A tinta da ciclovia da Avenida Paulista escorreu para o asfalto?

Tinta da obra teria escorrido, manchando asfalto. Mas há tinta? E manchou mesmo? Foto: Vera Penteado Borges

Tinta da obra teria escorrido, manchando asfalto. Mas há tinta? E manchou mesmo? Foto: Vera Penteado Borges

Uma matéria do jornal SP TV da Rede Globo, no sábado 28 de fevereiro, afirmou que o asfalto da Av. Paulista, em São Paulo, teria sido manchado pela tinta da ciclovia que está sendo construída no local. “A tinta deveria pintar a ciclovia que está sendo feita no canteiro central”, afirma o âncora ao abrir a matéria.

A reportagem mostra então um motorista dizendo ser ridícula a situação e outra moça preocupada com o carro que ficaria manchado de vermelho. A repórter entra explicando que “a tinta é para demarcar a ciclovia que vai funcionar no canteiro central da Avenida Paulista” e afirma que na parte da tarde havia funcionários pintando o trecho mostrado na imagem. “Com a chuva, a tinta escorreu, deixando tudo vermelho”. Mais gente entrevistada dizendo que foi um desperdício de dinheiro, que foi um problema estratégico, que não houve “nenhum tipo de planejamento”. A matéria ainda usa novamente o termo tinta.

O âncora encerra dizendo que a situação é “inacreditável” e esclarece que a CET iria enviar um caminhão pipa com água de reuso para limpar a avenida que a “a pintura vai ser refeita”. E encerra falando sobre o desperdício de tinta.

Mas a moça que se preocupou em estragar o carro pode ficar tranquila: aquela coisa vermelha que pode ter aderido à lataria sai com água sem deixar rastro. Na verdade, sai até com a mão depois de seco. Isso porque…

Concreto pigmentado foi utilizado na Ciclovia Pirajussara, na Av. Eliseu de Almeida. Foto: Willian Cruz

Concreto pigmentado também foi utilizado na Ciclovia Pirajussara, na Av. Eliseu de Almeida. Foto: Willian Cruz

Não era tinta

A ciclovia da Av. Paulista não está sendo pintada. Nem um pingo de tinta foi aplicado até o momento.

O pavimento está sendo feito com concreto pigmentado, ou concreto tingido. Ou seja, ele já vem na cor certa, não há aplicação de tinta. O pigmento vermelho é aplicado ainda na betoneira, que ao ser misturado ao concreto lhe confere a coloração adequada. O mesmo processo foi utilizado nas ciclovias da Av. Faria Lima e da Av. Eliseu de Almeida.

Na foto que abre essa matéria (registrada um dia antes da reportagem da TV) é possível perceber que o que é vermelho é o próprio concreto. Perceba ainda, ao fundo, parte dele coberta com um plástico, justamente para evitar que a chuva o estragasse. Provavelmente, no dia seguinte o concreto já estivesse em processo de “cura”, não necessitando mais do plástico. Mas como sempre sobra material em forma de pó na superfície ou nas laterais, fora da área da laje, a chuva (que não foi pouca) dispersou esse pó.

O que escorreu para a avenida foi, portanto, pó do concreto vermelho. Não foi tinta. A tinta só será usada em um estágio final da ciclovia, na etapa de sinalização, e nas cores branca e amarela. Esse pó que apareceu sobre o asfalto sai com água, até mesmo com a água da próxima chuva.

E por que então tanto escândalo foi feito em cima disso? Foi um vacilo da repórter, que não soube apurar corretamente a situação no local e acabou fazendo a redação dar essa “barrigada”? Ou a abordagem foi intencional, com a ciência de que não havia tinta alguma ali, com o objetivo de gerar críticas à ciclovia da Avenida Paulista? Você decide. Se quiser assistir ao vídeo, clique aqui.

Vale lembrar que o projeto, disponível na internet há meses e ao qual a emissora também tem acesso, cita que o pavimento é feito de concreto pigmentado.

