Motoristas de ônibus de Salvador são treinados para compartilhar vias com ciclistas

Treinamento pretende formar cerca de três mil rodoviários. Foto: Gabriel Lima/AGECOM

Treinamento pretende formar cerca de três mil rodoviários. Foto: Gabriel Lima/AGECOM

Um dos principais argumentos para muitas pessoas não utilizarem bicicleta fora das ciclovias é a convivência com ônibus nas ruas. É frequente o relato de ciclistas que foram encurralados e ameaçados por motoristas enfurecidos que desconhecem os direitos de quem utiliza a bicicleta.

Com o objetivo mostrar para o motorista o quanto ele é importante para a mobilidade urbana e fazer com que ele se coloque no lugar do usuário de bike, a prefeitura de Salvador (BA) está realizando uma série de treinamentos com motoristas de ônibus das empresas que atendem a cidade, para harmonizar a relação deles com os usuários de bicicleta no compartilhamento das vias.

Na primeira fase do workshop “Vou de boa – Respeito o ciclista”, a expectativa é capacitar cerca de três mil rodoviários de diversas empresas de transporte urbano. No início de outubro, 300 profissionais da Transportes Ondina já receberam o treinamento.

Para o secretário do Escritório Municipal de Projetos Especiais (Empe) e coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike, Isaac Edington, esse treinamento é uma oportunidade de ter a categoria como aliada e não como inimiga. “Propomos uma ação, no sentido de contribuir para esse engajamento de uma forma mais próxima, onde os motoristas tenham a oportunidade vivenciar a realidade do ciclista e receber informações sobre como devem se comportar no trânsito da cidade, aumentando a segurança de todos”, explica.

Foto: Gabriel Lima/AGECOM

Foto: Gabriel Lima/AGECOM

Realidade

Os motoristas em treinamento vivenciam aspectos reais do compartilhamento das vias entre ônibus e bicicletas, percebendo detalhes como o barulho do ônibus, o vácuo e a insegurança que a proximidade pode causar. A ideia dessa experiência é fortalecer em cada condutor o respeito ao 1,5 metro de distância lateral ao ultrapassar, a obrigatória redução de velocidade ao se aproximar, a mudança de faixa para ultrapassagem e o entendimento dos direitos de quem usa a bicicleta.

A iniciativa municipal acontece por meio do Movimento Salvador Vai de Bike em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (SETPS) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

Ações semelhantes já aconteceram em RecifeFlorianópolis e Porto Alegre, entre outras cidades. Em Salvador mesmo já aconteceram encontros entre integrantes do Coletivo Mobicidade e motoristas das empresas Ondina e Central, para promover a boa convivência entre os motoristas do transporte coletivo e usuários da bicicleta, em setembro de 2012 (veja aqui).

350 km para as bicicletas

A prefeitura de Salvador também tem investido na construção de infraestrutura cicloviária. O prefeito Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM) estabeleceu como meta a entrega de 350 quilômetros de circuitos cicloviários até 2016. As entregas mais recentes foram ciclofaixas permanentes nas avenidas Imperatriz, Luiz Tarquínio, Aeroporto e Alphaville.


1 comentário para Motoristas de ônibus de Salvador são treinados para compartilhar vias com ciclistas

  • Alexandre

    Estão precisando treinar mais aqui em São Paulo. Eu e um amigo tomamos uma fechada na av. Jabaquara totalmente desnecessária. Fui conversar com o motorista pra alerta-lo do perigo e ele disse “mas vocês estavam pedalando um ao lado do outro tem que ficar um atrás do outro”. Isso pra ele usar metade da faixa pra fazer a ultrapassagem e nos espremer mais ainda.
    Pior que ele nem foi mal educado. É falta de treinamento mesmo.

    Thumb up 2 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>