárias ao emplacamento. Foto: Rachel Schein

Projeto foi rechaçado em audiência pública

Em 12 de junho de 2013, uma audiência pública foi convocada pelo vereador Ricardo Young para que os ciclistas pudessem opinar sobre o projeto. Na ocasião, cerca de 70 ciclistas compareceram à Câmara fazendo suas objeções e se posicionando contrários à iniciativa. Veja como foi e a argumentação dos ciclistas na ocasião e entenda porque também somos contrários a esse projeto, que acaba por desestimular o uso da bicicleta na cidade.

Como parte da justificativa para o PL, o vereador Adilson Amadeu apresentou no começo da sessão uma matéria do Jornal Nacional, mostrando as supostas imprudências que os ciclistas cometem, como andar na calçada e aguardar o semáforo abrir usando um pedaço da faixa de pedestres. Com o emplacamento, seria possível fiscalizar e punir o comportamento desses maus cidadãos, reduzindo assim os acidentes. O argumento é equivocado, e sobre isso o Na Bike já escreveu aqui.

Quando e onde

Câmara Municipal de São Paulo
Plenário 1º de Maio
Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista
Dia 9 de outubro (quarta-feira), ao meio-dia

Haverá transmissão ao vivo por esta página, mas a presença de ciclistas em grande quantidade é importantíssima.

Vá de bike, há bicicletário no local!

Obs.: Tivemos a confirmação apenas no final da tarde da terça-feira, 8 de outubro, por isso não divulgamos com maior antecedência. Pedimos desculpas.

Divulgue para o maior número de pessoas que puder e compareça! Temos que impedir mais esse absurdo.


17 comentários para Emplacamento de bicicletas em São Paulo será decidido nessa quarta-feira, 9 de outubro

  • Zero

    É uma pena que todo esse esforço e energia que estamos gastando nessas discussões são só pra que possamos nos defender. Não vamos ter ganho algum com nossa segurança, incentivo a utilizar a bicicleta como transporte ou ao menos um incentivo tributário. SÓ ESTAMOS LUTANDO PARA NÃO AFUNDAR MAIS!!!! É nessas horas que dá NOJO ser brasileiro.

    Thumb up 0 Thumb down 1

    • Tem um monte de brasileiros legais, por exemplo escrevendo coisas muito bacanas neste blog e comentários. Dá nojo mesmo desse vereador-despachante, mas não prefiro não julgar o todo pela parte.

      E aí, alguém sabe no que deu a sessão de votação do projeto?

      Thumb up 1 Thumb down 1

  • Saulo S. Zacanini

    EMPLACANDO AS BICICLETAS SEM VIAS PARA OS CICLISTAS ELE ESTARÁ SIMPLESMENTE CONDENANDO OS CICLISTAS, jogando-os sobre os carros, sem escrúpulos, pois muitos motoristas não respeitam. Que crueldade! Essa lei é simples absurdo.

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • Saulo S. Zacanini

    Adilson Amadeu está sem qualquer ‘interesse público’, uma vez ele deixou de citar sobre os muitos ciclistas que foram atropelados para citar os pedestres que pouco ou nada tem a declarar. Um transporte que incentiva a despoluição do ar do trânsito e sonora é dever do Estado de São Paulo incentivar, e não dificultar. Francamente Amadeu, você está fazendo um grande mal à população e devia se envergonhar dessa sua ousadia em lucrar fingindo ser bonzinho.

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • André Gomide

    Amigos…sou de Porto Alegre. Apoio a luta de vcs, pois se esta onda pegar logo desagua aqui. Como ficou a sessão? era hj, correto?
    Aqui conseguimos eleger um vereador que é ciclista de verdade, não apenas no período eleitoral. E temos livre acesso ao gabinete dele….pelo menos nisso demos sorte. Somos ouvidos, mas temos que fazer pressão diária na prefeitura…quanto mais barulho, mais explicações ela tem que dar, e todos sabemos que político detesta ter que se explicar pelo que faz.
    Saúde a todos.

    Thumb up 0 Thumb down 1

  • Anderson

    Por que cidades que são referencia em mobilidade como Copenhague, Amsterdã, Paris, não tem projetos de emplacamento de bikes? E olha que lá o fluxo de bikes é bem maior que aqui em SP. Infelizmente é uma tristeza ser Brasileiro, os políticos literalmente pisam na opinião pública, nem disfarçam mais os seus interesses pessoais.

    Thumb up 1 Thumb down 1

  • Marcos

    Primeiro passo que ele pretende é obrigar emplacamento..o que vai gerar lucros para ele..
    depois disso, uma vez emplacada a bicicleta..eles vão poder criar leis idiotas e gerar mais multas..
    Vamos dar um não bem grande a essa armação contra o direito de ir e vir..(constituição)

    Thumb up 2 Thumb down 1

  • Valdemir

    Ele precisaria mesmo é de começar a trabalhar de verdade, para fazer jus ao salário, e não ficar inventado uma coisa tão idiota como emplacar bicicleta, tanta coisa que precisa ser arrumada mudada na cidade, no pais e estes caras perdem tempo com coisas deste tipo.

    Saude,Educação,Transporte,Mobilidade Urbana NADA NÉ VEREADOR???? Claro isso não dá dinheiro no bolso!!!

    Faz favor, vai trabalhar um pouco vai!