Veja também
Conheça as 7 novas ciclovias que serão conectadas à da Av. Paulista, em São Paulo
Durante vistoria às obras da ciclovia da Paulista, secretário fala sobre escolha da via e conexões
Com champanhe, arruda e sal grosso, ciclistas comemoram início da ciclovia da Av. Paulista
Sobre a matéria da Veja São Paulo e o custo real das ciclovias na cidade

96 comentários para A tinta da ciclovia da Avenida Paulista escorreu para o asfalto?

  • Edlson Trindade

    Do sangue dos nossos irmão ciclistas que ficou no asfalto poucos se preocupam, pinta de novo essa po!! , tinta vagabunda que essa empreiteira está usando.
    Além do mais, temos que lutar, só quem anda de bike sabe dos benefícios.
    Como ciclista à 15 anos e motorista à 25 anos, sugiro que implantem um sistema onde o ciclista receba desconto no IPVA.
    É isso meus amigos, um abraço á todos!

    Edilson Trindade – edilson.trindade123@hotmail.com

    Thumb up 1 Thumb down 2

  • [...] molham de chuva durante o verão. No pé que estão as obras na Paulista, após chamar de caos uma tinta vermelha que na verdade era só cimento, ou talvez reclamar que a calçada na altura do MASP é tombada mesmo depois do CONDEPHAAT  [...]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Luiz

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 4 Thumb down 19

    • Sugiro uma campanha para as pobres almas perdidas sem amor próprio com baixíssima auto-estima ao ponto de se auto-humilharem no anonimato da internet, que tal?

      Quanto a pergunta é até bem interessante, William, o que você ganha saindo do comodismo e se aliando a essa maligna cruzada?

      Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 3

      • Luiz

        [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

        Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 18

      • Luiz

        [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

        Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 1 Thumb down 13

        • Adriano

          Luis, não fale bobagens. Em São Paulo, mais de 400.000 ciclistas circulam pela cidade diariamente. Por causa de meia duzia de bandidos você generaliza toda uma categoria? Pois bem, então todos os pedestres não prestam. Afinal, os trombadões e batedores de carteira que agem no centro de São Paulo, 25 de março e arredores O FAZEM TUDO A PÉ…

          Por causa disso os pedestres também não prestam?

          Ou acha que todos os bandidos que cometem crimes, o fazem de bicicleta? Faça o favor!

          Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 2

  • Helena Valente

    Uma rápida pesquisa é muito esclarecedora. Os fatos: 1) O alto custo do concreto pigmentado deve-se ao fato de que é preciso agregar o pigmento na massa inteira do concreto – e só a superfície fica visível – e porque o preço do óxido de ferro é alto. 2) A grande diferença entre um pigmento e um corante está na solubilidade, ou seja, um pigmento é insolúvel enquanto que um corante é solúvel ao meio aplicado, seja ele água ou qualquer outro solvente. Ou seja, de uma forma resumida, um pigmento é um produto que não é solúvel ao meio em que é aplicado, desta forma pode ser utilizado em concretos e argamassas, sem serem lavados pela água das chuvas. Um corante nunca poderia ser utilizado em concreto, por ter sua solubilidade alta e conseqüentemente pode ser retirado pelas águas das chuvas e por não ter poder de cobertura. Não é preciso desenhar, não? Só gostaria de ver as notas fiscais dessa obra.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Helena Valente

    Pó de concreto escorre?
    O que escorreu para a avenida foi, portanto, pó do concreto vermelho. Não foi tinta. A tinta só será usada em um estágio final da ciclovia, na etapa de sinalização, e nas cores branca e amarela. Esse pó que apareceu sobre o asfalto sai com água, até mesmo com a água da próxima chuva.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Helena Valente

    Dúvida: pó de concreto escorre?

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Karl Storrer

    Eu sou totalmente a favor da tara ciclofaixista do nosso prefeitinho! As pessoas são muito maldosas! Deveriam apoiá-lo totalmente e aderir em massa às bicicletas! Fazendo isso, poderiam justificar o enorme investimento que a Prefeitura de São Paulo vem fazendo em tinta vermelha, ajudariam a melhorar a qualidade do ar de nossa metrópole, levariam uma vida mais saudável pois se exercitariam na hora de ir e vir do trabalho, colaborariam para diminuir o trânsito caótico de carros, e principalmente: deixariam as ruas e avenidas livres para eu circular por São Paulo no conforto do ar condicionado do meu Ford Mustang! Um viva ao prefeito, às ciclofaixas, às bicicletas e principalmente: aos novos ciclistas!!!

    Thumb up 2 Thumb down 5

  • Priscila

    Pessoal, vocês sabem quando essa ciclovia vai ser entregue?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Arthur Paes

    Interessante saber sobre este concreto pigmentado… na cidade de Manaus, a prefeitura demorou dois anos para pintar os únicos 2 km de ciclovia da Av. Boulevard Alvaro Maia(a única “ciclovia” da cidade). E não foi pra pintar sobre o asfalto da rua não, mas sim sobre a calçada. Eu não sei informar acerca da segurança, se derrapa ou não, mas o mal estar já foi instaurado. Quem puder dar uma conferida, deixo este link: http://acritica.uol.com.br/manaus/MP-AM-abre-inquerito-investigar-superfaturamento-ciclovia-boulevard_0_1315068486.html

    Thumb up 2 Thumb down 1

  • Will

    Rede Bobo!

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 1

  • Victor Augusto

    Só lembrando que a repórter ainda teve a cara de pau de falar que viu no mesmo dia, no período da manhã, homens da Prefeitura PINTANDO a ciclovia. Mentiu na cara dura pros telespectadores!

    Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 1

  • Victor Augusto

    Nossa, velho. É muuita desinformação. O povo tem que parar de assistir esses programas. Vão virar robôzinhos desinformados. Que vergonha! Sério mesmo! O SPTV devia amanhã expor publicamente que errou.

    Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 1

  • ejedelmal

    Os PTralhas querem acabar com a Passeata pela Ditadura Militar Democrática, pintando as ruas da cor vermelho-búlgara!!!

    Bicicleta que nada. Só o carro te dá a liberdade de ficar engavetado por 3 horas!

    Comentário bem votado! Thumb up 16 Thumb down 1

  • Jacques

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 7 Thumb down 29

    • Adriano

      Metrô é de responsabilidade do ESTADO.

      Qto aos ônibus, a prefeitura investiu em mais de 400km de faixas de ônibus, que inclusive foram fruto do mesmo mimimi que as ciclovias estão tendo hoje…que não passa onibus, que tá sempre vazia, e bla bla bla e blá…

      Qtos serão beneficiados pelas ciclovias. A começar, você sabe a demanda de ciclistas atualmente em São Paulo? Segundo estudos de origem destino do metrô, são mais de 400 mil por dia. Isso em uma pesquisa feita anos atrás.

      Não vou me alongar muito, pois percebi que você não deve ter lido o artigo até o fim e nem se deu ao trabalho de pesquisar dados sobre demanda, baseando-se apenas em achismo.

      DICA: Os dados estão aqui mesmo no blog. Procure e se informe.

      Comentário bem votado! Thumb up 25 Thumb down 4

      • Jacques

        [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

        Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 7 Thumb down 17

        • Jacques

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 5 Thumb down 16

          • Adriano

            Ah, quer dizer então que SP tem que ter primeiro 400 km de metrô para só então ter ciclovias? Quer dizer então que os mais de 400 mil ciclistas que se danem, que esperem construir a rede metroviária, porque gente como você acha isso?

            Ainda bem que o governo do estado e a prefeitura NÃO PENSAM COMO VOCÊ!