    Thumb up 4 Thumb down 1

  • Mario

    É muita cara de pau desse cidadão(sic). Ainda bem que ele não é dono de uma funerária, senão já viu qual seria o projeto de lei dele.

    Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 1

  • Ivan Rolf

    Se a solução é essa, vamos emplacar os pedestres para poder melhorar as imprudências que esses cometem? Vamos emplacar skates? Isso é absurdo e seria ridiculamente barrado num país sério, mas infelizmente estamos no brasil. e é terrível que uma coisa absurda como essa possa passar.

    Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 1

    • tiagobarufi

      Relaxa, não é exclusividade do Brasil. Precisamos parar com o complexo de vira-lata. Absurdos acontecem em toda parte: http://www.addictinginfo.org/2013/10/07/georgia-bicycle-registry/

      Leis como essa são inaplicáveis. Imagine os agentes (da CET?) correndo atrás das bicicletas no parque. imagine o custo da fiscalização e implementação. É só mais um factóide. É apenas aquele despachante, que sobrevive parasitando o sistema burocrático, tentando se adaptar a novos tempos.
      Uma lei como essa, se sancionada pelo prefeito, será facilmente derrotada pela desobediência civil (como aconteceu em San Diego) e pela inviabilidade da punição.

      Thumb up 2 Thumb down 1

  • É fácil acabar com a iniciativa do vereador despachante… basta argumentar que o emplacamento deve ser gratuíto e que os despachantes tem que fazer a papelada de graça para quem solicitar em até 24 horas. Ele desiste na hora pode ter certeza.

    Comentário bem votado! Thumb up 16 Thumb down 1

  • Valdemir

    Me respndam uma coisa…esse Vereador é normal???

    Emplacar bicicleta??? É sério um absurdo destes???

    Achei que algo mais BIZARRO que o muro de cimento que brotou do nada bem no meio da Ciclovia da Radial Leste não existiria e pelo jeito me enganei!!

    Pô ! Fala sério !!! Capacete, luva, tenis, até concordo, não acho legal obrigar os outros a usarem, mas ai até passa, agora PLACA?????

    Espero que mais esta falta do que fazer não de certo !!! Ao invés de emplacar bicicletas, porque não se faz coisas para ajudarem e protegerem de verdade as bicicletas no transito!

    Lamentável !!!!

    Thumb up 3 Thumb down 1

    • Ricardo Martinelli de Oliveira

      Obrigatoriedade de equipamentos de segurança deveria vir acompanhado de uma queda de preços (porque não isenção de IPI?) para os mesmos. Acha que alguém que mal ganha para sobreviver teria condições de comprar um capacete de 200 reais? Complicado isso… =(

      Thumb up 1 Thumb down 2

      • Valdemir

        Amigão, me desculpa mas…discordo totalmente com este discurso de que não se compra capacete porque é caro, compra coisa cara quem quer!!!
        Eu mesmo, nunca daria nem sob tortura 200 reais em um capacete, nem se fosse forrado de ouro.

        Na bicicletaria que costumo levar minha bike comprei 3 capacetes um para mim esposa e filho, da marca GRX,não é nenum capacete de grife, mas te garanto que é bonito e protege super bem, eu testei ele em uma colisão que tive com outro ciclista e posso te garantir além dele evitar um galo na minha cabeça, continua inteirinho, e eu paguei apenas 45 reais cada um, ou seja comparando os 200 reais ai do capacete CARO que vc fala, deu para eu comprar 3 e ainda sobrou troco!

        A pessoa tem que comprar um capacete para proteger a cabeça, agora se o cara quer se enfeitar e por moda na cabeça com coisas de grife só para se mostrar então que gaste 200,300,500 quanto ele quiser e puder.

        Agora falar que a maioria das pessoas não usam capacete porque é caro, faz favor né..me desculpa mas esta não cola mais.

        Tem ciclista que quer tudo do bom e do melhor,tudo importado, quer ficar igualzinho os caras que eles veem nas revistas, na tv, nas competições só que estes caras compram coisas caras porque são atletas, competem, e não ficam dando rolêzinho em ciclofaixa e ciclovia, ai todo mundo quer ter isso e aquilo e reclama que é caro demais, é só acordar pra realidade, que dá para comprar muita coisa legal e bonita por um preço bem acessivel, é só procurar o mercado está cheio de opções, eu nunca compro nada pelo fato de ser de grife, compro pelo fato de ser bom, bonito e ter um preço que eu quero pagar.

        Bom Pedal

        Thumb up 1 Thumb down 2

  • Patricia

    Pretendo ir, e vou sair do Ipiranga (ZS). Alguém quer ir e vai sair dessa região?

    Thumb up 4 Thumb down 1

    • Ricardo Martinelli de Oliveira

      Patricia, eu moro na região da estação Alto do Ipiranga. Podemos combinar de ir juntos à câmara.

      Engraçado que pela conversa que tive com o Jilmar Tatto (secretário dos Transportes) no Dia Mundial Sem Carro me parece que a conversa é sempre a mesma: Vigiar e punir. Agora, de que adianta fazer isso com ciclistas se nem temos as condições necessárias para transitar de forma segura? Quer me multar por prender a bike num poste? Ok, mas cadê o bicicletário?

      Thumb up 1 Thumb down 1

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>