            Uma coisa não exclui a outra. Dá muito bem para construir metrô e expandir as ciclovias. Alias, o Estado está tocando 7 linhas do sistema metroferroviário ao mesmo tempo. São elas:

            Linha 4 (amarela) – estações da 2º fase até V.Sônia)
            Linha 5 (Lilás ) – Extensão de Adolfo Pinheiro a Chacara Klabin, 10 km e que terá conexão com as linhas 1, 2 (já prontas) e 17 (monotrilho em obras)
            Linha 6 (Laranja) de Brasilândia a São Joaquim, conectando com as linhas 1,4,7 e 8.

            Linha 9 (Esmeralda) Extensão de Grajaú a Varginha.

            Linha 13 (Jade) do Brás até Guarulhos e aeroporto internacinal. Terá conexões com as linhas 2,3,10, 11 e 12.

            Linha 15 (prata) de Ipiranga a C.Tiradentes, primeiro trecho de V.Prudente a Oratório já está em operação assistida.

            Linha 17 (Ouro) De São Paulo – Morumbi a Jabaquara, com um ramal para o Aeroporto de congonhas.

            E qto ao metrô de Nova iorque, bem….esse metrô começou a ser construído no inicio do século XX, em 1904. Ou seja, tem 111 anos. O metrô de São Paulo só inaugurou sua primeira linha em 1974. Se tivesse seguido o ritmo de NY, que teve média de 3,6km de novas linhas por ANO, teria hoje pouco mais de 100 km….

            Dessa forma, qdo o metrô paulista tiver 111 anos, mais precisamente no ano de 2075, terá uma rede maior que a de Nova Iorque.

            Além disso, eu não sabia que só tinha 78km de trilhos em São Paulo….como é que os moradores dos extremos da zona sul, leste, oeste e norte, como Perus, Grajaú, Itaim Paulista, Guaianazes e outros conseguem chegar ao centro da cidade tudo via trilhos?

            Ah, é porque temos outras linhas de metrô como as linhas 9 e 11 operadas pela CPTM que já tem padrão metrô e só trens novos, mas para o estereotipo da imprensa e seu, SP só tem 78 km de trilhos.

            Saiba que, a rede da CPTM tem 130 km de linhas DENTRO DA CIDADE DE SÃO PAULO, atendendo a vários bairros da cidade….E que respondem pelo transporte de 1,5 milhão de usuários por dia util.

            130 + 78km = 208 km de rede sobre trilhos em São Paulo. Nada mal hein.

            Qtas vezes já fui até Morumbi e V.Olimpia via trilhos? Ou na Mooca, São Miguel Paulista, Perus, Jaraguá….olha, tem o pico do Jaraguá.

            Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 3

          • Adriano

            E só para lembrar: Bogotá não tem metrô e tem mais de 400 km de ciclovias…Sorocaba também não tem metrô e tem quase 100 km de ciclovias.

            Rio de Janeiro tem apenas 2 linhas de metrô e 380 km de ciclovias….

            Buenos aires na Argentina tem mais km de ciclovias do que tem de metrô. Todas essas cidades tem em comum a mesma ideologia: Uma coisa não exclui a outra. Os usuários do metrô não tem que esperar concluir a rede cicloviária para só então começar a construir metrô e a mesma coisa para os ciclistas…

            Se eu for colocar todos os dados que tenho aqui, vai precisar de vários posts como esse.

            Então, se informe melhor antes de falar o que não sabe, sim? Google está ai para isso. Mãos as obras!

            Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 3

            • Jacques

              [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

              Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 4 Thumb down 16

              • Vitor

                A questão não é ter de fazer 400 km de metrô ANTES das ciclovias, e sim como se atende a esmagadora maioria da população PRIMEIRO

                Eu fiz esse recorte só para mostrar como você se contradiz, afinal, as obras do metrô não foram interrompidas nem tiveram os recursos modificados para atender as ciclovias.
                NY não esperou ter todas essas centenas de quilômetros de trilhos para fazer ciclovias. A primeira foi criada em 1894 (parágrafo 4).
                Você está tentando criar uma oposição de prioridades que não existe. Todos têm que ser atendidos. A demanda está aí. Seja dos ciclistas existentes que correm riscos dividindo a faixa com os carros (Frank Jensen dizendo que teria medo de pedalar em SP, 2011) ou das pessoas que têm medo de sair nas ruas, a bike está encostada há tempos, demanda reprimida…
                Ou vai dizer que também devemos parar de fazer as adaptações do viário para os deficientes físicos (piso tátil, guia rebaixada, semáforo sonoro, etc) porque é um complemento? É a cereja do bolo? Devemos atender primeiro a maioria?
                Só mais uma coisa, pare de vociferar. Até dói a agressividade de seus comentários.

                Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 1

  • michael

    Alguém sabe se a prefeitura se pronunciou sobre o caso?

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • [...] “Você viu o desperdício, no mínimo, de tinta, né?”. À direita, foto do site Vá de Bike mostrando que não se trata de tinta, que mancha, mas de restos de pó de concreto pigmentado, que [...]

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

    • Mario

      [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

      Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 4 Thumb down 20

      • Orlando

        ou de um burro tucanalha como você, que deve votar na gang que nunca investiu em ciclovia, que sucateia e rouba BILHÕES do metrô/CPTM. Eles sim que eram bons, não é verdade? uma simples mancha de vermelho por conta de RESTOS de material de pós pigmentado é motivo de toda essa celeuma. Saco na lua por conta de pseudos éticos e indignados como você…

        Polêmico. O que acha? Thumb up 16 Thumb down 14

        • Jacques

          [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

          Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 4 Thumb down 11

          • Magda Santos

            Jacques, as moscas já cansaram de tanto roubar e estão procurando outros “pratos”Parece que no momento e m outros momentos o povo já se cansou de ser explorado!! PT NELES!! LULA 2018!!
            LUCIDO SEU COMENTÁRIO QUE AS MOSCAS VÃO MUDAR PORQUE ASSUME QUE A MERDA DOMINAVA!!

            Thumb up 0 Thumb down 0

  • Carlo

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 14 Thumb down 22

  • Anderson

    É só olhar os comentários dos haters pra ver a decadência que SP virou, a cidade nunca sofreu tanto com problemas climáticos, e parece que nem isso sensibiliza o ser humano. No dia que a cidade virar uma nuvem preta de CO2 sem um pingo de água pode ser tarde demais pra correr atrás do prejuízo, e parece que esse dia não está tão distante.

    Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 3

  • Cristina Mingardi

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 6 Thumb down 37

    • A Verdade

      Sua inteligência minguou, Mingardi?

      Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 7

    • São milhões de reais jogados fora com esse terrível crime contra a economia popular! Quem irá ressarcir os cobres públicos da enorme perda de 2kg de cimento pigmentado! Vai levar anos para essa tinta sair do asfalto da avenida sem falar que todo esse concreto vai entupirá as galerias causando enchentes na região! Precisamos protestar na prefeitura pois nenhuma obra civil gera poeira e resíduos! No 1° mundo isso não existe, todas as construção lá são nível cirúrgico, só no Brasil!

      Pessoal, se quiserem ganhar o titulo de Drama Queen é assim que se faz, aprendam! Drama é arte!

      Comentário bem votado! Thumb up 33 Thumb down 5

    • Adriano

      mimimi…..

      Comentário bem votado! Thumb up 11 Thumb down 2

  • Wellington

    Na minha opinião, os erros da reportagem foram intencionais. Todo o projeto e discussão foi amplamente discutido e esclarecido a sociedade. Percebam que eles colocam palavras na boca das pessoas. Basta se atentar para o fato do repórter não mostrar a pergunta que faz. Só divulgam a resposta e parte dela.

    Há alguns anos atrás, quando saía da estação do metrô, fui entrevistado pela Repórter Sabrina Simonato: ela me questionou se eu tinha tido problemas para carregar o bilhete único (era uma semana que esse problema ocorria). Mas naquele dia eu carreguei e não havia tido problemas. Disse isso a ela. Resultado: nem saí na matéria; ela procurava alguém que falasse mal. Essa é a nossa liberdade de imprensa: a liberdade de eles falarem e imporem a ideia e filosofia deles.

    E o grande risco às ciclovias é que estão escondendo jogo político por trás dela, já interessados nas eleições municipais do ano que vem.

    A Globo não ama a cidade nem o país. Tanto que nos jogos de futebol se querem mostram o hino nacional. Enquanto ele e tocado, fica passando propaganda. Amam simplesmente seus interesses comerciais.

    Ainda bem que temos a internet hoje para contrapor a essa ditadura midiática.

    Comentário bem votado! Thumb up 33 Thumb down 6

    • Renato

      Globo está virando, pouco a pouco, uma Record da vida….daqui a pouco as reportagens vão parecer Datena. É só acompanhar o SPTV 1º edição, o Cesar Tralli está mais “bocudo”, igual o Datena.

      Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 3

  • Ontem passei lá na Paulista e quase não tinha mais resquício da tal “tinta sangue de ciclista” kkkk no meio das faixas, interessante que não vi ninguém reclamando da “tinta branca” da quebradeira do concreto do novo trecho interditado.

    Comentário bem votado! Thumb up 11 Thumb down 5

  • Jose

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 14 Thumb down 39

  • Zeca do PT

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 11 Thumb down 18

  • Otavio

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 18 Thumb down 42

    • Ridículo é ser paga pau dos Marinho, família mais rica do Brasil, trouxa

      Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 7

    • ABMDC

      O site é patrocinado pelo Banco Itaú. Difícil acreditar que uma instituição financeira privada seja da “petralhada”, né? Aliás, sempre me intriga que os “haters” critiquem o poder público quando o assunto é mobilidade e passe ao largo que Bradesco e Itaú são os maiores fomentadores do movimento. Não era mais fácil cancelarem suas contas Personalitee e Prime? Não, né? Haters are gonna hate, sem pensar muito à respeito.

      Comentário bem votado! Thumb up 25 Thumb down 4

    • Adriano

      Troll. Ignorem!

      Comentário bem votado! Thumb up 13 Thumb down 4

  • Guilherme

    [Off Topic]

    William, o Bike Sampa está perto de completar 1 milhão de viagens. Vai ter reportagem aqui no VdB sobre este acontecimento?

    [Off Topic]

    Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 0

  • Odilon

    “O dinheiro público foi parar na sarjeta…” Quanta bobagem. Essa esperneação contra a construção das ciclovias já está ficando ridícula.

    Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 6

  • ufa

    morreu menino jornalismo

    Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 1

  • Andre Oliveira

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 15 Thumb down 47

    • Renato

      Sabe qdo você pinta sua casa e quer uma cor diferente do branco? Pois bem, você compra uma solução (bisnaga) pronta da cor desejada e mistura na tinta, obtendo a cor desejada. Essa cor não sairá mais….O concreto pigmentado é bem assim. Na hora que que é preparado, é adicionado o pó da cor vermelha que é diluido na preparação do mesmo e ai o concreto já vem pronto na cor desejada. Como vai vazar tinta de um concreto da cor vermelha?

      O que ocorreu é o que está escrito no artigo. você não leu até o fim?

      Comentário bem votado! Thumb up 19 Thumb down 7

      • Andre Oliveira

        [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

        Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 15 Thumb down 35

      • Andre Oliveira

        [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

        Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 7 Thumb down 21

        • Amigo, o que você vê no video não é tinta e nem o pigmento do concreto. Como é explicado no artigo isso é o pó, o resto, o resíduo, a parte que não foi utilizada. Sabe quando você lixa a parede da sua casa e cai um pó no chão? É tipo isso. Ou quando vc chapisca a parede, reboca ou passa massa fina. Sempre cai no chão um pouco não cai? Pois bem, é desse pó que essa agua vermelha que você está chamando de tinta a base de água foi feita. Tenta pintar sua casa com agua e suco em pó para ver se qqr coisa que colore água é tinta. Não é por que a agua está vermelha que é tinta.

          Comentário bem votado! Thumb up 27 Thumb down 7

    • Vitor

      Você mesmo se contradiz e sugere “rever esses conceito ai”? Pigmento é o que dá cor à tinta, logo não é tinta. Tinta é composta de pigmento, solvente e resina. Logo, se é concreto pigmentado (só recebe pigmento), o máximo que você pode dizer é que ele é colorido, não é “concreto pintado”, nem “concreto com tinta”.

      Concreto não foi jogado fora. Releia:

      Mas como sempre sobra material em forma de pó na superfície ou nas laterais, fora da área da laje, a chuva (que não foi pouca) dispersou esse pó.

      Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 4

      • Andre Oliveira

        [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

        Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 6 Thumb down 16

        • Vitor

          O tom de sarcasmo serve para camuflar que teu primeiro argumento foi desmontado? Afinal, no vídeo não dá para ver o concreto despigmentado nem a rua inteira “pintada” que você diz. Dá para ver apenas transeuntes respondendo perguntas enviesadas de uma repórter tendenciosa e imagens de carros (e o dedo dessa repórter) passando sobre água colorida que escorre sobre um asfalto preto, como sempre.

          Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 5

  • [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 8 Thumb down 34

    • Adriano

      Você não vai andar, mas centenas irão, assim como já ocorre nas ciclovias da Eliseu de Almeida e Sumaré.

      Caminhando na calçada ou andando de bike você respira poluição da mesma maneira. Inclusive dentro do carro, do onibus, metrô.

      Comentário bem votado! Thumb up 20 Thumb down 4

    • Gian

      plantar arvore para as raizes penetrarem as estruturas do metro?

      Voce prefere respirar poluição dentro do seu carro? Por que a poluição está ai para todos, e estudos indicam que passageiros de automóveis tem exposição maior do que ciclistas – ou seja, num carro vc respira mais poluente E nao se exercita..kkk

      Prefiro me exercitar, com minha cabeça protegida pelo capacete, diminuindo emissões de poluentes, economizando uma grana, cedendo meu espaço no metro…

      De nada.

      Comentário bem votado! Thumb up 12 Thumb down 5

      • Até daria para plantar árvores no canteiro se quisessem, pois com exceção dos respiros e dos acessos existe uma boa diferença até a laje das estações, na praça do ciclista existe uma bem menor que tem arvores adultas, acho que o maior problema seria o tamanho canteiro a ser aberto e o obstáculos que causariam.

        Thumb up 2 Thumb down 0

  • Juan

    Concordo como Renato e mais alguns comentários. A emissora escolhe, primeiro plantar a dúvida. Provavelmente até se retrate de forma rápida e/ou colocando mais alguma dúvida. O dia que o jornalista utilize a ciclovia para exercitar os patins, no mínimo vai apoia-la.

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 2

  • Paulo Silva

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 6 Thumb down 42

    • Vitor

      Você está querendo comparar roupas (algodão, linho, etc) com as superfícies de um automóvel? Meu amigo, não confunda maçãs com laranjas.

      aquela coisa vermelha que pode ter aderido à lataria sai com água sem deixar rastro. Na verdade, sai até com a mão depois de seco.

      Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 3

  • Domingos Silva

    O Cesar Tralli lembra uma gazela rebelde toda vez que tem matéria sobre algo envolvendo a prefeitura

    Comentário bem votado! Thumb up 21 Thumb down 5

  • Aline

    Não acredito nisso, cara que raiva dessa midia e da CET que não procurou esclarecer que não era tinta, aff.

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 2

  • Fernando

    Infelizmente ao programar a concretagem, confiamos na previsão do tempo da Globo: “30% de probabilidade de chuva no final da tarde”. Concretagem feita de manhã, só poderia cobrir com a manta 3 horas depois, portanto na hora da chuva começar. Nesta época já é difícil, ainda por cima com estas previsões furadas….

    Thumb up 4 Thumb down 1

  • Renato

    O negócio é o seguinte. Qto mais sensacionalizar, mais ibope dá. E essa a qualidade da nossa imprensa de hoje, diferente daquela imprensa séria e voltada exclusivamente com a verdade dos anos 70 e 80.

    Eu já havia visto essa reportagem no site do G1 poucas horas antes de passar aqui. Sou morador da região e vi os primeiros trechos da nova ciclovia com o concreto pigmentado, o que me deixou muito feliz…”o vermelho” começou a aparecer…

    Mas em uma cidade de gente individualista e mesquinha, tem que achar um defeito para meter o pau na ciclovia, só porque não é ciclista, não usa e acha que o dinheiro está sendo jogado fora.

    Essas pessoas merecem mesmo se lascar no transito pesado todos os dias!

    Comentário bem votado! Thumb up 32 Thumb down 4

  • Rodrigo Cunha

    “a CET iria enviar um caminhão pipa com água de reuso para limpar a avenida que a ‘a pintura vai ser refeita’”. Falha da CET também, que corroborou com a falsa notícia ao invés de esclarecer.

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

  • Klauss

    Que dinheiro público foi para o ralo? O pó do concreto seria aproveitado pra alguma coisa? Sobre a chuva, deve ser por isso que na foto alguns trechos aparecem cobertos, né parceiro? Esse jornalismo intencionalmente preguiçoso me cansa, mas pior ainda é ver gente que insiste na versão deles mesmo depois de uma matéria que esclarece fatos – e não pontos de vista – como essa aqui.

    Comentário bem votado! Thumb up 15 Thumb down 4

  • Klauss

    Depois da matéria deturpada da Veja, depois do método duvidoso que levou a Folha a concluir que “mesmo com ciclovias, numero de ciclistas diminuiu”, depois dessa do SPTV e de tantas outras, cada vez mais percebo que a campanha contra a inserção da estrutura cicloviária na mobilidade urbana paulistana está se tornando um vale-tudo.

    Comentário bem votado! Thumb up 20 Thumb down 5

  • Paulo

    A Globo está e sempre estará prestando um desserviço à população.
    O problema é falar que precisamos ter mecanismos de regulação da mídia, a grande maioria se levanta e confunde tudo.
    Liberdade de expressão é diferente de libertinagem de expressão, bem característica dessa emissora.

    Comentário bem votado! Thumb up 16 Thumb down 5

  • Havana Alves

    E o que dizer quando o vermelho no asfalto é sangue?

    Comentário bem votado! Thumb up 30 Thumb down 3

    • Alexandre

      Verdade, quando é uma mancha de sangue de um ciclista morto na mesma avenida não vejo tanta gente se preocupar, a não ser com o trânsito causado por isso.

      Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 2

  • Tatiane Moraes

    Intencional ou não, o jornal tem que se retratar!
    Impressionante como o jornalismo brasileiro não é sério!
    Uma pena, quem perde com essa total desinformação é só a população…

    Comentário bem votado! Thumb up 17 Thumb down 3

  • Carlos

    [Comentário oculto devido a baixa votação. Clique para ler.]

    Esse comentário não tem feito muito sucesso. Thumb up 27 Thumb down 44

  • Sebastian

    Foi descaradamente intencional. Repórter: “Hoje a tarde tinha funcionários pintando a ciclovia”! Olha que cara de pau!

    Comentário bem votado! Thumb up 16 Thumb down 3

  • Murilo Moura

    Será que o jornal irá se retratar? Seja ingenuidade ou má intenção, foi feio.

    Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 2

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>